História Amar você me machuca💔 - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Dona (Soy Tu Dueña)
Exibições 10
Palavras 1.486
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Voltei

Capítulo 20 - Preparativos


-terminei meu banho e vesti meu pijama,já estava tarde,então me deitei na cama sonolenta-

-Ana...

-escutei Angel me chamar quando eu estava quase dormindo-

-Oi... -falei lentamente com os olhos fechados-

-Faz...Faz amor comigo? -senti sua mao em minha perna-

-fazer amor com Angel estava nos meus planos? não,não estava e nunca vai estar,nunca fiz amor com Angel,amor e uma coisa...que você faz so com quem realmente ama,e infelizmente eu não amo Angel,tenho que admitir que não amo ninguém,parece que realmente essa é minha natureza-

-estou cansada Angel,hoje o dia foi corrido,pra mim,eu cheguei so uns minutos antes de você,acho que seu dia tambem foi corrido... -falei ajeitando minha Costa,tirando a mao de Angel de minha perna,ja que estava me encomodado-

-senti Angel sentar na minha barriga,ja me beijando-
.....

<Enquanto isso no mexico>

-me deitei ao lado de Fernando que estava com a cara fechada-

-puxei a coberta mais pra mim cobrindo todo meu corpo,só não a cabeça-

-me desculpa? -virei a cabeça para o lado quando vi Fernando olhando pra mim-

-porque -virei meu rosto para não olha-lo-

-por ter falado daquela forma com você Lu...desculpa eu..

-Ja passou Fernando...

- eu..não não não vai tornar ..a se repetir

-como eu disse Fernando -virei meu rosto novamente,so que agora para olha-lo- Já passou

-senti seus braços me envolverem,e eu já forcei um sorriso-

-obrigado minha linda! você não sabe o quanto me sinto mal,quando brigo ou sou grosso com você

- nao falei nada somente continuei com o sorriso falso nos labios-

-sabia que sinto sua falta?

-fechei meus olhos e demorei um pouco para processar-

- eu..eu também sinto,bom mas eu vou ver se o Ricky está realmente dormindo... -me soltei dos seus braços e afastei a coberta ficando de costas para Fernando porém,senti sua mao tocar meu braço me puxando levemente-

-esse e o trabalho da babá! -soltou meu braço e levantou dando uma volta pela cama,ficando na minha frente,se ajoelhou ,diante a mim-

-vamos matar as saudades!

-tomou minha boca,com um beijo que por alguns instantes somente senti,sem o retribuir mas e verdade a meses que não tenho nada com Fernando,talvez seja isso que tenha,piorado mais nossa relação-

<Paris>

-senti um beijo sendo depositado em minha Cravicula e depois mais pra baixo-

-suspirei e dei uma volta ficando por cima de Angel-

-Ja esta na hora de dormimos....

- ela sorriu e beijou meu pescoço com certeza deixando marcas-

-Ja estava com saudades,dessa sensação

-olhei pra ela deixando marcas de expressão em minha testa-

-sensação que voce me...me amou denovo..me senti uma mulher de verdade..novamente

-beijei a testa de angel,não minto,não a amo porém,sinto muito carinho por ela,esses anos ao seu lado casada com ela, me fizeram ama-la demais,como uma irmã que nunca tive-

-claro -disse ao desencostar meus labios de sua testa- :mas vamos dormir -disse ficando ao seu lado,logo sentindo seus braços me envolverem e seu rosto em meu pescoço-

-fechei meus olhos,e logo fui vencida pelo sono..se eu estava Feliz? não,somente estava acustumada com minha vida de sempre,so sei que a Única pessoa que eu sempre vou amar,e uma certa Loira,chamada Lucero-

<no outro dia>
>no mexico<

-acordei entre os lençóis e já não vi Fernando La como sempre,me levantei e fui ao banheiro fazer minhas higienes,não me sinto bem,toda fez que acontece algo entre mim e Fernando ,me dar um mau estar,parei meus pensamentos ao chegar no closet e ir atraz de uma roupa,ambas estavam Largas,eu já tinha emagrecido bastante de uns tempos pra cá,puxei um vestido Verde, e as roupas íntimas, peguei uma espécie de Banco e coloquei na minha frente ficado por cima do mesmo pegando o secador fui para frente do espelho aonde sequei meu cabelo e o penteio,logo em seguida vestido minha roupa-

-Fui até o quarto de Ricky hoje era sábado então o mesmo não foi para escola me sentei ao seu lado-

-está na hora mocinho

-como sempre ele fingiu que não escutou e continou com os olhos fechados-

-Filho hoje é sábado! dia de você ir...

-ele levantou em um Pulo-

-PRO FUTEBOL!

-rir e o sentei na cama-

-isso mesmo mocinho,você tem que ir! -ajeitei seu cabelo que era um pouco grande-

-ta! eu vou chamar a Naty pra me dar um banho...

-isso mesmo mocinho!

-ricky me abraçou e beijou meu rosto-

-te amo mamãe querida -ele olhou nos meus olhos e me arrepiei os olhos dele eram extremamente verdes..que nem...que nem...

-tambem te amo filho mas vai la chamar a Naty!

-sim senhora capitan!

-ele saiu da cama correndo e eu sorri-

- sem correr... -falei sem adiantar nada pois com tamanha correria ele ja deveria estar la em baixo'

-levantei e fui pra cozinha,preparei o café da manhã já que a empregada não estaria hoje é nem amanhã-

-alguns minutos depois quando já estava colocando os copos na mesa Ricky chegou sentando na cadeira porém como ele não era alto por ter apenas 5 anos quase não alcançou a mesa-

-hoje o Ricky está cheio de energia dona Lu

-sorrir e passei a mao no cabelo loiro do meu pequeno-

-como sempre não é mesmo Naty?

-ela riu-

-sim sim  como sempre

-sentei na cadeira ao lado de Ricky-

-sente-se com a gente...por favor

-la meio que corou mas acho que ela deveria saber que nunca tive essas frescuras com meus empregados-

-por favor -repeti e a mesma atendeu meu pedido-

-mamãe...

-virei meu rosto e olhei para meu pequeno ja tomando um copo de suco-

-quem e a irmã do papai? -me afoguei com o suco-:como assim Rico? -disse tampado a boca-

- e que ontem quando eu saí da aula e fui na casa do vovô como sempre ele estava falando com ela - ele pegou um copo de leite e tomou um pouco deixando marca do leite aos arredores da boca- :o papai e nem a senhora me falaram,só mesmo da tia Angel

-ah filho e uma longa história ...

-me fala mamãe

-e bom...essa ...sua TIA -dei ênfase no tia- foi descoberta somente depois ..quando seu papai já estava crescido porém você não tinha nascido...a sua tia Anna -me arrepiei ao falar seu nome- :foi minha amiga a muito tempo atrás...então sua tia Angel a conhecia...elas se apaixonaram e se casaram foram embora e eu e seu pai ficamos aqui!

-nossa mamãe que legal! - ele tomou mais um pouco do leite- mas porque nunca me falaram dela?

- nao era necessário -falei rapido-:mas agora come Ricardo

<Enquanto isso em Paris>

-Noite Feliz,noite feliz,noite feliz! -fiquei cantando enquanto passava a escova por meus cabelos agora com um tom mais claro-

-PARA DE CANTAR ESSA MUSICA IRRITANTE! JA E DIA ANA! -disse Angel do banheiro da onde eu estivera a alguns minutos fazendo minhas Higienes-

-ESTAMOS PERTO DO NATAL TEMOS QUE ESTA FELIZES E MENOS ESTRESSADOS SABIA?

-CALA A BOCA

-na iria irritar Angel novamente porém meu Telefone tocou-

-carai quem e uma hora dessa da manhã? -peguei o celular e o atendi-:oi fala rápido Leonardo

-Ana por favor...aceita minha proposta de vir pra cá!

-passei a mão e minha cabeça deixando meus cabelos novamente bagunçados-

-Ok Leonardo ...eu irei avise ao Fernando que hoje eu sairei daqui para assumir a empresa dele...

-e hoje?

-sorrir-

-sim hoje mesmo...só preciso falar com Angel e falar com o Tom pra ajeitar as coisas como passagem casa essas coisas...

-claro minha filha! -algo me diz que ele sorriu do outro lado da linha- :irei esperar ansioso

-ate mais ver Petit -desliguei o telefone-

-denovo seu pai?

-me virei e olhei para Angel-

-sim novamente meu pai...eh hoje mesmo vamos voltar -voltei ao telefone discado o telefone de tom que já estava em memoria-

-como assim vamos voltar?

-ah Angel vamos voltar pro México para resolver alguns assuntos..

-quais assuntos?

- nao convém agora....

-você quer voltar pra...

-espera... -apertei na tecla do Telefone pois não me dou muito com essa tecnologia de hoje então prefiro coisas mais faceis-:Oi Tom

-ah oi Ana..bom as coisas aqui da empresa Brecob.... - nao deixei ele responder-

-quero que compre duas passagens em meu nome e de Angel rumo ao México uma casa localizada no centro talvez bem perto da empresa dos Colunga..e  -passei um dedo no meu olho-:claro também a mobile, peço que mande fotos a Angel,dar algum jeito do meu filho ir pelo avioao..talvez de um Pett shop.

-pera Ana vai com calma você vai...

- nao e da sua conta faz oque mandei! -desliguei o telefone-

-voce vai voltar pra ela não vai? -olhei para Angel sem entender muito bem-

-oque?..calma eu não estou entendendo...

-VOCE VAI PELA LUCERO -apontou o dedo em meu rosto-

-abaixe a mao de Angel-

-EU NAO ESTAVA PENSANDO NEM EM LUCERO! SE FOR PRA FICAR COM ESSAS PARANOIAS E MELHOR VOCE NEM IR! -as porta fora estressada realmente não me lembra-ra dessa detalhe mas..será bom rever a Lucero....o se vai-



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...