História Amaranthine (YoonMin) - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Familiar, Jimin, Only_army, Yaoi, Yoongi, Yoonmin
Exibições 890
Palavras 1.944
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OI MEUS AMORES
antes de tudo me desculpem por não postar na terça como eu disse, tive que fazer tantas coisas..
enfim boa leitura e um aviso nas notas finais okay??

Capítulo 14 - Sometimes it is impossible all goes well


Fanfic / Fanfiction Amaranthine (YoonMin) - Capítulo 14 - Sometimes it is impossible all goes well

Yoongi travou ao ver Park Jimin ao seu lado, achava que aquilo poderia ser uma alucinação criada por seu cérebro já que o mesmo desejava que Jimin estivesse ali para o abraçar nesse momento.

"Ji-Jimin?" Yoongi se levantou na hora que notou o mais novo chorar, Jimin segurava um ramo de flores em ambas as mãos, as fechando fortemente entre si para atenuar o nervosismo, os dentes estavam cravados nos próprios lábios evitando assim qualquer palavra ou soluço.

Yoongi não fazia a menor ideia do porque Jimin estar neste estado mas esqueceu suas regras mentais de não se aproximar mais do outro e o abraçou.

Jimin encarava o chão, molhando o mesmo com suas lágrimas até sentir o nome ser chamado e encarar o mais velho que o abraçou em seguida.

Esses braços, essa força em abraçar, o tal cheiro característico de Yoongi, tudo estava ali novamente, Jimin se sentia seguro. O mais novo deixou as flores caírem ao chão e retribuiu o abraço de Yoongi.

O maior passou a mão nos cabelos escuros do outro que agora se permitia soltar pequenos murmúrios, alguns audíveis.

Eram pedidos de desculpa..

O coração de Yoongi ameaçava sair do peito, mesmo com Jimin chorando em seus braços, o garoto estava ali e somente isso bastava.

Se soltaram tempo depois, Jimin já estava calmo, recebendo os dedos de Yoongi em seu rosto, o mais velho sorria ao limpar das bochechas do outro os restos das lágrimas antes soltas.

"Eu senti sua falta.." Assumiu Jimin quase num sussurro, fazendo o maior sorrir abertamente. "Hyung?"

"Fala mais uma vez" Pediu Yoongi, recebendo um olhar de Jimin que demonstrava como o mesmo estava envergonhado.

"O-o que?" Perguntou nervoso, o rosto de ambos estava à centímetros de distância. "Hyung"

Yoongi queira beijar Jimin, não se importava mais com os problemas ou o fato de estarem os dois abraçados na frente da lápide de sua irmã.

"Porque você me deixou?" Questionou Yoongi acariciando os cabelos de Jimin novamente, adorava passear os dedos por entre os fios.

"Pensei que assim eu poderia deixar de gostar de você.." Disse sincero, era a primeira vez que Jimin dizia para alguém e para si mesmo que gostava de Yoongi, gostava de um homem sendo ele irmão de YooNa.

"E deixou?" Jimin negou, se aproximando por conta própria dos lábios de Yoongi que se afastou um pouco. "É errado fazer isso na frente dela Jiminnie..."

Yoongi olhou para a grama da qual seus sapatos afundavam, YooNa ou o que ainda restava de seu corpo estava ali, querendo ou não, Jimin ainda era o maior marco na vida da garota.

Jimin viu Yoongi se sentar na frente da lápide e sorrir para a imagem, decidiu fazer o mesmo que seu hyung e se abaixar, Yoongi quando viu o ato, se virou e sorriu para Jimin.

"Você sabe rezar?" Perguntou o maior, pegando na mão de Jimin que somente assentiu em resposta. "Mesmo odiando minha família, a YooNa me ensinou a como rezar, ela aprendeu com nossos pais e mesmo eu não acreditando muito nessas coisas, eu acho que posso ficar próximo dela nas orações"

"Isso é muito bonito hyung" Jimin sorriu, no mesmo instante Yoongi começou a sussurrar coisas olhando para imagem de YooNa, e Jimin fez o mesmo "Por favor, me deixe amar ele como te amei..." Sussurrou quase num inaudível som ao fechar os olhos e ter os dedos entrelaçados nos de Yoongi.

✦ ✧✦ ✧✦ ✧✦ ✧

Jimin esperava o mais velho preparar algo para comer, estavam ambos na cozinha sem dizer nenhuma palavra.

O caminho para o apartamento fora quieto também, Yoongi se permitiu pegar de leve na mão do outro durante o período, somente o soltando quando entraram no apartamento.

A primeira coisa que o mais velho fizera fora mandar uma mensagem para o melhor amigo, Jungkook ficaria feliz ao saber da novidade, Jimin estava de volta para preencher o vazio que ele mesmo causou.

"Pronto" Entregou o prato de sopa para o menor que sorriu, pegando os talheres e provando do preparado.

"Como aprendeu a cozinhar assim?" questionou Jimin sorrindo.

"O Jin fez para mim, ajudou na febre e é a única coisa que tenho desculpe me" Começou a bebericar um pouco da sopa junto.

"Você está melhor? Teve gripe?" O outro assentiu ainda comendo. "Temos que conversar... " Yoongi sabia muito bem sobre o que era, o mais novo agora se sentia confortável em assumir seus sentimentos.

Antes que pudessem começar o assunto, a campainha fora tocada, mostrando que provavelmente Jungkook já havia chegado.

Yoongi fez menção de ir abrir a porta mas deixou Jimin à fazer.

Jimin destrancou a porta do apartamento e se assustou ao ver o pai de Yoongi lhe observar como se com nojo, antes que pudesse falar algo, o homem entrou, indo até à sala, em busca do filho.

"Quem é Jiminnie? O Kook disse que ainda não ch..." Yoongi travou ao ver o homem parado à metros de si. "P-pai..."

"Eu já disse..." O mais velho se aproximou de Yoongi que havia largado tudo o que antes fazia, sentia o corpo tremer à cada passo dado. "Não me chame de pai"

Era como se Yoongi lembrasse do que viria em seguida, como o esperado o homem lhe deu um tapa, quando o garoto levantou os olhos, sentindo o rosto esquentar aonde fora dada a agressão, percebeu Jimin assustado no canto da sala.

"Pai não faz isso..." Sussurrou Yoongi, não queria que Jimin soubesse o quanto era vulnerável perto do homem que devia lhe dar amor.

"Cala essa boca!" O homem puxou o braço do filho e o carregou até a porta, pegando a chave de fácil acesso antes de Yoongi e tomando a para si.

"Senhor Min..." Jimin tentou segurar a mão do homem mas acabou sendo empurrado, Yoongi até tentava revidar mas seus olhos já se enchiam de lágrimas, sabia o que aconteceria e mesmo sendo um pensamento cruel, era melhor Jimin não assistir.

O homem carregou Yoongi até uma rua vazia e o empurrou na parede, limpando as mãos no casaco como se Yoongi tivesse uma doença e lhe passasse pelo toque.

Estavam em Seul, não era mais a pacata cidade que seus pais moravam, aqui, ninguém se importaria de ouvir os gritos de um filho sendo agredido pelo próprio pai.

"Pai por favor não" Yoongi levou outro tapa, esse era mais forte, seguido por outro no mesmo local, agora o garoto já chorava, era humilhação demais, todos que passavam mesmo na esquina da rua observavam a cena sem se meter. Polícia? Se alguém à chamasse, daria como briga familiar e não resultaria em nada. "Pai!"

"Você é o demônio da nossa família, se eu soubesse que um filho homem me envergonharia tanto assim eu teria te jogado fora seu.. Seu filho do mal!" O homem dizia entre os tapas, para Yoongi, a dor das mãos espalmadas em seu rosto não era tão forte como a das palavras que o homem dizia.

"Porque o senhor não vê, pai? Não importa a sexualidade e nem a opção que tomamos, isso não é pecado..." O homem se sentiu irritado ao ouvir Yoongi e lhe deu um soco para o calar.

"Você... Você falando de pecado?" Riu secamente o maior, Yoongi se sentia um pedaço de pano do qual todos pisam naquele momento. "Você não vai levar o Jimin para o inferno contigo seu demônio!" Yoongi tampou o rosto, sentindo as fortes mãos do pai as remover. "Olha pra mim seu..."

"Eu amo ele pai" Disse entre as lágrimas, olhando para o homem fixamente até sentir outro tapa.

"Você não sabe o que é amar, coisas como você não amam! Vocês são frutos de luxúria!! Sabe o que eu vejo quando te olho?" O homem segurou o queixo do outro que soluçava de dor. "Vejo uma coisa que teve a coragem de colocar o noivo da irmã em tentação! Seu monstro!"

✦ ✧✦ ✧✦ ✧✦ ✧

Jimin procurava descobrir a senha do celular de Yoongi, precisava ligar para alguém que tivesse a chave do apartamento e o único que ele tinha certeza que estava com o objeto era Jungkook.

O garoto já estava desesperado e muito assustado, não sabia para onde o pai de YooNa havia levado o filho, a cena de Yoongi prestes a chorar enquanto era carregado para fora do próprio apartamento não parava de voltar em sua mente.

Depois de praticamente desistir de encontrar o código para o bloqueio do aparelho, o telefone do mesmo começou a tocar, era Jungkook.

"Meu Deus me ajuda Kook!" Disse desesperado ao ouvir a voz do melhor amigo de Yoongi.

"Calma, cadê o Yoon?" Jungkook não queria saber sobre Jimin, precisava mesmo era conversar e avisar o melhor amigo que iria se atrasar.

"O pai dele entrou aqui e carregou ele pra fora, meu Deus e ele me trancou aqui, me ajuda por favor" Jimin dizia tudo sem parar o que assustou Jungkook.

"Espera ai? O pai? Meu deus Yoongie.. Eu já ligo.." Jungkook desligou, precisava desmarcar o encontro com Taehyung e ir até o apartamento do melhor amigo, tinha medo de o que ele imaginava ter acontecido fosse verdade.

Yoongi costumava apanhar sempre do pai, a mãe antes até tentava parar o homem já que ele bebia e ela nunca entendia o motivo das brigas até que em um dia, a mãe de Yoongi se cansou daquilo e não aceitou mais nenhuma agressão dentro de sua casa.

Desde aquele dia, Yoongi apanhava na rua, na frente de qualquer um que passasse, seu pai havia parado de beber anos depois quando os mesmos entraram numa igreja. Mesmo depois que as agressões pararam de ser feitas ao jovem, Yoongi ainda ouvia sermões desnecessários.

Um dia, Jungkook decidiu apoiar a ideia louca de Yoongi o levar para conhecer seus pais, naquele dia Jungkook descobriu tudo sobre a vida do na época seu namorado, o garoto lembrava como se fosse ontem dos gritos de perdão que Yoongi soltava entre os tapas dados por seu próprio pai.

✦ ✧✦ ✧✦ ✧✦ ✧

Yoongi sentia o corpo ficar mais fraco a cada instante, a visão já turva lhe dava a certeza que sua consciência em pouco tempo, seria perdida se continuasse ali

O garoto não conseguia mexer um músculo sequer, seu pai havia o deixado ali, naquela situação da qual ele não podia reverter, suas pernas não reagiam mais as tentativas de fuga.

"Graças a Deus..." Jungkook sussurrou para si mesmo ao reconhecer os cabelos claros de Yoongi, era quase sete da noite quando passou pela rua central e notou a luz dos postes clareando o pequeno corpo de seu melhor amigo. "Pronto, passou, eu cheguei hyung"

"Jungkook?" Perguntou reconhecendo a voz, suas pálpebras lutavam para ficarem abertas. "Ele não me matou..."

"Não hyung, e nem vai" Se soltou do abraço superficial que antes dava no garoto e passou a mão em seus fios agora bagunçados "Vem, vamos para casa" Com cuidado, levantou Yoongi, por sorte estavam perto do apartamento do maior.

Cada passo era dado com um cuidado enorme, Yoongi sequer olhava para cima, estava com vergonha do acontecido. Quando os dois entraram no elevador, indo em seguida para a porta, notaram a mesma aberta, Jimin cochilava com as costas no vão da porta e pernas contra o batente.

"Jimin! Acorda e me ajuda" Jungkook disse sem dar tempo de Yoongi dizer que não queria que o outro lhe visse assim. Jimin se levantou na hora, sentindo o peito doer, Yoongi estava com a cabeça baixa, sua camisa antes branca agora estava suja, cabelos desgrenhados.

"Yoongi..." Jimin mordeu o lábio para segurar as lágrimas quando o outro por fim, levantou a cabeça.


Notas Finais


Sorry ;-;
Um aviso rapidinho aos meus floquinhos viciados em yoonmin! fiquem atentos as atualizações dessa conta nesse fim de semana
Vocês imaginam o que seja?
joga suspense e corre/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...