História Amianto - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 26
Palavras 295
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Fluffy, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Apartamento 350


"Hoje pode ser diferente, só me dar a mão e vamos ser felizes! Sorrindo feito bobos"

O garoto da avenida corria como louco, entre as pessoas, batendo em algumas e tropecando algumas vezes. Porque de fato, ele estava apressado. O prédio era consideravelmente longe e seus cadarços já estavam soltos.

Jesus, oque esse retardado esta fazendo? É meu caro, as pessoas se perguntavam isso. 

E foi quase, quase quebrou a porta do prédio. Subiu pelas escadas mesmo, correndo até o que ele achava ser o 5° andar, parando no corredor.

-Ya! Yah! Você sabe onde fica o 350? 

Abordou um pobre jovem, que apontou para o lado.

-Ya! Moça!  

Permaneceu a bater na porta quando de repente, a porta foi aberta. Por uma garota bem mais baixa que ele, vestida num moletom Preto e grande, com marcas nítidas de umas boas horas de choro. Mas para o moço da sacada..ela era simplesmente absurdamente linda! Mesmo que ela fedesse um pouco e ele julgasse que ela estava a uns dois dia sem banho. Ele também não pode deixar de notar na leve marca roxa em sua coxa, que parecia de uns dias atrás.

-Para uma suicida até que você normal! 

Comentou olhando para dentro do apartamento da garota baixinha ali, que fungou atraindo sua atenção novamente.

-Está me assustando..

Comentou a moça da sacada num tom brincalhão, olhando o rosto do garoto.

-Oque?

-O modo como me olha! 

Sorriu fraco limpando uma lágrima que escorreu por sua bochecha.

O garoto da avenida só pôde pensar em como ela era linda, e merecia muito mas do que aquilo tudo!

E ele iria mostrar a ela que pode ser bem melhor!

 

Moça, agarra minha mão e vamo sair por aí 

Vadiar e ser feliz, 

Com nossos sorrisos bobos..

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...