História Amiga secreta - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Elizabeth Gillies, Fifth Harmony, Justin Timberlake, Troye Sivan
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Elizabeth Gillies, Justin Timberlake, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais, Troye Sivan
Tags Camren G!p, Lauren G!p
Visualizações 524
Palavras 1.148
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Romance e Novela
Avisos: Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa tarde, Galerinha!

Capítulo 6 - Capítulo 6


Lauren pov

Depois de ter me recomposto, sai da sala, me encontrando com Dinah, que estava sentada em uma das cadeiras dalí.

"Até que emfim, urso polar, pensei que ia hibernar alí dentro." diz Dinah, caminho até ela à abraçando.

"Nossa, também estava morrendo de saudades de você golias." saio do abraço, ganhando um tapa na bunda.

"Me respeita, lontra albina, ou minha mão vai decolar e pousar na tua cara." fala se desprendendo do abraço, gargalho, enquanto caminhamos até o elevador, apertando o botão e o esperando subir.

"Aff, pare de zoar sobre minha cor Dinah, isso é bullyng. Você deveria é ter vergonha." digo cutucando seu braço e ganhando um tapa na mão.

'Afff, que violência'

O elevador chega, entramos, apertando o botão do 9° andar.

"Hha, faz me rir, vergonha, quem deveria ter vergonha aqui era você, pensa que eu não vi você encanrando a Mila ou melhor a turbina dela." retruca soltando uma risada.

Começo a tossir, me engasgando com a propria saliva, quando me recupero, resolvo ficar calada, só escutando a risada dela.

Chegando ao meu andar, fui direto para minha sala pra terminar de revisar os casos.

"Você não tem que trabalhar não?" a pergunto, quando vejo ela me seguindo até à minha sala. Passo por Elizabeth e a chamo para minha sala, para continuar a lê os casos.

"Não, só tinha uma reunião com um cliente hoje, e antes de vim pra cá passei no tribunal. E cá estou eu. Hey, espera, você ta me expulsando?" pergunta, me olhando de forma indignada.

"Sim, mais como uma boa amiga, vou deixar você ficar." a olho mandando um beijo.

"Oi, lize."

"Olá Dinah, como você está?"

"Bem e você?"

"Bem também."

E o resto da tarde foi assim com Dinah me distraindo e a Gillies e eu trabalhando.

Elizabeth foi a primeira a ir embora, e quando deu 18:30, Dinah e eu pegamos nossas coisas e fomos em direção ao elevador.

Apertamos o botão, e assim que o elevador chegou, portas se abriram e eu tive a visão do pecado em pessoa. 

Estava ela e outra morena. Entramos no elevador.

"Mila, Mani, quero que conheçam à Lauren Jauregui, minha amiga, e Lauren, quero que conheça, Camila Cabello, minha amiga e Normani Kordei, à mulher da minha vida." Dinah nos apresenta. Desvio meu olhar da latina quente e olho pra Dinah, que está sorrindo pra Normani de forma galanteadora. Hum, essas duas, balanço a cabeça e volto minha atenção para a latina. Camila Cabello, porra, até o nome dela é sexy.

"Oi, Lauren é um prazer te conhecer." Mani é a primeira a me comprimentar.

"Olá Lauren, seja bem-vinda, é um prazer te conhecer." fala Camila. Contínuo a olhando.

"O prazer é todo meu meninas e obrigada." falo ainda a olhando. Eu não conseguia pará de olhar pra ela, porra.

"Você vai com agente para o pub, Lauren?" Normani me pergunta, sinto uma tensão se formando em torno de mim e da latina.

"Vou sim, tenho a sensação que algo de bom vai acontecer hoje!" confirmo a olhando. Vejo ela desviar o olhar, para o painel do elevador.

No 7° andar o elevador para e começa a entrar mais pessoas, eu que estava em frente a latina e de costas pra porta, vou para trás de Camila, e cada vez que o elevador parava, e mais pessoas entrava, fazia com que ela fosse mais pra trás. Olho pra baixo e percebo, que so uns 6cm nos separava. Acabei olhando pra bunda dela e deixe-me levar em pensamentos impuros, como ela de quatro no encosto do sofá, enquanto eu batia na bunda dela, ou eu a comendo por trás no box do banheiro. Volto a mim, quando percebo que estou ficando com uma ereção. Praguejo em silêncio, se mais pessoas entrarem, ela teria que vim mais para trás, e conheceria o poder da jaureoconda.

Até que em certo momento, o meu pesadelo acontece, o elevador para no 4° andar e mais pessoas entram, com isso ela acaba se encostando de vez em mim. Eu poderia dizer que estou à assediando, mais não, talvez apenas me aproveitando da situação. 

Quando ela cola aquele pedaço de monte de carne em mim, coloco uma das minhas mãos em sua cintura, e apuxo mais pra trás. À sinto mover seu quadril rapidamente, e agora eu posso garantir que ela sentiu o poder da jaureoconda.

Assim que o elevador para no térreo, ela sai quase correndo de dentro dele. 

E eu, bom, casualmente ponho as mãos nos bolsos da frente para disfarçar a minha ereção. Olho pro lado e vejo Dinah rindo de alguma coisa, paro ao lado de Normani e presto atenção ao diálogo delas.

"O que foi?" Camila pergunta para Dinah rudemente.

"Nada, apenas… Vi uma aranha…querendo sair de dentro do elevador." Dinah concluí, gargalhando ainda mais. Olho pra Normani pra vê se ela entendeu alguma coisa, mais pelo olhar em seu rosto, percebo que ela está na mesma situação que eu, confusa.

Camila lança um olhar indecifrável à Dinah.

"Mani, não vai dá mesmo para eu ir com vocês, estou super cansada, sinto muito."

Normani a olha por alguns segundos antes de responder.

"Humm, tudo bem, nos vemos na segunda, então. Boa noite e descanse, ouviu? Tchau." Mani fala depois de, como eu posso dizer, à analizar completamente, terminando a despedida com um abraço. Olho pra Dinah e a vejo com uma expressão divertida. E fico mim perguntando, se perdi alguma piada. Dinah a dá um beijo e um abraço.

Camila se despede de mim com um aceno de cabeça. Ela segue em direção ao estacionamento.

Ah, ela não vai embora mesmo, não sem antes me dar seu número, penso.

"Mani, Dinah, eu já volto." falo pra meninas ao meu lado, mais acho que nenhuma das duas me escutaram, porque estão cochichando, uma no ouvido da outra. Balanço à cabeça e corro atrás da latina.

Quando ela está preste a abrir a porta, coloco minha mão em seu ombro, à parando. Vejo ela pular de susto. E por um instante me sinto mal por ter à assustado. Mais como eu disse, por um instante, e esse instante passou.

"Oi?" Camila pergunta.

"Oi, queria saber se poderia me passar o número do seu celular." eu pergunto, colocando o meu melhor sorriso, qual é, nem uma mulher resiste.

"Não, e eu já conheço gente do seu tipo, então vou logo adiantando, não ficarei com você e não tente nada comigo! Estamos claras?" pouco a pouco o sorriso foi sumindo da minha cara, sinto meu ego sendo esmagado por uma pata de elefante, figurativamente é claro, se bem que.. Deixa pra lá. Ela não espera eu responder e se vira de costas, entrando dentro do carro. E indo embora.

E eu.. Bom, estou parada no meio do estacionamento, em choque pelo fora que levei. Mais se ela pensa que desisti, dou uma risada, me virando e voltando pra onde as meninas estavam, está muito enganada.


Notas Finais


Espero que estejam gostando.
Erros concerto depois.

PS: queria agradecer à @kungsasoo pela a capa da fic, obg mesmo 😘


twitter: https://twitter.com/K3Rayanny?s=09


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...