História {Amigas desde infância} - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hunter x Hunter
Personagens Personagens Originais
Visualizações 13
Palavras 846
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 14 - {Pombinhos}


{Visão Trunks}

Tinha gente vindo, então, eu peguei todas as folhas e fiz um buraco no chão, coloco todas as folhas lá e queimo eles, após isso, eu me escondo e espero os caras iriam embora...eles se vão e eu vou para fora, logo, meu nome foi chamado, corri para o campo de batalha e quando eu cheguei no local de preparação, troquei de camisa porque estava toda queimada...Após isso, fui para, andando, até o lugar indicado, logo, o carinha aparece, o tal "Monster Piece", ele segue em frente:

Juiz: LUTEM!! - ele pula ringue

Trunks: vamos lá, quero ver o quanto você é forte!! - fico em posição de luta

Monster Piece: se você insisti...- ele fica em baixo de mim -  vou mostrar meu poder - ele pega minhas pernas e me joga para cima - 1...2..3...

Trunks: só isso? - vou voando até ele

Master Piece: 10!! - ele joga um cano pra cima e bate nele, que faz um som insuportável 

Trunks: ALTO DEMAIS!! - tampo os ouvidos e o carinha bate a abaixo do meu queixo, que me faz ir pro chão - você é bom - levanto - agora, eu! - fico em sua frente e dou um soco nele, pensava que ele ia aguentar, mas...ele cai no chão - qual é...

Juiz: a vitória vai para Trunks!!

Público: YEAHHH! 

Trunks: que pena, gastei 15 minutos da minha vida lutando contra você - saio do campo de batalha

Eu fui andando pelos corredores e acabei trombando com o amor da minha vida:

Trunks: G-Gorin! - pego em seus ombros

Gorin: sim? - ela diz em um tom fofo que me deixa sem jeito

Trunks: bem, queria me desculpar...sabe...- eu coloco a mão na cabeça

Gorin: tudo bem...- ela fica levemente corada - eu te entendo...

Trunks: que bom...- tiro minhas mãos de seus ombros

Gorin: vamos? - ela sorri 

Trunks: hehe...- dou um sorriso sem graça

{Visão Kill}

Estava na cama pensando um pouco...Killua, eu te amo, se não fosse por você, minha virgindade teria sido tomada por aquele ruivo...ainda me lembro quando éramos crianças...

{Fleshback: ON/13 anos}

Tinha acabado de matar uma família de milionários, fui andando até em casa, quando cheguei, a primeira pessoa que me recebeu foi meus irmãos, Killua e Alluka, Alluka era a menor da família, tão fofa, mas, ao mesmo tempo, letal:

Alluka: Nii-san! - ela me abraça 

Kill: como vai? - ela se separa de mim

Killua: Kill, cadê? - ela vem logo a frente

Kill: pega - dou uma sacola de moedas de chocolate

Alluka: ela trouxe mesmo! - os dois começam a comer

Kill: sim, por você, posso fazer certas coisas - dou um sorriso natural

Killua: ah, a mamãe tá te chamando - ele coloca as mãos no bolso

Kill: valeu, branca de neve - bagunço seu cabelo albino

Killua: aff! - dá um voadora em minhas costas - não me chame assim! 

Kill: eu só não de dou um soco porque...- vou para dentro de casa

Kiyko: filha! - ela fica na minha frente - você sabe porque te chamei, certo?

Kill: sei, matar é a coisa certa e que eu sempre devo matar as pessoas que você me manda matar, sempre obedecer suas ordens e não do pai e blá, blá, blá...- faço uma careta

Kiyko: não é isso, não pelo menos hoje, te chamei porque...- cenário de rosas e sangue bem de levinho - você já tem 13 anos, ou seja, depois de alguns anos, você se tornará uma mulher e terá de se casar

Kill: Mãe, já falamos sobre isso e eu não vou me casar agora! - fico com os punhos fechados

Kiyko: por enquanto não, mas, quando você se torna uma adulta, com certeza vai de casar e terá filhos! - ela fica a mão no rosto - se você se casar, tem de ser um assassino profissional

Kill: tá, eu vou fazer isso, "me casar com um assassino profissional" - digo balançando a mão pra cima e pra baixo

Kiyko: espero, agora...- ela me puxa pelo braço

Kill: não, tudo menos isso!! - vi meu pai não muito longe de mim - me ajuda! 

Silva: não, isso é coisa de mulher, se fode aí - ele se vai com cara de zueiro

Kill: odeio fazer o tratamento afeminado! - começamos a fazer várias coisas, tipo, vestidos, salto alto, dança...

{Fleshback: OFF}

Me lembrar disso me dá arrepio, a luta de Trunks já tinha acabado, eu sai do quarto e vi os dois pombinhos lá:

Kill: será que isso vai virar novela? - cara chinês - "os pombinhos apaixonados"

Gorin: KYA! - dá um soco na minha cabeça que me faz ficar enterrada no chão - e você, parece está apaixonadinha pelo o tal "Hisoka"

Trunks: "Hisoka"? - ele vem logo em seguida

Gorin: é um palhaço que é um assassino bem difícil de ser derrotado - cruza os braços

Kill: eu? Com aquele cara?!! - viro a cara - até parece! 

Trunks: vocês meninas são difíceis de entender...- ele fica sem jeito

Gorin: um, que é nunca, entenderá - sorri

Ficamos passando de andar para andar, a cada andar que passávamos, os caras ficavam mais forte, chamamos ao andar 299° o penúltimo mais forte:

Kill: estão prontos? - os olho com tamanha alegria em meu rosto

Gorin e Trunks: sim!!

{Continua}


Notas Finais


Eu olhei pro lado e vi um MACACO!
MSJDJDDJRJEKKSKDKEKEKSKS
MDMDKDKDKDKDJJFRJKR
SUVACO!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...