História Amigas ou Inimigas? - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Colin O'Donoghue, Ginnifer Goodwin, Jennifer Morrison, Josh Dallas, Lana Parrilla, Once Upon a Time, Rebecca Mader
Personagens Colin O'Donoghue, Ginnifer Goodwin, Jennifer Morrison, Josh Dallas, Lana Parrilla, Rebecca Mader
Tags Amizade, Colifer, Sofia Morrison, Victória O'donoghue
Exibições 73
Palavras 1.188
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Crossover, Escolar, Famí­lia, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


HEYY, volteiii, desculpa não ter postado ontem, estava ajeitando o cap, mas esta ai mas um, espero que gostem. Há um feliz dia das crianças para todas as crianças, e aqueles que não são mais crianças mais sempre vão ser o "bebê" dos pai, como no meu caso hahahaha.
BOA LEITURA

Capítulo 31 - Amigas ou Inimigas?


Victória voltou para a sala de espera, seu pai estava a esperando de pé, Vic não disse nada, apenas o abraçou e ele retribuiu a abraçando forte de forma que lhe passasse segurança. Colin a levou até uma cadeira, sentou-se ao lado dela, Vic encostou a cabeça no peito do pai, o mesmo fazia carinho em seus cabelos lisos e macios. Alguns minutos depois Colin se afasta

-Está com fome?- perguntou e ela afirmou com a cabeça- ok vem vamos comer alguma coisa

Os dois se dirigiram até o refeitório, compraram alguma coisa qualquer para comer e se sentaram em uma das mesas

-Como foi lá? Com a Isa?- perguntou olhando para a filha

-Difícil, nunca tinha visto ela daquele jeito, parecia que estava se vida

-Ela vai ficar bem, eu tenho certeza, é uma pessoa forte...

-Porque todos dizem isso? Sempre dizem a mesma coisa mas não sabem se ela vai ficar bem mesmo

-Ainda é minha marrenta de sempre- disse sorrindo- escuta, sabe porque dizemos isso? Porque temos esperança

-Ok pai, acho que está passando tempo demais com os encantados- brincou

-Talvez- disse rindo fraco

Os dois terminaram de comer e voltaram para a sala de espera, estava fazia as únicas pessoas que estavam n local eram Jennifer e Sofia. Os dois se aproximaram, Victória sentou na cadeira ao lado da que Sofia estava sentada

-Meninas vamos ter que dar uma saidinha, ir ao set, conversar um o Adam o Ed, nossos empresários, resolver algumas coisas, depois vamos passar em casa para dar comida para Ava e Buckley, tudo bem? Não se importam de ficar sozinhas por algum tempo?- falou Colin

-Não, tudo bem- disseram em coro  

-Ok então- falou  Colin dando um beijo no topo da cabeça  de cada uma

Se despediram e em seguida saíram, o local ficou em um completo silêncio, só se escutava o barulho dos passos dos enfermeiros que andavam de lá pra cá apresados. As horas foram se passando, e nem uma das duas dirigia uma só palavra a outra, até que Sofia toma coragem e começa a falar

-Eu sei como é- disse sem olhar para a garota ao seu lado

-Sabe como é o que?

-Sei o que é perder uma pessoa importante, sei o que está sentindo

-Como você sabe?- perguntou olhando para a garota de cabelos dourados

-Já passei por isso...- disse deixando uma lagrima escorrer- eu... eu tinha uma amiga, Abby... conhecia ela desde de quando eu era muito pirralha... éramos mais que amigas, éramos irmãs...- ela fez uma pausa entre soluço- ela foi diagnosticada com leucemia estágio avançado, os médicos não podiam mais fazer nada, a quimioterapia não estava resolvendo, passei todos os dias ao lado dela.... mas não teve jeito....

-Eu... eu não fazia ideia, sinto muito

-Tudo bem, isso é um “segredo” meu e da minha mãe

-E porque está me contando isso?

-Porque quero falar que nunca fui assim, como você vê

-Como assim?

-Nem sempre eu fui essa pessoa que você vê, que gosta de tudo rosa, que só gosta de moda essas coisas, já fui uma pessoa “normal”, mas achei esse meio de ser patricinha, sei lá, como se eu ficasse ocupada de mais pesando nessas coisas e não pensasse tanto nisso...

-Talvez eu tenha tido a impressão errada sobre você

-Eu também

-Me desculpa por ter atentado você, colocado tinta no seu condicionador

-Desculpa por ter jogado seu violão na piscina

-Acho que agora podemos nós dar bem

-Então- disse se levantando- amigas ou inimigas?- se levantando

Alguns segundos até Vic responder

-Amigas- ela disse e as duas sorriram e se abraçaram, um abraço que significava perdão

-Com licença, Isabela acordou, está chamando vocês duas- disse uma enfermeira

Elas se encaminharam até o quarto de Isabela, que aparentava estar bem melhor

-Isa- Vic foi correndo até a amiga- como está se sentindo?

-Melhor, eu acho. Espera  um pouco, porque não estão brigando feito cão e gato?

-Acho que aceitamos as diferenças uma da outra- disse Sofia

-E descobri que a pessoa mais chata da face da terra não era assim como pensei – ela falou e Isa abriu um sorriso maior do que o rosto

-Não acredito no que estou ouvindo, eu já ia brigar com vocês e dizer que eu já estava cansada de ver vocês se matando, que ia trancar vocês em um quarto, ai me vem com essa? Meu deus- elas riram- venham aqui- disse abrindo os braços

As três se abraçaram, um abraço forte, marcando o início de uma grande amizade

            Em quanto isso na sala de espera...

Colin e Jennifer chegaram apreçados, não queriam deixar as meninas sozinhas. Quando viram que nem uma das duas estavam no local, de imediato pensaram que poderiam estar se matando em algum lugar. Logo viram Paloma se aproximando correndo

-Paloma o que houve? Onde as meninas estão?- perguntou Jennifer nervosa

-Calma, antes vocês tem quer verem isso- disse os puxando

-Espera Paloma- disse Colin

-Anda logo

Ela os puxou até a janela de vidro que dava para ver o interior do quarto em que Isabela estava internada. Os dois ficaram surpresos e emocionados com a cena que viram, Isabela, Sofia e Victória estavam juntas abraçadas. Colin abraçou Jennifer que estava se debulhando em lagrimas, já que estava com os hormônios a flor da pele.

-Acho que agora nossa família vai está completa- disse Colin

-Também acho

Os dois se abraçaram mais forte depois voltaram para sala de espera

Dentro do quarto....

-Mas tem uma outra coisa que eu queria falar- disse Isa saindo do abraço

-O que?- perguntou Vic

-Soube que tem dois bebezinhos vindo ai

-Ahhh- resmungaram as duas

-Olha vocês podem achar que é a pior coisa do mundo agora, okay, dois bebês de um vez não é fácil mas depois vão que ter irmão é a melhor coisa, mesmo quando ele te atenta e tem vontade de matar ele- ela disse as duas deram risos fracos- olha vocês vão ver, mas tai uma coisa que não se ver todo dia Victória O’donoghue sendo irmã mais velha, eu só quero ver isso

Depois de algum tempo conversando Isa pegou no sono e Victória e Sofia voltaram para a sala de espera onde encontraram Colin e Jennifer sentados

-Pelo que vi acho que vocês se acertaram- disse Jennifer

-Acho que sim- disse Vic

-Não sabem o quanto isso nós deixa feliz, agora somos uma família completa- disse Colin- mas queria dizer agora na frente da Jennifer e da Sofia, que eu prometo Vic, eu vou ser um pai melhor, que eu sempre vou estar do seu lado eu nunca vou te abandonar- disse olhado nos olhos castanhos da filha

-Eu sei

-Venham aqui- Colin puxou as três para um braço- eu amo vocês, vamos ser uma família agora

Eles ficaram assim por algum tempo, todos estavam felizes, agora eram uma família, a família que Jennifer e Colin sempre sonharam em ter juntos. Vic sentiu que tinha uma família novamente, não só ela e seu pai, mas sim uma família, estava mais feliz do que esperava, assim como Sofia, que para ela Colin também já era um pai. 


Notas Finais


Gente foi isso, espero que tenham gostado, comentem o que acharam, eu prometo que não vou demorar para postar o próximo.
Bjssss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...