História Amigo imaginário - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Hentai, Originais, Romance
Exibições 34
Palavras 1.595
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Escolar, Ficção, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Quem será que ela escolheu? num sei, mentira, sei sim, mas só quero deixar um suspense quando for ler o capítulo, e Boa leitura!

Capítulo 14 - Eu escolhi você!


Fanfic / Fanfiction Amigo imaginário - Capítulo 14 - Eu escolhi você!

Isabela - eu tenho que escolher com sabedoria! - se levanta do sofá e vai pra cozinha beber água

Gustavo se levanta da cama e vai pra cozinha, chegando lá ele viu Isabela tirando uma garrafa de água da geladeira - ...oi - diz Gustavo e ela o olha

Isabela - oi, como ta a vida? - pergunta e bebe a água

Gustavo - sabe... eu sou um amigo imaginário, não tenho vida, mas eu vou bem - sorri e ela termina de beber água

Ela coloca a garrafa de volta na geladeira e fecha a mesma, ela encara ele e ele faz o mesmo com ela, ele se aproxima dela e ainda fica a encarando, eles ficam muito próximo e quando Isabela percebeu essa aproximação ela se afasta dele rapidamente

Ele não entende - oque foi? - se aproxima dela novamente mas ela se afasta - por que está fugindo de mim?!

Isabela - por nada! - desvia o olhar 

Gustavo novamente se aproxima dela - tem algo de errado comigo? - ela balança a cabeça negativamente - então por que está se afastando?

Isabela - porque... porque eu quero! - encara ele e cora de leve

Gustavo suspira - você é mesmo teimosa! - se afasta dela e vê ela correr pro quarto - ...bom, eu vou ficar aqui na sala por enquanto...

Enquanto isso a Isabela estava deitada na cama com os olhos fechados e perdida em seus pensamentos, ela fica se lembrando de seu passado até que aparece uma lembrança terrível

Ela tinha nove anos, ela estava brincando com o Miguel quando ela avistou o carro de sua mãe, sua mãe estava dirigindo o carro até que um caminhão aparece em sua frente e acontece um acidente... depois de chamarem a ambulância a ambulância levou ela pro hospital

Isabela não podia ir até onde ela estava, era muito nova pra isso, seu pai estava com ela, Miguel não podia estar com ela pois ia sair com sua família nessa noite, então seu pai e ela viram um médico ir até elas e falar a seguinte frase " perdão... ela não resistiu " essa única frase fez o mundo de Isabela cair

Ela chorou muito depois disso, ficou bastante triste, mas seus únicos e verdadeiros amigos a animaram, Miguel e Laura, eles brincaram com ela, a fizeram rir! uma coisa que era difícil depois do acidente de sua mãe

Mas saindo dessas lembranças a Isabela se sentou na cama e ficou olhando pro nada, ela balança a cabeça tentando esquecer essas lembranças e olha pra baixo, até que ela se lembra de Gustavo e vai pra sala

Ela estava chegando na sala quando sentiu um cheiro de pipoca, chegando na sala ela vê o Gustavo comendo pipoca enquanto assistia um filme, ele nem percebeu ela chegar e só percebeu quando ela sentou ao seu lado

Gustavo - quer pipoca? - oferece

Isabela - sim - dá um sorriso e pega a metade da pipoca

Gustavo - ...você ta com fome mesmo... - come a outra metade que ela não comeu

Isabela - mas é claro! só tomei água quando cheguei aqui! - olha pra ele irritada

Gustavo - foi mal! - ele vai pra cozinha e deixa o plástico onde tinha a pipoca na pia e volta pra sala

Ele volta a se sentar ao lado dela e eles continuam assistindo o filme, Isabela estava com sono e coloca a cabeça no ombro dele e dorme ali mesmo, ele percebe que ela dormiu e a pega no colo, ele leva ela pro quarto e a deixa na cama, ele vai pra sala e desliga a Tv

Ele vai pro quarto, fecha a porta e se deita ao lado dela e dorme abraçado a ela

(...)

Eles acordam com o barulho do despertador, Gustavo desliga o despertador e volta a dormir mas Isabela se levanta e vai pro banheiro fazer sua higiene pessoal, depois ela troca de roupa e vai pro quarto

Quando chega lá vê que Gustavo não está lá - deve ter caído no térreo - diz Isabela e vai pra sala e quando chegou lá ouviu alguém bater na porta - quem é?

??? - Isah? abre ai mulher! - fala de um jeito alegre e Isabela já sabe quem é, quando abriu a porta viu que era a Laura

Quando Laura ia entrar no apartamento Letícia chega e passa direto do apartamento, ela volta e entra no apartamento dando uma voadora no ar - OQUE EU PERDI?! - exclama Letícia e tem sua boca tampada por Isabela

Isabela - vai acordar os vizinhos! - ela rapidamente tira a mão da boca de Letícia ao sentir ela lamber sua mão - tu me lambeu?!

Letícia - não, imagina, eu casei com a tua mão - fala irônica

Laura ri - ta, agora vamos pro colégio, e pega tua mochila - aponta pra mochila de Isabela que estava jogada no chão

Isabela - MEU DEUS - corre e coloca a mochila nas costas, as duas garotas apenas riram disso e as três foram pro colégio

(...)

Elas chegaram lá e todos já estavam na sala de aula, elas foram correndo pra sala de aula quase morrendo no meio do caminho, mas elas chegaram na sala de aula sem ter morrido no caminho, estavam mais vivas que nunca

O professor olhou pra elas e elas deram um sorriso sem graça e sentaram em suas cadeiras, quando Isabela pegou o livro que o professor pediu Gustavo aparece e fica flutuando em cima dela e fica lendo com ela

A aula estava chata como sempre foi mas estava um pouco interessante - pra Isabela - pois estava falando de ficção e ela adora ficção, Gustavo estava entediado e continuava lendo o livro com ela

(...)

Professor - bom alunos, eu vou liberar vocês antes do sinal tocar, eu prometi - sorri - agora não digam nada pra diretora se não ela me mata!

Alunos - certo professor! - eles saíram da sala de aula discretamente e foram pro pátio, o professor também foi e ficou sentado no banco 

Isabela, Laura e Letícia estavam correndo pelo colégio inteiro, ficaram fazendo piadas sem graça que só elas acham engraçado, e Letícia pegou a paçoca de um garoto do 2° ano e ficou correndo com o garoto atrás dela querendo a paçoca mas ela havia comido

Letícia - foi mal garoto e... LAURA ME DÁ MEU CELULAR, O MEU BEBÊ! - corre atrás da Laura que quase derrubou o celular dela - NÃO DERRUBA O MEU BEBÊ, ISSO CUSTOU MUITO CARO!

Laura - AH ENTÃO VOU JOGAR ELE NA PAREDE - exclama e fica rindo que nem uma doida

Letícia - ME DÁ ISSO! - se joga em cima dela e faz ela derrubar o celular mas ele não quebra - NOSSA SENHORA ESSE MEU CELULAR É O NOKIA SÓ PODE 

Laura - TAMBÉM ACHO! - concorda

Isabela surge atrás delas e as assustam e elas dão um grito que pode ser ouvido pelo colégio inteiro e Isabela fica rindo que nem uma doida e as duas garotas estavam encarando ela mortalmente

Minutos depois a Isabela estava correndo com duas feras ferozes atrás dela... Letícia e Laura, Miguel estava comendo pizza e ficava vendo toda aquela bagunça que as três faziam e Gustavo fazia o mesmo

Gustavo - elas são loucas... - vê elas tropeçarem nos próprios pés e caírem 

Miguel - meu deus - também viu a cena

Elas apenas ficaram rindo disso e depois voltaram a correr que nem doidas, pelo colégio

(...)

Os alunos estavam na sala de aula e o professor estava explicando sobre os exercícios que eles iriam fazer, era aula de ciências e todos estavam entediados por isso, até o Miguel estava

Professor - então, façam os exercícios agora, quando terminarem me tragam pra eu dar o visto - sorri e se senta em sua cadeira

Isabela estava fazendo os exercícios sem a ajuda do Gustavo, o mesmo estava vendo ela fazer os exercícios sozinha e sorriu por isso

Depois de alguns minutos ela entregou os exercícios feitos pro professor, ele deu visto e um parabéns pra ela e ela agradeceu, depois se sentou em sua cadeira e ficou desenhando em seu caderno 

Gustavo - belo desenho - fala ao lado dela 

Isabela - obrigado... - sussurra e sorri

Ele retribui o sorriso e ela continuou a desenhar

(...)

Os alunos estavam saindo do colégio, o tempo não estava muito bom, estava prestes a chover e ninguém trouxe guarda-chuva e estavam correndo pra chegar à tempo em casa, Laura e Letícia estavam correndo que nem o flash pra chegar em suas casas

Isabela estava caminhando normal com o Gustavo andando ao seu lado, ela encara ele discretamente e viu que o mesmo estava olhando pro céu enquanto andava, ela para de andar, ele também para e olha pra ela sem entender 

Gustavo - oque foi? tem algo de errado? - pergunta preocupado

Ela fica de frente pra ele e coloca as mãos no cabelo dele e o puxa fazendo os seus lábios tocarem os dele e ela inicia um beijo, ele pede passagem com a língua e ela cede, ela envolve seus braços no pescoço dele e ele segura na cintura dela aproximando o corpo dela com o dele, aprofundando mais o beijo e começa a chover nesse momento

Eles se separam por falta de ar e se encaram ofegantes - por que fez isso? - pergunta Gustavo ainda sem entender

Isabela - porque eu escolhi você Gustavo! - sorri

Continua...


Notas Finais


CALMA AI! os que eram do #teamMiguel me perdoem... SÉRIO! mas como eu sou uma estragadora de prazeres eu não fiz ela escolher o Miguel, E NÃO ME MATEM! Até o próximo meu povo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...