História Amigo imaginário - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Hentai, Originais, Romance
Exibições 20
Palavras 1.057
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Escolar, Ficção, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Ontem eu não postei porque tinha muita coisa pra fazer mas hoje deu! tenham uma boa leitura meus jovens!

Capítulo 16 - Maldição


Fanfic / Fanfiction Amigo imaginário - Capítulo 16 - Maldição

Isabela saiu do banheiro já vestida e ela viu Gustavo deitado na cama de olhos fechados, ela se aproxima dele e dá um selinho nele, ele abre os olhos e encara ela, ela estava sorrindo, toda alegre

Ele se senta na cama - vamos ir agora? - pergunta Gustavo enquanto olhava pra ela e ela confirma com a cabeça então Gustavo se levanta e os dois vão pro colégio, chegando lá todos os alunos já estavam em suas salas

Ela vai correndo pra sala de aula, quando chega lá ela abre a porta bruscamente e todos a olham, ela estava ofegante e tentava recuperar o fôlego porque estava cansada de correr pra chegar na sala de aula

Isabela - pode continuar a aula professor, perdão por chegar atrasada - se senta na cadeira e pega o livro

Professor - tudo bem... - dá uma pausa pra ela abrir o livro na página certa - bom, continuando... a Opala negra é um minério belo e raro encontrado na natureza, é bastante valioso!

Um aluno levanta a mão - fale! - o professor manda

Aluno - então professor, esse minério ai... pode se encontrar facilmente? - pergunta curioso

Professor - não... é bem difícil achar esse minério, por isso é raro - sorri

Aluno - entendi... valeu professor! - sorri

Professor - continuando... - continuou a explicar

(...)

Quando todos ouviram o sinal tocar correram o mais rápido que puderam que conseguiram, Miguel e Isabela ficaram pra trás, eles trocaram olhares mas não falaram nada, Isabela ficou sentada no banco do pátio e avistou Laura e Letícia cantando música de criança enquanto pulavam 

Laura/Letícia - se você quer sorrir é com patati, se você quer brincar é com patatá, se você quer sorrir e brincar é com patati patatá! - ficam cantando que nem doidas

Isabela - querem parar com essa infantilidade? - encara as duas que param de cantar e pular e encaram Isabela

Elas se encaram e encara Isabela novamente - não! - voltam a cantar

Isabela suspira - vocês duas são meio doidas, meio não, completamente doidas! - ri enquanto via as duas cantarem músicas infantis

Ela viu Miguel indo na direção dela, ela congelou mas conseguiu agir naturalmente, ele se senta ao lado dela e oferece pizza pra ela, ela aceita e come a pizza - então, quer ir na minha casa hoje? - pergunta na maior inocência possível 

Ela cora de leve - n-não... - rejeita e abaixa a cabeça

Miguel - por que? - pergunta curioso

Isabela - porque... -dá uma pausa - porque eu não te amo Miguel...

Ele olha pra ela incrédulo - ....O QUE?! - se levanta rapidamente e fica na frente dela - COMO ASSIM?!

Ela continuou de cabeça baixa até ouvir ele gritar novamente - OLHA PRA MIM!- ela se assusta e olha pra ele - por que...?

Isabela - perdão Miguel... perdão.... - começa a chorar

Miguel - por que fez isso comigo?! eu... eu te amava Isabela! - fica com os olhos cheios de lágrimas

Isabela - eu amo outro Miguel! - confessa ainda chorando

Miguel fecha o punho tentando se controlar - quem é esse cara Isabela? - pergunta friamente

Isabela - ....não posso dizer - desvia o olhar

Miguel - por que não pode dizer Isabela? - pergunta no mesmo tom

Isabela - porque sim! - corre dali

Letícia e Laura vão atrás dela, ela tinha se escondido atrás da escola, as duas foram até ela e ficaram pergunta pra ela oque aconteceu, ela explicou oque aconteceu e elas ficaram surpresas por causa disso

Letícia - tem um novo namorado? - fica surpresa

Isabela - sim... - cora de leve

Laura - que se chama Gustavo? - fala no mesmo tom que Letícia

Isabela confirma com a cabeça timidamente

Letícia - e ele é seu amigo imaginário? - fica incrédula

Isabela - sim! - novamente confirma

Letícia/Laura - essa história é muito estranha! - falam em coro

Isabela - é... eu também acho, mas é a minha história! - suspira - e eu nem sei como vocês acreditaram em mim

Letícia/Laura - acreditando ué! - falam juntas novamente

Isabela ri e o sinal toca, elas vão pra aula

(...)

O professor estava explicando a matéria até que a diretora aparece na sala de aula e todos ficam em silêncio, apenas ficam encarado ela seriamente

Diretora - então... hoje todos os alunos vão ir pra casa agora, por motivos que todos passaram e agora estão de férias! - fala em um tom alto e todos comemoram - todos não, a maioria

Eles mesmo assim ficaram felizes por essa notícia e já saíram da sala de aula e foram pra casa felizes da vida, Isabela estava dando pulinhos de alegria enquanto andava, Gustavo apenas flutuava ao lado dela

Gustavo - você está bem feliz huh? - encara ela

Ela olha pra ele - mas é claro! eu estou de férias! - sorri alegre

Gustavo - ok.... parece que você está feliz e triste ao mesmo tempo - olha pra baixo

Isabela - ah... - sorri forçado - não é nada

Gustavo - tudo bem...

Eles chegam no prédio e vão pro apartamento deles, chegando lá eles se sentaram no sofá e ficaram vendo Tv, até que Isabela desliga a Tv e olha pro Gustavo, ele não entendeu e olhou pra ela 

Isabela - a gente nem se conhece.... você poderia me contar mais sobre você? - pergunta curiosa

Gustavo - ok.... primeiramente, você tem que ler oque está escrito nesse papel - mostra o papel pra ela

Oque estava escrito no papel era:

 " você terá efeitos, você ficará invisível e só sua alma-gêmea poderá te ver, e você poderá voltar ao normal se tocar em meus vestimentos, sim, você está em minha maldição. 

Ass: Velha das maldições "

Isabela - ...então sua alma-gêmea sou eu... - fala calmamente ao ver o papel

Gustavo - sim... - confirma

Isabela olha pra ele - eu vou te fazer voltar ao normal! - fala confiante

Gustavo - espero que sim, eu quero voltar ao normal logo pra eu poder ficar com você normalmente! - sorri e se aproxima dela

Eles se beijam, um beijo calmo mas apaixonante e cheio de sentimentos, depois de alguns minutos eles se separam e sorriram um pro outro

Gustavo/Isabela - vamos conseguir!

Continua...

 


Notas Finais


então, oque acharam a respeito do que está escrito no papel? como será que funciona essa maldição? você verá sexta-feira no globo repórter! brincadeira, até o próximo que vai sair em Janeiro, até!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...