História Amigos? - L3ddy - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alan Ferreira (EDGE), Aruan Felix, Christian Figueiredo, Felipe Z. "Felps", Gustavo Stockler (Nomegusta), Júlio Cocielo, Kéfera Buchmann, Lucas "Luba" Feuerschütte, Lucas "T3ddy" Olioti, Lucas Henrique e Rosane Martins (Casal de Nerd), Malena "Malena0202" Nunes, Rafael "CellBit" Lange
Personagens Christian Figueiredo, Felps, Gustavo Stockler, Lucas "LubaTV", Lucas Olioti, Malena0202, Personagens Originais, Rafael "CellBit" Lange
Tags Bromance, L3ddy, Luba, Romance, T3ddy, Youtube, Youtuber
Exibições 277
Palavras 1.175
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


😝👍😋

Capítulo 28 - Homofobia


Fanfic / Fanfiction Amigos? - L3ddy - Capítulo 28 - Homofobia

POV Luba

Entendo porque o T3ddy quis andar pela cidade, a gente desde que chegou só andamos de carro, realmente deve ter sido uma escolha errada que eu fiz. Tinha até me esquecido, assim que retornarmos pra São Paulo preciso começar a academia e toda minha vida fitness, quero que o T3ddy me olhe e pense - Nossa que gostoso, quero comer - ele vai babar quando me ver todo magro e malhado.

T: Lubaa

L: Oe

T: Tá esperando o quê? - ele estava já fora do elevador esperando eu sair

L: Desculpa - dou umas risadinhas

T: Tava pensando no que?

L: Numas coisas

T: Nós somos namorados agora, quero que esse relacionamento seje o mais sincero possível

L: Que fofo você com esse negócio de somos namorados

T: Não mude de assunto, me conta logo!

L: Tava pensando na nossa volta pra São Paulo

T: Uhm e o que que tem?

L: Nada não

T: É pra contar se não eu volto e você continua o caminho sozinho

L: É que quando voltarmos para São Paulo eu quero começar minha vida fitness quando mais cedo melhor

T: Já disse que você não precisa amor

L: Preciso sim

T: Por que acha isso?

L: Pra ser sincero, porque você não quer chegar ao finalmente comigo

T: Mas o problema não é você sou eu, e não é bem um problema, é que eu ainda não tou pronto

L: Urso, isso não me incomoda, eu tô me sentindo super feliz com isso, não precisa me comer a força

T: Uhm, já esperava isso

L: ...

T: Você tem que saber que eu te amo do jeito que tu é

L: Mas eu não me amo assim

T: Algo me diz que enquanto não irmos para o finalmente você não vai mudar de idéia

L: ...

*São 12:15**

POV T3ddy

Nós saímos do elevador, passamos pela recepção e tinha umas duas garotas sentadas, elas vem até nós, nos pedi pra tirar fotos, daí nós tiramos e elas vão embora e escuto uma voz de longe - Lubaa, esperaa - olho pra trás e era a Tia Carminha.

C: Ainda bem que vocês não foram ainda

T: Por que Tia?

C: Já que vocês vão sair eu queria pedir pra vocês trazerem umas coisas do mercado, pode ser?

L: Pode né

T: Mas Tia, essas compras é pra agora?

C: Não não, é só compras mesmo

T: Ata, entendi tudo! - falo meio que sarcástico

Ela entrega a lista ao Luba, saímos e começamos a andar sem destino. Passamos por várias padarias e bares mas ele insiste em comer em algum restaurante, até que ele vê um humilde do outro lado da rua.

L: Achei

T: Finalmente

Atravessamos a rua, entramos no estabelecimento e pedimos "prato feito", que vinha feijão, arroz, carne e legumes, sentamos nuns bancos e esperamos a comida chegar.

T: Tô morrendo de fome

L: Affs

T: Fica uma eternidade procurando um lugar pra comer

L: Affs

Depois de comermos, pedimos uma sobremesa, eu peço dois picolé de fruta, assim que pego no meu, abro e começo a comer, olho pro Luba e lá está ele, chupando o picolé cheio de vontade, me excitando, sério, o Luba tava muito sexy chupando aquilo. Preciso me distrair.

T: Bora Luba

L: Por que? Nem acabei

T: Você vai tomando

Saímos do restaurante e vamos em direção ao mercado, no meio do caminho eu termino de tomar meu picolé, então jogo o palitinho na calçada enquanto andamos, nesse momento o Luba para de andar e fica olhando pra mim.

T: O que foi?

L: Cata

T: O palito?

L: Não, meu cu

T: Não seja por isso

Vou até ele a dou um apertão na bunda.

L: Sai, cata logo o palito do chão

T: Tá, mas eu vou ficar com isso na mão?

L: Não, quando chegar no mercado você joga no lixo

Pego o palito de um jeito considerável nervoso e caminho com ele em minhas mãos.

 POV Luba

Chegamos no mercado, eu pego o carrinho de compras e entramos mais a fundo, o T3ddy acha uma lixeira e joga a porra do palito, sei que o palito não tem culpa mas né, pego a lista da minha mãe e veremos oque ela pediu.

Morangos, chantilly, farinha, manteiga, cerejas, barra de chocolate Diamante Negro, Kinder Ovo, Nescau, Açúcar, e mais uns aí. Começamos a andar no primeiro corredor, e pegamos oque tinha lá.

T: Então é assim que faz compras com seu namorado

L: Aham

T: Você hoje não está tão contente

L: Hã?

T: Esqueçe

L: Não é nada não amor

T: ...

L: O que você acha da gente depois daqui ir visitar seus pais?

T: Mas só visitar né? Sem assumir nada

L: Aí é contigo

T: Ah não sei, não gostei tanto dessa idéia não

L: Ah vamu, você precisa me mostrar um pouco da sua cidade também

T: Ah não sei Luba

L: Por favor, se acontecer alguma coisa eu vou estar contigo

T: Valeu mesmo Luba, mas eu ainda vou pensar nisso

Colocamos todas as coisas no carrinho e levamos pro caixa pra pagarmos as coisas e sinceramente não sei se minha mãe pensou nós valor das coisas porque acabou dando mais de cem reais. Eu olho pro T3ddy, ele olha pra mim meio que assustado

L: Completa aí, quando chegar lá ela dá o dinheiro

T: Tá quanto falta?

L: Cinquenta reais

Ele pega a carteira, tira a nota dali de dentro, me dá e eu pago as compras.

T: Pera aí, pera aí - diz um pouco desesperado

L: O que foi cara? - digo mais preocupadoe caminha até ele

T: A gente que vai ter levar isso TUDO né?

L: Ié verdade

MdC(Moça do Caixa): Vocês são um casal gay? - pergunta afastando a cabeça pra trás frangindo as sombrancelhas

T: Sim, porque? - ele responde dando um sorriso meio que achando que ela estava gostando da idéia

MdC: Nada não - revira os olhos de uma forma irônica

T: Não tem problema nenhum em você ficar com a pessoa que você ama

L: T3ddy, shhh

T: Mas Luba...

L: Shh!

Depois que ensacamos as coisas, dividimos pra quem ia ficar cada bolsa, então ficou assim, eu carreguei quatro bolsas e o T3ddy mozão cinco também. Quando já estávamos chegando no apê o eu resolvo dar uma desculpa.

L: Eii, tou cansado

T: Vamu, a gente já está chegando

L: Por favor só um minutinho - sento num banco que tinha aleatoriamente na rua

T: Tá - ele se senta ao meu lado

L: Amor

T: Oi

L: Achei bonito da sua parte "enfrentar" aquela mulher - faço aspas com os dedos - mas você tem que se acostumar porque sempre vai ter alguém igual a ela, e as vezes pior

T: Eu não entendo né, qual o problema de você ficar com a pessoa que tu ama

L: Essas pessoas são bem ultrapassadas, vive terá que se acostumar

T: Você já acostumou?

L: Não














Notas Finais


Repensem sobre esse assunto galeris, sei que mtos não vão ler aqui, mas quem ler, por favor pensa sobre isso.😮✌


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...