História ''Amigos'' de Infância... - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 16
Palavras 1.361
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Lemon, Romance e Novela, Seinen, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


DESCULPEM-ME A DEMORA!! SÉRIO, DESCULPEM-ME!
O que aconteceu? Eu estava em semana de provas, tava ralando aqui e como era reta final, tive que me esforçar. Também estava com uns trabalhos de Língua Portuguesa e lições para por em dia por isso fiquem sem postar. Mas, acho que agora, irá voltar ao normal, com intervalos de dois dias ou não (entenderam? Não serão uma semana sem postar capítulo, serão pelo menos dois ou não).... Espero que entendam essa ''reta final'' de ano para passar e desculpem-me.

Boa leitura <3

Capítulo 11 - Por culpa dele, eu sou assim


Fanfic / Fanfiction ''Amigos'' de Infância... - Capítulo 11 - Por culpa dele, eu sou assim

No capítulo anterior

-‘’Kikuchi-chan... Você viu que eu sei... Você viu Aoi com aquele menino, não foi?’’

-‘’Eu pretendia te contar e falar para Aoi também sobre tudo que aconteceu entre a gente...Mas você já descobriu... Senpai, me desculpe, eu não queria...’’

-‘’Tudo bem, Kikuchi-chan. Você não fez nada, eu que fiz a maior burrada da minha vida em ter namorado Aoi durante três anos e nunca ter descoberto quem ela era... Você pode ficar aqui em casa um tempo? Eu preciso desabafar e ter alguém por perto. ‘’

-‘’Claro, senpai. Só me deixe pegar algumas roupas e falar com minha mãe.’’

-‘’Tá, vai lá... Eu te espero. ’’

 

Depois ele saiu e eu fiquei pensando. ‘’Por que eu deixei Kikuchi por três anos e fui ficar com Aoi? Eu devia ter pelo menos tentado. Mas não, fui burro. E agora descobri tudo.’’ Chorei mais.

Um tempo se passou, e Kikuchi voltou com uma mala e disse que ele ia ficar até que eu melhorasse. Fiquei feliz, que mesmo depois de tudo que eu tive com Aoi, ele ainda queira ficar comigo. Se fosse eu, nem olhava mais na minha cara.

Kaname off~

CAPÍTULO DE HOJE

Aoi on~

Meu nome é Aoi Watanabe, tenho 16 anos e estou no 2° ano do Ensino Médio. Namoro o garoto mais bonito do colégio, Kaname Iwasaki. Estamos juntos faz três anos. Sou a garota nomeada mais bonita e popular.

Ultimamente, Kaname não tem me dado tanta atenção, por mais que eu o provoque com mordidas, chupadas e pegadas, ele nunca quer. Tenho estranhado isso, acho que para ele, eu sou um aproveitamento, mas, duas pessoas bonitas e populares, são melhores juntas.

Como Kaname não estava dando atenção para mim e muito menos, ao meu corpo, resolvi sair para tomar um ar e acabei indo ao supermercado comprar alguma coisa para beber. Eu nunca bebi álcool, mas eu quero beber até não aguentar ficar mais em pé, quero dar um tempo para minhas preocupações... Assim que penso nisso, avisto um garoto da sala de Kikuchi, Takao Maeda. Tenho certo interesse por esse menino, ele parece dar atenção para quem ama e se importa. Não que Kaname não faça isso, mas ele fazia e agora parou. Takao trabalhava no supermercado no qual eu estava. Ele ficava bonito com o uniforme, mesmo que fosse simples... Eu não conseguia parar de olhá-lo atendendo os clientes, falando com eles com aquele sorriso. Não conseguia tirar os olhos de seus lábios. Logo depois, ele estava indo para um corredor colocar alguns produtos nas prateleiras, e eu, como sou esperta e quero atenção, vou me aproximando aos poucos. Assim que estou próxima o suficiente, puxo ele pela gola da camisa e o jogo dentro de uma sala para funcionários e a tranco. O prenso na parede e ataco seus lábios. Dava para ver o olhar de espanto dele, mas, assim que viu que era ‘’A Garota mais Popular do Colégio’’, cedeu e começou a me atacar também. Estávamos em perfeita sincronia, tanto em gemidos quanto em ações. Ele se pagava de inocente, mas sabia como proporcionar prazer a uma mulher. Gosto disso. Bom, sei dessas coisas, pois perdi minha virgindade com 12 anos, então sei o que é prazer e identificar quem sabe fazer o que eu gosto.

Flashback on

Eu estava andando calmamente para a casa de um amigo meu para fazermos um trabalho. Assim que cheguei lá, sua mãe abriu a porta para mim e disse que ele estava em seu quarto e me direcionou até lá. Bati na porta e entrei.

‘’-Oi, Aoi! Não sabia que iria vir tão cedo... Melhor assim, aí acabamos mais cedo. ’’

‘’-Sim! Por onde vamos começar? ‘’

‘’-Vamos fazer assim... ‘’

Ficamos a tarde inteira fazendo o trabalho, e quando acabamos eu me joguei em sua cama e fiquei com os olhos fechados relaxando. Até que sinto minha saia sendo retirada e uma respiração próxima de meu rosto. Assim que abro me deparo com meu amigo em cima de mim, mordendo os lábios e me olhando de forma diferente. Depois de um tempo, começou a massagear meu clitóris através da calcinha e depois a morder meu lábio inferior.

‘’-Calma, Aoi... Eu estou te ensinando para você fazer melhor no futuro. ‘’

‘’-Eu vou ter que fazer... Isso... No futuro?’’

‘’-Vai... E você que vai controlar. ’’

Depois que ele disse isso, ele rasgou minha calcinha e me penetrou com dois dedos, em segundos, eu gritei de dor. Ele ficou fazendo isso várias vezes até que ele retirou sua calça e sua cueca. Na hora eu pensei ‘’Aquilo vai entrar em mim?’’, fiquei um pouco desesperada. Mas ele colocou dentro de mim e eu fiquei um pouco sem ar, aí ele ficou parado dentro de mim e me acostumei.

‘’-Agora... Você sabe que perdeu a virgindade não é?’’

''-S-Sim...’’

''-Vai para a sua casa.’’

Como ele disse, coloquei minha calcinha na bolsa já que estava rasgada, vesti minha saia e fui embora. Assim que cheguei, fui tomar um banho e dormir. No dia seguinte, quando cheguei à escola fui atrás dele e nada. Tocou o sinal e fui para a aula. Lá a professora fez a chamada e assim que chegou ao nome dele, ela disse que ele havia sido transferido para outra escola e se mudado. Fiquei chocada. Como ele conseguiu se mudar em apenas um dia? Ele praticamente tirou proveito de mim. Mas... Eu gostava dele. Então, eu vou fazer o que ele disse: eu vou controlar.

Flashback off

Senti um olhar sobre nós pela janela da porta, mas, nem liguei. Logo depois de nós termos chegado ao nosso ápice, nos vestimos e ele saiu primeiro e depois eu. Eu ainda estava me arrumando quando saí da ‘’sala’’. Olhei para um lado conferindo e depois para o outro. KANAME! Como ele sab- Os gemidos. Agora já era, ele viu.

-‘’KANAME, EU POSSO EXPLICAR! A GENTE PODE CONVERSAR, PELO AMOR DE DEUS, KANAME’’

-‘’SAI DE PERTO DE MIM AOI, NÃO FALA MAIS COMIGO! SE VOCÊ NÃO ESTAVA SATISFEITA COMIGO, BASTAVA ACABAR COM TUDO... Que merda! Não fica querendo tentar explicar, porque eu vi muito bem   com meus próprios olhos descobri sozinho e outra pessoa também viu, não tem o que você provar... Apenas me deixe em paz e vá viver sua vida com aquele imprestável... ’’

-‘’NÃO! KANAME-SENPAI NÃO ME DEIXE... ’’

-‘’Desculpe-me, Aoi. Está tudo acabado. ’’

Quando ele disse isso, meu mundo caiu. Eu não o amava, muito menos gostava. Mas, eu queria manter nosso relacionamento para que minha vida colegial não fosse destruída. E também, porque ele tinha um corpo bom e também me proporcionava prazer. Eu apenas caí de joelhos no chão e chorei. Depois de uns minutos, me recompus e fui ao supermercado em busca de Takao. O achei e corri para seus braços e chorei mais.

‘’-TAKAO-KUN, ELE VIU! ELE TERMINOU COMIGO! ’’

‘’-Você aprendeu? Aprendeu que não deve trair quem lhe dá amor, mesmo que pouco? Espero que sim, agora não olhe mais na minha cara e nem fale mais comigo. Ah... E eu tenho um amigo que quer falar contigo, ele será seu novo vizinho então, depois você dará as boas-vindas e falará com ele. Adeus. ’’

Eu corri para casa. Nem olhei na cara de minha mãe, apenas corri para meu quarto e me tranquei lá. Fiquei ouvindo as batidas na porta e minha mãe me chamando, mas não abri. Eu percebi que eu sou uma merda. Eu não sei o que é gostar e nem amar. Eu não sou eu, eu deixei de ser eu quando eu tinha 12 anos. Se eu não tivesse feito aquilo com aquele meu amigo aos 12 anos, eu não seria o que eu sou hoje. Mas, por culpa dele, eu sou assim.

Jogo-me na cama e fico olhando para o teto até que o sono vem e eu durmo. Acordo no dia seguinte e eu já sabia o que iria fazer. Dirijo-me ao banheiro e faço minha higiene. Em seguida, vou ao espelho e me olho de baixo para cima. ‘’Hoje vou me tornar o que eu realmente sou para todos... Ou, nem para todos. ’’ 


Notas Finais


E aí o que acharam? Vou tentar postar outra amanhã ou hoje, então, fiquem ligados <3

Desculpem-me os erros!

Aoi Watanabe ----- Namorada de Kaname.
Asuna Sasaki ----- Amiga que é considerada irmã mais nova do Kikuchi.
Kaname Iwasaki & Kikuchi Miyamoto --- Vocês sabem quem eles são :3
Sra. Sasaki ----- Mãe de Asuna.
Atsushi Iwasaki ----- Irmão mais velho de Kaname.
Azumi Nakamura ----- Supostamente, a mãe que ''adotou'' Kaname.
Sr. Haruhiro ---- Diretor do colégio.
Hikari Mori ----- Prima de Kikuchi.
Sra. Mori ---- Mãe de Hikari/ Tia de Kikuchi.
Takao Maeda ---- Colega de classe de Kikuchi e, supostamente o cara que Aoi traiu Kaname.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...