História Amizade - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Sugakook, Yaoi, Yoonkook
Exibições 73
Palavras 937
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


eu não me segurei gente desculpa
agora tá concluído prometo kjkjkjk

leiam escutando friends do ed

ou não rs

Capítulo 2 - We're not friends.


Fanfic / Fanfiction Amizade - Capítulo 2 - We're not friends.

— Afaste mais, Yoongi. — Jeongguk reclamou, empurrando o garoto com a perna. Surpreendentemente, ele apenas puxou seu braço e aninhou-se ainda mais em seu peito, ainda dormindo profundamente. 

A proximidade fez com que Jeongguk ficasse tenso. Fazia mais de dois anos que eram amigos. Mas de uns tempos para cá, aquela relação já era bem estranha para uma simples amizade. 

Tinham se formado no colégio, e agora o mais novo tinha seu próprio apartamento, que era mais de Yoongi do que dele, porque vivia sendo invadido por um mané de cabelos cor-de-rosa. 

Aquilo era estranho. Não deveria se sentir assim, e não tinha absolutamente ninguém para contar. E se Yoongi descobrisse? Provavelmente riria da cara do garoto até não ter mais fôlego para realizar tal ato. Taehyung e Jimin também estavam riscados da lista, já que tinha medo da reação dos amigos de infância. 

Ele também não estava sozinho. 

Tinha um caderno, e canetas. 
                                   

                             ▼

 

— Tenho que ir, não posso me atrasar. — Yoongi alertou, enfiando um pedaço inteiro de torrada na boca, e logo em seguida beijando a bochecha de Jeongguk. O mais novo não conseguiu contar a vermelhidão que estampava sua cara, e aumentou mais ainda quando ouviu uma risada baixa do garoto, que já estava abrindo a porta. 

Assentiu apenas para ver a porta se fechando lentamente, dando um suspiro alto. 

Jeongguk foi para o quarto, bagunçando tudo até encontrar um velho caderno que ainda usava na época da escola. Sua capa estava toda riscada com desenhos feitos por Yoongi. A letra não era muito legível, afinal, Min Yoongi era um preguiçoso naquele tempo. 

Riu baixo, sentindo um sentimento estranho invadir seu corpo. Estranho e bom. 

Segurou a caneta preta mãos e começou a rabiscar. Tinha que fazer aquilo. 

 

Não somos, nós não somos amigos, e nunca fomos

 

Nós só tentamos manter esse segredo em uma mentira 

 

E por mais que o garoto quisesse, aquilo foi tudo o que seu coração lhe permitiu escrever. 
             

                            ▼

 

— Comprei as besteiras que você gosta. 

O garoto anunciou, entrando no apartamento rapidamente. Jeongguk estava dormindo no sofá. Seu corpo estava quase caindo, o que fez Yoongi imediatamente pegá-lo no colo. 

Jeongguk estava acordado, mas apenas queria dormir nos braços de Yoongi para sempre. 
                     

                             ▼

 

— Esse final foi horrível. — Yoongi riu ao ver Jeongguk encolhido, esfregando os olhos com as mãos. Passou os braços por seu corpo, lhe envolvendo em um grande abraço. 

— Pare de chorar, pirralho. 

— Um pirralho bem mais alto que você. 

Comentou secamente, sentindo uma pontada no coração por ter falado com Yoongi naquele tom. Mas seus músculos relaxaram quando ouviu uma pequena risada do mais velho, que logo depositou um beijo em seu pescoço. 

— Boa noite, Jeongguk. 

E se levantou, indo direto para o quarto. 

Ele não evitou pegar o caderno e começar a rabiscar novamente. 

E se você me conhece, como eu te conheço 

 

Você deveria me amar, deveria saber

 

Amigos dormem em camas separadas

E amigos não me tratam como você me trata                    

 

 

                ▼

 

— Deixe de ser idiota! 

— Deixa você de ser babaca! 

— Eu sou o babaca? Você simplesmente me trata feito lixo e eu sou o babaca, Jeon Jeongguk? — o mais velho gritou irritado.

— Você estava beijando o pescoço dele, no meio da festa! 

— E o problema? Eu também beijo o seu, não é? Somos amigos, não é? 

E por um segundo, Jeongguk jurou que ia cair. As lágrimas encheram seus olhos, e ele assentiu, fazendo de tudo para esconder aquilo de Yoongi. 

Era idiota, obviamente. Eles eram amigos, era isso que Yoongi queriam desde o início, Jeongguk que foi tolo por se apaixonar pelo garoto. 

Ele iria esquecer aquilo. Claro que iria. 

Ou pelo menos tentaria.
                       

                          ▼

 

Não somos amigos, nós poderíamos ser qualquer coisaSe tentássemos manter esses segredos a salvo                      

 

— Yoongi hyung, pegue o meu celular, por favor? Está tão confortável aqui, não quero levantar. 

Yoongi assentiu, se levantando do sofá em que estava e indo para o quarto. 

O que mais chamou sua atenção foi o caderno velho de Jeongguk, que estava do lado de seu celular. Ele riu animado, trazendo-o para sala e balançando freneticamente.

— Olha o que eu achei! Você lembra? — ele riu, abrindo na primeira página. 

Jeongguk pulou do sofá. Não, não não, não, não, aquilo não estava acontecendo. 

       Mas então, nós não somos amigos 

 

Pode ser que outra pessoa também te ame

 

Tentou agarrar o caderno das mãos do mais velho, mas o sorriso no rosto dele já tinha desaparecido, e ele lia atentamente as folhas. 

Jeongguk sentiu novamente as lágrimas se formarem, até caírem todas de uma só vez. 

Ele ficou lá no chão, observando enquanto Min Yoongi lia todos os seus sentimentos, sem falar nada. 

E é por isso que amigos devem dormir em camas separadas

 

E amigos não deveriam me beijar como você me beija

E eu sei que há um limite para tudo 
Mas meus amigos não me amam como você  

 

Para Yoongi. 

 

 

Apenas o som do caderno caindo no chão foi ouvido naquele momento. Ele estava imóvel. Yoongi levantou a mão apenas para tocar os cabelos morenos de Jeongguk, e deu um sorriso grande. 

Um sorriso que nunca tinha dado antes. 

— Deveria ter me contado antes. Assim, não precisaríamos nem ter começado uma amizade. 

Foi o bastante para o mais novo franzir as sobrancelhas e levantar a cabeça, ainda confuso sobre o efeito naquelas palavras. 
— Jeongguk... — ele sussurrou —  Eu não quero ser seu amigo. Eu nunca quis. 

E sem esperar resposta, selou seus lábios com os do mais novo. Era o fim de uma amizade. 

E o começo de uma história maior. 

 

Não, meus amigos não me amam como você me ama...
 


Notas Finais


tá péssimo eu sei
mas eu finalmente escutei essa música e fiquei tipo CARALHO COMBINA MUITO
desculpa por esse troço :/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...