História Amizade Cibernética - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Akemi, Amizade, Cibernética, Satoshired, Tony
Visualizações 25
Palavras 1.997
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Esporte, Famí­lia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Visual Novel

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Segue ai o capítulo 12

Tenham uma boa leitura e espero que gostem

Se realmente gostar comente falando o que achou, e favorite para acompanhar os próximos capítulos

Capítulo 13 - Algumas desconfianças surgem... Cap.12


Fanfic / Fanfiction Amizade Cibernética - Capítulo 13 - Algumas desconfianças surgem... Cap.12

Depois de mais umas duas horas jogando com eles na minha casa os meus pais acabaram chegando e ficaram surpresos por a casa estar tão cheia. Minha mãe eu notei que ficou feliz, mas quando ela viu o machucado da Danielly ela tentou brigar comigo por não ter avisado ninguém, só que já estava bem melhor então disfarçamos falando que não tinha sido nada demais. E pra ajudar o tal Giovanni que ela falou era como um escravo dela então ele ajudou ela a se levantar e levar ela em casa junto com o Billy. O Matthew foi o único que ficou porque eu pedi para ele dormir lá em casa, ele aceitou desde que eu ligasse para mãe dele.

Por sorte a mãe dele gostava de mim e não se recusou, mas pediu para falar com ele e deu uns gritos nele falando para ele não fazer nada de errado. Não demorou uns 20 minutos depois disso e ela chegou na porta com uma mochila para ele com tudo que ele iria precisar. Ele pegou a mochila e subimos para o quarto enquanto minha mãe conversava com a mãe dele. Logo ela foi embora então não houve problemas

Eu não sabia o que o Matthew tinha mas ele era a pessoa mais confiavel que eu já tinha conhecido. Nesse tempo que estive no curso ele me contou tudo sobre ele me dizendo muito pouco. Eu sabia que ele era um cara inteligente mas ao mesmo tempo preguiçoso, isso porque ele tinha preguiça de estudar pois aprendia as coisas muito rápido e na maioria das vezes sozinho. Por conta disso ele vivia jogando para tentar não ficar entediado a todo momento... Só que isso não daria certo já que ele é filho de uma professora, e uma das bravas ainda por cima. Por isso ele pediu para a mãe dele nunca ensinar nada para ele fora da sala de aula, e só por conta disso ela não liga tanto de ele ficar jogando a toda hora já que ele consegue passar em qualquer teste que ela passe estudando muito pouco. Só que essa "habilidade" atrapalhou ele a fazer amizades assim como eu antes, justamente por conta de sua "lerdeza" e quase sempre estar caindo de sono. Mas não foi por isso que confiei nele... Eu confiei nele porque na primeira vez que ele falou comigo no curso eu senti dele uma sinceridade em todas as palavras que ele falava... Ele era honesto e não escondia o que sentia ou pensava e acho que essas "virtudes" foram o que fizeram eu fazer amizade com ele tão rápido.

Foi pensando nisso que não tive medo de contar as coisas que eu estava vivendo por ali

— Eu acho que a Akemi queria me contar alguma coisa hoje quando ela veio aqui... - Eu digo deitado na minha cama enquanto ele estava na cadeira perto da minha escrivaninha

— Você acha? - Ele fala pouco interessado

Eu me sento e olho para ele

— Eu acho... Tenho quase toda certeza... Mas não consigo imaginar o que seja... - Eu falo

— Ela te contou sobre o passado dela não foi? - Ele pergunta

— Contou uma parte só... Eu senti que faltava alguma coisa naquela história, algo que ela não podia realmente me contar... Mas não imagino que seja isso... - Eu falo

— E o que poderia ser? - Ele pergunta

— Bom... Não sei... - Eu falo pensando quando lembro de como ela ficou quando me viu jogando o Sacred Sword - Talvez tenha algo haver com o Sacred Sword... Ela ficou toda estranha quando me viu jogar, mas não tenho certeza se foi por isso ou outra coisa que deixou ela daquele jeito. Só me lembro de ela me perguntando meu nick e meu nome... - Eu falo

— Isso é estranho... Será que ela tem algo haver com o jogo? - Ele pergunta

— Claro que tem, ela fez o comercial para a TV do jogo e ela disse que jogava também mais tinha parado... - Eu falo tentando pensar

— Quem sabe ela te conheceu no jogo e não quer que você descubra que é ela - Matthew fala

Na mesma hora me vem a mente a Scarlett...

— Será que...? - Eu falo ficando pensativo

— O que foi? Lembrou de alguém? - Ele pergunta

— Pior que sim... Mas não acho que seja provavél... Para mim elas são pessoas diferentes... Se ambas fossem a Akemi acho que seria um pouco chocante para mim por não ter notado antes - Eu falo ficando pensativo

— Não me diga que aquela garota... - Matthew fala já imaginando quem poderia ser

— Sim... Se a Akemi fosse ela eu acho que saberia... Mas agora que você falou... Eu "conheci" a Scarlett primeiro e depois a Akemi, não tinha como ela me encontrar assim em dois momentos diferentes tão rápido... Se ela for essa garota foi muita coincidência tudo isso acontecer - Eu falo

— Bom, é bem possivel. Até porque o nick dela já lembra um pouco a Akemi... "Scarlett"... Se não me engano esse nome significa "Vermelho" - Matthew fala

— Sim, eu pensei nisso também mas... Não acho provavél isso... Só vou ter certeza se ela me confirmar isso pessoalmente - Eu falo

— Então o que ela poderia querer falar hoje seria sobre isso não? - Matthew fala

— Talvez... Não sei... - Eu falo

— Bom, se você quiser descobrir alguma coisa vamos ter que investigar... Mas creio que isso só vai dar certo se ela vier mesmo amanhã para sua casa - Matthew fala

— Teve alguma ideia genial então? - Eu pergunto

— Genial não, você é bom em decifrar as pessoas e talvez se falar com ela a sós pode acabar descobrindo alguma coisa... Você não já fez isso antes? - Ele fala

— Já, mas era diferente... Se a Scarlett estivesse online a gente podia pedir ajuda para ela, acho que ela tem ideias melhores do que a nossa - Eu falo

— Se você diz isso então tem toda certeza de que a Akemi não é essa tal Scarlett? - Ele pergunta

— Total certeza não, mas acho muito pouco provavél... E mesmo se tivesse essa chance eu não citaria nomes apenas pediria ajuda. Por isso eu gosto de conversar com ela... Eu não me sinto preso a nada e se tiver algo que eu não queria revelar e mesmo assim conversar sobre isso eu consigo. Tipo, foi ela que me ajudou quando eu não sabia o que fazer para falar com a Akemi sobre o que descobri - Eu falo

— É, só podemos esperar então... Mas você tem certeza que vai chamar a Danielly também? Ela é um pouco... "Agitada"... - Matthew fala

— Sim... Não sei ainda se a Danielly pode acabar se dando bem com a Akemi, mas acho que vale a pena tentar... Eu prometi para ela que tentaria nunca deixar ela ficar triste e já comecei mal mesmo não sendo minha culpa. Isso de hoje aconteceu muito rápido e me senti muito a vontade com o pessoal, mas não esperava que ela fosse fugir daquele jeito... - Eu falo

— Nem eu - Matthew fala bocejando - Mas vamos esquecer isso um pouco e vamos assistir alguma coisa. - Ele fala pegando o controle da TV e ligando ela

Dali eu fui assistir algumas coisas com ele e ficamos conversando ainda um pouco até o jantar. Depois que jantamos nós saimos e fomos até o konbini comprar alguns doces mas logo voltamos. E quando estavámos voltando um carro preto parou na frente da casa da Akemi bem quando estávamos perto, e do carro saiu um cara de preto falando no celular. Em seguida a Akemi saiu do carro junto com a tal Nakamura, a garota do restaurante... Elas nos viram se aproximando dali e esperaram enquanto o homem entrou apressado na casa da Akemi

— Olá - Akemi fala cumprimentando a gente

— Oi... Essa é a Nakamura não é? - Eu pergunto

— V-Você lembrou do meu nome... - A tal garota fala

— Claro, não faz tanto tempo desde que aquilo aconteceu... - Eu falo

— É verdade... Me desculpa por tudo aquilo que aconteceu... - Ela fala toda envergonhada

— Não precisa se desculpar Hinata, nós sempre vamos te ajudar. Ele ali principalmente... - Akemi fala sorrindo para mim de olhos fechados

Eu fico envergonhado e falo

— Ah sim, esse é meu amigo Matthew Yuki. E Matthew essa é a tal Nakamura que falei - Eu falo apresentando os dois

— Muito prazer - Matthew fala

— Prazer, Hinata Nakamura - Ela fala toda envergonhada

— A Danielly ainda está lá na sua casa? - Akemi pergunta parecendo um pouco incomodada

— Não, ela já foi faz tempo para casa com o escravo dela - Eu falo rindo

— Escravo? - Akemi pergunta sem entender

— É um amigo dela... Eles devem ser namorados ou algo assim - Eu falo

Eu vejo que ela mudou a expressão quando falei isso

— Entendi... Eu queria jogar com vocês hoje mas nem tive tempo. Depois que eu fui lá na sua casa só deu tempo de chamar a Hinata e tive que ir para o ensaio, não foi Hinata? - Ela fala um pouco mais relaxada

— S-Sim... Eu nunca tinha visto um ensaio de uma cantora assim como a Akemi, achei que eles só chegassem no palco e cantassem como sempre - Fala Nakamura

— Não, todos os músicos ou quase todos ensaiam antes de fazer Show para ter uma noção do que fazer no palco, afinal temos que entreter o público como pudermos e só cantar as vezes não é o suficiente - Akemi fala

— Eu não sabia disso... Gostaria de ver algum dia - Matthew fala do nada

Eu até me espanto por ele ter falado isso, assim como a Akemi que achou que ele não estava prestando atenção.

— B-Bom, amanhã de manhã eu vou ensaiar de novo, se quiserem posso levar vocês para assistirem - Akemi fala

Eu olho para o Matthew rápido mas logo volto a olhar para Akemi

— Não sei se é uma boa ideia... - Eu falo um pouco preocupado

— Porque não é uma boa ideia? - Ela pergunta

— Não sei... - Eu falo um pouco envergonhado

— Não precisa ter vergonha, só vamos eu, vocês, a Hinata e o motorista. Como meus pais não gostam de ir acho que eles não ligam se eu levar alguns amigos, afinal eu sempre fazia isso antes - Ela fala sorrindo

Eu penso um pouco e falo

— Acho que tudo bem então, mas quando voltarmos vocês duas vão com a gente para minha casa jogar junto com o Billy e a Danielly. Eles vão voltar hoje para jogar e como você não pode aproveitar hoje pode aproveitar amanhã - Eu falo

Ela se espanta um pouco mas logo fala

— Acho que tudo bem... Concorda Hinata? - Ela pergunta

— S-Sim - A Nakamura responde

— Que hora que vocês vão? - Eu pergunto

— Vai ser bem cedo, umas 9 da manhã eu chamo vocês lá - Akemi fala

— Combinado então - Eu falo tentando sorrir

— Até amanhã então, boa noite! - Akemi fala e puxa Nakamura pela mão e corre para dentro da casa dela

Eu e o Matthew continuamos andando

— Essa é sua chance de descobrir alguma coisa - Matthew fala

— Sim... Mas no ensaio acho dificil de ficar sozinho com ela... - Eu falo

— Eu posso tentar ajudar, mas vamos ter que planejar tudo antes - Matthew fala

— Muito bem, então vamos para casa... Acho que sei como vamos fazer - Eu falo

Dali nós fomos para casa e nos trancamos no quarto enquanto bolavamos um plano mirabolesco só pra tentar descobrir qualquer coisa no dia seguinte. Na verdade eu estava realmente era me divertindo com aquilo tudo... Nunca tinha passado por aquelas expêriencias antes então era tudo meio que novo para mim. Mas mesmo assim eu sabia como "agir" mais ou menos. Foi pensando nisso que eu montei um plano e o Matthew estruturou ele para dar certo, mas só descobririamos se funcionaria no dia seguinte...

TO BE CONTINUED


Notas Finais


Espero que tenham gostado

Perguntas do Capítulo:

1-) O que a Akemi poderia estar escondendo? Será que ela é mesmo a Scarlett?

2-) Que plano eles poderiam ter montado para tentar descobrir alguma coisa nesse ensaio?

3-) A próxima personagem que pretendo explorar é a Fumiko, porém gostaria de saber como vocês esperam que ela seja levando em conta tudo que já foi dito? (PS: O próximo capítulo já está feito então não vou me basear em ideia nenhuma que venha aparecer, mas só vou postar ele daqui a 2 dias para ver o que vão dizer)

Se realmente gostou comente falando o que achou, e favorite para acompanhar os próximos capítulos.

Próximos capítulos em breve o/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...