História Amizade Colorida - Capítulo 16


Escrita por: ~

Visualizações 502
Palavras 791
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Iae pessoas,eu achei esse capítulo + ou - mas prometo que os próximos serão bem melhores,e vai acontecer um negócio que minha língua tá coçando pra falar mas n posso ;-;

PQP

Capítulo 16 - Adrien,estou grávida!


Fanfic / Fanfiction Amizade Colorida - Capítulo 16 - Adrien,estou grávida!

Continuação….


-ADRIEN?!?-Grita marinette assustada pois achava que pelos cabelos louros,se tratava de Chat.(an?)

-Chat Noir?- Adrien começa a rir.

-Eu só estava... sonhando.-Marinette se sentiu corar.-E você tava aqui...eu achei que era quer dizer…sonhei.-Marinette se enrola nas palavras e Adrien percebe que ela está nervosa pois tem que guardar segredo sobre Chat Noir.

-Ei - ele pega no rosto da Marinette que dessa vez tem certeza que estava corada.- não se preocupa,eu não falo pra ninguém.-ela suspira,o jeito que ele a olhava a hipnotizava como um certo gato.

-V-você por que aqui?quer dizer por que você veio aqui?-Mari Pergunta gaguejando.

-Ah,o trabalho.-ele aponta para a sacola.-Você esqueceu?

-Não ksk...Sim.-ela abaixa a cabeça.

-Sem problemas, então..quer começar agora?-Ele não tinha percebido que ainda estava na cama dela então se levanta rápido e cai no chão com o pé embolado na coberta, Marinette rir.

-Desculpa.-ele ri.

-Não tem nada não,eu vou descer pra tomar alguns remédios aí se quiser pode ir arrumando as coisas.-ela se levanta e põe um moletom.

-Okay-diz Adrien

-Okay k-ela desce.

Marinette desceu e tomou alguns remédios para dor de cabeça mas não falou nada para os seus pais pois desconfiava que estava grávida,ela tremia a beber a água mas subiu rapidamente para o quarto sem falar com seus pais.Quando chegou ao quarto,Adrien já tinha organizado tudo é só a aguardava.

-Nossa,foi rápido!-Diz Adrien sentado no chão.

-Eh,eu só...ah deixa pra lá, então o que é mesmo o trabalho?-Diz marinette se sentando no chão em frente o Adrien.

-É para criar um poema,passa lo para um cartaz e colocarmos no mural do lado de fora da escola.-Fala Adrien olhando para o caderno na mão e mastigando a caneta.

Ela não fazia ideia de como escrever um poema então pegou o caderno de Adrien e puxou a caneta de sua boca, fazendo ele babar um pouco mas logo se recompor.

-Qual sua ideia?-Ele Pergunta.

-Eu não sei escrever poemas, então você fala e eu escrevo,que tal?-ela olha para ele que pensava em um começo.-Olha,pegue algo que você ame muito e se inspire.-Ele respira fundo e ela se prepara para escrever.

Ela olhava para o caderno e ele pensou “algo que amo... você”ele olhou para ela e começou a falar:

-Quando olho para você, esqueço tudo, sinto que todas as dores que existem dentro de mim somem.-ela escrevia o que ele falava e nem notava que ele a olhava e se inspirava.-Antes meu sofrimento era grande,mas você me curou,seus beijos curaram meus cortes,minhas feridas.Seus cabelos escuros como a noite,seu olhar brilhante como as estrelas,e seu sorriso lindo como o sol que nasce todos os dias no horizonte me deram um motivo para tirar a escuridão que habitava em meu coração.-Ela levantou a cabeça e os dois se encaravam,estavam perdidos no olhar do outro mas Adrien um pouco nervoso continuou.-Não adianta ficar com raiva de você,pois,sempre que a vejo sorrindo a minha paixão por ti flui mais e mais.

Sempre que te vejo, tenho vontade de te agarrar,de te beijar,de te fazer feliz,porque.. porque eu te amo-ela continua a olhar para ele.-eu amo seu jeito de fazer todos ao seu redor felizes,amo seu jeito desajeitado,eu amo você,mesmo que nosso amor seja não correspondido.-Ele a olha e da um sorriso tímido.-Eai?

-Está muito lindo, você é bom nisso,mas infelizmente temos que cortar um pouco para o cartaz.-Ela diz pegando a cartolina.

-Tudo bem, não me importo.-Diz Adrien.

Quando tudo acabou,ele começou a arrumar as coisas para voltar para casa, Marinette ainda estava nervosa e pensativa pelo que Alya tinha falado,ela precisava falar sobre isso com alguém,olhou para o Adrien e foi na beira da cama pois era com ele mesmo que ia se abrir.

-Adrien,eu preciso falar com você.-ela sinalizou para ele se sentar ao seu lado e foi o que ele fez.-Preciso que você guarde esse segredo, é muito importante, promete?

-Prometo,pode falar.-Ela se aproxima mais dele.

-Eu...eu acho...que estou grávida Adrien e precisava falar isso pra alguém.-Adrien arregala os olhos e sente seu corpo amolecer.

-COMO É QUE É?!-Ele grita.

-Fala mais baixo.

-você ..você tem certeza disso?!porque..wpls Aí meu Deus.-Adrien fica nervoso e sem ar, começa a respirar mais rápido.

-Eu não tenho certeza,mas estou com medo.O que vou falar pros meus pais?-Ela Pergunta e nem nota Adrien dando Peti.

-Você está grávida!

-Sim mas…

-Você tá grávida!-Adrien se levanta da cama e vai até a portinha.

-Adrien, você está bem?-Pergunta Marinette.

-Perfeitamente,eu estou na completa harmonia até porque você vai ter um serumaninho, pequenininho.-ele fala rápido e abre a porta-eu só vou pra casa tomar um ar ou quem sabe uma vodka.-Adrien desce e vai embora de meia pois de tão nervoso nem o tênis calçou.

Adrien correu para o park e se sentou no banco.

De cabeça baixa e sem ar ele começou a se tremer e Plagg saiu de sua roupa.

-Cara, você é burro?-Perguntou Plagg.

-Eu vou ser pai.-Adrien sussurra.

-comequié?

-Eu vou ser pai!-Ele diz mais alto.

-Sim você será pai de um mutante meio gato.




Continua…(pq já está grande)


Notas Finais


Só pra avisar foi eu q escrevi esse poema 👀 aaksmdka

Ficou uma bostinha com milho,podem falar ;-;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...