História Amizade Colorida - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os 13 Porquês (13 Reasons Why)
Personagens Clay Jensen, Personagens Originais, Tony Padilla
Tags 13 Reasons Why, Clay Jensen, Clony, Tony Padilla
Visualizações 16
Palavras 2.126
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Lemon, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Para Sempre Clony


Fanfic / Fanfiction Amizade Colorida - Capítulo 5 - Para Sempre Clony

Narração Clay Jensen 

Eu estava disposto a ir embora eu subi para meu quarto,Tony foi atrás de mim eu nem ouvi o que ele disse eu apenas peguei minhas malas e comecei a jogar tudo dentro.

Ele me puxou pelo braço mas não forte, ele disse:

-Clay!Não vai sair com o meu filho.

-Vai me fazer prisioneiro aqui?

-Talvez...Ele fica comigo!

-Nem sei se quero ele!

-Não faça nada com ele Clay,é um inocente.

-Tony,não quero abrir mão da minha vida minha carreira por causa de um bebê!

-Por isso eu quero ele!

-Eu me decido Tony,só quero ir embora.

-Tudo bem,não vou insistir,mas não machuque ele.

Tony saiu do meu quarto e eu voltei a arrumar minhas coisas,eu sabia que deveria conversar com Tony no outro dia,pois estávamos com a cabeça quente,mas confesso que eu nem quis esperar o outro dia,eu só queria ir embora.

Quando eu já estava terminando de arrumar as coisa senti enjôo e corri para vomitar naquele momento tudo ficou escuro,quando acordei eu estava na minha cama,Tony estava limpando minha testa com um pano úmido,eu disse:

-O que houve?

-Você desmaiou.

-Minha cabeça está doendo.

-Do jeito que você caiu seria bruxaria se não estivesse doendo.

-Porque me ajudou?

-Eu não ia deixar você machucado aqui.

Ele me abraçou e fez carinho nos meus cabelos,eu ia sentir falta daquele carinho daquele cheiro do Tony,ele me abraçou eu soube que ele ia sentir minha falta,acabei dormindo de novo,quando acordei vi que Tony já tinha ido pra o estúdio,fui até a cozinha e fiz um lanche fui para o estúdio depois de tomar banho e me arrumar.

Quando cheguei no estúdio o diretor e Tony estava conversando e pelo que vi a conversa era sobre um novo filme,percebi a animação de Tony,David me viu,e disse:

-Clay?Achei que já estivesse em Londres.

-Tive um problema ontem.

-Deveria está descansando,você caiu feio ontem.

-Estou bem Tony.

-Ele deve ter vindo se despedir.Certo Clay?

-Diretor eu não sei se vou.

-O que...Tudo bem Clay,mas pense bem,não quero você se arrependendo depois.

-Diretor pode nos deixar a sós?

-Claro Tony.

O diretor saiu e Tony disse:

-Clay,não quero que desista por causa de mim.

-Porque?

-Porque você vai se arrepender e vai ficar me culpado por isso.

-Eu não vou te culpa!Eu não quero ir e ficar sem você!

-Mas eu não posso ir e tentar  sorte em outro lugar!Foi difícil chegar até aqui sozinho Clay.

-Você não vai esta sozinho,estaremos juntos.

-Clay...

-Quando eu vim pra cá,eu não tinha ninguém,mas você ficou comigo,você me quis com você,e foi a melhor coisa do mundo.

-Para mim é mais difícil Clay.

-Você é um bom roteirista,você produziu Harry Potter.

-Clay...Boa sorte,eu não posso ir e nem posso esperar você aqui.

-Então é assim?

-Sinto muito Clay.

Sai do estúdio me despedi de todos da produção e voltei para casa,peguei minhas malas e peguei a passagem para o próximo vôo,fui para o aeroporto de táxi,quando cheguei no aeroporto me lembrei do primeiro momento que Tony e eu nos vimos.

Eu ia sentir falta dele mas minha carreira era bem mais importante que um amor que poderia nem durar,quando chegou a hora do avião partir eu estava entrando no avião olhei para trás e dei uma última olhada em Hollywood,eu não consegui entrar no avião,eu só queria Tony comigo.

Quando eu finalmente consegui entrar no avião fiquei esperando os outros passageiros entrar no avião,e quando o avião partiu eu tomei um calmante forte para dormir e acordar só em Londres,quando cheguei em Londres eu fui para o hotel que eu tinha feito a reserva,quando cheguei liguei o chuveiro e tomei banho e não pude de deixar de pensar no Tony.

Dias depois que eu já estava trabalhando tudo estava indo bem com os novos cenários,eu estava desenhando outra parte do cenário de The Walking Dead,mas enquanto eu desenhava eu comecei a chorar pois a saudade de Tony estava tomando conta de mim,olhei para o desenho e eu tinha borrado ele um pouco.

Peguei meu celular e liguei para Tony e novamente ele não me atendeu,ele estava fazendo isso desde que eu tinha chegado em Londres,eu já estava pensando em desistir e aceitar que tudo tinha acabado.

Voltei a fazer meu desenho e voltei a chorar,eu ouvi:

-Clay?Porque chora tanto?

-Oi Caio,choro por que sinto falta do meu namorado.

-Você pode voltar para ele,podemos substituir você aqui.

-Não acho que ele queira me aceitar de volta.

-Se ele te ama ele aceita.

-Odeio ficar longe dele,ele tem medo de ser roteirista aqui.

-Depende dos filmes que ele escreveu,talvez o diretor de uma chance para ele.

-Conheço Tony,ele não ia sair de perto do David,David praticamente viu ele crescer.

-Tenho certeza que o Tony vai da um jeito.

-Eu espero.

Quando eu voltei a desenhar eu voltei a ligar para Tony mas ele continuava me ignorando,e foi assim por um mês,eu nem sabia se ele estava bem,íamos finalmente começar a gravar,quando Caio disse:

-Clay,o David está vindo para cá,pode pegar ele no aeroporto?

-Hoje?Mas hoje começa as gravações.

-Clay,faz isso por favor.

-Esta bem.

Sai do estúdio e fui até o aeroporto esperei o diretor me ligar,acho que esperei umas meia hora pois quando ele me ligou,eu atendi:

-Diretor?

-Clay,cadê você?

-Estou aqui,não estou te vendo.

-Estou ao lado do homem de boné.

-Senhor tem 20 homens de boné aqui.

De repente vi Tony saindo do desembarque,eu disse:

-Diretor isso foi plano seu?

-Boa reconciliação Jensen.

Ele desligou o celular e eu fui até Tony nos beijamos sem pensar duas vezes,foi um beijo longo e demorado nem ligamos para quem nos olhava,eu disse:

-Senti sua falta.

Ele me abraçou,e disse:

-Clay,quer ser meu melhor amigo de novo?

-Quero,te amo.

-Te amo.

Voltamos a nos beijar depois disso Tony e eu fomos para casa,naquele dia fiquei o dia inteiro com ele,ficamos transando até nós dois cair no sono.

Quando acordei de manhã Tony estava me olhando dormindo,eu disse:

-Hei Tony.

-Bom dia Clay.

-Bom dia.

-Clay,eu tenho que ir já.

-O que?Não vai não,fica comigo.

-Clay,eu não consigo trabalhar quando estou longe de você,eu só fico pensando em você no bebê e isso está me matando Clay.

-Tony...

-Por isso eu decidi vim para cá.

-Tá falando sério?

-Sim,o irmão do David conseguiu alguns filmes para eu ser o roteirista.

Nos beijamos de novo em seguida aproveitei que ele estava sem cueca e comecei a beijar a orelha dele e fui descendo para o pescoço depois pro seu peito e sua barriga até que cheguei no pênis dele,eu comecei a chupar ele até ouvir os gemidos de Tony,eu beijei ele em seguida fiquei de quatro para ele e logo depois senti Tony colocando seu pênis em mim eu comecei a gritar e gritar enquanto ele colocava mais,só paramos quando ele gozou em mim.

Caímos exaustos na cama e nos beijamos,eu estava feliz naquele momento ter Tony comigo era a melhor coisa do mundo.

Algum tempo depois 

-Clay,a Emilly está com a boneca da Coraline na boca.

-Hei bebê,é um item de colecionador o papai ama.

Falei tirando a boneca da boca dela,Tony pegou Emilly no colo,e disse:

-Seus pais vem para cá hoje,vê se não faz drama.

-Cara,meus pais nunca vieram me ver agora que tivemos nossa filha eles vem.

-Clay,seja paciente,são só dois dias e a Emilly só conhece minha família.

-Odeio isso.

-Para de reclamar e vamos,me dá um beijo e você vai ficar feliz.

Nos beijamos Emilly bateu palmas,eu disse:

-É bom transarmos muito depois disso.

-Prometo que ficamos sem sentar por uma semana,vamos indo.

Pegamos meus pais no aeroporto e levamos eles para casa,meus pais amaram Emilly e Tony,minha irmã mais nova queria levar Emilly com ela.

Depois que meus pais foram embora Tony e eu colocamos nosso bebê para dormir em seguida fomos para nosso quarto,tirei a roupa de Tony ele tirou minha calça jeans,eu disse:

-Pode por camisinha,não vou engravidar de novo.

-Como você é dramático Jensen.

Ele colocou a camisinha no pênis e começou a dar lambidas na minha bunda eu comecei a gemer,Tony começou a se masturbar em seguida ele me pediu que eu chupasse ele,eu não neguei e comecei a abocanhar o pênis dele,a cabecinha dele recebia os toque da minha língua,eu rodei a língua e fui colocando todo o pênis dele na minha boca.

Eu só consegui ouvir os gemidos de Tony e senti ele segurando meus cabelos e ajudando nos movimentos,quando vi que ele ia gozar eu soltei o pênis dele,e disse:

-Nem pensar em dormi.

-Odeio quando para.

-Bebê,já sabe né?

Tony abriu o criado mudo e tirou de lá algemas ele prendeu minhas mãos acima da minha cabeça,em seguida ele me ajudou a ficar na posição de costas Tony pegou seu cinto ele disse:

-Você se comportou mau?

-Muito.

-Vou precisar castigar você Jensen.

Senti o cinto sendo levemente encostado na minha bunda,e ele aumentava a força em cada batida,eu gritei,Tony disse:

-Hei sem gritos,a Emilly está dormindo.

-Desligou a babá eletrônica? 

-Desliguei.

Ele apertou minha bunda e senti ele colocando seu pênis em mim,minhas nádegas estavam ardendo mas eu ficava excitado eu sentia Tony me dando beijos na nuca,ele me deixava marcas com suas unhas,depois de um longo tempo Tony e eu gozamos e ele saiu de mim.

Nos beijamos por um tempo em seguida trocamos carinhos até dormimos,no dia seguinte acordamos com as ligações desesperada do nosso diretor,o irmão de David era bem pior que ele em termos de gritos,ele ligou pedindo que Tony e eu fossemos para o estúdio que lá ia outro filme.

Como Tony e eu não tinha como deixar Emilly na escola (pois era sábado) tivemos que levar ela para o estudio conosco.

Quando chegamos vi o diretor David junto de seu irmão,David disse:

-Clay?Tony?Como é bom velos,e aí Emilly.

-Garotos,meu irmão e eu temos novidades...A escritora de Harry Potter quer que continuamos a dirigir os próximos filmes do Harry Potter e sabemos que o final vai ser épico ou seja os dois vão precisar trabalhar muito nisso.

-Caraca isso...

-Isso não é tudo Tony...Tim Burton quer dirigir um filme com todos nós.O Lar das crianças Peculiares se vocês aceitarem amanhã mesmo ele vem para discutir o cenários e roteiros e claro o resto da produção do filme.

-Aceitamos com certeza.

Disse Tony e eu continuamos nosso reunião e naquele dia Tony e eu começamos a trabalhar no cenário e no roteiro,Emilly se divertia com nossas coisas ainda bem que ela não dava trabalho,naquele dia na hora do jantar,Tony disse:

-Clay,o que acha de viajar depois desse filme?

-Boa idéia,a Emilly não conhece outros países.

-Clay,eu estive pensando e...Sei que você não vai concorda agora de cara mas...

-Esta me assustando Tony.

-O que acha de declararmos união estável?

Beijei ele até que nós dois cairmos no chão da cozinha eu comecei a pegar no pênis dele por cima da calça,eu soltei seus lábios,e disse:

-Aceito.

-Existe algum canto dessa casa que não batizamos?

-A garagem.

Fomos até a garagem onde tinha o meu carro e o de Tony nos deitamos no chão e fui puxando a calça de Tony enquanto ele ia tirando a minha calça ele perdeu a paciência e acabou rasgando minhas roupas,quando estávamos nus no chão da garagem,Tony colocou as penas na minha cintura e eu levantei mais as pernas dele.

Até que coloquei meu pênis no bumbum dele e começamos nossos movimentos frenéticos ele cruzava as pernas em mim e acompanhava os movimentos de entrar e sair.

Ele ficou de quatro e comecei a foder ele com mais força ainda,Tony começou a gritar e vi que ele já tinha gozado e não consegui me segurar e gozei,caímos no chão exaustos,Tony disse:

-Clay,eu te amo.

-Eu te amo Tony.

Nos beijamos de novo.

Devo contar que Tony e eu declaramos união estável e depois de um mês foi casamento,ele e eu tivemos outro bebê o João Fernando,Tony nossos filhos e eu ainda moramos em Londres e dirigimos os melhores filmes da Inglaterra.

Quanto a Jeff e Brad pelo que eu soube Jeff e Brad estão juntos e morando em Hollywood ainda,o David,Skye e Hannah estão trabalhando conosco aqui em Londres.

***

Estávamos levando eles para seu primeiro dia de aula,Fernando estava correndo para a entrada da escola,Tony o pegou,e disse:

-Calma Nando,a escola não vai fugir de você.

-Tony leva ele.

Emilly ainda olhava para o portão,ela disse:

-Pai,e se me zuarem?

-Emilly Jensen Padilla,você é filha dos maiores produtores de Londres,você já esteve com o Harry Potter,com o Tim Burton e vários outros atores que esses garotos venderiam a mãe para ver,tenha confiança ninguém vai te zoar,mas se alguém te zoar você diz "Pelo menos meus pais construíram Hogwarts".

Ela deu risada e entramos na escola,filhos crescem tão rápido.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...