História Amizade Colorida?? - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lana Parrilla
Personagens Lana Parrilla, Personagens Originais
Tags Lanaparrilla, Outlawqueen, Seana, Seanmaguire
Visualizações 71
Palavras 2.268
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oee negadas voltei com mais uma att, finalmemte né😂😂
Bom não irei enrolar muito aqui, espero que vocês gostem, boa leitura a todos_📄📄

Capítulo 5 - ISSO IRÁ PASSAR


Fanfic / Fanfiction Amizade Colorida?? - Capítulo 5 - ISSO IRÁ PASSAR

Depois de passarmos duas horas dentro se um banheiro masculino, eu e Sean conseguimos sair do radar das fãs. Quando chegamos ao set me despeço dele rapidamente e corro na velocidade de um papaléguas para o trailer de Yas.

— Che.... Che... Cheguei — digo com a respiração ofegante e entrando sem bater na porta.

— Meu deus onde você estava, eu falei pra você estar aqui em dez minutos no máximo e não duas horas depois — ela diz olhando em seu relógio de pulso — E que roupa horrível é essa?

— Um acho que é uma roupa de ginástica — digo em tom de sarcástico

— Eu sei mais... Ai esquece.

— Então onde está o vestido?

— Então... Temos um pequenos probleminha

— Yas que probleminha é esse? —  a encaro.

— Vem comigo, acho melhor você ver com seus próprios olhos.

Saímos de seu trailer e vamos até o ateliê de figurinos do set. Nossa já fazia um bom tempo que eu não ia ao ateliê do set, tinha me esquecido como era grande, na quantidade de maquinas de costura que tinha, na quantidade de tecidos em rolos enormes, no cheiro de tecido novo, nas mesas que ficavam encostadas nas paredes,em cima das mesas haviam crokis de figurinos, um mais lindo do que o outro, nas paredes grudados nos quadros, também haviam mais desenho.

Sigo Yas até o fundo do ateliê, entramos em uma salinha que era onde guardavam os figurinos já prontos e os figurinos das outras temporadas, aquilo ali era literalmente um closet de figurinos, havia acessórios, sapatos e muitos muitos figurinos que ia do chão até o teto de tanta coisa que tinha ali.

 — Eu estava procurando um vestido da Evil Queen que Adam me pediu, e estão eu encontei isso aqui — ela da umas revirada em uma parte de figurinos da minha personagem e tira bem lá do fundo um vestido preto cheio de predarias, e com muito brilho mesmo.

— Nossa ele é lindo — digo passando na mão em suas pedrarias — Não me lembro de ter usado ele em cena. — faço um observação.

— Sim você nunca usou esse vestido foi um dos primeiros que confeccionei para você, porém se bem me lembro, Adam não havia gostado então pedido  para que nós joga se fora.

— Como ele não gostou disso? Olha que lindo.

— No início da série Adam era muito exisgente lembra?

— Como não lembrar, ele fez eu gravar três vezes a mesma cena só pra ter certeza de que ia ficar boa, aquele dia foi horrível, mais não estou entendendo o que é que você quer fazer.

— Não ta óbvio? Quero que você use este vestido hoje na festa

— Mais ele e muito glamouroso Yas não posso e depois Adam vai reconhecer que é um figurino e vai brigar muito com nós e também não podemos usar figurinos fora de cena você sabe que ...

— Lana MEU DEUS VOCÊ E TÃO CERTINHA, manda um foda se para Adam e Eddy eles não mandam em porra nenhuma, podem até mandar lá fora mais aqui dentro, dentro do MEU ATELIÊ, quem manda sou eu.

— Eu não sou certinha só estou sendo verdadeira e depois você que pensa que eles não mandam em nada, Yas eles são donos da série.

— Sim e daí? Lana eles nem vai saber

— Como não? Olha para esse vestido tem pedrarias da cabeça aos pés — digo apontando para o vestido.

— Ai Lana é claro que eu não irei deixar você sair assim né, com tanto brilho, ai vira breguice né, eu quero fazer uma pequena modificações nele.

— Que tipo de modificações? — ela coloca o vestido de volta onde estava.

— Faz um tempo que eu to querendo usar uns tules que estão sobrando lá no galpão  — ela diz saindo da sala, enquanto a sigo — Então por obra do destino desenhei isso — ela vai até uma das mesas onde ficavam os desenhos do figurino e  pega um e me entrega.

— Nossa que lindo — digo observando o vestido preto com saia de tule preta que ela tinha desenhado.

— Então a parte de cima vai continuar a mesma e a de baixo eu quero fazer uma saia armada de tule, aqui na frente um pouco curto e atrás maior, arrastando no chão de preferência — ela explica mostrando o que quer fazer no desenho.*(gente o vestido é esse da foto lá em cima)*

— Mais você vai dar conta de fazer essa saia até a noite ?

— Laninha meu amor, você esqueceu que eu sou a melhor estilista que você já conheceu e depois eu terei uma ajudinha especial.

— Você? Sério mesmo? Você odeia que te ajudem em confecções próprias suas.

— Odeio mais decidi mudar um pouco, e te aconselho também.

— A que? Mudar?

— Sim, você tem que deixar de ser certinha.

— Eu n...

—CHEGUEIIIIII — sou interrompida quando Hanna entra no ateliê.

— Ai MEU DEUS, sério mesmo? Hanna vai te ajudar a fazer meu vestido?

— Sim a própria — Yas fala Comprimentando Hanna, com dois beijos no rosto dela, um de cada lado.

— Oe Lana — Hanna fala me comprimentando com beijos — Então por onde começamos?

— Precisamos pegar o tule no galpão —Yas diz a Hanna

— Então o que estamos esperando?

— Eu estava esperando você Chegar, ta pegando o costume da Lana em chegar atrasada nos lugares.

— Ei!! Eu não tenho esse costume — digo para Yas e faço uma careta.— Bom meninas eu já vou tenho muito que fazer.

— Ah Lana antes que eu ne esqueça quero você no meu trailer as...— Hanna da uma pausa para olhar em seu relógio — As cinco em ponto.

— As cinco?

— Sim as cinco

— Mais o evento é as oito horas e...

— E... Nada, Lana relaxa vai dar tempo — Hanna completa minha frase.

— Mais sabe Hanna to pensando aqui, Lana é sempre enrolada e atrasada, até ela passar aqui vestir o vestido, isso se não tiver que fazer nenhum ajuste pra fazer, já vai uma hora mais ou menos...

— QUE? UMA HORA , TA LOUCA? — Hanna interrompe Yas

— É uma hora, porque provavelmente vai ter barra pra fazer, e ajustes na cintura, e bem isso demora um pouco...

—Demora eu sei, mais não demora uma hora e eu como fico? Preciso fazer a maquiagem e o cabelo dela, isso sim demora pra caramba.

— Mulher deixa eu terminar de falar, então eu sei que cabelo e maquiagem demora por isso você podia trazer as suas coisas aqui para o ateliê ai a gente já arrumava ela juntas.

— A se for assim pode ser então.

— Meninas eu vou indo vejo vocês mais tarde, e não esqueçam vocês vão comigo a festa.

—Okay — elas falam juntas. Yas e Hanna já estavam acostumadas a me acompanhar nas convenções e festas que tinham, afinal elas são minha estilista e minha maquiadora precisava delas.

Deixo as meninas trabalhando no meu vestido e vou para meu Trailer.

Tomo um bom banho  gelado e me jogo no sofá.

Cheguei!! — diz Bex adentrando no meu trailer.

AII!! — digo fazendo carinha de espanto quando a vejo toda verde.

— RA RA RA, Bem engraçadinha você né? — ela fala se sentando no sofá

— O que faz aqui?

— Bom eu estava indo para o meu trailer, tirar toda essa make e me aprontar para a festa quando encontrei com o ator novo, que por sinal é um gato, nós conversamos um pouco e então eu decidi passar aqui para saber o que é isso — ela diz tirando o celular do bolso de sua calça moletom, ela o desbloqueia e me entrega — É claro que você sabe como eu sou curiosa e tals , ou seja, não podia deixar para perguntar na festa.

— MEU DEUS BEX!!!! onde você conseguiu isso? Você não anda me espionando, Anda?

— Claro que não, suas regals já fazem isso por mim.

— Gente olha minha cara...

— Cara de quem ta louca pra fazer um boquete no ator novo.

— BEX!!

— Que!? Eu só trago verdades

— Não, não trás, só diz bobagem mesmo. — pego meu celular da mesinha de centro e dou uma olhada no meu wats, esperava ver alguma mensagem ou ligação perdida de Fred, mais não havia absolutamente nada.

Lana?

— Fala — digo mexendo no celular

— É... Desculpe.

— O que foi — digo ao ver que minha Sis tinha acabado de ficar super séria — Por que está me pedindo desculpa?

— Eu preciso te contar uma coisa, porém estou com medo da sua reação — com essas palavras Bex acaba me deixando preocupada.

— O que você precisa me contar e por que está preocupada com a minha reação?

— É... Bem antes de eu te contar, quero que saiba que eu te amo muito e não quero ver você sofrer, mesmo sendo amigas a pouco tempo eu já sinto que somos amigas a muitos anos, sinto uma ligação que não consigo explicar, se existe vidas passadas de alguma forma você foi muito especial pra mim e eu não quero perder essa amizade que temos, eu não consigo mais imaginar meus dias sem você Lana.

— Own Sis eu sinto o mesmo por você, também não sei explicar o quão forte é essa nossa ligação mais de uma coisa eu sei você nunca irá me perder, mais o que é tão importante que está te deixando assim?

— E sobre o seu namorado, dias antes da gente se conhecer eu estava vindo para o set era umas cinco horas da manhã se eu não me engano e então  vi um carro com um casal dentro e eles estavam... — Bex da uma pausa quando vê algumas lágrimas escorrendo pelo meu rosto. — Lana me desculpe, eu queria ter contado antes mais eu não sabia que era o Alfredo eu achei que fosse um casal normal em uma rua qualquer, só fui saber depois que era ele quando você me mostrou a foto de vocês dois e eu tive medo da sua reação

— Não... Não pode ser Sis, você tem certeza que era ele — ela faz que sim com a cabeça. — Mais por que?? Meu Deus eu sou tão inútil assim??

— Lana você não é inútil, nunca diga isso, entendeu? É ele que não sabe dar valor a mulher que ele tem.

— Mais Sis como ele pode fazer isso comigo, eu sempre fiz tudo por ele eu nunca se quer desejei outro homem enquanto estive com ele, sempre fui fiel

— Lana esse Alfredo é um embuste, otário, retardado, imbecil...

— Não diga isso dele, eu ainda o amo

— Lana estou falando a verdade, um homem que não sabe dar valor a uma mulher não merece nem estar vivo.

— Minha vida está acabada... — digo em prantos.

— Não Lana não está, no fim tudo vai dar certo.

— E se não der?? Sabe Bex ele é a minha razão de viver, não vejo minha vida sem ele .... — tento conter minhas lágrimas, mais isso é em vão, aquilo machucava de mais

— Vem cá — Bex me puxa para um abraço profundo e demorado — Não fica assim vai dar tudo certo.

— Bex eu fui traída, não tem como algo dar certo nisso, eu... eu só queria mudar tudo...  — digo entre um soluço e outro — Eu sou tao inútil, imbecil, não presto nem para satisfazer os prazeres do meu Namorado.

— EI EI EI AGORA JA CHEGA NÉ — Bex fala desfazendo nosso abraço e me olhando nos olhos — QUEM DISSE QUE VOCÊ NAO PRESTA?? E OUTRA VOCÊ NAO É IMBECIL NEM INÚTIL, AGORA VAMOS PARAR COM ISSO LANA MARIA PARRILLA.

— Mais Bex é a verdade, Fred mesmo me disse uma vez quando brigamos que eu não prestava nem para transar.

QUE? ELE NÃO PODE TER FALADO ISSO —ela diz com raiva nos olhos —OLHA ESCUTA AQUI VOCÊ NAO É NADA DISSO DO QUE ELE FALA ESCUTOU, AGORA PEGA ISSO E ENXUGA ESSAS LÁGRIMAS — Bex pega uma caixinha com lencinhos de cima da mesinha de centro e me entrega— Agora Lana você terá que ser forte, temos uma festa para ir hoje,sei que é difícil mais isso irá passar, você vai superar.

— NAO BEX EU NAO IREI... ELE ME TIROU O CHÃO VOCÊ NAO ENTENDE!

— JÁ CHEGA COM ISSO, AGORA VOCÊ NAO PODE FAZER NADA ELE NAO ESTÁ AQUI

— EU POSSO SIM, VOU LIGAR PARA ELE E TERMINAR TUDO — antes que eu possa pegar meu celular, Bex é mais rápida que eu e o pega antes de mim.

— Não você não ira terminar nada por telefone.

— Então eu terei que ser corna? Saber o que está acontecendo e fingir que esta tudo bem?

— Não, você não será corna, você dara o troco

— Que? Esta dizendo que eu devo trai- lo?

— Sim

Que? É claro que eu não irei fazer isso.

— Lana já passou pela sua cabeça que agora ele deve estar lá em Miami com uma amante. — fico em silêncio por alguns minutos — Entenderei seu silêncio com um SIM

Mais...

— Mais nada Lana, a partir de hoje você irá para de ser certinha, parar de pensar um pouco e começar a agir, já chega desse homem, você pode até o amar. mais o que ele faz com você não é certo, ele não te merece, agora vamos levanta deste sofá enxugue essas lágrimas, temos uma festa para ir hoje —ela diz se levantando e estendendo a mão para que eu me levante também.

— Não Bex eu não quero ir mais nesta festa.

— A mais você vai sim, não irei deixar você aqui chorando por um homem que não merece suas lágrimas, agora vamos — Bex me pega pelo pulso e me puxa para fora do trailer.






Notas Finais


Oeeee meus amores desculpe pela demora de att a Fic, espero que vocês tenham gostado desse cp, deixem nos comentários o que acharam e bem é isso até o próximo cp😘😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...