História Amizade pode virar amor?! - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Totalmente Demais
Personagens Personagens Originais
Tags Ficção, Humbertomartins, Pasmartins, Viviannepasmanter
Visualizações 51
Palavras 793
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Necrofilia, Nudez, Self Inserction
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 21 - Grávida?!


P.o.v Vivianne: Eu fui ver o teste e não, eu não estava grávida, comecei a chorar, eu pensei que podia realizar um sonho dele, mas não, eu não consigo, estava me sentindo a mulher mais incapaz, uma mulher que estraga os sonhos das pessoas, fiquei um tempo no banheiro, chorei muito, limpei meus olhos e sai 

H: Amor, te amo sabia 
V: Sabia sim 
H: Que foi? 
V: Nada meu amor (Senta na cama) 
H: Você está bem? 
V: Uhum (Encosta na cama)
H: Ainda está enjoada? 
V: Não 
H: Estou achando isso muito estranho 
V: Porque?
H: Esses enjoos do nada 
V: Não é nada, é algo que eu comi 
H: É né... Depois de comer melancia com manteiga (Da risada) 
V: Para eu estava com vontade 
H: Ta parei, amor é hoje que as crianças vão pra casa do pai? 
V: É sim, daqui a pouco temos que levar 
H: Eu também? 
V: Uhum, não estou me sentindo bem, acho que vou ficar em casa e você leva eles 
H: Se estiver passando mal eu não vou te deixar aqui sozinha, você vai junto 
V: Ta 
P.o.v Humberto: Percebi que ela estava bem triste não sei o porque, ela não quis me falar então achei melhor não perguntar, fui avisar Lara e Edu logo entramos no carro, deixamos as crianças e voltamos pra casa... Estava dirigindo quando toquei no assunto 

H: Amor 
V: Oi 
H: Tem certeza que está bem? 
V: Sim 
H: Ontem eu e o Edu escutamos a sua conversa, é verdade? 
V: O que? (olha pra ele) 
H: Pode estar grávida? 
V: Vamos mudar de assunto por favor 
H: Ta bom, me desculpa 
V: Tudo bem (encosta a cabeça no vidro) 

O caminho inteiro eles não trocaram nenhuma palavra, chegando na casa de vivi, ela subiu e ele seguiu ela 

V: Por que está me seguindo? 
H: Nossa só queria ficar do seu lado, então eu já vou indo 
V: Não fica por favor (Fala quase chorando) 
H: Me conta o que está acontecendo, porque está chorando? (chega perto Dela) 
V: Só queria sua companhia (Abraça ele) 
H: Então eu vou ficar Ta (Se solta Dela e deita na cama) 
V: Obrigada 
H: Não precisa agradecer, vem (Fala chamando) 
V: Eu te amo sabia? (Deita ao lado dele) 
H: Também te amo meu amorzinho (Faz carinho no cabelo Dela) 
V: Você é a única pessoa que eu deixo mexer no meu cabelo 
H: Olha pelo menos eu sou o único em alguma coisa 
V: Besta 
H: Te amo também
V: Amor você acha que eu engordei? 
H: É pra ser sincero?
V: Sim, seja sincero 
H: Um pouquinho, mas te amo do mesmo jeito 
V: Ah minhas roupas estão me apertando, preciso urgentemente de mais roupas ou emagrecer rápido 
H: Não amor está ótimo assim, agora não tenho medo de te quebrar (fala rindo)
V: Me quebrar? 
H: É te quebrar, você era tão frágil, tinha medo de encostar e quebrar 
V: Gosta de mim? Assim? 
H: Claro que sim (Puxa ela pra mais perto) 
V: Eu acho que estou inchada, porque quando o dia está chegando eu fico mais gordinha (Fala rindo) 
H: Tomara que esse dia demore, precisamos aproveitar (Sorri malicioso) 
V: Precisamos aproveitar, mas já está atrasado quero que chegue logo 
H: Está atrasado? 
V: Sim, achei até estranho porque nunca atrasa, mas sempre tem uma vez né 
H: E aquela pergunta que eu fiz no carro? 
V: Vai voltar nesse assunto de novo, por favor eu não quero falar sobre isso 
H: Não confia em mim? Lembra que antes de tudo isso, eu sempre te ouvi, sempre te contei tudo 
V: Eu sei amor, eu confio em você  
H: você está grávida? Se tiver o filho não é meu? 
V: Que Humberto? (Senta)
H: Você está toda estranha, com enjoos, falou pra Marcia que podia ser gravidez, me fala se você estiver grávida, eu vou ficar tão feliz, meu sonho é ter um filho com você  (senta na cama também)
V: Eu não estou Humberto, não estou (Fala chorando) 
H: Não? 
V: Não (Chora mais ainda)
H: Não chora meu amor (Chega mais perto dela e abraça ela) 
V: Eu não vou conseguir realizar esse seu sonho (Abraça ele) 
H: Não tem problema meu amor 
V: Me desculpa 
H: Não precisa pedir desculpa 
V: Eu me odeio, não consigo fazer nada 
H: PARA VIVIANNE, PARA COM ISSO (Fala chacoalhando ela) 
V: NÃO, EU SOU INCAPAZ (Grita) 
H: Meu amor para, amor calma (Passa a mão no rosto Dela) 
V: Me desculpa (Abraça ele)
H: Pode chorar eu estou aqui, vou te ajudar (acaricia ela) 

Depois de alguns minutos ela se acalmou, eles ficaram conversando e logo dormiram, passou algumas horas e ela acordou primeiro


Notas Finais


Sou uma pessoa bem dramática, então tem que ter um drama 🌚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...