História Amizades Fora do Rumo - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Ação, Colegial, Romance, Shoujo, Shounen, Yaoi Etc
Visualizações 4
Palavras 1.044
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishoujo, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Harem, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olha...Demorei, n escrevi e fiquei um tempo pensando pois tava sem criatividade...enfim espero que gostem...na minha opinião ta uma merda...mais vai assim mesmo...Boa Leitura

Capítulo 3 - Despedida


Fanfic / Fanfiction Amizades Fora do Rumo - Capítulo 3 - Despedida

Pov's Akise


Mary me olhava como se estivesse com um desejo de me comer, um silêncio estva entre nós e eu apavorado por sem querer ter feito aquilo.


* FlashBack On *


- A Música ta muito alta ! Não to escutando !

Mary veio correndo até mim e me puxou para o lado oposto ao meu, tentei me apoiar em algo para que ela não me puxasse, não estava entendendo o motivo. Quando passei despercebido, derrubei um vaso valioso de sua família.

- Nãaaao ! -Gritou


* FlashBack Off *

Tudo culpa minha, merda, se eu não tivesse dançado com ela isso não teria acontecido.

Sua mãe não estava em casa, sozinhos em seu quarto eu e ela. A gente tava tentando pensar em algo.

- Desculpa ! Hontoni Gomenasai ! - me desculpei

- E agora ? - olhou séria pra mim - Ok, te desculpo. O que a gente vai fazer ?

- Posso tentar consertar ? Sou bom em consertar coisas. - falei tentando acalmá-la

- Ta ! Então se não ficar igual você vai tentar achar outro porque é muito caro um vaso desses


Pov's Mary

Enquanto eu olhei a hora, Akise tentava consertar o vaso. Fiquei séria, mais com vergonha de ser rude, tive uma idéia, fiz um chocolate quente pra nós.

Entreguei para ele tentando o fazer confortável, sentamos no sofá e ficamos nos observando enquanto um clima silencioso rodeava a casa inteira.

Um pouco depois, Akise terminou de consertar o vaso, fiquei aliviada, era indêntico, ele realmente é bom nesse tipo de coisa.

Nos despedimos e não pudemos mais nos encontrar, pois amanhã eu volto a ir pra escola .

- Tchau ! Até a próxima !

- Tchau, vou ficar com saudades.


Pov's Sebastian

Durante o intervalo na escola, eu e Toka não nos falamos.

- E ai ! Beleza ? Se ta bem ? Você ta estranho, o que ta rolando ?

- Ah nada, só to cansado.

- Não quer nada não ? Quer um lanche ?

- Acho que é isso que to precisando !- Respondi morrendo de fome

Fui até a cantina com o Hector, ele comprou um Cheeseburger pra mim. Apareceu um sorriso enorme no meu rosto, ficamos na bancada da quadra conversando até o final do intervalo.


Pov's Akise

Por pouco eu não me ferro, ainda bem que eu consertei o vaso. Aquelas músicas são legais, vou pedir pra ela me enviar, não é atoa que eu não entendi nada que ela tava falando, a música tava alta.

* Message On *

- Você tá bem ?

- Sim, dpois que você foi embora minha mãe chegou, ela nem percebeu.

- Noss que alívio, fiquei preucupado. Amanhã é o meu penúltimo dia aqui, Gostaria de sair comigo ?

- Ah, tudo bem, depois da escola eu te mando uma mensagem.

- Td bem, eu vou tar te esperando. ^-^

* Message Off *

Hum, oque eu vou fazer pra ter  aquele sorriso hoje ? Talvez eu compre um urso de pelúcia pra ela.

- Obaa-chan ! Vamos passear ? 

- Vamos, eu preciso de alguns ingredientes para o almoço

- Ok, jaja eu volto

Fui até o meu quarto e encontrei minha tia organizando a minha cama, avisei ela e tudo certo.

Meu pai deixou-nos até o mercado, fui até a sessão de brinquedo e peguei um urso cor azul, minha obaa-chan estava na sessão de hortaliças, e pegou uns ingredientes.

Encontrei a mãe da Mary

 - Konichiwa Akazawa-san tudo bem com a senhora ?

- Ah, sim tudo - Respondeu sorrindo

- Hoje posso sair com sua filha depois da escola ?

- Sim, só não traga ela muito tarde, tá ? - Falou um pouco séria

- Tudo bem - me despedi e fui embora

Fui procurar a obaa-chan

- Obaa-chan ! Obaa-chan !  - Gritei procurando - Cadê a senhora ?!

- To aqui, você demorou e ja paguei tudo então  vamos embora. Vamos Fazer um jantar de despedida pra vocês, vai ser um banquete completo

Voltando pra casa vou para o meu quarto e dou um suspiro, pensando em várias coisas.

O que vou fazer quando voltar ? Vou ter que me concentrar nos estudos, vou ficar com saudades da Mary, será que ela vai me esperar também ?

Lembro que convidei a Mary pra sair, acho estranho, ela é a primeira garota que eu com quem eu saio. A última vez que fiz isso me arrependi

-Obaa-chan ! Desculpa mesmo, eu me lembrei que convidei a minha amiga pra sair e eu não vou poder participar do jantar

- Porque não traz ela aqui ? Pra jantar conosco, seria melhor, ja nos conhecemos e podemos conversar

- Ótima ideia, mais não confirmo nada, ela e um pouco tímida então se eu não voltar cedo significa que não iremos jantar aqui

- Hai, Hai. Só não chega muito tarde

- Ja vou. Avisa  o meu pai, tá ?

Fecho a porta e começo andar pela calçada, não muito larga e pouco movimentada.

- Boa noite, podemos ir ? - Falo quando Mary abre a porta pra mim

- Sim - timidademente responde - E onde vamos ?

- Minha avó convidou você pra jantar em casa, mais você pode escolher entre um restaurante também


***


- Ei, Akise ! Você ta bem ?! Fiquei preucupada

- O que estamos fazendo aqui no meio da rua ?

- Do nada você desmaiou enquanto conversávamos

- E desmaiei por quanto tempo ?

- 20 minutos. Eu liguei pro seu pai e ele ta vindo buscar a gente

- Okay

- Então. O que você ta sentindo ? Você comeu algo ?

- Não comi nada, e não lembro o que eu tava sentindo

Meu pai chega fazendo as mesmas perguntas que Mary, entramos no carro nós três, sentado ao lado dela no acento de trás. Um silêncio de preucupação ficou até chegarmos

Bebi um pouco de água e fomos para a sala de jantar, estou desinteressado e com sono, faço a minha refeição e todos conversam. Foi um jantar normal, e no final meu pai levou Mary até a casa da mesma.
Eu ainda estou enjôado e dormi...



São 4:00 da manhã e arrumo as minhas malas pra voltar de viagem, arrumo cada coisa naquele quarto, troco de roupas e vou me despedir da obaa-chan.

Chegando ao aeroporto meu pai faz o checkin e embarcamos no avião, o tempo passou rápido e eu estava cansado e dormi a viagem inteira

Em casa lá estava ele correndo até mim pulou e se jogou em mim, caí no chão apavorado...


Notas Finais


Foi isso...Gostaram ? Me dêem ideias pro próximo cap
Até...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...