História Among Royally~ Larry Stylinson ~Mpreg - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ed Sheeran, One Direction
Personagens Ed Sheeran, Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Gemma Styles, Larry Mpreg, Larry Stylinson, Mpreg, Ned Shoran, Prince, Reis, Royalty, Tronos, Ziam Mayne
Exibições 217
Palavras 1.983
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Fantasia, Ficção, Fluffy, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


A foto aqui em baixo é a Águia do Liam, o nome dela é Sook.

Capítulo 2 - Rebels in the Castle


Fanfic / Fanfiction Among Royally~ Larry Stylinson ~Mpreg - Capítulo 2 - Rebels in the Castle

Todo aquele comprimento estava deixando Louis inquieto. Niall e Zayn se sentaram ao seu lado na sala onde estavam todos conversando. Harry Styles conversava com sua irmã, Lottie. A menina de cabelos castanhos sorria para o príncipe enquanto conversavam, a rainha Jay observava a cena com infelicidade, já seu marido sorria grandemente. Louis se contentou a ficar com as mãos cruzadas sobre o seu colo. 
-Lottie é uma cobra. -Niall disse vendo que seu melhor amigo estava acanhado.

-Verdade, ela tem somente 13 anos, nem mulher é ainda. -Zayn fez uma pequena careta. -Ela nem em seu cio entrou. -Louis sorriu de lado. Em Velha Inglaterra as coisas são diferentes, as pessoas não são mais divididas por ser mulher ou homem, mas por ser alfa ou ômega. Louis é um ômega, isso todos já sabem pelo seu jeito meigo e delicado, isso impõem que ele será como a rainha, ele terá seus mesmos ofícios, ômegas são tratados como mulheres e alfas como homens.

-Meu cio também não chegou ainda. -Louis olhou para Zayn.

-Mas já está tento sinais. -O moreno deu de ombros. -Tia Jay nos contou sobre as noites em que você acorda com febre e suado.

-Só espero não ficar sozinho e ser uma desgraça para minha família. -Louis abaixou seus olhos.

-Você não será. -Niall o assegurou. -Harry só precisa conhecê-lo.

-Algo difícil quando Lottie me ofusca em tudo, ela canta, dança, costura... Eu só sei andar a cavalo. -Choramingou.

-Pelo amor de Deus. Você canta só sente vergonha, dança muito bem, costura não é difícil de aprender, Niall pode ensiná-lo como ensinou a mim e bom que sabe andar a cavalo, pois fiquei sabendo que o príncipe Harry ama esses animais. -Zayn sorriu para Louis. A rainha Jay se pôs sobre seus pés e sorriu.

-Meu filho. -Jay chamou por Louis. Nisso ele conseguia irritar Lottie. Ele sempre fora o favorito de Jay e a mulher deixava claro. Todos os preparativos foram feitos somente pelos dois com uma pequena ajuda da irmã caçula, Fizzy de apenas 11 anos. -Nós, juntos, organizamos um baile de boas vindas, toda a elite de nosso reino vira, em cada quarto há uma vesti a caráter, o baile será de máscara. Sejam todos bem vindos. -Jay sorriu com todo o seu esplendor. Os membros das famílias reais se dispensaram aos poucos, Harry, Ed e Liam ficaram juntos com uma Lottie atrás deles. Louis, Zayn e Niall decidiram se arrumarem juntos.
Louis começou a vestir seu smoke preto, a cauda com detalhes em dourado igual a que esta na parte inferior que cobre seu pescoço e onde os botões estão. O colete de dentro bem acentuado a seu corpo, Louis arrumou sua gravata também em dourado, arrumou a parte exterior do smoke onde a cauda se encontra, vestiu a calça e calçou os sapatos sociais. Uma empregada veio arrumar seus cabelos. Hoje com certeza ele está lindo. Quando a mulher colocou a coroa sobre sua cabeça ele se sentiu maravilhoso como nunca se sentiu antes, por fim pegou a sua máscara preta em forma de lobo e a pós, a renda usada destaca seus olhos azuis como o oceano. Niall está todo de branco, sua coroa sobre seus fios loiros e a sua máscara também feita de renda, mas branca, tampando seu rosto. Zayn está de cinza, a coroa dourada firme em sua cabeça e a máscara em seu rosto o deixando sombrio. Louis sorriu para o resultado.

-Estou bem. -Sussurrou se vendo no reflexo do espelho.

-Sim está. -Zayn riu. Os três ômegas saíram no momento em que Lottie passava com Harry ao lado. A garota está com um vestido vermelho sangue com babados e uma manga bem volumosa, seus seios bem avantajados dando a aparência de que tenha em excesso, o diadema em seus cabelos agora encaracolados e em um grande coque. Harry passou e pela primeira vez no dia viu Louis ali parado. O fôlego se desfez de seus pulmões e um arrepio percorreu o corpo de ambos. O olhar ficou ligado por segundos, mas pareceu uma eternidade.

-Eu vi. -Zayn comentou rindo.

-Viu o que? Não tinha nada para ser visto. -Louis respondeu continuando a andar. Harry estava mais a frente com sua irmã falando. O garoto parecia não estar escutando, pois olhava para trás a cada passo, Louis estava começando a se sentir incomodado, mas então eles chegaram ao destino. 
Ao entrar no salão Louis viu todos da elite ali. Kore estava sentado ao lado de uma cadeira a sua espera. Essa mesa já estava sendo ocupada por Liam e Ed. Os príncipes ômegas se sentaram depois que os alfas os convidaram.

-Ele não saiu do lado da sua cadeira nem em um minuto. -Liam comentou olhando para o lobo. -Ele é lindo a propósito.

-Obrigado. -Sorriu tímido. -Kore é único.

-Kore. -Harry indagou. -Belo nome.

-Obrigado. E a seu leopardo? Qual é o nome? -Perguntou olhando o felino passar entre as pernas do príncipe mais velho.

-Seu nome é Lianna. -Harry sorriu. -Ela é rara. Seus olhos... São azuis.

-E os do Kore são verdes. -Louis disse sorrindo. Harry sorriu de volta mostrando suas covinhas. 
Os cinco Reis subiram no palanque onde o rei Mark iria fazer um discurso.

-Os reinos estão em guerra. O sul já não tem paz. Seu país, Nova Inglaterra, está em guerra com os três países de Depois das Montanhas. Nossos cinco reinos estão aguentando firme, formando laços por meio de casamentos, mas o reino de Homes Chapel e Doncaster não estão ligados, por isso o príncipe Harry será desposado por um de meus filhos, da sua escolha junto do seu pai. Louis, Charlotte e Felicite. -Ao ouvir seu nome Louis se levantou e caminhou em passos lentos até onde sua irmã já estava em uma postura digna de rainha, Kore o seguiu até onde sua irmã estava, parou de frente para todos em uma postura ereta, suas mãos pousadas ao lado do seu corpo. Fizzy parecia imponente, a garotinha estava assustada, então Louis segurou sua mão passando confiança enquanto Lottie olhava com desprezo para aquele gesto, como se fosse um erro. -Meus filhos estão ao seu dispor. Nessa guerra não há espaço para países neutros. Vamos tomar os reinos de Depois das Montanhas, vamos fazê-los pagar pelas mortes. -O rei terminou com um gesto e todos fizeram uma pequena reverência.

-Meu filho. -O rei Desmond continuou. -Completou seus 16 anos, idade boa para ser prometido, quando chegar a idade adulta de 18 anos irá se casar. Porém sua noiva ou noivo ainda não foi prometido, um ômega capaz de dar amor e solucionar problemas aos quais Harry não conseguir, para isso existe a união para um guiar ao outro, minha rainha, Anne, está ao meu lado há 20 anos, somos felizes juntos e espero que o casamento do meu filho também seja. -Com essas palavras todos fizeram mais uma reverência. Louis olhou de relance para Harry e voltou para a mesa.

-Ansioso para ficar desposado? -Zayn perguntou de mãos dadas a Liam.

-Ele não vai me escolher. -Louis assegurou serio. -Olhe: ele já está a jogar seu charme para Lottie. -Sua irmã e Harry dançavam juntos no meio do salão.

-Lute por ele. -Niall exclamou.

-Vou tentar. -Louis se levantou caminhando calmamente com o seu lobo ao seu lado. Ele sempre fora melhor em cavalgada, esgrima, correr e escalar. Louis sabe muito bem que Lottie não gosta que ele seja melhor, mas para que um alfa iria querer um ômega que sabe lutar? Louis sabe cantar, mas a vergonha o limita a cantar somente para sua mãe. Enquanto andava até o outro lado viu algo estranho do lado de fora. Pessoas com roupas pretas iguais à noite. Um dos homens parou e olhou para si. Ele soube que os rebeldes das montanhas estavam ali.

-Pai! -Gritou atraindo a atenção de várias pessoas. -Pai!

-O que foi Louis? -Mark arranhou. -Não vê que estou ocupado?

-Há invasores no palácio, rebeldes das montanhas entraram no castelo. Vi um dos seus na janela, se mandar os guardas irem ao seu encontro creio que não...

-Cale-se! -Mandou com o maxilar travado. -Já não basta ser uma desgraça para nossa família tem que nós fazer passar vexame? Saia. Vá para o seu quarto! -Mark gritou irritado.

-Mark você deveria se acalmar e ver se o garoto não está dizendo a verdade. -Desmond disse sorrindo para Louis.

-Não, eu conheço esse menino, deve ser mais um de suas ladainhas. -Mark bufou.

-Mark você realmente deveria ir conferir... –Bobby Horan murmura sério.

-Não! -Mark gritou impaciente. -Agora, vá para o seu quarto. Não quero ver seu rosto por hoje. -Louis suspirou e assentiu para seu pai. Caminhou para o seu quarto com todos o olhando. Lottie deu um olhar debochado e quando passou por ela a mesma disse "Mal começamos a lutar pelo príncipe e já está a pagar vexames". Aquilo fez com que Louis corresse para o quarto. Toda vida Louis foi um ômega diferente, não seria agora que iria mudar. Kore logo ao adentrar o local apontou o furinho para uma passagem secreta usada somente em invasões de rebeldes. Louis logo entendeu o que seu lobo dizia. Acionou a alavanca e adentrou. Pegou as armas que estavam todas naquele corredor extenso. Mais rápido do que foi colocado tirou o smoke. Vestiu uma calça de couro escuro, permaneceu com sua blusa branca social, pegou um colete de couro de veado e o pós apertando bem, calçou suas botas e pegou o cinto embainhando a espada na lateral, junto colocou adagas e facas, mas a sua arma estava em cima da cama. Kore já havia o colocado ali. Louis pós a bolsa de flechas nas costas e pegou o arco repousado na cama.

-Kore, volte para o salão e proteja meus irmãos menores e a minha mãe. -Ordenou ao lobo. O ômega em um movimento rápido e ágil subiu no parapeito do castelo, olhou para o lobo que assentiu com sua cabeça e como um fantasma se distanciou. Louis continuou no parapeito pulado de uma janela para a outra como um gato. 
Lá em baixo os rebeldes apontavam flechas para a cabeça dos convidados, Louis pegou três de suas flechas e apontou uma para cada rebelde. Ele não tem medo de lutar, por isso atirou sem piedade. O rosto neutro. Pulou até o andar de baixo onde sentiu um estrondo e vários rebeldes passaram por si entrando no salão. Ele pegou três flechas novamente e atirou. Seu pai o olhava com ódio, a culpa não é sua, nunca foi. Ele viu um dos rebeldes fazer sua mãe de refém e atirou no meio de sua testa sem dó. Harry observava ele lutar, mas logo pegou uma faca da bainha de Louis e o acompanhou. 
Quando os guardas fizeram todos os rebeldes de referem Mark veio ao encontro de Louis igual a uma fera.

-O que acha que está fazendo? -Gritou para que todos ali escutassem.

-Salvando sua vida! -Louis respondeu sem pudor.

-Ah, faça mil favor...

-Ah faça mil favor você! -Louis apontou o dedo para o pai. -Eu só sai do meu quarto, arrisquei minha vida para vir até aqui para salvar minha mãe e irmãos.

-E Harry? -Seu pai riu. -Eu sei que você o quer, mas ele quer uma ômega que saiba costurar, saiba cantar, saiba...

-Pelo menos contar até 10. -Louis respondeu rindo. -Não importa, porque Lottie nem no cio passou, como vai satisfazer Harry?

-Então você pode satisfazê-lo? -Mark perguntou sério.

-Não sei, ele quem decidi, mas não me ponha a baixo daquela megera ao qual chama de filha. -Disse se virando e indo de encontro ao seu lobo.

-Tranquem o quarto desse insolente, não o deixem sair, tranquem a porta da varanda também, não quero ele fora de lá até eu dizer que é para sair. -Mark gritou e Louis bufou virando o corredor.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...