História Among Royally~ Larry Stylinson ~Mpreg - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ed Sheeran, One Direction
Personagens Ed Sheeran, Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Gemma Styles, Larry Mpreg, Larry Stylinson, Mpreg, Ned Shoran, Prince, Reis, Royalty, Tronos, Ziam Mayne
Exibições 224
Palavras 1.678
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Fantasia, Ficção, Fluffy, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Aqui em baixo o tigre das montanhas do Zayn, o nome dele é Layw

Capítulo 3 - Meeting horse


Fanfic / Fanfiction Among Royally~ Larry Stylinson ~Mpreg - Capítulo 3 - Meeting horse

A luz da aurora adentrou pelas janelas trancadas por cadeados. Louis nunca foi de acordar tarde, pelo contrário sempre acordou ao amanhecer. Pegou suas roupas e as descansou em cima da cama. Adentrou na água fervente que sua dama havia deixado ali, se despiu com dificuldade e entrou na banheira. A porta de seu quarto se abriu em um tranco e uma garota de fios ruivos longos, olhos claro, vestida em um vestido bege entrou. Era sua dama, Kayterin. Ela olhou as roupas em cima da cama e deixou um vestido verde. 
-Vou lavá-lo. Seu pai pediu e disse que era para estar pronto antes do café. -Kayterin despejou óleo odorífero na água, o cheiro de morango invadia todo o quarto, Louis se sentia aquecido. A mulher esfregou suas costas e pernas. Ela lavou seus cabelos. 
Depois de limpo a dama o puxou para fora da água e o secou.

-Tomarei meu banho agora. -Informou.

-Kay, você é minha amiga, para de agir assim! -Louis revirou os olhos.

-Pensei que você gostaria que eu o tratasse assim enquanto as outras famílias reais estão aqui. -Louis vestiu sua calça social, sua blusa de frio feita de lã, as botas em marrom e um casaco por cima de algodão.

-Pensei que você soubesse que é mais que uma dama de honra. -Louis arqueou as sobrancelhas.

-Ok. Já volto. -A ruiva adentrou no banheiro. Diferente de Louis, Kayterin vem de uma família pobre, em seus 16 anos foi prometida a um lorde ao qual vai erguer sua família a posição melhor. Louis arrumou seus cabelos com os próprios dedos e colocou a sua coroa meio torta na cabeça. Ele sorriu e aguardou Kay sair do banheiro, ela se trocou sem pudor na frente do ômega, afinal Louis é um ômega como si. Ela vestiu a roupa íntima, a pequena túnica feita de seda, logo depois vestiu a grande saia e por fim o vestido verde esmeralda. Em sua cabeça uma pequena tiara de prata, seus cabelos presos por ela.

-Vamos? -Louis se levantou dando o braço para ela.

-Sim. -Ambos saíram, mas se soltaram assim que um guarda passou por eles. Louis sorriu enquanto Kore vinha brincando com a gata de Kayterin, Mihha. Quando chegou ao salão de refeiões, a grande mesa já estava cheia pediu licença e se sentou com Kay ao seu lado.

-Bem... -Mark olhou para o filho. -Hoje os alfas decidiram treinar esgrima ao ar livre e os ômegas iram cavalgar, Harry irá junto para começar a conhecer seus pretendentes. -O rei voltou a se sentar e comer. O príncipe olhou para Harry e viu as esmeraldas do mesmo o fitando.

-Lembra-se de como se cavalga? -Kay lhe perguntou.

-Claro, por quê?

-Eu não me lembro. -A ruiva disse tensa.

-Quando subir no cavalo você se lembra. -Louis sorriu gentil.

Os estábulos são bem limpos, grandes até. Todos foram de encontro ao seu cavalo, Louis logo foi de encontro a sua égua. Mark e os outros já estavam indo caçar, Harry ficou para conversar com seus pretendentes, como o rei se refere a eles, as rainhas ficaram para andarem a cavalo enquanto conversam, Niall e Zayn ficaram com seus pretendentes. Então restou para Louis ficar com Kay. A garota ruiva subiu em seu cavalo, o ômega de olhos azuis teve que ajudá-la, mas isso foi o de menos. Depois de montado ele se movimentou com sua égua. Lottie observando tudo com um sorriso em deboche.

-Não sabe andar a cavalo Louis? -Perguntou risonha. Louis a olhou sorrindo. Deu dois passos com a égua para trás e saiu a trotes em direção do grande campo deixando Lottie com a boca aberta para trás. O príncipe havia aprendido a cavalgar com sua mãe, não duvidara nada que aprendeu a andar de cavalo antes de saber andar com suas pernas.

-Príncipe! -A voz de Harry ecoou a suas costas.

-Sim? -Virou-se de abrupto.

-Wow. -O outro príncipe deixou escapa quando Louis virou sua égua. -Permita-me dizer que vossa alteza cavalga muito bem.

-Obrigado. -Louis corou. Ambos seguiram na mesma velocidade para o horizonte.

-Hoje depois do jantar, o que me diz de ir até meu quarto e ficarmos olhando as estrelas? -Ele arqueou uma sobrancelha.

-E-eu... –Louis o olhou sentindo o rubro tomar conta de suas bochechas. -Ok, mas só ver as estrelas.

-Só admiraremos as estrelas. -Harry sorriu. -Me diga, porque um ômega brande uma espada melhor que o pai? E essa postura? Onde aprendeu?

-Aprendi tudo enquanto Lottie tentava ser uma "rainha" com meu pai. -Riu de leve. -Para ele ser rainha é cantar, costurar, saber faturar e tocar algum instrumento... Enquanto ela aprendia esse tipo de coisa minha mãe me ensinava o que realmente importava. Ela me ensinou a brandi, a cavalgar, a ler, a escrever, a contar... Saber contar as faturas da casa... Ensinou-me a lutar e me ensinou a ter postura. A hora certa de falar e de ficar calado.

-Vossa alteza, certamente é um verdadeiro líder, feito para liderar. -Harry sorriu.

-Esta me fazendo pensar que eu sou uma escolha. -Louis riu de leve.

-Mas você é a minha escolha. -Harry disse baixo, mas Louis escutou. O garoto parou de andar e olhou para o alfa. -Quero dizer, todos vocês são uma escolha, não eliminei hipótese alguma.

-Sua escolha já esta clara para todos, Alteza. -Louis abriu um sorriso de lado.

-Esse sorriso é lindo. -Harry disse olhando-o.

-Lindo? -Louis parou de trotar.

-Sim, não percebe a tamanha beleza que carrega consigo? -Harry disse deixando seu cavalo ao lado do de Louis de modo que eles ficassem lado a lado.

-Não sou tão belo assim. -Louis sorriu corando.

-Você é... -Harry beijou-lhe a bochecha fazendo Louis encara-lo espantado. Ao longe Anne e Jay viam a cena ao lado de Lottie e dos outros. A garota apertou os pelos do cavalo o fazendo erguer seu corpo a jogando no chão.

-Oh! -Louis exclamou quando o cavalo passou por ele. -Pronto... Pronto. -Sussurrou para o cavalo assustado. -Se machucou Lottie?

-Vai se fuder. -Disse séria se retirando do local.

***

A brisa fria fazia com que os corpos deitados sobre o manto no chão da varanda procurassem por contato. 
As estrelas brilhavam enquanto o casal permaneciam calados. 
-Sabe... Minha mãe costumava me dizer que as estrelas são guardiões, que cada estrela é o guardião de alguém. -Harry falou quebrando o silencio.

-Para mim as estrelas são muitas coisas... Uma delas é a esperança... -Louis sussurrou olhando cada uma das estrelas.

-Elas poder ser o amor? -Harry perguntou virando seu rosto de encontro ao do príncipe menor.

-Sim. -Louis também virou seu rosto. -Elas podem ser tantas coisas... Posso lhe fazer uma pergunta?

-Faça. -Harry disse em tom calmo.

-Porque eu estou aqui? Você vai convidar Lottie para passear ou talvez ler? -Louis se sentou com os joelhos juntos ao seu corpo. Harry logo se sentou ao seu lado e pegou-lhe as mãos.

-Louis... Uma verdadeira rainha sabe se comportar, ela não se joga nós braços do pretendente, ela não usa roupas de mulheres dadas. Uma rainha sabe o que dizer e quando ira dizer. Uma rainha sabe liderar. -Harry olhou nos olhos de Louis. -Ainda estou escolhendo...

 -Então você sairá com ela?

-Terei. -Harry suspirou. -Mas como já disse todos sabem minha escolha.

-E quem é essa escolha? -Louis olhou para os olhos verdes esmeraldas de Harry e se aproximou. Seus lábios de tocaram levemente, sem malicia, somente um selar. Foi íntimo, profundo, somente dos dois, porém mais ali há frente no jardim Lottie via tudo. Ela não deixaria assim. Vingar-se-ia, só não sabe ainda.

-Não diga nada. -Harry sussurrou. –Desculpe por isso, não foram minhas intenções para essa noite.

-Eu correspondi, não foi total culpa sua Vossa Alteza. –Louis abriu um sorriso radiante e soltou o ar preso em seus pulmões.

-Permita-me lhe chamar de Louis? –Os lindos olhos do outro príncipe fazia Louis perder a noção de tempo, ele seria sua perdição.

-Permito se permitir-me lhe chamar de Harry Alteza. -Louis sussurrou de volta.

-Então lhe chamarei de Louis de agora em diante. -Disse simples.

-Assim lhe chamarei de Harry. -Louis sussurrou. –Posso contar-lhe um segredo?

-Claro Louis.

-Sempre pensei que preferisse minha irmã. –Confessou.

-Não. Ela pode até ser bela, mas não tem a fibra que sua mãe tem. Perdoe-me pelo comentário, mas até parece que ela é uma bastarda. Seus olhos são azuis claros, como se o céu estivesse nublado, sua pele é clara de mais para ser uma Tomlinson, seu rosto não é igual ao do senhor seu pai é nem a da senhora sua mãe. Ela parece e ao mesmo tempo é tão diferente dos Tomlinson's. -Harry falou serio

-Mas ela leva o nome Tomlinson... -Louis olhou para Harry.

-Bastardos podem levar o nome da família se assim eles quiserem. -Explicou. -Não quis ofender, mas você é tão parecido com sua mãe, Fizzy é igual ao pai e a mãe, as gêmeas são uma cópia de Jay e aparentemente tem os genes do pai, os gêmeos menores são meio a meio, já Lottie é somente a cópia de Mark, não existe nada de Jay nela. Os cabelos castanhos, os olhos azuis igual ao oceano, o rosto delicado ou a personalidade forte... Ela somente tem de Mark. -Falou olhando para as estrelas novamente.

-Lottie é... De qualquer modo, a favorita de meu senhor pai. -Louis ponderou. -E seus pais, o que pensam sobre mim?

-Minha mãe já marcou a data de nosso casório com a sua mãe. -Disse rindo.

-E seria em qual dia? -Perguntou curioso.

-12 de junho, dia dos casais apaixonados, dos querubins. -Harry falou mordendo o lábio.

-É uma data perfeita. -Louis comentou sorrindo.

-Também achei. -Disse olhando os grandes portões da província onde fica o castelo real.

-As flores estaram abertas. -Suspirou o ômega. -Podemos nós casar na igreja de Sâmia.

-Aqui? -Ele olhou para as casas coloniais espalhadas pela província.

-Sim... Se você me escolher, é claro. -Louis sussurrou olhando para Harry.

-Você já disse, todos sabem minha escolha. –Riu tornando a se deitar na manta.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...