História Amor? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Shoujo
Exibições 5
Palavras 868
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Bishoujo, Bishounen, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Fantasia, Poesias, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Me Desculpe qualquer tipo de erro e boa leitura.😘😘😘

Capítulo 1 - Perigoso


Fanfic / Fanfiction Amor? - Capítulo 1 - Perigoso

       Meu nome é Aline e hoje eu vou conhecer meus novos pais ,sim,eu vou ser adotada,eu moro em um orfanato desde que nasci e agora com 15 anos ,estou sendo adotada eu ainda não vi as pessoas que irão me adotar mais eu sei que é uma família que tem 2 filhos e uma filha, mas eu ainda não sei a idade deles.

      Eles chegaram para me buscar ,estou muito ansiosa para conhecê-los sempre sonhei em ter uma família, enfim,eles chegaram.

     Desci as escadas do orfanato com minha mala,dentro dela tinha poucas coisas afinal, o orfanato tinha muitos problemas as vezes chegava a faltar comida ,mas eles se esforçam muito e nos tratam com carinho isso pra mim já é o suficiente, quando desci as escadas do orfanato todos estavam lá para se despedir eu comecei a chorar foi uma despedida triste e ao mesmo tempo feliz. Com muita tristeza eu disse:

- Adeus

   Quando eu sai de dentro do orfanato tinha um carro me esperando na frente do orfanato, eles me mandaram entrar sem eu ao menos ter visto o rosto deles.

- Olá, eu me chamo Deise e daqui em diante eu serei sua mãe. Esse que está aqui ao meu lado é marcos e ele será seu pai de agora em diante quando chegarmos em casa você vai conhecer seus irmãos e sua irmã.

- Eu me chamo Aline,é um prazer conhecê-los.

- Não precisa ser educada, me chame de mãe.

   Nós chegamos na casa deles era em um bairro muito nobre e a casa era enorme, eu nunca tinha visto uma casa tão grande na minha vida .

- Vamos entre eu estou muito ansiosa para você conhecer seus irmãos.

- Sim,senhora.

- Me chame de mãe não precisa ter vergonha.

-  Mãe.

- Você é tão fofinha.

- obrigada.

    Nós entramos dentro daquela enorme casa ela foi correndo chamar meus novos irmãos, ela desceu as enormes escadas com dois jovens lindos e uma menina.

- Vamos se apresentem a sua irmã.

- Prazer em conhecê-la eu sou sua irmã mais nova tenho 14  anos  e me chamo Karina.

- Prazer em conhece-la  eu sou o mais velho me chamo Maurício e tenho 16 anos.

- prazer conhecê-la eu sou o irmão do meio,me chamo Pedro e tenho 15 anos.

- Eu sou Aline é um prazer conhecê-los.

      Todos nós sentamos no sofá e começamos a nos apresentar direito e falar coisas que aconteceram na nossa vida.

Karina - irmã, me conte como você chegou ao orfanato.

    Eu fiz uma cara de choque.

Pedro - Se você não quiser falar não precisa.

Aline - não tem problema.
A diretora do orfanato disse que assim que abriu o orfanato uma mulher levou uma sexta e eu estava dentro dela e essa mulher falou: cuide dela o nome dela é Aline um dia eu virei busca- la,mas ela nunca veio me buscar.

     Eles ficaram com uma cara de surpresos com o que eu tinha dito.

Mãe - Aqui na nossa casa eu vou fazer de tudo pra que nada te magoe novamente.

Aline - obrigada.

Pai - Chega dessas caras de tristeza e vamos mostrar o quarto dela. 

Nós subimos uma enorme escada  e chegamos num corredor onde tinha cinco portas .

Mãe - Esse quarto aqui é o meu e o que está na frete é o seu,vamos entrar.

     Nós entramos, o quarto era enorme parecia o quarto de uma princesa, era muito bonito.

- Nossa.           Falei baixinho quase suspirando.

Mãe - Que bom que você gostou ,eu não sabia do que você gostava então pensei que não fosse gostar.

- É lindo,impossível alguém não gostar.

Mãe - fico feliz que você tenha gostado. Agora vamos mostrar o resto da casa.

     Eles me mostraram a casa inteira ,ela era enorme seria fácil se perder dentro dela,nós voltamos para a sala e sentamos no sofá.

Mãe - filha, eu já fiz sua matricula na mesma escola dos seus irmãos ,amanhã começa as aulas,espero que você goste de lá. Agora vamos jantar.

    Nós jantamos e depois eu tomei banho e fui para o quarto .
     Me deitei e fiquei pensando em tudo que tinha acontecido primeiro minha mãe é muito alegre, meu  pai é muito fechado,tenho uma irmã muito divertida e dois irmãos gatos. fui dormir.
      Acordei de madrugada morrendo de sede,sai do quarto desci as escadas e já não sabia mais aonde eu estava,me perdi,fiquei procurando o lugar por onde eu vim mais não encontrava e então decidi me sentar encostada na parede e esperar o dia amanhecer.
    Comecei a escutar passos e comecei a chorar desesperada.

Pedro - O que você está fazendo aqui?

   Sem ao menos perceber eu pulei encima dele o abraçando e chorando.

Aline - eu me perdi.

  Ele ficou calado ,e me abraçou e foi ai que eu percebi o jeito que eu estava agarrada nele.

Aline - Desculpa,mas você pode me levar até o quarto.

Pedro - sim.

  Ele segurou na minha mão e fomos até o quarto.

Aline - obrigado por ter me trazido.

    Me deitei de novo e percebi que tinha me esquecido que eu estava com cede,e fiquei pensando que seria perigoso morar com dois meninos lindos.


Notas Finais


Espero que tenham gostado,bjs meus nekos 😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...