História Amor - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Casal, Declaração De Amor, Drama, Novela, Poesia, Romance
Visualizações 10
Palavras 543
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Poesias, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Capitulo Único


Conheço cada uma das tuas doces palavras, Luz de Minha Vida e, além disso, conheço a ti, por isso sei que mentes. Não mentes com tais doces palavras, reconheço, mas vejo cada uma dessas doces mentiras quando me olha, quando me toca, quando me beija...

Sei que gosta de mim, digo, do meu corpo, mas acha mesmo que isso será o suficiente? Digo que não será, minha amada, pois o amor é mais difícil do que isso, e muitas pessoas apenas fingem aceitá-lo, quando não estão fazendo nada mais do que se enganarem e a outros.

O amor, querida, é o calor que sentimos quando estamos próximos. O amor é um pensamento bom em meio ao caos dos dias que correm, e como tais dias, ele se transforma. Pense nele como uma lagarta, sim, uma lagarta, que logo se transformará em algo belo. O amor começa sorrateiro, e quase sempre vem sem ser convidado, e podemos acolhê-lo e aceita-lo ou negá-lo até que essa negação nos corroa e nos faça definhar. Ao aceita-lo comprometemo-nos com algo além de nossa compreensão, além de qualquer pensamento lógico ou explicativo, e mesmo sem entendê-lo, nos sentimos bem.

A borboleta alça voo de nossos estômagos, transformando-se diante de nossos olhos. É uma coisa frágil esse tal de amor, repousando sobre a sua crosta de gelo fino. Um passo em falso e tudo desmorona e já não há mais o sentimento de bem estar. Há apenas as paredes cinza ao nosso redor e os cacos do que fora o amor no chão, cortando-nos. Não vou dizer que a dor daquele momento durará para sempre, pois, lembre-se, tudo e todos são passageiros. Por mais sólido que tudo pareça ser perante nossos olhos, vemos que são feitos de fumaça quando tentamos tocá-los. A dor passa, sim, sempre passa. E independente disso, saiba que terá cicatrizes e feridas que sangrarão à menção de um nome, ao pensar em uma lembrança, de um rosto, de uma mania do outro...

Agora, pergunte-me: Se ficaremos tão mal depois do amor, por que amar?

E eu responderei: Porque o amor não é apenas amor, é o nome dado a um conjunto de outras coisas, coisas boas e ruins. Felicidade, esperança, tristeza, receio, medo, paz, alegria, emoção... Sentimos tudo isso e mais quando amamos.

O amor é também... Um olhar! Sim, sim, um olhar! Um pensamento carinhoso, um sorriso sincero, um abraço, um par de mãos dadas, com dedos entrelaçados ou apenas mãos juntas pelos dedos mindinhos, quase como se fizessem uma promessa. O amor é preocupação, cuidado, um beijo na testa ou nas costas da mão.

Antes eu não sabia quem era, estava perdido na escuridão, vagando sem realmente ir a lugar algum. Você foi meu farol, atraindo-me para fora daquele inferno negro com sua luz brilhante, dando-me assas para que pudesse voar, e agora já não quero voltar a pisar no chão. Ouça o som do meu coração, já que está perto, e ouvirá que ele está chamando por ti.

O amor é tudo, tudo que há no mundo que vale realmente a pena. Então não minta para mim agora. Meu coração é seu, assim como a minha vida é sua. Ama a mim como eu a amo, ou sou apenas outro tolo apaixonado?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...