História Amor a cor de rosas - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Anna Heartfilia, Cana Alberona, Charlie, Elfman Strauss, Erik (Cobra), Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Grandeeney, Gray Fullbuster, Happy, Igneel, Jellal Fernandes, Jude Heartfilia, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Layla Heartfilia, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Loki, Lucy Heartfilia, Macao Conbolt, Makarov Dreyar, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel, Pantherlily, Romeo Conbolt, Wendy Marvell, Zeref
Tags Esporte, Fairy Tail, Gale, Gruvia, Jerza, Nalu, Revelaçoes, Romance, Romendy
Exibições 73
Palavras 5.802
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Esporte, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi desculpa eu sei, postagens quarta e sábado, mas é que eu não estava em casa e não pude postar, sinto muito, eu tenho só que avisar que o Hiatus que eu comentei no capitulo passado pode ou não ainda acontecer, mas obrigado aqueles que estão acompanhando a história e ainda não desistiram dela, não penso em abandonar só quero faze-la o máximo possível bom para que todos gostem, obrigado pela atenção e se divirtam por que Lucy vc terá uma surpresa repentina, vamos ao capitulo !!! ^^

Capítulo 10 - O jogo e a aparição repentina de Jude


Fanfic / Fanfiction Amor a cor de rosas - Capítulo 10 - O jogo e a aparição repentina de Jude

Durante aquela noite, eles tocaram várias e várias músicas, mas só depois que um deles percebeu que era três da manhã, todos decidiram se arrumar para ir embora, afinal amanhã seria o jogo que tanto estávamos esperando, decidi também ir para minha própria casa para não ser um incomodo, mas fui agarrada por um braço musculoso, era os de meu rosado, olhei para ele e o abracei, subimos as escadas, e vimos Igneel na cozinha fazendo algo.

- Pai, a Lucy vai dormir hoje aqui, pode ser ? - Perguntou o rosado, e o mesmo apenas disse um "Tá bom !!!" então o mesmo continuou. - E o que você esta preparando para agente comer, tá com um cheiro muito bom !!! - Novamente o pai de Natsu respondeu a ele rapidamente "Curry", só percebi depois que os olhos do rosado haviam ficado brilhantes, nos sentamos e nos servimos de um prato de curry assim que ele o terminou de fazer.

- Então Lucy, é verdade que amanhã será o seu grande jogo contra o meu filho ? - Perguntou ele com tanta calma, mas por dentro eu pude reparar que o que ele queria era ver o potencial do Natsu esmagando agente no jogo.

- Sim, e eu não darei nenhuma trégua o jogo inteiro, irei vencer custe o que custar, e mesmo que eu cai vou me levantar e tentar marcar o máximo possível pelo meu time !!! - Falei com motivação naquela hora, só percebi o rosto do pai do rosado mudando para uma cara super feliz enquanto o outro cortou o silencio falando para mim.

- Então venha com tudo, meu time não deixará você encestar nenhuma cesta, porque a nossa defesa não possui brechas, principalmente quando o assunto são meninas do outro lado. - Juro que isso foi para me provocar antes do jogo, mas sendo namorada dele, tenho que aceitar, o time dele não deu trégua nem no treino, imagina no jogo em si, será pior ainda.

- Se os dois já declararam guerra entre os seus times, vamos terminar de comer o curry antes que ele fique frio para poder ver um filme, peguei o mais assustador possível. - Falou ele, eu já me assustei afinal, eu só gosto de filmes de comédia, romance ou um terror leve, mas um forte como esse, acho que é capaz até de eu sair correndo.

Cada um terminou de comer, e fomos para a sala assistir ao filme, me sentei ao lado do rosado enquanto o filme começava, ele mostrava a história de uma menina que foi morar em uma casa abandonada porque ela não acreditava em fantasmas e nem em ilusões, ela passou dias na casa sem comer, por falta de alimento e dinheiro, suja, por causa da falta de higiene e água, e também dormia no chão por que a capa estava cheia de aranhas e alguns bichos mortos, certo dia enquanto ela se via no espelho algo realmente assustador aconteceu, seu corpo começou a ser banhado em sangue, seus olhos soltaram para fora, marcas de unhas fortes apareceram o sangue escorria e mais ela gritava, sem perceber eu estava atrás do sofá chorando de medo.

- Calma Lucy, o filme não é real, não tem porque você se preocupar isso nunca vai acontecer... - Antes que ele continuasse, nos olhamos para o lado e vimos seu pai caído no chão com sangue escorrendo por sua camisa, demos um grito e corremos dali, ficando o  mais longe dele, foi quando de repente.

- Peguei vocês, deviam ver as suas caras, quando me viram no chão manchado de ketchup, vocês estavam muito engraçados !!! - Ele não parava de rir, depois de ter feito isso, realmente eu agora conheço o tal Igneel que o rosado havia me contado antes de termos vindo para cá, nos sentamos novamente no sofá para ver o resto do filme, mas não escutamos direito porque o seu pai não parava de rir, aquilo que havia acontecido foi muito vergonhoso.

Já estava na hora de dormir, o filme já havia acabado, e todos para seus quartos, eu fui para o quarto de Natsu, vendo um quarto bem arrumado, não havia uma bagunça se quer para arrumar, eu estava impressionada, pensei que como ele era um rapaz seu quarto estaria bagunçado como o de um qualquer, mas isso sim foi uma surpresa, não sabia onde deixar não tinha colchão nem nada, foi quando vi o mesmo cedendo um espaço de sua cama, para eu me deitar junto a ele, fui andando, e percebi o mesmo me puxando me jogando a seu lado, selando nossos lábios em um beijo quente, selvagem e carinhoso.

- Como eu senti falta de te beijar pelo menos uma vez ao dia, minha querida loirinha !!! - Eu só pude ficar vermelha, mas retomei nosso beijo com um novo, mas dessa vez calmo e gentil, nos separamos depois de alguns minutos pela falta de ar,  e  nos abraçamos enquanto as suas mãos acariciavam meus fios de cabelo, a minha acariciava seu abdome, e sem perceber caímos no sono.

Quebra de tempo

Já era de manhã, o sol passava raspando pela janela do quarto de Natsu, as cortinas tampavam a entrada de mais luz no local, me levantei com calma, sentindo uma mãe envolta de meu abdome, era a do rosado, era tão quente, mas mesmo assim eu tenho que me preparar para o jogo, hoje teremos dois jogos, o primeiro será contra a Mermaid Heel e o segundo será contra o grupo masculino da Fairy Tail, caso um de nos ganhe iremos para as quartas de finais, aonde o jogo realmente começa, balancei o rosado fazendo aos poucos o mesmo se despertar, sendo que no começo ele reclamou um pouco, até perceber que também tinha que ir.

- Vamos o atrasado, se não eles começam o jogo sem a nossa participação, e além do mais, eu quero jogar pelos menos um pouco, mesmo que seja só alguns minutinhos, para mostrar o quanto eu melhorei até agora !!! - Senti alguém beijar minha nuca, me virei e vi o rosado com um sorriso extremamente grande em seu rosto, e o mesmo apenas falou.

- Eu já vi o quanto você melhorou durante esse pequeno tempo, por isso, mostre a elas quem é a melhor. - Falou ele, lágrimas de alegria brotaram de meus olhos, não pude resistir e dei a ele um abraço bem apertado que logo foi bem recebido com um abraço vindo dele, até ouvirmos a voz de seu pai.

- Vamos logo crianças, só falta mais vinte minutos antes da grande abertura dos jogos, se atrasar eu não poderei fazer nada, com se vocês poderão ou não entrar para jogar !!! - Gritava ele com um certo tom de raiva de ter que esperar por horas nos nos arrumarmos, além do mas o tempo é curto, e ele é precioso nesses exatos minutos, nos arrumamos por completo, descemos as escadas, comendo uma torrada, e partimos junto a Igneel, para o jogo que tanto esperamos.

Estávamos quase chegando faltava apenas mais uns três minutos, entramos, e fui logo me encontrar com o meu time, que me recebeu com as seguintes palavras "Atrasada, o jogo logo vai começar, vai se arrumar !!!", me arrumei, colocando minha camisa que carregava o número cinco, antigamente quem carregava esse número era a melhor jogadora do time, então todas ouvimos, a abertura do primeiro grande jogo do ano, a apresentação dos primeiro dois times que iriam se enfrentar agora.

- Bom dia meu lindo povo, hoje aqui presente comigo para esse maravilhoso jogo, está o senhor Yajima-san e o próprio rei da cidade de crócus, vindo especialmente para falar um pouco o que ele acha dos times que estão para jogar agora, irei apresentar então o primeiro time, Mermaid Heel, as suas jogadoras são, Kagura, a líder do time, Beth, a famosa salvadora do time, Millianna, a vice capitã do time, Risley, como a defensora, não permitindo ninguém encestar, Arana, como a guardiã do time, e por ultimo uma pessoa que não temos informações e nem dados sobre ela, mas sabemos que ela começou a jogar no time faz pouco tempo, e agora o senhor Yajima irá apresentar o time da Fairy Tail !!!

- Primeiramente é uma honra estar aqui, e ver tantas mulheres incríveis disputando para ver quem é a melhor nesse jogo de basket, agora pelo time da Fairy Tail a capitão tão temida "Titania" Erza, como a capitã do time, Como vice capitã temos a fofa e também monstruosa Mirajene, a jogadora especializada em evitar os jogadores maiores, Levy, a jogadora que somente joga pelo amor a famosa, Juvia, a salvadora que não deixa ninguém passar, usando sua técnica ainda bêbada, Cana, e por ultimo a novata do time, Lucy, que entrou faz pouco tempo, mas já mostra uma força muito grande.

- Então agora que os dois apresentaram tanto um time como o outro, iremos começar o jogo em breve, espero ver um grande espetáculo vindo de cada um dos times, por isso se preparem em breve, começaremos.

Depois de ouvir tudo, fiquei um pouco mais feliz, em saber que pela primeira vez irei jogar contra alguém que não seja de nosso próprio time ou da mesma escola, olhei para o lado, vi que a expressão que as nossas adversárias possuíam era uma séria, não liguei muito, até sentir uma mão em meu ombro olhei vendo Erza encarando as de mais, com um olhar calmo e corajoso.

- Na hora do jogo não perca a concentração, se lembre, você treinou muito para esse momento para mostrar que você é capaz de conquistar algo ainda maior, por isso não se esqueça, que você não esta jogando sozinha, todas do nosso lado estão jogando com você. - Falou ela indo em direção as outras, isso realmente me acalmou naquele momento, me preparei, os garotos nos observavam para bolar táticas para defender o time que ganhasse, respirei fundo e então foi anunciado o começo do jogo, todas se posicionaram cada um em seu lugar, e o jogo começou, a bola foi lançada ao alto.

- A bola é minha, sinto muito Mirajene, nosso time irá ganhar esse ano, mesmo que isso signifique gastar o máximo de energia já no primeiro tempo !!! - Gritou ela, correndo quicando a bola no chão, ela era rápida, porém sem ninguém perceber a bola havia sido roubada por Erza, e lançada em minha direção.

- Contamos com você Lucy, marque uma para nos, e não deixe que elas te tirem a concentração, vai lá !!! - Gritava ela com um sorriso, enquanto eu me preparava com calma para lançar, dei um pequeno pulinho, porém antes que eu conseguisse lançar, a pessoa estranha que ninguém conhecia roubou a bola de mim, essa eu não esperava, ela foi rápida.

- Deis de quando ela esta ali, e outra coisa, da onde ela apareceu ? - Levy se perguntava, a mesma do lugar onde eu estava lançou a bola, mas no final errou, hora de recuperar a bola, nos restava Juvia e Beth, porém a azulada foi mais rápida e lançou logo em seguida a bola para Cana, que saiu em disparada o mais rápido que pode, antes que a adversária roubasse a bola de novo, ela passou para Levy, que estava em um bloqueio duplo, a mesma por ser pequena, passou pelo meio e lançou com precisão, marcando a primeira cesta de três pontos, estávamos na frente porém agora era a hora de defender e não deixar elas marcarem nenhum ponto.

- Já chega passa para mim Kagura, eu irei marcar uma cesta para você, e prometo não te decepcionar !!! - Falou Millianna, recebendo a bola como ela havia pedido, havíamos errado em tudo, ela iria tacar de lá, e como não tinha ninguém perto dela, seria uma cesta de presente  ao time delas, mas no calor do momento, lá estava ela, Erza para tentar pelo menos fazer a bola acertar sua mão, e foi o que aconteceu, porém do mesmo jeito entrou com tudo, estávamos empatados agora.

- Não se preocupem eu errei a hora do pulo, mas revidar e marcar mais uma cesta, não deixe elas roubarem a bola... - Mas antes que ela pudesse terminar de falar ela percebeu que todas estávamos bloqueadas por um jogador diferente, então não restava mais escolhas, a ruiva teria que tacar, ela deu um pequeno salto, fazendo com que sua adversária pulasse junto a si, porém a mesma pousou no chão para a surpresa de todas, e saiu correndo, ela havia a enganado, a mesma depois de correr um pouquinho saltou em encestou com tudo, marcando mais dois pontos para nos, novamente havíamos virado.

- E agora o jogo começa, não deixaremos e nem abriremos brechas para elas marcarem sequer um ponto, esse é o nosso contra-ataque, vamos com tudo !!! - Gritava Mirajene, nos preparamos e assim o primeiro tempo foi indo aos poucos mas no final elas nos ganharam por  dez a vinte e sete, agora só nos restava mais três tempos para marcar o máximo possível para ganhar e poder jogar contra os garotos, que na certa estavam esperando ansiosos.

Quebra de tempo

O segundo e o terceiro tempo já haviam acabado, e o placar marcava setenta para a Fairy Tail e setenta e nove para a Mermaid Heel, todas já estavam cansadas, o jogo só se intensificava mais e mais, então nos preparamos para o ultimo tempo que iria decidir quem iria embora e quem continuaria para a segunda etapa, as eliminatórias para as quartas de finais, porém antes que saíssemos de lá a ruiva nos parou para dar um aviso importante.

- Eu estou orgulhosa de todas ainda não terem desistido de jogar, continuem em mostrem o nosso poder, vamos ganhar a qualquer custo, esse será nosso lema !!! - A ruiva pela primeira vez foi vista chorando junto de todo o time, o que impressionou bastante as que já jogavam faz tempo, afinal ela nunca chorou, nem uma vez sequer.

- Esse jogo está indo a loucura, ouçam a plateia, elas não param de torcer para os seus times, o jogo esta em seus momentos finais e a Fairy Tail ainda precisa de dez pontos para passar da sua adversária que ano passado chegou até as semi finais, o que vocês estão achando do jogo.

- Eu claramente vejo um time determinado a não fraquejar perante os obstáculos que estão encontrando perante o caminho que estão trilhando, mas o que mais me impressiona é que um time como esse possa ter mudado tanto, em pouco tempo, a união entre cada uma delas está muito mais forte, e sem esquecer que a um tempo atrás a novata Lucy era péssima em tudo, mas hoje ela mostrou do que é feita, por isso acho que a Fairy Tail mesmo sendo pequena tem uma chance de ganhar de sua adversária que também tem uma grande força e não mostra brechas em sua defesa definitiva.

- Eu também simplificaria que esse jogo que estamos vendo hoje aqui não é um normal e sim um maravilhoso jogo entre duas escolas que não querem ser banhadas na desgraça de perder logo no inicio sem mostrar tudo que sabem, isso me emociona a querer ver e rever tudo de novo, por isso mostrem-me tudo o que sabem !!!

Depois daquelas palavras nenhum time tinha tempo de descansar, os dois novamente se posicionar para novamente o jogo começar, foi tudo normal, todas jogaram em sincronia mas até agora a diferença não diminuía quase nada, até que, uma abertura foi encontrada na barreira adversária, Levy passou com tudo, pedindo a bola, eu a lancei caindo direto em sua mão, e assim ela marcou uma cesta perfeita, finalmente havíamos alcançados, noventa e dois a novamente e três, mais dois pontos e passaríamos delas, porém só restavam dez minutos, e o tempo estava se acabando, foi quando nossa adversária errou o lance e Juvia conseguiu salvar a bola, nossa chance de ganhar.

- Passem a bola para Lucy, e vê se não deixa de marcar, faça uma que nos faça ganhar, contamos com você !!! - Depois de ouvir aquilo e receber a bola com precisão, não pude negar, que tinha que marcar mesmo com barreira ou sem, eu vou passar por ela, só lembre-se do que a Erza disse antes de tudo começar "Você não está sozinha, todas dessa lado estão jogando com você !!!", nunca vou me esquecer disso, porque é isso que me dá forçar para marcar por elas.

Saltei o mais alto possível, o bloqueio vinha em minha direção algumas saltavam de trás e a mesma de antes iria tentar novamente roubar minha bola, mas antes que pudessem fazer alguma coisa, lancei a bola, acertando em cheio, uma cesta de três pontos milagrosos, e na mesma hora o jogo havia acabado, nos havíamos ganhado, o próximo jogo seria com eles, mas como já estávamos todas cansadas foi nos atribuído trinta minutos de descanso, e preparação para o próximo jogo, decidi então ir no banheiro para poder lavar meu rosto, e me despertar um pouco mais.

Enquanto isso...

- Moço de cabelos cor de rosa, gostaria de fazer uma pergunta a você, se eu puder é claro ? - Perguntou ele, eu me assustei na hora mas apenas respondi um "Sim !!!", o mesmo deu um pequeno sorriso e continuou. - A menina de cabelos dourados que estava jogando agora se chama Lucy certo ? - Ele me perguntou, eu me assustei com a pergunta ser relacionada logo a loira, muitos não a conhecessem por ela ser uma novata, mas respondi assim mesmo.

- Sim, ela se chama Lucy Heartifilia, ela chegou faz pouco tempo na cidade e veio estudar aqui, mas eu queria saber qual é o seu interesse nela ? - Perguntei e o mesmo apenas deu uma pequena risada com um sorriso pequeno, eu não sabia mais o que estava acontecendo aqui, então ele se pronunciou.

- Não é nada em especial, eu só queria saber mesmo, obrigado por me informar, eu vejo que ela tem talento e potencial, então eu vou indo, muito obrigado !!! - Falou ele se despedindo eu apenas falei um "Tudo bem", vendo o partir, depois de alguns minutos fui para a quadra porque logo nosso jogo iria começar e pelo caminho me encontrei com Lucy.

- Pelo visto nosso próximo jogo será com você se estou certa, como eu disse lá em casa, não darei trégua por isso não se controle quando estiver jogando contra mim, venha com tudo que tiver. - Falou ela, o que me deixou mais animado ainda, então dei uma pequena risada falando em seguida.

- Não darei mesmo, irei com tudo que eu tiver, por isso espero que tenhamos um bom jogo, loirinha !!! - Falei selando nossos lábios em um beijo, mas esse beijo não era normal ele declarava guerra dando a mim como a meu time, então nos preparamos porque em frações de segundos o jogo iria começar.

- Dessa vez será mais impressionante, porque será contra o time masculino e o time feminino da Fairy Tail, o que será que irá acontecer nesse jogo contra esses dois times, sendo que cada um é mais forte que o outro, cada um tem seu próprio talento, o que senhor Yajima acha que poderá estar acontecendo ?

- Eu acho que o mesmo de sempre, elas sempre perderão para eles, mas por incrível que pareça elas estão mais fortes hoje, mas será que eles darão trégua para elas em momentos críticos como esse ? eu já não sei o que posso dizer após ver o jogo anterior, elas foram maravilhosas tanto em concentração como em sincronia, mas os meninos também são ótimos nisso, e nos últimos jogos deles, eles mostraram isso logo de inicio, será que elas estão preparadas para derrotar eles ? agora apresentando o time masculino o rei de Crócus.

- Muito obrigado por me dar as honras de representar o time masculino dessa vez, mas antes de começar quero dizer que pelo que eu vi nas gravações de seus últimos jogos eles  massacraram seus adversários não os deixando marcar quase nenhum ponto isso mostra sincronia perfeita entre corpo e alma, como capitão do time, Laxus, como o vice capitão o que foi eleito recentemente para esse dia importante, Gray, o esquentadinho e o que marca mais pontos entre todos, Natsu, o calmo e observador do time, sempre a um passo do seu adversário, Zeref e seu parceiro Jellal, e por ultimo com um poder venenoso impressionante conseguindo tirar qualquer um do sério, Erik mais apelidado de Cobra.

- Essa definição do time foi impressionante mais como será que eles saíram contra as meninas que estão sempre a um passo de seus adversários e que sempre treinam para se tornar mais forte que o mesmo, vamos logo começar esse jogo !!!

Todos se posicionaram em quadra, os garotos ainda estavam conversando até se arrumarem, uma coisa que me fez prestar bastante atenção, foi aonde eles estavam, a ruiva disse que, para resgatar a bola era Zeref e para pegar logo no inicio era Jellal, pois dessa vez estavam invertidas as posições, algum plano eles já tinham bolado, mas qual seria, então soou por todo lugar o inicio do jogo, quando todos perceberam a bola já estava na mão do adversário, todos se moviam, bloqueá-los era muito difícil, eles pareciam uma pedra dura de mais para mover do lugar.

- Não se esqueçam meninas, concentração absoluta, no que todas tem que fazer, bloqueie com vontade, e não deixe de tentar, mesmo que seja difícil !!! - A ruiva gritava enquanto bloqueava Gajeel o homem mais durão do time masculino, eu estava bloqueando Cobra, que por incrível que pareça conseguia ler todos os meus movimentos de defesa.

- Passa para mim, farei uma cesta de três !!! - O rosado pedia a bola que estava nas mãos de Laxus nesse exato momento, o mesmo apenas obedeceu, tacando a bola por cima de todos, mas antes que pudesse chegar ao mesmo, a bêbada do nosso time, a pegou tacando em direção de Levy que já estava do outro lado, ela já havia saltado e a bola já estava para tocar sua mão, porém quando ela tacou, duas mãos apareceram em sua frente a bloqueando, ela havia falhado com tudo, Gray havia defendido com sucesso.

- Pegue Natsu enceste por nos, vamos ganhar custe o que custar !!! - Falou ele, eu estava com medo de perder, mas ele me disse "Eu não penso nisso, irei com tudo e marcarei mais pontos do que qualquer um !!!", eu não posso crer que nossa força é assim tão diferente da deles, de lá de traz ele lançou a bola e acertou em cheio, fazendo a plateia em seu redor gritar de emoção, o time masculino havia liderado o primeiro tempo.

- Não se preocupem meninas, vamos tentar marcar, mesmo que não marquemos nenhum, lembrem-se porque estão nessa quadra nesse exato momento... É porque vocês querem ganhar !!! - A azulada gritou, enquanto ela via lágrimas saírem da baixinha, levantamos nossa cabeça e nos preparamos, porque era agora para empatar ou chegar perto, ou deixar a bola ser roubada e abrir uma diferença muito maior o que ajudaria muito eles.

Peguei a bola pronta para começar, sai em disparada, driblei o azulado e o irmão do rosado, ficando de frente com o próprio, o mesmo não me dava uma abertura sequer, então taquei a bola por cima dele, e ela foi bem recebida por uma baixinha que já esperava para fazer o lance, e antes que os mesmos pudessem pular para a impedir, a mesma tacou e marcou uma cesta de três pontos fazendo com que os times empatassem, será essa a chance de virar o jogo ?

- Não deixem elas marcarem mais, vamos aumentar a concentração lembrem-se do que devemos fazer, mostrar a elas que não somos fracos, e sim que somos mais fortes do que qualquer pessoa que elas já possam ter enfrentado !!! - Falou o homem que tanto a azulada é apaixonada, ele tinha certa convicção nos olhos, ele não queria perder de jeito nenhum nem nos, preparamos nossa defesa, prontas para o que iria vir.

- Não deixem ela os intimidar, passem por cima, e encestem, e não as deixe resgatar a bola caso errem !!! - Falou o loiro, pronto para lançar a bola, mas antes que pudesse fazer o mesmo, a albina, a ruiva e a azulada pularam em sua frente, mostrando um paredão que iria bloquear qualquer lance que ele fizesse, porém ele tacou a bola para trás mostrando um rosado, esperando a mesma, mas em sua frente uma baixinha apareceu para interceptar a bola, e nos dar a chance de virar o jogo, mas a mesma não conseguiu a tempo.

- Não deixaremos vocês pegarem a bola assim tão fácil damas, falou o ruiva, deixando Erza furiosa, a mesma sem demora, pulou no mesmo tempo que ele, fazendo o mesmo ter que recuar, e lançar a bola para o moreno que foi parado por uma azulada, que não parava de dizer "Venha com tudo, Gray-sama !!!", o mesmo sabendo que não adiantaria de nada, tacar com ela ali, passou para o próximo, e esse estava na minha mira, quando ele foi lançar, eu apareci em sua frente, e com força agarrei a bola, a passando para a albina, que estava pronta para lançar, a mesma lançou mais errou, hora de um rebote.

- Juvia não deixará ninguém ultrapassar ela na técnica de salvamento de bola, porque eu sou a melhor nessa área !!! - Mas no final nosso adversário pegou a bola antes do que nos, e a tacou de lá mesmo, o impressionante é que, entrou com tudo na cesta, eles haviam novamente quebrado, e nos caímos novamente mas mesmo assim não podíamos desistir.

Quebra de tempo

Novamente nos encontrávamos no ultimo tempo, exaustas, mas eles ainda tinham um pouco de energia para gastar, nossa diferença era pequena, cem a noventa e sete, mesmo assim, se o tempo acabar e não os ultrapassarmos, será uma vergonha para mim, que prometi a todas que iria me tornar forte e as iria levar para as nacionais, por isso eu não posso desistir jamais, todas se prepararam para continuar o ultimo tempo mesmo quase sem energia.

- É incrível essa energia que eles ainda tem, mesmo sendo pouco e alguns nem terem mais, e só estarem se levantando pela vontade de ganhar e querer ir muito mais além, isso me deixa de queixo caído, o jogo esta intenso, e esses são seus momentos finais, restando apenas sete minutos, o que você acha desse jogo, de pura adrenalina senhor Yajima ?

- Acho que tanto um lado como o outro, uma hora ou outra, irão ceder, como vocês podem ver, eles estão aos poucos quase caindo no chão, se continuar assim, um dos times irá abrir a brecha da vitória para o time adversário, porque um lado precisa de uma cesta de quatro pontos, e o outro, só precisa aguentar até o final, isso virou um jogo de sobrevivência, quem der mole perde.

- Concordo com as palavras do senhor, mas também acho que as chances do time feminino são grandes, afinal elas aguentaram até aqui e mesmo assim não pretendem desistir, isso mostra o quanto elas são determinadas a ir as quartas de final, por isso eu acho que mesmo as chances sendo pequenas, elas tem uma oportunidade de continuar, mesmo sendo pequenas, por isso veremos agora qual dos dois lado continuara na seguinte etapa.

Só temos uma chance, mas meu corpo não obedece, o que eu posso fazer nesse momento, droga, meu corpo vai cair, eu não posso, não eu acabei abrindo uma brecha, se alguém deles conseguir ver ela, vão com certeza perceber que o local que irá der a eles a vitória é esse, o que eu faço, espera no manual de táticas havia uma que poderia talvez dar a chance perfeita de vitória para nos, se eu me lembrasse, espera "Tática 1.2 - Faça com que seu adversário bata de propósito em você, caso isso aconteça, as chances de uma bola de quatro pontos serão grandes, caso erre o tempo que deve ser usado, sua ultima chance acabará", então eu só tenho uma chance.

- Marca essa para nos, metaleiro, caso você consiga, ganhamos !!! - Ele veio rápido, o tempo teria que ser igual ao tempo de corrida dele, se não, seria o fim, por isso, no ultimo momento quando ele ia saltar, ele bateu em meu braço que segurava a bola pronta para roubar, me fazendo cair no chão, logo vieram alertar, que poderíamos tacar uma bola de quatro pontos, porém não poderia ser eu, afinal, eu não conseguia me levantar, então, a ruiva decidiu tacar.

- Marcarei essa por você Lucy, obrigado pela chance que você nos deu !!! - Na cabeça dela com certeza devia estar se passando "Não erre" ou "Pelo bem da Lucy e de todas eu preciso acertar essa", ela mirou então deu um salto, e lançou a bola, a precisão tinha sido exato, o ângulo perfeito, a forma que foi lançada deu um clima pesado para o final, então a bola bateu rodou, e caiu com tudo dentro, fazendo a nossa vitória acontecer, todas saíram correndo em minha direção, me abraçando, e a ruiva também, os meninos, ficaram um pouco triste, mas logo vieram em nossa direção.

- Foi divertido jogar com vocês, mesmo que no final você tenha usado uma tática bem difícil de ser usada, querida loirinha. - Falou o moreno, enquanto eu era levantada pelas minhas colegas de time, apertamos as mãos em forma de gratidão pelo grande jogo e gritamos alto para cada um de nos "Na próxima iremos ganhar !!!" e assim cada um foi para seu lado, descansar finalmente.

Quebra de tempo

Estávamos todas ir comer em um restaurante local, quando nos encontramos com os rapazes, eles também estavam precisando comer algo para reabastecer as energias que haviam gastado só hoje, nos sentamos em uma mesa e juntamos outras para que coubessem todos, dividimos a conta para que todos pagassem sua própria parte, no momento só pensamos em nos divertir, eles começaram a fazer palhaçadas, Juvia não parava de falar o quanto queria estar perto de Gray, e o mesmo queria conversar um pouco mais com Juvia, foi quando a ruiva trocou de lugar com ele, fazendo todos rirem do rosto vermelho dos dois, mas ela também estava igual, ficando perto do azulado, eu então disse que precisava ir no banheiro e fui, mas do outro lado daquela porta alguém me esperava.

- Moça de cabelos dourados, você se chama Lucy estou certo ? - Perguntou ele, e eu apenas balancei minha cabeça em afirmação, e o mesmo continuou. - Que bom, estive te procurando deis que cheguei nessa cidade, ela te faz perder por completo quando você não é daqui, agora voltando ao assunto, você voltará para a mansão agora mesmo !!! - Ele tirou seu capuz revelando ser meu pai, naquele momento fiquei irritada em saber que ele veio aqui só para me dizer para voltar, eu não acredito que ele nunca me deixa fazer o que eu quero, não posso acreditar.

- Não, esse meu novo lar, é aqui que meus novos e únicos amigos estão, então não me incomode e vai embora !!! - Falei com raiva o mesmo apenas pediu para que fôssemos um pouco mais para lar, para conversarmos só nos, sem ninguém escutar ou ouvir gritos, mas eu me recusei e o mesmo furioso gritou comigo.

- Tudo bem, mas você vai voltar imediatamente para casa, sou seu pai, e você deve me obedecer a qualquer custo, e se não voltar, você se verá comigo, entendida, agora vamos !!! - Falou ele, agarrando meu punho e me puxando consigo mas antes que eu pudesse ir embora, meu punho que estava sendo segurado por ele, foi logo sendo soltado por uma mão forte que veio em seguida sendo acompanhada por um abraço.

- Você não levará a Lucy, sabia que você era estranho, te suspeitei quando você me fez aquelas perguntas lá no jogo, mesmo sendo pai dela, você é péssimo como pode tratar ela assim, por isso ela deve te odiar tanto, imagina, quem não odiaria !!! - Falou o rosado com uma expressão ameaçadora, olhei novamente para meu pai que olhava de cabeça baixa, o mesmo sem falar nada, foi apenas embora, e quando fechamos e abrimos nossos olhos, ele havia sumido.

- Vamos voltar lá para dentro, os outros devem estar nos esperando, e além do mais eu ainda estou com fome. - Falava enquanto pequenas gotas de lágrimas brotavam de meus olhos, o mesmo me abraçou acariciando meus fios de cabelo, o mesmo não conseguiu resistir, e falou logo em seguida.

- Vamos falar com os outros, talvez eles possam ajudar, e será bem melhor para você esfriar sua cabeça que deve estar irritada depois do que aconteceu, vamos. - Falou ele pegando minha mão e me levando consigo para dentro, a noite toda falamos sobre o assunto, a ruiva queria sair para encontrar ele e enche-lo de porrada de pois de fazer isso e ainda por cima querer levar um dos membros do seu time, o azulado tentou para-la mas só conseguiu depois que a mesma se sentiu cansada, mas entre todos a mais esperta e que pode me ajudar muito foi a Levy.

Depois de algumas horas ali, decidimos por fim ir embora, nos despedimos, e para minha segurança, o rosado veio comigo, fomos caminhando pelas ruas daquela imensa cidade, os conselhos da baixinha são os melhores como sempre "Não ligue para isso, tente esquecer, foque agora em pensar em coisas positivas, iremos ajudar em tudo que for possível, por isso nunca esqueça, amigos são para essas coisas", sem perceber já estávamos em frente a nossa casa, me despedi do rosado com um beijo quente e reconfortante, entrei, peguei minhas chaves, e subi as escadas até meu quarto quando percebi o que eu realmente era.

- Eu sou uma péssima dona, Happy, você esta bem, eu te darei comida calma !!! - O gatinho azul estava na cama dormindo quando eu cheguei mais acordou assustado por causa do barulho, o alimentei, fiz carinho nele, esfregando minhas mãos sobre aquele pelinho macio, mas quando senti seu cheiro ele estava fedido, dei um bom banho no mesmo, sendo que deu trabalho, mas consegui, e fomos dormir juntos, então no meio da noite eu apenas disse.

- Durma com os anjinhos, meu pequeno gatinho...

Continua...


Notas Finais


Entre todos acho que esse foi um dos maiores capítulos que eu já fiz, espero que isso recompense todos os dois dias que eu não consegui postar, caso não, podem me matar, porque né, eu prometi, mas agora eu prometo ( mas não com certeza ) que próxima quarta eu tentarei postar um novo capitulo, Jude é mau, ele é um ser maligno, sorte de a Lucy ter o Natsu para a defender, mas agora eu queria saber com vocês, querem que eu faça um especial do Happy ??? se quiserem é só falar, beijinhos de uma rena kawai !!! ^^

Sim ( 1 )
Não ( 2 )

~Eu queria ser fofo que nem o Chopper ...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...