História Amor à Distância - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 7
Palavras 1.292
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 27 - Adivinha quem chegou?


Fanfic / Fanfiction Amor à Distância - Capítulo 27 - Adivinha quem chegou?

Logo pela manhã eu e a Kaah somos despertadas pelos gritos desesperados da minha mãe.

- Heitoooooooor socorroooooo!!! – ela grita sem para

- Ai meu Deus o que foi?! – meu pai fica sem saber o que fazer

Eu e Kaah descemos desesperadamente às escadas e encontramos nossa mãe no sofá aos gritos com nosso pai do lado suando frio sem reação.

- Ai, eu não to bem ta doendo muito! – minha mãe fala

- E algo com o bebe?! – meu pai continua suando frio

- Acho que sim!

- Para de ser mole pai leva logo ela pro hospital! – Kaah fala

- Ta bom, vou na frente com sua mãe se arrumem e vão pra lá ok?

- Ok pai vai logo! – respondo

- Vamos amor – ele pega e leva minha mãe ate o carro e em seguida até o hospital

Eu e Kaah tomamos banhos rápidos e seguimos para o hospital que não ficava muito longe de casa. Quando chegamos lá na sala de espera vimos nossos avôs maternos:

- Maah e Kaah venham aqui! – minha vó fala

- Já sabem dela? – Kaah pergunta ansiosa se aproximando

- Ainda não – meu vô responde

- Como vocês ficaram sabendo? – pergunto

- Seu pai ligou quando estava vindo pra cá!

- Vamos sentar ali pra esperar Kaah? – aponto com o dedo para uma poltrona na sala de espera

-Ok vamos! – ela responde e saímos caminhando

Depois de alguns longos e incontáveis minutos de espera, aparece meu pai com um sorriso de orelha a orelha no rosto.

- Nasceu! – meu pai fala

- Ta tudo bem com eles? – minha vó pergunta

- Sim, apesar de ter nascido prematuro eles estão bem!

- E quando vamos poder ver eles? – Kaah pergunta

- Não sei, sua mãe passou mal e ta desacordada, mas ela ta bem e o bebê tem que passar por exames, então as duas vão pra casa dos avôs de vocês e quando vocês poderem vir em ligo ok?

- Aaaaaaaaaaaaah ta bom então – resmungo

- Vamos almoçar meninas – minha vó chama e a seguimos ate o carro que meu vô dirigia ilegalmente

O dia vôo, não demorou muito para apagarmos no colchão que minha vó, pois pra assistirmos filme na frente da TV. Acordamos na manhã com cheiro de café vindo da cozinha, levantamos e fomos até lá.

- Bom dia meninas! – meu avô diz

- Bom dia! – respondemos em coro

- O pai de vocês ligou ontem, mas vocês estavam tão cansadas e tão desmaiadas no colchão que decidimos deixar vocês dormindo! – minha avó diz

 - Então o que houve? – pergunto

- Está tudo perfeitamente bem, mas sua mãe ficara mais um tempinho lá!

- E o bebê? – Kaah pergunta

- Está bem também, depois do café seu vô vai levarmos para vermos eles!

- Ótimo! – Kaah responde

Então, todos tomamos café da manha e no meio dia já estávamos indo para o hospital. Chegando lá fomos ao quarto e mamãe estava com nosso novo membro da família nos braços.

- Oi meninas – ela cumprimenta

- Mãe! – respondemos em coro e nos aproximando

- É um menino! E é ruivo que nem eu! – exclamo

- Pois é, genética da sua vó! – minha mãe diz

- Só eu que não nasci ruiva! – Kaah resmunga

- Porque você é mais parecida comigo! – mamãe explica

- Mas to feliz por ele ser ruivo e menino!

- Pois é, poderei jogar futebol com alguém – papai brinca

- Heitor, o menino mal nasceu e você já ta planejando o futuro com ele? – mamãe o encara

- Quem não chora não mama – ele ri

- Droga! Não vai da pra levá-lo no shopping – Kaah resmunga

- Kaylane! Deixa-o cresce primeiro – mamãe reclama

- Qual o nome? - pergunto

- Gabriel, enviado de Deus! – minha mãe responde

- Que fofo! – Kaah diz

- Mas eu ainda prefiro Heitor Junior – meu pai suspira

- Heitor! – minha mãe encara

- Que foi amorzinho? Eu só comentei! – ele coça a cabeça com um sorriso forçado

- Pare de pirraça – ela repreende

- Ok, ok você que manda – ele continua com o sorriso forçado

- Alguém já tirou uma foto aqui, pra postar e avisar o resto da família?

- Não nem havia lembrado – minha mãe diz

- Então vamos juntar e dizer selfie no três – Kaah tira o celular do bolso – Um... Dois... Três... E...?

- SELFIEEEEEEEE – respondemos em coro sorrindo

- Já vou postar!

Cinco minutos depois de postar a foto, ainda no hospital Rafael me manda uma mensagem:

- Oi amor, seu irmãozinho nasceu né?

- Sim, como sabe?

- Acabei de ver a foto que sua irmã posto e te marcou, você deve ta muito feliz!

- E to muito!

- Então vou te deixar mais feliz, tenho uma noticia pra te da!

- O que?!!!!!

- Tá confirmado, to com dinheiro em mãos, nas férias estarei ai!!!!

- Sério?????!!!!!

- Sim, vê com seus pais se posso ficar na sua casa, pretendo ficar um mês ai!

- Quer que eu veja agora?

- Sim, ai já confirmo com meus pais, pra não haver imprevistos!

- Ok espera ai – bloqueio a tela do celular

- Com quem estava falando? – minha mãe pergunta

- Com o Rafael meu namorado, ele disse que vai vim nas férias pra cá e ta perguntando se é bem vindo em casa para ficar um mês, ele é?

- Claro, não nego teto a ninguém e se te fazer bem porque não? E sem falar que to louca pra conhecer o primeiro namorado da minha filhinha, algum problema dele ficar amor, da sua parte?

- Não, nenhum, também quero conhecer ele, e quando ele vim, eu vou está na cozinha junto com minhas facas! – meu pai responde

- Heitor, pare de ser tão agressivo – minha mãe repreende

- Ok amorzinho – ele força sorriso- espero que ele venha com colete – ele sussurra

- Heitor!

- Ok, ok só to brincando – ele força sorriso

- Ninguém merece você! – minha mãe revira os olhos

- Ah não ser você – ele pisca e mostra a língua

- Onde eu fui amarrar meu burro?

- No tronco mais sexy que tinha!

- Mereço – ela começa a dar risada – então troco mais sexy pega lá minha bolsa!

- Não posso!

- Por quê?

- Sou um tronco, não me movo!

- Então pra que você serve?

- Pra ser sexy! – ele mostra os músculos que não tem e pisca pra ela

- Ai meu Deus pega logo a bolsa e para de tonteira – ela ri

- Ta esperando o que Marcela pra falar que ele é bem vindo – meu pai responde pegando a bolsa

- Ok, já vou fala – rio e pego o celular que já tinha mensagem dele

- E ai eu posso?

- Sim, eles disseram que você e bem vindo, só toma cuidado com as facas do meu pai!

- Eita!!! Nem vou mais também!

- To brincando!

- Ok, to ansioso, quero te ver de pertinho logo!

- Eu também!

- Mas o dia já ta chegando e espero que você goste do que te mandei no sedex essa semana, não chegou ainda, suponho, mas quando chegar acho que vai gostar!

- To mais ansiosa ainda, seu chato!

- Calma, você verá, agora vou estudar, até mais, Te Amo!

- Ok, também te amo!

Sabe, as coisas finalmente pareciam que estava, dando certo, eu estava tão feliz e ansiosa ao mesmo tempo, só esperava que isso não acabasse tão cedo, ver o rostinho macio branquinho e com algumas sardinhas quase imperceptíveis, aquele pouco cabelinho ruivinho, as bochechas rosadinhas, os olhinhos verdes, a barriga um pouco gordinha e vestindo aquele macacãozinho branco, me fazia eu sentir uma paz, como se o tempo tivesse parado na minha felicidade.


Notas Finais


Saiu! Aleluia! Sei que algum de vocês devem estar furiosos comigo pelo atraso, mas devido alguns problemas fiquei sem postar e esta ai mais um capitulo! Espero que gostem e continuem lendo pois estamos na reta final. Favoritem e comentem para dá aquela força, até o próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...