História Amor à primeira confusão. - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 47
Palavras 712
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Hentai, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiin, pessoas queridas do meu kokoro! Desculpe não ter postado ontem... Net tá meio fdp ultimamente.
 Muito obrigada por comentarem e eu prometo que não vão se arrepender.
Com muito carinho e amor,
J-Lee.

Capítulo 8 - Ele tinha razão...


Fanfic / Fanfiction Amor à primeira confusão. - Capítulo 8 - Ele tinha razão...

Saio do baile correndo, chorando, sem rumo, só queria sair daquele lugar. Vou até a praça e ando mais devagar.

- IDIOTA! VOCÊ É UMA IDIOTA! - grito comigo mesma, bagunçado o cabelo e desmanchando o coque que eu tinha feito - VOCÊ CONHECEU ELE ONTEM!

- VOCÊ ESTÁ LOUCA! - gritou um bêbado para a sua garrafa de pinga que estava na sua mão -  VOA, TARTARUGA! - ele dá um pulo.

- SEU IMUNDO! - grito com ele - VAI SE FUDER!

Saio chorando e me sento em um banco. Eu preciso me acalmar para poder ir para casa. Minha cabeça estava confusa . Por que iludir uma pessoa assim? Não havia necessidade disso! Choro mais e começo a andar novamente. Estou inquieta. Quero voltar lá e espancar Clarisse e Taehyung. Mas, eu tenho medo de todo mundo rir da minha cara. AFF! Quer saber de uma coisa?! Eu tô pouco me fodendo pra esse povo! Foi meia volta e vou em direção à escola. No meio do caminho, vejo Taehyung me procurando.

- MARINA! MARINA! - ele me vê, sorri e corre em minha direção - Eu estava te procurando, meu amor... - Interrompo ele dando-lhe um tapa e o mesmo coloca a mão em cima de sua bochecha - Por que você fez isso?!

Não digo nada. Só choro e entro na escola. Procuro Clarisse em todos os lugares, empurrou todos à minha volta. Encontrei a rapariga. Pego ela pelo seus cabelos e a arrasto até o meio da pista. Chuto sua barriga repetidas vezes e dou vários tapas em sua cara. Eu já estava com a palma da mão coçando para dar essa surra em Clarisse. Saio do baile de cabeça erguida e todos me olham assustados. Sinto alguém puxar meu pulso, eu me viro e vejo Taehyung.

- Não quero falar com você! Não olhe mais na minha cara! - corro antes dele falar alguma coisa. Começo a chorar e me sento um pouco para descansar. Vejo os carros passarem enquanto me lembrava da cena que acabou com a minha vida: Taehyung e Clarisse juntos. Igual a nós dois. Isso me revoltou muito.

Volto para casa e tomo um banho. Não quero dormir naquela cama. A mesma cama onde ELE tinha se declarado para mim e a trouxa acreditou! Como eu sou idiota. Eu o amo. Por que isso aconteceu comigo?! Não vou para aquela cama. Então, durmo no sofá.

         ~ QUEBRA DE TEMPO ~

Já se passaram dois dias depois do que aconteceu. Quer que eu te fale como foram esses dois dias? Simples. Choro, serviços de casa, Choro, dormir, comer quase nada e mais choro.

Hoje tem aula. Eu vou. Não posso fazer com que isso acabe com a minha carreira profissional. Levanto da cama e me arrumo. Pego a minha magrela e vou. Chego lá e me sento no fundo da sala. Coloco os fones de ouvido e aumento a música no último volume para escutar ninguém. Vejo Taehyung e Clarisse rindo e conversando. Estou morrendo de ciúmes! Gostaria de dar uns bons tapas na cara dela.

Logo bate o sino para começar a aula. Eu continuo com os fones sem prestar atenção na aula. Fico assim o período todo até que vejo todos os alunos indo embora mais cedo do que o normal. Arrumo minhas coisas e saio junto com eles.

Alguém cutuca meu ombro e eu me viro. É Fred. Tiro os fones e o encaro.

- Hãã... - ele coça a nuca - Você gostaria de sair comigo?

- O que?! - espanto. Fred é fura olho?

- Você quer sair comigo qualquer dia desses? Sabe? Nos conhecer um pouco - ele cora e abaixa a cabeça.

- Claro. Eu preciso me distrair um pouco. - pela primeira vez em muito tempo, eu sorrio. Ele tinha razão. Preciso conhecer outras pessoas e deixar Tae de lado.

- Sério?!  Nossa. Então a gente poderia se ver amanhã lá na sorveteria perto da praça?  sugere ele.

- Okay. Até amanhã!- digo.

- Até... - ele vai embora e eu pego a minha bicicleta.

Volto para casa pensando em algum motivo para que Fred tivesse me convidado. Nem falo com ele direito. Aliás eu nunca falei com ele de verdade.

 Isso foi estranho...


Notas Finais


Esperem o próximo capítulo.
Com amor,
J-Lee.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...