História Amor a primeira vista - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Banda Fly (Fly Br), Cine, Restart
Personagens Personagens Originais
Tags Dh - Diego, Pe Lanza
Exibições 14
Palavras 926
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bora mais uma?! Boa leitura moçada!!!
Olha o Hot ai gente!

Capítulo 18 - Pra que fugir se o meu lugar é com você?


Fanfic / Fanfiction Amor a primeira vista - Capítulo 18 - Pra que fugir se o meu lugar é com você?

          POV'S PEDRO LANZA OFF

             POV'S THOMAS ON

Eu: Gente, vocês não acham que eles tao demorando demais?!

PeLu: Talvez fizeram as pazes!

Luana: Eu vou atras deles, vem comigo amor. - Entramos na cozinha e não os encontramos, temos medo de acontecer algode ruim, afinal eles não podem ficar juntos que rola briga. Chegamos no quarto do Pê e não tinha ninguem, ao abrirmos a porta do quarto da Jessica, vimos uma cena que nos emocionou. Os dois deitados bem juntinhos, tiramos uma foto desse momento, detalhe, ambos estavam sem a roupa de cima, acho que se acertaram por completo. - Que lindos esses dois ne?!

Eu: Finalmente eles vão ser felizes! Bora continuar o trabalho. Eles merecem ficar assim. - Entramos na sala de estudo e contamos pra geral!

Koba: Graças a Deus! Eles se completam!

Tamires: Coisa boa, que esse amor floresça!

PeLu: E a Gabriela gente?!

Alice: E o Diego? Eles são loucos.

             POV'S THOMAS OFF

              POV'S JESSICA ON

Acordei com o Pedro beijando minhas costas, que saudade eu estava sentindo dele, do seu corpo, seu cheiro. Depois disso, não vamos conseguir ficar longe um do outro:

Eu: Quem me dera acordar assim todos os dias Pê!

Pedro: Você não acorda porque não quer. Eu sempre estive aqui pra você meu amor. - Ele dizia isso beijando meu corpo, ele queria mais e eu não era indiferente. Estavamos com sede um do outro, isso era amor, eu tinha certeza disso. - Namora comigo?!

Eu: Não podemos! - Ele parou de me beijar e virou-me de frente.

Pedro: Como assim?! Não começa com esse joguinho de novo, me enlouquece, me seduz, me usa pra depois me dar um fora. Dessa vez não vai se livrar de mim tão fácil!

Eu: Calma coleguinha, não podemos por causa da tua namorada!

Pedro: Esse não é o problema, eu pego o celular e mando mensagem no WhatsApp terminando tudo com ela! Ahh mas tem o teu namoradinho tambem ne?!

Eu: Eu tenho que ti confessar uma coisa!

Pedro: Confessar o que?! - Ele me olhava com curiosidade.

Eu: Ele nunca foi meu namoradinho!

Pedro: Como assim?! Me explica isso direito.

Eu: O Diego e eu nunca namoramos. Ele aceitou ti fazer ciúmes por causa da nossa amizade. Eu pedi pra ele ser romantico comigo e ate me dar uns beijos na tua frente, so pra que tu ficasse com muito ciúme e bom, rolasse o que aconteceu hoje! - Eu disse isso me divertindo com a expressão do Pedro. Ele parecia nao acreditar!

Pedro: Voce imagina quantas noites em claro eu fiquei sem dormir por causa disso meu?! Sabe quantos planos diabólicos eu planejei pra separar você dele?! Eu não acredito que você fez isso! Você merece uma punição severa!

Eu: Então, me castigue com todo o rigor da lei senhor!

Pedro: Aah garotinha, você foi uma menina muito malvada, e eu vou ter que te punir senhorita. - O tom sedutor em sua voz fez meu corpo estremecer, ele subiu em cima de mim e prendeu minhas maos na cama. Eu estava rendida. Entrei em seu jogo.

Eu: Eu fui uma menina desobediente senhor. Qual vai ser o meu castigo?

Pedro: Fazer o que eu quiser! Sem reclamar.

Eu: Eu sou inteiramente tua. Me castigue sem piedade. - Quando eu disse isso ele saiu de cima de mim e começou a morder meu tornozelo, mordidas que doiam mas eu estava anestesiada de desejo, ele abriu minha pernas e começou a me encher de chupões e mordidas. Senti sua lingua na minha intimidade, que prazer insaciável, ele me virou de costas e eu senti uma mordida em minha bunda, com certeza eu ia ficar marcada. Ele se levantou e me puxou pelo cabelo com força pra me colocar de joelhos, eu sabia o que ele queria, peguei seu membro e fazia massagem e ao mesmo tempo chupava com vontade, ele gemia alto me pedindo mais, quando fui me levantar ele nao permitiu:

Pedro: Aqui, quem dá ordens sou eu. Apenas me obedeça! - Ele me virou de costas e me pôs de quatro com as mãos apoiadas na minha cômoda, ele se agaixou pra me chupar de quatro, eu estava quase gozando quando ele parou, eu senti suas maos em meus cabelos puxando-os pra trás, ele me dava tapas enquanto penetrava com muita força, nunca pensei que ele tivesse tanta força. Ele aumentou a intensidade pra ser mais rápido, o barulho que fazia me dava mais prazer, ele parou e me colocou de frente pra ele, rolou um beijo cheio de desejo e fomos pra cama novamente, ele se deitou e me mostrou a posição que eu teria de ficar, ficamos na posição 69, que delicia aquilo. Gozamos um na boca do outro, eu estava pouco me importando se era coisa de prostituta, a Alice me disse uma vez que só quem faz isso são essas putas de esquina, mas o que eu mais queria era sentir ele por completo. Assim que terminamos ele ainda me queria naquela posição, me deu vários beijinhos em volta da minha intimidade, eu estava cansada e acabei me jogando do lado dele mas ainda com as pernas na cabeça. - Você esta bem meu amor?! - Ele me perguntou ofegante enquanto fazia carinho nas minhas pernas.

Eu: To bem sim amor, so não sinto meu corpo!

Pedro: Vem aqui, me deixa te abraçar e cuidar de você minha princesa! 

Eu: Te amo Pê! Te amo muito! 

Pedro: Eu te amo ainda mais! Me promete que nunca vai deixar de me amar! 

Eu: Só se tu nunca mais me abandonar. Eu não vou suportar ficar sem ti de novo! 

Pedro: Eu jamais vou ti abandonar. Eu te amo minha grandona ❤ 



Notas Finais


Boa tarde gorias! Se dee volto a noite. Bjooos princesas 💋💋💋💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...