História Amor a très : Um novo romance - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Gato, Híbrido, Incesto, Mpreg, Threesome, Yaoi
Visualizações 357
Palavras 1.345
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 9 - Capítulo Nove.


A noite já tinha caído Art e Olien ainda estava no parque. Ambos aproveitava a presença um do outro dia daquela noite maravilhosa, o céu estava estrelado com a lua cheia iluminando o ambiente. O vento calmo e um ar quente percorria pelo parque, não estava frio muito pelo contrário, um clima agradável e sereno.

Ali aonde os dois estavam tinha alguns casais aproveitando o clima juntinhos e ao mesmo observando o lago logo a frente. Era por volta das 19hs e nenhum dos dois queriam sair daquele lugar.

Olien ainda permanecia sentado no colo do seu namorado aproveitando o carinho gostoso que recebia em suas orelhinhas. O menor ronronava baixinho contra o peito do ruivo, e um grande sorriso surgiu nos lábios de Art.

- Está gostando de ficar aqui meu amor ? – Sussurrou baixinho para que só seu amado pudesse ouvir.

- Uhum – Murmurou – Eu estou amando ficar agarradinho com você.

- Fico feliz com isso. Que tal voltamos para casa e tomar um belo banho e depois podemos assistir algum filme – Sugeriu – E não se esqueça que amanhã você tem aula.

- Eu sei Art – O pequeno levantou sua cabeça e olhou nos olhos do mais velho – Quero logo que as férias venham para eu ficar o tempo inteirinho agarrado com você.

- A sorte é que suas férias já está chegando. E as minhas também, se quiser podemos viajar em família e depois só nos dois. O que acha ? – Perguntou para Olien que havia voltado a deitar sua cabeça no tronco do ruivo.

- Seria maravilhoso, mas para onde nos iriamos ?

- O meu amor, é uma surpresa que eu não vou revelar agora – Diz calmamente.

- Hum. Não gostei, mas só espera que eu vou tirar alguma informação de você – Olien diz convicto.

- Tudo bem, vou estar esperando. Agora vamos para casa ? – Art se levando com o menor no seu colo.

- Sim, mas antes disso me coloca no chão Art – Resmungou o hibrido.

- E se eu não quiser ? – Brincou com o mais novo.

- Ah, então não irei mais te dar beijinhos – Responde Olien.

- Opa, opa, isso é golpe baixo gatinho – Rapidamente Art coloca o pequeno no chão com todo cuidado. O mesmo arruma as suas vestes e estende a mão – Vamos ?

- Sim ! – Responde animado.

Após uma caminhada de trinta minutos ambos chegam em casa. Cada um vai para o banheiro tomar os seus devidos banhos, Art foi o primeiro a sair do banheiro, se trocou e começou a arrumar as coisas para a seção de filmes.

Com tudo pronto e em devido lugar, o ruivo caminha até a sala e se senta no colchão que tinha colocado ali junto com alguns cobertores e travesseiros. Na mesinha do lado, havia um pote de pipoca e várias besteiras que Olien amava comer. O mais velho ajeitou tudo e colocou um filme qualquer para carregar. Minutos depois o hibrido sair do quarto de hospedes vestindo apenas uma camiseta do seu tio.

Olien desceu as escadas e entrou na sala se deparando com Art vestindo apenas uma calça de moletom cinza.

- Vem amor ! – O mais velho percebeu a aparição do seu namorado e não perdeu tempo em chama-lo.

- Oh, você arrumou tudo – Um pequeno sorriso escapou dos lábios do hibrido.

- Sim , acho que agora mereço uma recompensa – Dito isso Olien se aproxima do mais velho e senta no colo.

- É claro que merece amor – Art sorri com aquele apelido tão carinhoso.

E em apenas um segundos os lábios do mais velho foram tomados. Olien pediu passagem com a língua que prontamente foi cedido. Ambas línguas se acariciavam de uma maneira lenta e calma, Art quis aproveitar mais e mais do contado deleitoso, que em poucos minutos suas mãos escorregaram para a cinturinha do Hibrido e apertou com uma certa força. Com isso Olien gemeu entre o beijo, e bem por falta de ar os dois se separaram.

- Amei  minha recompensa, acho que quero mais – Sussurrou para Olien.

- Depois amor, vamos assisti ao filme ? – O hibrido se ajeitou no colo do seu amado e se cobriu com o coberto.

- Vamos meu gatinho ! – Concordou por fim.

 

(...)

 

Uma semana se passou Art e Olien sempre trocavam beijos e caricias quando estavam só. Era um pouco raro por conta do tempo que ambos tinham, Art havia tido muitas reuniões de negocia naquela semana e Olien várias e várias provas, pois o semestre estava preste a fechar e logo a tão espera férias chegariam.

Agora depois de mais uma semana complicada Olien em fim chegou na sua casa. Rapidamente correu o quarto e tomou um longo banho. O dia estava quente e muito abafado, e por sua vez se relaxou no chuveiro, a agua morna percorria pelo seu corpo aliviando a tensão.

Após trinta minutos saiu do banheiro e se secou no quarto em seguida andou até o armário pegando um shorts qualquer e uma camiseta regata. Olien sempre se diversificava em usar tanto roupas femininas quanto masculinas. Depois se se vestir se deitou na cama e pegou o seu celular. Lá tinha várias mensagens de suas amigas perguntando como estava o seu relacionamento. Olien tinha contado para as duas o que havia acontecidos, Yumi e Amy estavam completamente felizes por ter dando tudo certo. Depois de responde suas amigas Olien olhou novamente e ali tinha uma mensagem do seu tio.

“Arthur”

’Oi meu amor, já chegou da escola ? Me mande mensagem assim que chegar, estou morrendo de saudades.’

16:30

 

Um sorriso enorme saiu dos lábios do Hibrido. Ele já preparava para responde quando seu quarto foi invadido por Liam.

- Oi meu amor, você chegou e nem falou com sua mãe – Dito isso Olien larga o celular e corre para os braços do mais velho.

- Desculpa mãe, é que estava muito calor e então corri para um banho – Explicou.

-  Tudo bem – Ambos se sentaram – Eu queria conversar com você.

- Pode falar mãe – Se ajeitou na cama de frente para Liam.

- Estava pensando em você se mudar – Dito isso os olhinhos do hibrido se arregalou.

- Mae eu não presto para morar sozinho – Murmurou tristonho.

- Oh, meu gatinho. Não seria sozinho, estava pensando em você morar com seu tio. Bem eu não conversei com ele ainda, mas estive pensando muito nesta ideia – Liam terminou de falar e olhou para seu filho.

- Mas porque disso ? Me mudar ? Vocês não me querem mais ? – Olien havia amado a ideia, mas ele queria saber qual era intenção de sua mãe.

- Bom , primeiro eu seu que você é muito grudado com seu tio desde pequeno e vivi indo para casa dele. Outra ele está sozinho naquela casa, eu acho isso muito ruim para meu irmão.

- Entendi. O pai Luke e o pai Harry concordaram com isso ?

- Por incrível que pareça sim. – Responde Liam animado.

De repente Liam começou a respirar alto , suas bochechas ganharam um tom rosado e seu cheiro começou a espalhar  pelo quarto.

- Mãe ? – O menor chamou, em seguida se deu conta do que  era – Seu Cio ! oh, vou ligar para os papais.

Rapidamente Olien pegou seu celular e discou um dos números do seu contado. Não demorou muito para que Luke atendesse , o menor explicou tudo e ambos confirmaram que ja estava próximo de casa.

- Mãe eles já estão chegando. Vou arrumar minhas coisas – Liam assente e Olien corre para o seu armário e pegou sua mala de viagem.

Ele passariam uma longo semana na casa do seu tio. Após arrumar todas as suas roupas o menor pegou seu celular e viu uma mensagem do seu amado.

“ Arthur ”

‘ Amor, estou saindo da empresa. Vamos comer fora hoje? ’

17:07

 

“ Olien ”

‘ Sim, venha logo porque minha mãe entrou no cio e não quero ver meus pais fazendo coisinhas na minha presença’

17:08

 

“ Arthur ”

‘ Estou chegando amor ’

17:10


Notas Finais


O que será que acontecerá no próximo capitulo ? Se vocês pensaram em um Lemon do nosso casal Threesome acertaram !!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...