História Amor Além de Irmãos (Imagine Park Jimin) - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Mamamoo
Personagens Hwasa, Jimin, Personagens Originais, Rap Monster, Solar
Tags Bts, Família, Incesto, Jimin, Rap Monster
Visualizações 331
Palavras 1.092
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii :3

a segunda temporada não será tão longa quanto a primeira!

Capítulo 39 - Capítulo 3 – Irmãos?


Fanfic / Fanfiction Amor Além de Irmãos (Imagine Park Jimin) - Capítulo 39 - Capítulo 3 – Irmãos?

DUAS SEMANAS DEPOIS

Já estava liberada do hospital. Saí, e fui andando, lembrando onde morava.

— Hm.. Aonde eu moro mesmo?

— Perdida? .-diz a voz, no qual já reconheço, e foi estranho ter me arrepiado.

— Ah, só um pouco..-digo, me virando.

— Eu lembro onde moro, talvez seja por perto.-ele diz sorrindo.

Fiquei um pouco desconfiada. E se somos realmente conhecidos, e ele se lembra de mim? E assim que chegar na nossa casa, ele fizer algo comigo?

— É longe?

— Um pouco.-ele sorri.

— É muito longe né?

— Sim. Chegando, pode deixar que eu pago, acredito que devo ter dinheiro guardado.

Chamei um táxi, entramos e ele disse mais ou menos o caminho, até porque não lembrava o endereço.

{...}

Um tempo depois chegamos, senti algumas dores na cabeça, saímos e ele me ajudou.

Entramos na casa, me sentei no sofá.

— Ai..-digo, colocando a mão na cabeça.

Parece como uma dor de cabeça, comum.

FLASHBACK

Mamãe vivi falando que ficaríamos bem. Bem? Estamos em um país totalmente diferente, uma cultura, idioma, e ficaríamos bem?

Ainda tem esse lance, de dólares pra passar pro real. Isso, é doidera, e eu sou péssima em matemática.

Além de deixar uma vida para trás, ganhei um irmão mais velho, e um pai.

— Somos uma família agora, deveram cuidar um do outro.-mamãe diz.

Logo apareceu, o garoto, boné pra trás e um sorriso de canto. Estilo meio maloqueiro. Ele veio até mim, me abraçando, mas não me mexi, não quero irmão. Não quero família nova, quero minha vida de volta! Quero papai de volta!

— Sempre quis uma irmã mais nova.-ele diz.— Mas, perdi minha Omma cedo.

— Também perdi meu pai cedo.-digo. Ele faz uma careta, como se não tivesse entendido.

Mas deixei quieto.

FLASHBACK OFF

— Está melhor? .-ele diz, trazendo um copo com água.

— Acho que sim. Posso lhe fazer um pergunta?

— Claro..

— Já teve alguma lembrança.

— ãahn.. Poucas..

— Tipo?

— Minha família, amigos, essas coisas, nada recente do que aconteceu antes do acidente..

Não respondi, não tenho o que falar..

— Vou tomar um banho, acho que tem quartos de sobra, pode ficar por aqui, caso não tenha onde ficar por enquanto.-ele diz e sobe.

Enquanto fiquei sozinha na sala, olhei, algumas fotos.

— Porque tem fotos minha com ele?

Fui na cozinha, me servi com mais água.

{...}

JIMIN ON

Se eu lembro? É claro que eu lembro! Não tanto quanto queria, mas lembrei da garota que eu mais amo..

Seria certo eu contar? Não.. Não, acho melhor deixar ela, se lembrar.

JIMIN OFF

Subi indo a um dos quarto, escutei barulho no banheiro, quando ía sair ele me chama.

— Perdida?

— Estava só achando um quarto vazio.-digo de costas a ele.

— Pode olhar, estou descente.-ele diz.

Me virei de vagar. 

DESCENTE? DÁ ONDE? Bom, ele estava só com a toalha em sua cintura, enquanto secava seus cabelos.

Super descente..

A-Ah.. Eu vou ficar no quarto ao lado..-digo, tentando não olhar seu corpo.

— Fique a vontade.-ele diz.

Saí e logo entrei em outro.

Entrei no banheiro, tirei o que vestia, liguei o chuveiro. Escutei barulho de porta fechando, gelei.

Coloquei só minha cabeça para fora do banheiro, olhando o quarto.

— Minhas roupas? O que fazem aqui? .-digo.

Volto, e entro na banheira.

Me a jeito e relaxo, adormeci por alguns minutos.

Acordo com alguém me olhando.

— Meu Deus! .-digo cobrindo os seios.— Por favor saía! .-digo.

Ele não diz nada, coloca a toalha na pia e saí coçando a nuca.

— Merda..

Saio, me seco, e vou ao quarto vestindo a roupa.

Desço até a sala, e ele estava lá, sem camisa e calça.

— E você se lembrou de algo?

— Só que.. Somos irmãos.-digo, meio confusa.

— Só?

— Uma outra, acho que era meu namorado, mas o rosto dele estava borrado, não consegui reconhece-lo.

— Entendo.

— Você sabia que eramos irmãos?

— Sim..

— E porque não me disse?

— Prefiro que você se lembre de tudo, mesmo que eu acabe lembrando primeiro.

Mordo o lábio.

— Tudo bem.

Passei por trás do sofá e ele me segui com o olhar.

Fui na cozinha, o olhando de canto. Abri a geladeira, e seu olhar estava em minha bunda, peguei o suco e coloquei no balcão.

— Pode parar de me olhar assim? Até onde sei, somos irmãos, e isso é totalmente errado.-digo, me servindo, e logo tomo um gole.

Ele veio até mim, me pegou pela cintura, me pois sentada no balcão e me beijou.

Um beijo calmo, profundo, surgiu muitos sentimentos. Sua mão desce até minha bunda e eu apenas deixei.

Assim que ele se afasta, tampei minha boca, e olhei em seus olhinhos assustada. Ele ri.

— Porque está rindo?

— Porque..-ele lambe os lábios.— Somos irmãos, mas.. Não de sangue..-ele diz.

Parece me esconder algo.

JIMIN ON

Assim que ela me viu naquela situação, eu imaginei nossos corpos colados um no outro. Beijando aquele corpo que sei cada detalhe..

Aish, que tortura! Lembre de tudo logo pequena! Não aguento mais ficar sem você, não que eu não tenha, mas vocs inteira, aquela que sabe o que somos um para o outro!

Escutei o barulho de chuveiro, peguei suas roupas e levei até ela.

Percebo que abre a porta, me escondi e vi que ela apenas coloca a cabeça para fora.

Ela está.. Droga!

Saí cuidando para que não escute.

FLASHBACK ON

Estamos noivos.. Finalmente! Podemos ficar juntos, ninguém mais pode nos impedir, ninguém poderá nos separar!

Estávamos voltando para casa, eu dirigia com calma, nem tão devagar e nem tão rápido. Vi uma luz forte em nossa direção, pois estava quase noite, o carro veio até nós e bateu.

A pancada foi forte, somente vi o carro girando e logo desmaio ao bater a cabeça.

Horas, minutos mais tarde acordei com uma garota me chamando, era ela.. Sei quem é, sei seu nome, mas não sei o que poderia significar para mim.

Saímos do carro, ficamos escondido somente escutei carros de ambulância e polícia ao redor.

FLASHBACK OFF

Ela desceu. Fica linda com qualquer roupa..

(s/n) me fez algumas perguntas, e eu não podia dizer tudo que lembrei, preciso lembrar mais, quem sabe assim tudo se esclarece.

Ela passou por mim, não resisti, e olhei seu corpo, a segui com o olhar até a cozinha, ela abriu a geladeira e empinou sua bunda um pouco, e não tive como não olhar.

Ainda mais com essa perda de memória e saber que somos tão íntimos.

Ela percebe e reclama, não resisto, vou até ela, coloco-a sentada no balcão e lhe roubo um beijo, ela não evite e corresponde.

Assim que paro, ela se assusta, e voltamos a velha história que somos irmãos.

Eu irei ajuda-la a lembrar.. E aí sim, seremos Finalmente Felizes, e se Deus permitir será eterno.

Eu te amo Park (s/n).

Não posso evitar de tê-la.

Como vou continuar nessa situação?

Se controla Jimin! Quero a forças de nada, mesmo que ela corresponda seria errado, e podemos ir ao um lado diferente de antes. Isso é perigoso, mas não deixa de ser prazeroso.


Notas Finais


EITA PORRA, em pleno terceiro capítulo Jimin já lembrou se quase tudo!!!

E aí? Bem, capaz de (s/n) se apaixonar por outro👀

Até a próxima :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...