História Amor, Amizade, Poder e responsabilidade - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amizade, Amor, Kelvin, Original, Super Poderes, Yaoi
Exibições 12
Palavras 1.375
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Fantasia, Lemon, Romance e Novela, Super Power, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi gente. Uma noticia boa e outra ruim.

Noticia boa:

Não tem. Só era pra discontrair.

Noticia ruim:

Esta realmente tem. Mas estão nas notas finais. Leiam pfv. Mas leiam depois de ler o cap.

Boa leitura.

Capítulo 31 - Festa das dádivas.- Vai dar merda?


Contei ao direitor sobre o pré-sentimento do Bry, e parwce que ele levou a serio, mas não pode adiar a festa. Ele colocou mais seguranças e câmeras na festa.


Estamos nos arrumando pra ir-mos à festa. O Bry esta se veatindo a calça e eu estou escolhendo a roupa que vou usar.


- Sabe...- fala o Bry- aquele mal pré-sentimento está mais forte. Eu tenho quase certeza de que esta festa vai dar merda.


- Fica calmo. Vai dar tudo certo. E se ouver algo, eu te protejo.


- Agradwço, mas por mais que este seja seu desejo... me proteger... possa ser que você não conssiga. E eu tambem quero te proteger.


- Penssamento positivo. Não tem como adiar a festa. Então, temos que ir... Achei, vou com esta.- falo pegando a roupa.


Nos vestimos e fomos pra sala. Todos ja estavam lá.


- Eai, Bryan... está melhor?- pergunta o Bruno.


- Na verdade não, maninho. Mas não tem como evitar-mos a festa.


- Vamos?- fala o Rick entrando.


- Ja vamos.- falamos todos.


- Meu pai mando eu perguntar se o pré-sentimento foi embora.- fala o Rick


- Não. Ficou mais forte.


- Entendo... vão pro salão de festas e entrem na porta vermelha. Pois todos tem a dadiva, e esta festa é pras dadivas.


-Ok.- falamos.


O Rick sai. Todos pegamos nossos pertences e fomos pro salão.


Chegando lá, haviam uma porta vermelha e uma azul num canto perto das mesas.


Entramos na vermelha, e lá tinham algumas mesas. Sentamos e ficamos converssando.


10 minutos depois uma voz parecida coma do Pai do Rick comerça a falar.


- Magos e Fadas dos Colégios de omêga e de alfa.


- Os alfas estão aqui?- pergunta o Tú.


- Quem são os alfas?- pergunta o Theus.


- São os caras do outro colégio. Os dois são de magos, sendo assim são do bem. Mas os colégios tem uma pequena richa.


- Ah.


A voz continua a falar.


- Este ano muitos terraquios vieram estudar magia. E assim descobrimos a maioria das Dadivas do dragão. A maioria das dadivas estava na terra.


- Gente por aqui.- fala o Rick nos apontando pra uma porta.


A voz continua.


- E aqui estão os jovens magos, com as Dadivas.


Entramos na porta e aparecemos no palco, ao lado do Pai do Rick. O Theus, o Bruno e a Maiara, ficaram na sala de porta vermelha. Pois o Rick pediu.


Todos aplaudiram, assobiaram e gritaram. O Bryan segurou minha mão e apertou. Acho que ele estava nervoso.



- Fica calmo.- falo em seu ouvido.


- Vou tentar.


O direitor fala o nome de todos nós, e logo nos manda voltar pro meio dos outros para que a festa se iniciasse. Ele falou que ás 00:00hr seria revelado o porque esta festa é das Dadivas.


Ficamos dançando até cançar, depois fomo sentar na mesa e converssamos ao mesmo tempo que comemos.


- Eai. Está melhor?- pergunto ao Bry


- Estou. Acho que não vai acontecer mais nada.- fala masi eu percebo que ele ainda esta preocupado. Acho que ele nâo quis me preocupar, mas ele esta sentindo algo sim.


- Ta... Sei...!


Um dos guardas entra correndo no salão e fala algo no ouvido do direitor. O direitor fica com uma cara de preocupação. Ele pega o microfone e fala.


- Ricardo José, Bryan Alexander e Kelvin Christiano, por favor venham aqui um minutinho.


Levantamos e fomos até o palco. Ele no levou a uma sala, ficou andando de um lado pro outro e falou.


- Você tinham razão... os bruxos estão atacando. Filho, eu quero que convoque todos que contem as dadivas. E Kelvin e Bryan, convoquem todos da sua liga, até os que não contem dadivas.


- Certo.- falamos e saimos. Acho ele pediu nossa ajuda pois os outros 3 direitores estavam fora. Então ele sozinho poderia não dar conta.



(5 minutos depois)


Estamos todos reunidos, em frente a entrada do colégio. Logo vemos muitos bruxos chegarem.


- Kelvin, Thayk. Tomem a frente. Vocês serão os lideres.


Ficamos na frente. Os lideres dos Bruxos eram Mauricio(meu ark-rival, que me venceu covardemente no lago) e um outro cara.


- Thraex em ação.- gritamos.


Nada acontece.


- Oque houve?- todos ficam se perguntando.


- Ja vâo saber. Por enquanto lutem com seus poderes, sem transformação.


- Certo.


Levitamos e voamos rapidamente na direção dos bruxos.


Eles ficaram atirando lazers em nós. 3 de nós foram atingidos: Lucas, e 2 do colegio de alfas.


O Michelpousa para cuidar do namorado (Lucas, caso tenham esquecido). Pousamos em frente aos bruxos e os encaramos.


- Kelvin... Não canssa de apanhar?- fala o mauricio.


- Sendo covarde é facil né...- falo.- vamos ver, quem apanha, quando o jogo está equilibrado.


Uma guerra se inicia e desde então todos comerçam a atacar os bruxos.


(Autor: Vou focar apenas no Kelvin x Mauricio, mas era uma gerra e todos tinham oponentes.)


Criei uma bola de fogo em minha mão, e atiro contra o Mauricio 5 veses, ele desvia de todas e dispara bolas de fogo tambem.


- Oque? Você é um bruxo dos elementos?- pergunto confuso.


- Não deveria, mas vou falar. Sou o Bruxo do reflexo. Posso copiar o ataque do inimigo temporariamente e refletir contra ele mesmo.


- Droga...


Aponto a palma de minha mão para ele e disparo varios pedregulhos. Ele desvia dos maiore mas é atingido por 2 menores. (que não causam muito dano)


Ele continua a atirar bolas de de fogo.


Levito rodopiando, e quando chego a mais ou menos 6 metros de distancia do chão paro de levitar e rodopiar e ergo meus braços. Comerça a sair água do chão e é formado uma enorme onda de 6 metros.


 A onda se choca ao corpo dele e faz ele se afogar.


- Prisão aquatica.- falo.


A água que ja estava sendo absorvida pelo solo, se levanta e forma uma esfera, deixando ele sem ar e quase se afogando.


Depois de 25 segundos não conssigo mais segurar a prisão aquatica e libero a magia. A água volta a ser absorvida lelo solo.


O Mauricio faz o mesmo que eu, e ergue a enorme onda. Eu não me movo e quando ele joga a onda contar mim, eu coloco minha mão em frente ao corpo fazendo uma corrente de ar me proteger.


- Prisão aquatica.- fala


A água cria uma esfera ao meu redor me deixando sem ar.


- Esquentar- falo burbulhado na agua.


Sssssshhhhhhhhh


Em 3 segundos a água evapora. E eu fico livre da prisão aquatica.



(Autor: Contagem regressiva para 00:00hrs)


23:57hrs


- Tá, vou usar meus proprios poderes.- fala o Mauricio.


Ele atira um laser aparentemente normal em minha direção mas eu devio.


Ele intrelaça os dedos de suas duas mãos rapidamente, após atirar o lazer e diz:


- Prisão espelhada.


O laser que ele atirou bate numa especie de parede invisivel e volta. Eu desvio mas ela bate em uma outra parede e volta. Desta vez eu não conssigo desviar, e o lazer me atinge. Ao invez de o lazer se apagar como é o normal depois que ele atinge seu alvo, ele continua aceso, e fica se refletindo em uma parede e outra. Depois de 10 ataques bem sucedidos ( depois que levei 10 ataques) o laser finalmente se apagou.


23:58hrs


-Duplicar- ele fala.


O mauricio comerça a se contorcer e um reflexo de si mesmo aparece em seu lado. O reflexo tenta me dar alguns murros mas eu desvio ou seguro todos.


- Raio Refletido.- fala


O mauricio dispara um lazer e então o lazer se duplica e me atigem pelas costas. E o seu clone some.


- Espelho d'água.- fala.


Uma luz surge embaixo de mim. E logo se transforma em um chão prateado(espelhado).


23:59hrs


- Bichos aquatico surjam.- fala


O chão parecia um espelho, mas derrepente apareceram varias piranhas, sangue-sugas e cobras, dentro do espelho.


Era como se eu estivesse paralisado. Logo percebi que não era isso, era que meus pés estavam dentro do espelho.


- Prisão, suprema do espelho D'água.- fala.


Derrepente eu caii dentro do espelho como se eu tivesse pulado dentro de um lago. Logo vi todos os animais ali presentes, nadaram em minha direção.


00:00hrs.


Eu comercei a brilhar do nada. Todos os animais pararam no tempo e uma energia me puxou para fora do espelho.


- Oque? Mas... como?- fala o mauricio.


A energia me faz flutuar para longe do espelho e faz eu pousar num local mais afastado do espelho.


Uma voz que não dava pra saber de onde vinha fala:


- Dragon Gifts. Activation.- significa Davivas do Dragão. Ativação.


O chão em baixo de mim comerçou a brilhar e dos outros que tinham a dadiva tambem. Uma energia fez eu levitar de novo e alguma coisa comerça a sair do local brilhante no chão.


Era... um... "FILHOTE DE DRAGÃO?"


Continua...


Notas Finais


Noticia ruim: ( vcs vão me matar.)


A fic teram algumas temporadas (3 ou 4, ou talvez mais, não sei...) e estamos indo pro final da primeira. Calma ainda teram mais 5 caps mais ou menos.

Motivo: Preciso descançar um pouco e colocar as ideias no lugar. Quando eu voltar, eu prometo voltar com tudo e melhor do que agora.

Amo vcs e até o cap que vem.♡♥♡♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...