História Amor, Amizade, Poder e responsabilidade - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amizade, Amor, Kelvin, Original, Super Poderes, Yaoi
Exibições 8
Palavras 1.482
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Fantasia, Lemon, Romance e Novela, Super Power, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura.

Capítulo 32 - Vitórias e derrotas - Decisão


-Um filhote de Dragão?- pergunto espantado.


O filhote que estava saindo de uma luz no chão (acho que é um portal), saiu completamente e a luz apagou.


O filhote ergue a cabeça olhando para mim,que estava flutuando encima de sua cabeça.


- Draconicous em ação.- a voz que eu não sei de onde vem fala.


Uma especie de alma de um dragão gigantesco, sai do filhotinho. A alma de dragão, me abraça por traz e abre as asas.


As asas dele comerçam a ganhar, pele, osso etc, deixando de ser apenar uma alma, pra ficar de carne e osso. Quando percebo, eu tenho asas, e uma especie de armadura. 


- Parece que o jogo virou, não é mesmo.-falo.


Crio uma bola de fogo em minha mão e a armadura de dragão comerça a brilhar vermelho. Disparo uma bola de fogo, e percebo que o poder dela dobrou umas 6 vezes mais. Eu acerto 3 bolas de fogo nele e erro 4. Disparo pedregulhos, e a armadura brilha marrom. As pedras saem de minha mão, pequenas, mas antes de atingir o alvo(o mauricio) ela crece e fica de 75 cm(não é pequena, da pra matar um, facil)


1 das pedras batem nele e causam um grande dano. Dano suficiente,para que ele caia sem forças.


Ele serecupera rapidamente e dispara os pedregulhos contra mim. Mas só saem pedras pequenas da mão dele e eu desvio de todas.


Crio uma onda enorme e afogo ele, depois acabo com a batalha com uma lamina de ar, que corta profundamente sua coxa e ele desmaia.


Olho para o lado e varios filhotes de dragão estam um pouco loge, mas estavam observando tudo.


- Aaaahhhh.- grita o Adrian. Só ai eu percebo, que muitos da minha equipe não tiveram a mesma sorte que eu.


- Adriaaaaan.- Grita o Kauã.


Bryan... eu preciso achar o Bryan.



Me afastei um pouco, de onde eu estava, pra prorcurar os outros. Logo vejo Domy e Bry desmaiados e Tay, Tu, Luiz e Sparkow, carregando eles.


- Oque... houve?- pergunto choroso.


- Eles perderam as batalhas deles- fala o Tay triste.- por sorte, nós terminamos nossas batalhas e fomos ajuda-los.


- Bryan... ele está...?


- Eles estão bem... pelo menos eu acho. Temos que leva-los para a enfermaria...


- Vamos logo, me sigam...- falo chorando coloco o Bryan nas costas, e a Domy nos braços.


- Aqua Dive.- falo.


Uma poça de água surge embaixo de mim e eu mergulho, de uma vez. Saio dentro da enfermaria e os outros fazem o mesmo.


- Mais, pacientes?- fala a enfermeira.


- Sim... por favor ajudem eles.- falo chorando.


- Vou fazer o possivel. Coloquem eles aqui por favor.


Colocamos eles dois em camas de hospital e fomos pra fora da ala de pacientes.


- Eu disse que o protegeria...- falo chorando.


- Calma Kel... não foi sua culpa...- fala o tu chorando e me abraça.


- Oque houve?- fala o Matheus chegando correndo.


O Tay explica tudo pra ele.


(...Horas depois...)


- Por favor... os acompanhates de Domynick Camille e Bryan Alexander.- fala a enfermeira.


- Aqui...- falamos todos, com vozes tristes.


- Tenho uma noticia boa, e uma ruim. A boa é que tem uma chance de salvar eles. E a ruim é que pra salva-los, precisaria de algo que não temos...


- Oque?- pergunto.- faço qualquer coisa.


- Precisamos de alguem que tenha a habilidade de adaptação. Uma pessoa para cada paciente.


- Eu sou adaptador.- falo.


- Perfeito. Mas só da pra salvar um. Quem você escolhe?- fala seria e triste.


E agora... Quem eu Salvo... Salvo meu amor, ou minha amiga? Amor ou Amizade? O Bry é tudo pra mim. Mas a domy, é como minha irmã, nos conhecemos desde que nascemos.


- Eai Kel...- fal o Tay.


- Calma. Não é fácil escolher.- grito com o Tay sem querer.


- Pode penssar. Mas só tem 48 horas para decidir.- fala a emfermeira.


- Obrigado.- falo chorando e saio correndo. Quando saio da enfermaria vejo um cenario de devastação. O Rick se aproxima e eu pergunto: -Rick Oque houve?


- Atacaram o colégio tambem. Ganhamos a guerra, mas tivemos muitos prejuizos. Oque foi... parece triste.


Conto a situação pra ele.


- Olha, kel... sinto muito... mas ultimamente, não tem surgido muitos adaptadores neste planeta. Sinto muito.


- Será que nâo tem uma forma de salvar os 2?


- Pera... Tem um geito... mas é muito arriscado.


- Qual. Eu faço qualquer coisa.


- Sabe as lendas e contos que seu mundo conhece... tipo... gênios da lâmpada, fada-madrinha, vampiros, lobisomens etc...


- Quer que tem?


- Pois é... e se eu dissece a você que todos eles existem...


- E se eu achar um gênio...-falo


- Não é isso. A magia dos gênios tem regras... e eles não podem reviver mortos, ou curar doenças magicas.


- Então como eu vou poder fazer algo?


- Terá que buscar, 5 itens. Um no reino dos vampiros, outro no reino dos, lobisomens, nos das fadas madrinhas e dois item que ninguem sabe onde achar. Mas dizem que se você prorcurar por um bom motivo, você vai achar.


- Eu faço... eu vou atráz desses itens.


- Calma. Os itens dos reinos não seram nem um pouco facil. Mas eu vou com você, e de preferencia, chame o Túlio e o Tayler. As habilidades deles seriam ulteis.


- Certo. Muito obrigado.- falo abraçando ele.


- Cadê seus dragões?


- Eita... esqueci eles.- saio correndo pra fora do colegio. Olho para o lado e para o outro, e não vejo nenhum sinal de vida e fico desnimado.


Logo os dois dragões caem do alto, param no ar e voam em minha diração. Eles voam tão rapido em minha direçã, que se chocam contra meu corpe, nóis 3 caimos.


Eles ficam em meu colo, me lambendo, e abanando os rabinhos, igual a cachorrinhos. Coloco eles no chão e eles mudam rapidamente de cor. 1 fica: Azul, vermelho, marrom e branco, e o outro fica: Azul claro, e branco. Depois de 3 segundos eles voltam a serem dragões vermelhos. Significavva que o de 4 cires era meu, e o de 2 o do Bryan. Mais eu só não sei o porque ele ficou feliz em me ver, se ele é do Bry e nem me conhecia.


- E agora... onde eu vou deixar vocês?- falo sozinho.


- Pode deixar comigo.- fala o Thayk aparecendo atráz de mim.


- Thayk? Ah valew.


- O Rick me contou oque houve e eu sinto muito, mas minha habilidade não é adaptador, e eu não conheço ninguem que tenha esta habilidade.


- Tudo bem... mas fala... veio fazer oque aqui fora? Esfriar a cabeça?


- Eh. Meu namorado ta com ciumes do Matheus... kkkkkk.


- Matheus, o nosso amigo?


- Sim...


- Ah. Kkkkk.


- Acho que o Rick está convocando uma certa turminha pra te ajudar.


- Sabe quem?


- Só alguns da liga, mesmo. Pera... ele falou que iria chamar um alfa tambem.


- Um alfa? Pra que?


- Sei lá.


- Thayk.- fala o namorado do Thayk se aproximando.- desculpe amor.


- Tudo bem. Kelvin, eu ja vou. Vem cá garotos. - fala chamando os dragões, eles olham para mim como se esperasse permissão.


- Podem ir.


Eles vão e logo o Rick sai com algumas pessoas: Tulio, Augusto, Matheus, Tayler, Adrian, Kauã e um alfa.


- Vamos Kelvin.- fala o Tayler jogando uma mochila em meu colo.


- Matheus... mais... tem certeza?- falo.


- Sim. Ele é humano, mas pode ser de grande ajuda.- fala o Rick.


Saimos das dependencias do colégio e fomos até uma floresta ali perto. Vemos 2 arvores curvadas, formando um circulo.


- Portal, Ative-se.- fala o Guti e um portal é aberto, entre as arvores.- Magia da natureza...


Entramos no portal, e saimos em uma cidade.


- Era um atalho para a cidade grande. Só é permitido usar em missões.- explica o Rick.- preciso comprar algumas coisas.


Entramos em uma loja, chamada asa de fada. Lá havia varios itens que até agora achamos que não existiam, tipo: varinhas de condão(diferente das nossas, essas eram coloridas e com um simbolo na ponta), chapéus magicos, pó de fada, etc...


- Boa tarde, meu jovem oque deseja.- fala um cara aparecendo em nossa frente.


- Quero, 5 estacas de ouro, 8 cruscifixos, 3 pistolas douradas, alho, 800g de pó de pirilampo e 400g de pó mágico.


- Jornada perigosa não acha... principalmente para um humano.- fala olhando para Matheus.


- É caso de vida ou morte.


- Então nâo vão precisar da arma dourada. Se me der um bom motivo posso ajuda-los a consseguir passar pelo reino dos lobisomens e ganhar um item sagrado de lá.


- Aceitamos sua ajuda...- fala o Rick.- Lobisomem.


Ele é um, lobisomem... mais é claro ele percebeu que o Theus era humano pelo cheiro.


- Vou buscar o resto dos itens, vai custar 40 peças.


- Só isso...?


- Como eu falei... quero que me contem oque houve para ser um caso de vida ou morte.


Contamos a ele oque houve.


- Paaaiiii.-grita o cara.


- Oiii- grita o pai dele de dentro de uma sala.


- Estou saindo volto daqui a 2 dias.


- Ta...


- Nossa.- falo.- Ta...? Ele nem falou, tipo... vai pra onde?


- Eu ja tenho 158 anos sei me virar sózinho.


- Como é a história? 158?- pergunto surpreso e espantado.


- Seres magicos vivem cerca de 1.000 anos.- explica o Rick


- Noooossssaaaaa.- falo.


- Mas então...- fala- meu nome é Raphael.


Continua...


Notas Finais


Acho que a maioria de vcs ja sabem, que omotivo para minha demora é porque estou em semanade provas.

Amo vcs e até o cap que vem.♡♥♡♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...