História Amor Asgardiano - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Vingadores (The Avengers)
Tags Bucky Barnes, Katherine Pierce, Loki, Thor
Visualizações 19
Palavras 2.356
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Fantasia, Luta, Magia, Sobrenatural, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura ❤

Capítulo 17 - Um novo começo


Fanfic / Fanfiction Amor Asgardiano - Capítulo 17 - Um novo começo

Pov. Katherine - Terra

Ja fazem dois dias que Loki partiu levando o Éter, eu sinto raiva dele, mas por outro lado o Éter não é mais minha responsabilidade, agora posso viver minha vida de maneira libertadora sem limitações.

Eu observei meu apartamento, manchas de sangue por todo o chão, coisas quebradas e alguns corpos sem vida caídos em posições desconfortavéis, ontem a noite eu e Damon fizemos um lanchinho.

-Você estava com fome mesmo.- Falou Damon que ainda drenava do pescoço de uma loira.

-Eu fiquei um tempo sem me alimentar de humanos, mas vi que não valeu a pena.- Falei tacando os dentes em um homem moreno inconsciente que jazia no sofá.

-Oh Oh! Vai com calma Katherine.- Falou Damon largando a loira e vindo até mim.

-Já foram sete humanos, se começarem a sumir em grande número podemos nos por em risco.- Falou Damon me fitando.

-Damon pense no agora, vamos nos divertir.- Falei e voltei a beber do homem que agora deu seu último suspiro, eu joguei o cádaver no chão e sumi no quarto.

Eu estava com uma bermuda jeans curta, um sutiã preto e um casaco de lã marrom que caia em um dos meus ombos, eu me joguei na cama abraçando meus joelhos e fiquei pensativa. Logo lembranças de momentos de amor vieram a minha cabeça. Eu bani os mesmos, Loki é um traidor um mentiroso, mas não deixa de ser bonito e um bom homem, mas o que é dele está guardado.

Quando anoiteceu eu e Damon arrastamos os corpos para o terraço para perto da piscina e ateamos fogo em todos os sete, ficamos sentados nas cadeiras de praia vendo os corpos queimarem até não restarem nem cinzas.

-Trabalho finalizado.- Falou Damon sorridente.

-Eu quase me esqueci como é a sensação de poder e saciedade.- Falei sorrindo para o céu.

-Mas porque você ficou se privando de sangue humano?.- Indagou Damon me fitando.

-Eu queria dar um tempo, começei a beber de bolsas de sangue, não queria mais matar.-Falei lembrando que começei a ter piedade das pessoas, mas para que para ser traída depois.

-Entendo, eu sei que o fardo da morte que carregamos é pesado, mas é a lei da natureza, os humanos são presas e nós caçadores.- Falou Damon tristemente fitando as estrelas.

-Sempre a lei da natureza.- Falei fitando a piscina com desdém.

-Se aquele Deus Loki cruzar meu caminho Katherine eu juro que o mato.- Falou Damon que me olhava com ódio ao falar o nomem de Loki.

-Vai mesmo querer sujar as mãos com o sangue dele Damon? Mas no fim das contas ele me fez um favor.- Falei com desdém.

-Aquela pedra era perigosa, pelo menos agora você pode viver sem limites.- Falou Damon sorrindo olhando para as cinzas dos mortos no chão.

Damon sabia da existência do Éter, ele sempre desconfiou do colar de rubis que portava o Éter, ele falava que ele emanava uma energia poderosa e sombria, mas eu fui saber disso tarde demais, depois do encontro com o vampiro Klaus a 63 anos atrás, o mesmo estava morto, Loki o matou, pelo menos um bônus para não odialo profundamente.

-Connie ficou aliviada por Loki ter sumido daqui e ter levado a pedra com ele.- Falei lembrando do sorriso da minha irmã pois a mesma odiava Loki e queria a pedra longe de todos.

-Pense pelo ponto positivo, você não deve mais nada a ninguém, não precisa mais trabalhar com os fantasiados.-Falou Damon sarcastico.

-Os vingadores.- Falei corrigindo Damon.- Não vou mais trabalhar pra ele.

-Fico feliz.- Falou Damon que sumiu como um raio e voltou com dois Bourbons.

Eu sorri e peguei a garrafa que ele me alcançou e começei a beber.

-Vamos viajar o mundo Katherine.- Falou Damon sonhador.

-Talvez eu vá para Chicago, preciso espairecer.- Falei mais uma vez me lembrando de Loki.

-Cidade do vento, um ótimo lugar.- Falou Damon bebendo seu Bourbon.

-Eu vou repousar.- Falei e sumi no meu quarto deixando Damon beber sozinho.

Eu me joguei na minha cama, e me vi pensando no trapaceiro, eu fiquei relembrando nossos ardentes beijos e suas mãos tocando meu corpo me causando o mais forte êxtase.

Eu tinha que mudar, começando uma mudança por fora, eu andei até o closet e começei a revirar tudo, eu procurei peças vivas de cores radiantes, amanha eu iria ao salão mudar meu visual, eu estava entediada com meu visual atual.

Eu separei uma blusa verde claro com mangas longas de renda, uma calça jeans clara e uma sapatilha preta com um laço bonito. Eu estava entediada não tinha nada para fazer, fui na terceira gaveta do closet e de lá tirei meu notebook seus fones e o modem do mesmo.

Eu pluguei tudo no mesmo, eu liguei e começei a pesquisar, logo o google indica uma noticia.

"Confira fotos exclusivas do noivado de Tony Stark o Homem de Ferro"

Eu cliquei no link e centenas de fotos apareceram, fotos que eu nem vi serem tiradas de mim, haviam algumas fotos minhas sentada na mesa com Connie e James, com uma taça de champanhe e sorridente.

Depois havia outra minha entrando de braços dados com Bruce Banner e outra minha na pista de dança com Loki. Eu dei zoom naquela foto, a mesma foi tirada quando ele me reclinava depois de me beijar eu estava com um grande sorriso fitando seu rosto e o mesmo sorria pra mim.

Eu sai do site e fui para o Youtube eu não ia me conter eu digitei no espaço de pesquisa Loki Deus Nórdico invade Nova york. Logo a barra de pesquisa encheu, videos amadores e videos proficionais apareceram.

Eu abri um deles que dizia.

"Jovem grava Deus nórdico e é morto pelo mesmo"

No video um homem focou a câmera em Loki, o mesmo estava na Alemanha, ele havia chegado a pouco pois era dia no video, o homem focou a câmera em Loki, o mesmo trajava sua armadura e quando viu a câmera em sua direção apontou o cetro para quem gravava e eu apenas vi a câmera cair no chão.

Eu fiquei imprecionada, outros videos mostravam uma breve luta entre Thor e Loki na torre Stark, alguém do prédio vizinho gravou uma boa parte da luta até que Loki se jogou no prédio e caiu sobre uma nave de pequeno porte voadora.

Outro video mostrava Loki descendo no jato da S.H.I.E.L.D escoltado por muitos agentes e preso com algemas, ele fitou a camera e sorriu friamente para ela.

-Chega.- Falei fechando o notebook.

Aquele não era o Loki, ou na verdade era? ele é terrível, se ele mentiu sobre seus sentimentos por mim então ele foi muito bem pois eu acreditei, mas os olhares dele e seus beijos pareciam ter carinho e afeição, mas o mesmo teve séculos para aperfeiçoar suas mentiras.

Eu fitei o relógio e já estava amanhecendo, eu me levantei da cama fui para a banheira e tomei um longo banho eu sai da mesma e fui para meu quarto enrolada em meu roupão.

-Bom dia Damon.- Passei pelo mesmo que estava deitado no sofá ele apenas sorriu e voltou a fechar os olhos.

Eu fui para meu quarto, entrei no meu closet e me sequei, vesti um sutiã  e uma calcinha ambos pretos, vesti a blusa verde clara, a calça jeans e a sapatinha preta.

Eu prendi meus cabelos em um coque, peguei uma pequena bolsa e sai do quarto cruzando a sala.

-Onde vai tão socialzinha?.- Indagou damon preguiçoso.

-Vou ao salão, juizo Damon.- Falei e sai.

Eu estava cruzando o saguão da recepção mas ouvi a recepcionista me chamar.

-Bom dia senhorita Pierce, o senhor Tony Stark deixou a chave de seu carro aqui.- Falou a recepcionista e me entregou uma chave diferente da minha.

Eu sorri e sai do prédio, meu coração pulou, lá estava uma ferrari Poursche da cor vermelha, eu apontei o alarme da chave para a mesma e ela deu um bipe em resposta.

Eu sorri entrando no carro, o cheiro de novo, com certeza Tony viu minha ferrari original destruida e me presenteou com essa linda Ferrari Vermelha.

Eu coloquei a chave e dei partida, após alguns minutos de transito, cheguei em frente ao salão LadyFinnes eu liguei o alarme do carro e entrei.

A fachada do salão era toda em vidro, passei pela porta rolante, quando entrei sorrisos me cumprimentaram, era o salão mais fino de Nova York, haviam lustres fincados do teto de gesso branco como neve e no chão carpetes de pelos brancos lindos, o lugar cheirava a flores recém colhidas, as paredes eram rosa bebê, no salão enormes espelhos erguidos nas paredes, mesas com cadeiras para as clientes sentarem e receberem o tratamento. e centenas de produtos, entre eles esmaltes, batons a fixadores de cabelo.

-Bom dia senhorita Pierce.- Falou a cabelereira que se chamava Flora pois li seu crachá.

-Bom dia.- Falei sorrindo.

-O que quer fazer com seu cabelo majestoso?.- Indagou a mulher que tocava meu cabelo maravilhada.

-Alise o mesmo, cancei dos cachos, corte as pontas deixe ele acima da cintura.- Falei sorrindo.

-É uma pena são cachos naturais tão lindos.- Falou ela triste.

-Sim, mas é minha decisão.- Falei olhando meu reflexo.

-Pois bem vamos ao trabalho.- Falou a mulher.

Depois de algumas horas nas mãos de Flora, passando chapinha , secador e alguns produtos especiais, eu me olhei no reflexo e me vi mais jovem do que parecia, mais linda e inocente.

-Seu cabelo liso te deixa tão rejuvesnecida como um anjo senhorita Pierce.- Falava a mulher orgulhosa do seu trabalho.

-Obrigada Flora.- Falei sorrindo.

Gostei do meu novo visual, eu paguei no caixa, e sai sorrindo para todos, eu entrei na minha Ferrari e fui para o Shopping comprar novas roupas para conbinarem com meu novo visual.

Eu estacionei minha Ferrari no estacionamento do shopping, eu liguei o alarme e entrei no grande conjunto de lojas, eu parei em frente de uma que chamou minha atenção, na vitrine havia um vestido rosa que ia até acima dos joelhos com o corte de busto reto e com finas alcinhas, eu entrei na loja, provei o vestido no provador e amei como ele realçou minha aparência me deixando com a aparência que eu deveria ter a parência de uma garota de 17 anos de idade que já tinha essa mesma idade a quase trezendos anos, eu paguei pelo vestido e sai da loja, passei em mais algumas, e levei mais algumas peças para meu novo visual.

Eu sai do Shopping, já era noite, eu entrei no carro e dei partida. Eu estava quase chegando em casa, quando meu celular tocou, ainda dirigindo peguei o mesmo e atendi.

-Olá.- Falei esperando uma resposta de Connie do outro lado da linha.

-Está melhor irmã?.- Indagou ela.

-Melhor impossível.- Falei dando um largo sorriso e apertando o volante com mais firmesa.

-Que bom, amanhã venha aqui em casa, eu quero falar com você.- Falou ela alegre.

-Okay, até amanhã.- Falei e desliguei.

O que Connie quer comigo, parecia tão alegre e radiante, amanhã eu vou descobrir.

Eu cheguei na minha casa e ouvi o som da música Paradise City de Guns & Rose. Eu entrei e vi Damon sentado no sofá com varias garrafas jogadas por todo o chão, o cheiro de bebida na sala era terrivel.

-Depressivo Damon?.- Indaguei parando na frente dele.

-Entediado.- Falou ele bebendo do seu vinho

-Vá se divertir em alguma boate, vá morder o pescoço de alguma jovem desavisada.- Falei dando um soquinho em Damon.

-Boa ideia.- Ele falou e sumiu do apartamento.

-Eu não acredito que ele pulou do terraço.- Falei rindo do quão incosequênte ele era, isso me fazia lembrar de Loki.

Eu estava exausta, peguei minhas sacolas de compras e deixei as mesmas jogadas ao lado da minha cama eu logo adormeci.

No dia seguinte levantei com fome, mas não por sangue por comida humana, eu levantei e fui para a geladeira e lá peguei um pote de sorvete, sentei na bancada e começei a comer o mesmo de colheradas saboreando o sabor refrescante.

-Katherine Pierce comendo sorvete?.- Disse Damon que surgiu do nada me surpreendendo.

-Acordei com vontade de comer, tem algum problema?.- Falei com a boca particalmente cheia.

-Ontem foi fantastico, a morena da boate Nigth&Club foi um belo jantar.- Falou Damon sonhador.

Ele sorriu e sumiu no quarto ao lado do meu. Eu peguei o sorvete e o coloquei novamente no congelador da geladeira, eu fui para meu quarto e coloquei meu vestido rosa e um salto alto preto, penteei meu cabelos liso e gostei do resultado, passei um gloss vermelho e sai. Depois de algum tempo dirigindo cheguei ao apartamento de Connie, eu sumi as longas escadas e bati na sua porta.

-Fico feliz que tenha vindo.- Falou ela me puxando para dentro até o sofá.

-O que há de tão especial para querer minha presença?.- Indaguei curiosa por ver aquele sorriso.

-Eu vou me casar!!!.- Gritou ela explodindo de alegria eu me vi sento molhada com água fria.

-Nossa! parabéns Connie.- Falei tentando sorrir, pois lembrei do meu relacionamento frustado com Loki que ainda permanecia vivo em meus pensamentos.

-Obrigada, a quero como Madrinha!.- Falou ela sorridente.

-Claro será um prazer.- Disse abraçando minha irmã.- Onde está James?

-Ele está em missão com os Vingadores.- Falou Connie feliz.

-Quando será seu casamento?.- Indaguei curiosa.

-Daqui 3 semanas.- Falou ela que agora me fitou triste e indagou.- Katherine como você está depois de Loki te-la deixado?.

Aquela pergunta foi como um tapa no rosto.

-Estou seguindo minha vida como se nunca o tivesse conhecido.- Falei tentando dar um sorriso.

-Ele é um Deus e você um pessoa da terra, isso não daria certo.- Falou Connie.

-Nossa olha quem fala, a vampira que se rendeu a um soldado.- Falei rindo.

-Gostei do seu novo visual, me lembra você quando eramos meninas.- Falou Connie alisando meu cabelo com sua mão.

-Obrigada.- Falei sorrindo.

-Amanhã eu vou começar os preparativos se quiser vir comigo.- Falou Connie implorativa.

-Tudo bem eu vou.- Falei sorrindo.

A vida da minha irmã parecia estar indo bem, ela tinha o homem que amava e agora ia se casar com o mesmo. Enquanto eu apenas tinha um vazio no peito que tentava preencher com compras e sangue humano.

Eu tenho que tocar a bola pra frente e esquecer Loki de uma vez por todas antes que eu fique doente.


Notas Finais


Esse capítulo foi mais Ligth lara aliviar a tensão do anterior.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...