História Amor Complexo - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Kookmin, Lovely Complex, Namjin, Vhope
Exibições 448
Palavras 2.281
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 9 - Viagem escolar (part 3)


Fanfic / Fanfiction Amor Complexo - Capítulo 9 - Viagem escolar (part 3)

Depois daquele "incidente" eu fiquei chorando por longos minutos, eu simplesmente não conseguia parar, a angústia era tão forte em meu peito, doía muito, era como se alguém tivesse me dado um soco no meio da cara, ou melhor, no meio do coração. Logo Jimin apareceu, receio que ele tenha percebido que eu estava chorando, era bem óbvio por conta dos meus olhos inchados e vermelhos, meu nariz também estava vermelho, e eu estava com uma cara de quem acabou de... bem, de quem acabou de passar pelo que eu passei.

   Jin achou melhor irmos para algum restaurante, para eu comer alguma coisa e esfriar minha cabeça, o lugar era bem conservado, e tinha paredes de madeira tradicional, semelhante aqueles lugares onde comemos todos no chão com almofadas envolta de alguma mesinha. Sinceramente eu não estava com vontade de comer nada, apenas pegava algo com meus palitinhos e consequentemente pela minha força de vontade eu deixava cair. O que os meninos estão fazendo agora ? Bom, Jin estava sentado em cima de Jimin (que estava de barriga para baixo) puxando sua perna para cima como se fosse luta livre e Namjoon segurava seus ombros os prensado no chão para que ele não saísse dessa posição, o mais velho murmurava diversos xingamentos para Jimin. Se eu estivesse em meu juízo perfeito, estaria gargalhando agora.

— Você vai quebrar minha perna sai de cima-AH. — Gruniu quando Jin puxou ainda mais para cima com força.

— É PRA QUEBRAR MESMO SEU IMBECIL. — Gritou, eu podia jurar que tinha fogo em seus olhos e que ele estava rosnando. Atraiam alguns olhares, mas nunca nos importamos com isso, não íamos começar hoje.

— Vai mozão, acaba com ele. — Incentivou Namjoon que ainda segurava os ombros de Park.

—Até você Namjoon ? — Jimin levantou a cabeça e olhou incrédulo para o amigo. Nam deu de ombros demonstrando estar pouco interessado no olhar do menor.

— Você ao menos viu o que fez com meu bebê ? — Seokjin finalmente saiu de cima de Jimin que suspirou aliviado e colocou a mão no pé massageando o local dolorido. — HEIN. — Estapeou a cabeça do ruivo o fazendo resmungar, levemente levantou seu olhar a mim de modo receoso, eu permanecia parado, mastigando um pedaço de peixe que não me incomodei em descobrir qual era, meu olhar era extremamente caído e meu rosto estava cabisbaixo.

— VIU. — Jin deu mais um tapa estalado na nuca do menor.

— Maldade cara, maldade.— Namjoon disse negando com a cabeça.

— Mas o que diabos eu fiz de errado ? Isso mesmo nada. —Respondeu bufando e cruzando os braços.

— Ora seu. — O mais velho ia voar na garganta de Jimin se o seu namorado não tivesse segurado. — O que tem de errado com ele ? Hun ? É porque é um garoto ? — Praticamente cuspiu as palavras, Jimin fitou o chão com semblante triste.

— Não é isso... eu, como posso explicar. — Jimin coçou a nuca pensativo. — Eu sou como sal, e ele como doce.

— Você tá comparando a situação de vocês com comidas ...? — Namjoon colocou a mão na testa suspirando impaciente.

— Vocês complicam tudo, afe. — bufou. — Eu não dou certo com ele, entenderam ? — Falou ríspido. Aquilo havia me atingido e me fez fungar com as possíveis lágrimas que ameaçavam sair. Jin percebeu e olhou Jimin com muita raiva, Namjoon também o olhava com desprezo.

— Idiota. — Jin e Namjoon dissera Uníssono.

                                                          ~♥~

   Depois de comermos e dos garotos quase se matarem, Namjoon quis passar em uma loja para comprar algumas coisas que eu não prestei atenção no que era, eu estava meio aéreo mesmo. A loja era média, tinha de tudo um pouco, Jin estava comigo, e via alguns utensílios de cozinha rosa bem chamativos. Fui andando na sessão de revistas até sentir algo cutucar meu braço, então me virei.

— Jungkook... — Jimin disse receoso, Namjoon estava do seu lado, eu continuava com o olhar vago.

   Ao escutar Jimin falando Seokjin olhou em nossa direção e assim que seus olhos pousaram em Jimin, ele avançou correndo provavelmente para dar um chute, mas Namjoon o segurou.

— Calma meu amor, ele só vai dizer uma coisa. — Finalmente conseguiu acalmar o namorado que por fim parou de tentar acertar sua perna no ruivo.

— Me... desculpe. — Falou por fim me olhando nos olhos de canto.

Desculpe ?

— Você... só pode. ESTAR DE BRINCADEIRA SEU CARALHO. — Peguei uma revista que estava na prateleira dobrada formando um cone e acertei em sua cabeça. — Não se pede desculpa por uma coisa assim.

— Mas é que eu... MEU DEUS OLHA O QUE TÁ ESCRITO NA REVISTA QUE VOCÊ TÁ SEGURANDO.

   Ele só pode tá de zoas com minha cara pra mudar de assunto numa hora dessas, se bem que falar disso me deixa péssimo. Olhei para a revista pouco interessado e realmente irritado. Mas quando li arregalei meus olhos.

"G-gragon resolve passar suas férias em busan para escrever a sua nova música"

— CARALHO NÃO CREIO. — Gritei esboçando um sorriso.

— MANO QUE LEGAL, VAI VIM LACRE PODE ANOTAR. — Falou apontando para a revista e eu concordei animado.

— Com certeza, lembra não do ano passado ? Foi a mesma coisa.

   Ficamos conversado sobre o grupo BigBang por um bom tempo, e rindo por um bom tempo, Jin ao me ver rindo sorriu, acho que ele se sentiu mais confortado, ele de fato era um ótimo amigo. Finalmente eu estava conversando normalmente com Jimin, acho que é melhor assim, devo esquecer dessa história de paixão e continuar a ser amigo dele como eu era antes, de fato é bem melhor.

— Jimin. — Chamei e ele me olhou curioso. — Esqueça o que aconteceu mais cedo, tá ? Finja que aquilo nunca aconteceu.

   Eu não estava com a expressão triste, estava, normal ? Ele apenas assentiu meio receoso, mudei de assunto o mais rápido que consegui, Deus me livre do clima tenso de novo, depois quando ficou tarde decidimos ir embora, o céu estava alaranjado e Jin e Namjoon já tinham ido faz tempo, falamos que eles poderiam ir na frente, Jin ainda estava com receio de me deixar sozinho com Jimin mas acabou cedendo depois que eu disse várias vezes que estava tudo bem.

   Caminhávamos tranquilos pela rua, até Jimin me chamar, eu apenas respondi com o olhar para que ele continuasse.

— Você está com as passagens né  ?

— Claro que estou. — Coloquei minha mão no meu bolso e senti que estava rasgado. Gelei.

— Tá aí ? — Peguntou preocupado.

— N-não, meu bolso está furado.

— Putamerda Jungkook.  — Estapeou a cabeça. — Aonde você perdeu ?

— Se eu soubesse não tinha perdido né animal. — Respondi como se fosse óbvio, ele revirou os olhos e começou a refazer seus paços. Captei sua idéia e comecei a fazer o mesmo.

   Andamos por toda aquela caralha de cidade não encontramos nenhum vestígio das passagens, e o pior é que nós dois estávamos sem dinheiro pra comprar outras, depois de dar mais uma volta pelo menos quarteirão paramos para pegar ar.

— Ah cara, que merda viu. — Jimin murmurou. — Espera. — Levantou o tronco rapidamente e eu o olhei assustado. — Vai na delegacia, vai que alguém achou e deixou lá.

— Ah é verdade . — Falei animado. — Vem, vamos logo. — Peguei no braço do Jimin para puxa-lo mas ele puxou de volta rapidamente.

— Nem fodendo, estou morto de cansaço, vou esperar naquela ponte ali —Apontou. — Você perdeu, você se vira.

   O olhei incrédulo, ah como eu queria socar esse maldito porteiro de maquete. Nem respondi, se eu fosse responder com certeza "Vai tomar no seu cu" estaria incluído na frase. Corri até a delegacia mais próxima, já estava de noite e tinha poucas pessoas na rua, quando adentrei tinha apenas um cara vestido de policial atrás do balcão e um homem de costas para mim com cabelos meio avermelhados, mas uma cor que eu estava sentindo que vi em algum lugar. Andei mais para perto e vi que o cara estava com as duas passagens na mão.

— Ya, as passagens que eu perdi. — Falei andando para mais perto do cara que por fim se virou para me encarar

— Ah, então é seu, encontrei quase agora no chão. — Estendeu a mão para entregar os bilhetes, mas eu nem consegui me mexer, estava tendo um ataque interno.

— G-G-G-G-G-G-G-Dragon. — Levei minha mão que estava tremendo e tapei minha boca. Ele riu soprado e segurando meus ombros me levou para o lado de fora de delegacia. — O-O-o que está fazendo. — Não parava de tremer.

— Seria péssimo você ter um ataque de fã na delegacia, vai  por mim.

   Caralho, ele é tão legal. Sua aparecia estava impecável, ele parecia miragem, mas me toquei que era real quando ele colocou as passagens na minha mão. Porra meu ídolo está na minha FRENTE.

— Eu sou seu fã. — Falei um pouco mais alto que deveria. — Eu tenho todos os cartazes, todos os Cds, tenho até aquele seu áudio com o T.O.P, você não tem noção como sou seu fã. — Falei dando passos me aproximando e segurando sua mão por impulso tenho que aproveitar a chance né ?

— Ei calma garoto, parece que você é fã mesmo huh ? — Deu uma risada quando eu respondi rápido "Completamente".

— O que você está fazendo aqui, achei que estivesse no centro de busan na sua casa de luxo curtindo as férias.

— Parece que você me conhece mesmo né. Bom eu estava, mas fiquei sem criatividade para escrever a música então resolvi dar um passeio para refrescar as idéias, e finalmente tive uma. — Sem perceber estava caminhando com ele na rua, ele colocou uma máscara preta e usava boné para que não o reconhecessem. Eu prestava atenção para cada palavra. — Gostaria de saber um pouco mais sobre a nova música ?

— E você ainda pergunta ? — Falei divertido mas ainda sim nervoso, caralho ele tá aqui mesmo, ainda não consigo acreditar.

— Eu estava mesmo querendo contar para alguém, mas fique entre a gente, ok ? — Assenti. — Bom é sobre um amor jovem, onde a pessoa não é correspondida. — Me arrepiei após tais palavras, pois estava me identificando. — Mas o garoto resolve não desistir, e correr atrás de sua felicidade. Que no caso, é a pessoa que ele ama.

   Quando me dei conta já estava na frente de uma enorme vã de luxo. G-dragon pegou o celular do meu bolso (eu não resolvi contrariar afinal Porra é o g-dragon ) ele colocou na câmera e puxou meu rosto encostando no dele dando um sorriso, eu quase gritei mas consegui me segurar. Enfim, veio um clarão quase me cegando indicando que a foto foi tirada, então ele me entregou e sorriu.

— Foi bom conversar com um fã como você, nem perguntei seu nome, qual é ?

— J-Jungkook. — Respondi rápido e super nervoso.

— Certo. — Entrou na vã mas logo abaixou a tela do vidro. — Até, Kookie, — Piscou e então o carro deu partida.

E eu ?

Bem, eu e o chão somos um.

   Eu estava tão pasmo que nem pra gritar eu servi, o que inferno tinha acontecido aqui ? Olhei sorrindo para rua que o carro tinha seguido e olhei para minha mão e avistei as passagens.

Putamerda, o Jimin. 

   Sai correndo quando me dei conta que tinha esquecido do meu objetivo principal, mas tenho certeza que ninguém pode me culpar. Demorou um pouco pois eu tinha me afastado mais por causa daquele motivo. Avistei Jimin com os braços apoiados na lateral da pequena ponte olhando para o céu. Até que ele me olhou

— Achou ? Nossa você demorou. — Disse indo até mim colocando as mãos no bolso.

Tava lá com o g-dragon

— Pois é, achei, o processo para procurar é demorado. — Menti, mas achei melhor não contar, afinal sou um bom garoto e não quero fazer inveja, passagem pro céu garantida.

— Que bom. — Voltou a se apoiar na lateral da ponte. — Vai começar uma queima de fogos agorinha. — Assim que ele falou o céu começou a estourar em cores, azul, amarelo, vermelho. — Nossa que lindo.

   Olhei maravilhado para o céu, nunca tinha visto tão de perto, Jimin não parecia diferente, seus olhos exploravam cada cantinho do céu, ele era lindo

   De repente as palavras de G-dragon vieram como flechas miradas em meu cérebro, o tema de sua música...

— Jimin. — O chamei e ele me olhou, murmurando um "Hun ?"

— Lembra o que eu falei mais cedo ? Sobre esquecer ?

— Lembro. — Segurei sua mãozinha com minhas duas mãos, ele me olhou surpreso.

— Não esqueça, eu gosto de você, aliás, eu amo você. — Não sei se foi os fogos vermelhos, mas acho que sua bochecha ganhou uma tonalidade mais avermelhada. — Nunca se esqueça disso, Jimin.

   Eu esperava que ele me batesse, que me desse um murro, ou me xinga-se. Mas ele apenas começou a rir baixinho, soltei sua mão e tombei a cabeça para o lado.

— Certo. — Disse sorrindo, então voltou a olhar pala o grande mar de cores no céu, me permiti sorrir junto, e me apoiei ao seu lado também assistindo aquele espetáculo de cores.

Você ainda vai se arrepender de ter me rejeitado Park Jimin


Notas Finais


Era para eu ter postado ontem a noite, mas o que aconteceu na hora ? FALTOU LUZ

Jimin se ferrou por não ter acompanhado o kook skaoakpaaiosa TOMA
G-dragon do céu, finalmente a parte final de "Viagem escolar" essa viagem deu o que falar né ? Jungkook levou um fora, desistiu, conheceu o Ídolo, e agora tá com a bola toda e não parece que vai desistir tão cedo novamente. Vai com tudo kookie sz. Zerou a vida hein.
Estou extremamente grata por todos esses favoritos, eu não esperava tantos assim, fiquei realmente feliz, 160+ favoritos ? Aaaaaaaaaaaaaa tô em choque até agora.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...