História Amor de amigos... Ou algo mais? - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 13
Palavras 1.002
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que estejam preparados pra esse cap boa leitura ^^

Capítulo 14 - Não acredito


Mat - Expliquei toda a história a ela e a vi chorar e bem nessa hora o médico veio até nós e disse 

Médico - vocês são os familiares do paciente Daniel Ferreira?

Mdd - sim eu sou a mãe dele oq houve?

Médico - ele esta vivo esta numa situação complicada tivemos que fazer uma lavagem estomacal e enfaixar os braços agora temos de esperar

Mdd - mas podemos entrar e falar com ele?

Médico - senhora sinto muito mas... Ele esta em coma

Mdd - me sento bruscamente abalada com a noticia*como assim em coma? ele vai acordar ainda?

Médico - é uma situação delicada ele pode acordar hoje, amanhã, ano que vSaí em ou ele pode não acordar mais nesses casos só podemos esperar mas vocês só vão poder vê-lo amanhã. A senhora poderia me acompanhar para assinar os papéis dele?

Mdd - sim eu posso e você Mat vá para casa eu converso com você amanhã

Mat - td bem

Saí do hospital e fui pra casa e comecei a chorar. Chorar de ódio, de tristeza e de arrependimento como eu pude acreditar naquilo? eu nem ouvi o Dan é tudo minha culpa eu que deveria estar em coma e não ele eu fui muito idiota. Me joguei na cama e chorei até dormir

                                                                              NO OUTRO DIA 

POV MAT

Acordei la pelas duas oras da tarde pulei da cama tomei banho me vesti e corri pro hospital qualdo cheguei perguntei qual era o quarto de Dan e corri pro mesmo vendo na porta a mãe e o pai de Dan engoli seco ao ver o pai de Dan me olhando parei e esperei eles conversarem com o médico a mãe de Dan passou por mim e disse

Mdd - eu não vou ficar com ódio de você nem nada sei que tinha motivos para estar nervoso mas você deveria ter pensado sabia o que ele podia fazer e mesmo assim o magoou pode entrar para vê-lo e vou tomar uma água esta bem?

Mat - esta sim e me perdoe eu nunca quis que ele ficasse nesse estado

Mdd - eu sei Mat mas espero que você pense melhor a partir de hoje

Dito isso ela saiu eu entrei no quarto e vi Dan ligado a aparelhos com os braços enfaixados parecia que estava dormindo eu acariciei seu rosto e peguei sua mão

Mat - Dan me perdoa, eu deveria ter te ouvido deveria ter sido mais racional mas não eu te tratei mal eu te magoei e agora você esta aqui eu não queria te ver assim eu preferia morrer do que te ver nesse estado eu te amo e não pensei eu estava cego de ódio e descontei tudo em você que roubou meu coração mas nenhum dia vai se passar sem que eu me arrependa eu te amo*disse e comecei a chorar e minhas lagrimas molharam o rosto de Dan eu o sequei e beijei sua testa e fiquei ali o olhando por varias horas até que caiu a noite e eu tive que voltar para casa chegando em casa expliquei tudo a minha mãe nó conversamos muito sobre o assunto eu a abracei e chorei em seu colo eu só queria que tudo fosse um pesadelo...

                                                                                    UM ANO E ALGUNS MESES DEPOIS...

Pov Mat

Um ano ja havia se passado e Dan ainda não tinha acordado ja estávamos próximos de seu aniversário e ele não acordava ele ja estava com os cabelos passando dos ombros eu estava ao lado dele era noite e eu conversava com ele não sei se ele podia me ouvir mas todos os dias eu ia até o hospital e ficava com ele eu dei um beijo em sua testa e sai do quarto e encontrei com o doutor Diego(o responsável pelo Dan)

Mat - Olá doutor... Eu estava... falando com o Dan 

D. Diego - ahh sim Mat não é?

Mat - sim olha desculpa sei que sempre pergunto isso mas sera que tem alguma chance do Dan acordar?

D.Diego - e eu sempre digo ele pode demorar como pode acordar a qualquer momento você tem que ter paciência 

Mat - mas doutor faz um ano já 

D.Diego - eu sei mas não a nada que possamos fazer bem eu tenho que ir até amanha Mat

Mat - até amanhã 

Sai do hospital e fui pra casa tomei banho e me preparei pra dormir até que minha mãe chegou em meu quarto e disse

Mdm - Mat amanha vamos sair cedo vamos na casa de uma tia sua e vamos voltar só a noite levanta cedo td bem?

Mat - mas pq?

Mdm - eu preciso resolver umas coisas la não vai demorar e na cidade vizinha

Mat - mas e o Dan? eu vou visitar ele todos os dias

Mdm - *suspiro*Mat eu sei que você dedica muito seu tempo a ele mas você tambem não pode parar sua vida a um ano você não sai dessa casa e escola casa hospital e pronto você vai comigo sim

Mat - *suspiro*td bem mãe

Eu dei boa noite pra ela e fui dormir no outro dia eu sai de casa as seis da manhã e fui de carro com minha mãe chegamos la era uma casa no bosque tinha um lago perto eu cumprimentei minha tia e meus primos e fiquei a tarde toda sentado a beira do lago jogando pedras e escutando musica depois de horas la minha mãe me chamou e voltamos pra casa quando chegamos que eu estava entrando recebi uma ligação da mãe de Dan 

Mat - Alô tudo b...

Mdd - MAT ME ESCUTA O DAN ACABOU DE ACORDAR 

Mat - eu to indo ai 

Disse desliguei o celular e sai correndo até o hospital cheguei la vi Dan acordado e o abracei chorando 

Mat - Dan me perdoa por favor eu te...

Não consegui terminar a frase por que ogo Dan separou o abraço e me olhou confuso

Dan - quem é você?...

 


Notas Finais


EEEEEEEEEEE chegamos ao final de mais um cap pessoinhas lindas do universso espero que tenham gostado a faltam 2 caps pra fic acabar e me digam oq vc querem ler na proxima fic?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...