História Amor de Dragon Slayer - Capítulo 13


Escrita por: ~ e ~RedDragonKing

Postado
Categorias Fairy Tail, High School DxD
Personagens Acnologia, Akeno Himejima, Aquarius, Aries, Asia Argento, Cana Alberona, Chelia Blendy, Doranbolt, Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Grandeeney, Happy, Igneel, Issei Hyoudou, Levy McGarden, Natsu Dragneel, Personagens Originais, Rias Gremory, Wendy Marvell, Yukino Aguria, Yuuto Kiba, Zeref
Tags Nawen, Wentsu
Exibições 285
Palavras 4.573
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Ecchi, Festa, Harem, Hentai, Luta, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


E aqui acaba o primeiro arco de Amor de Dragon Slayer.

Capítulo 13 - 013- CaçaXCaçador


Capítulo 013 - Caça X Caçador

Era de manhã, e o dia amanhecia no quarto do casal com Wendy chorando nos braços de Natsu. A garota escondia o rosto no tórax dele, enquanto este, acariciava a cabeça dela, na tentativa de fazer ela ficar calma. Wendy tinha dito outro pesadelo.

Natsu deu um beijo no topo da cabeça desta, que apertou ainda mais o corpo dele.

Se não fosse aquela maldita Lucy…” O corpo de Natsu tremeu com tal pensamento, e a temperatura do quarto subiu. Wendy afastou o rosto do tórax dele.

—A-amor… - Chamou ela em voz manhosa. Na mesma hora que Natsu olhou para ela, a temperatura do quarto baixou, voltando ao que era antes.

—Shhh - Natsu se deitou, e colocou a pequena Dragon Slayer sobre seu corpo. - Vamos ficar aqui mais um pouco…

—H-hai - Wendy se aninhou ao corpo do companheiro, e em pouco tempo, estava dormindo novamente.

Natsu ficou observando a garota dormir, dessa vez um pouco mais tranquila, sem se remexer.

Enquanto isso, dentro da Fairy Tail, Mavis e Erza eram as únicas daquela casa que tinham ido para a Guilda. Na verdade, eram as únicas com exceção de Mira e Makarov, que estavam ali. Os dois últimos conversavam com as duas.

—Quanto tempo até eles estarem prontos? - Perguntou o sexto mestre da Guilda. Mavis sorriu.

—Eles já estão prontos. - Todos olharam surpresos. - Não é à toa que somos a maior Guilda de Fiore. Eles são bem competentes, e aprendem fácil.

—Eu devo dizer que estou orgulhosa do Natsu, Wendy e Gajeel - Erza deixou bem claro. Ela nem precisou citar Laxus. Todos já sabem que ele concorre ao título de mais forte da Fairy Tail - Eles têm muito potencial.

—Principalmente a Wendy - Foi a vez de Mira. - Apesar de que as vezes ela não tem muita confiança em si própria, ela ficou bem forte também.

—O Natsu fez muito bem a ela. - Comentou Makarov. - Porém não estamos aqui para falarmos dos meus filhos. - Todos assentiram. - Quero saber o que vamos fazer quanto a Fairy Hunter.

—Vejo que vocês estão bem preocupados com a gente, Fairy Tail. - Todos veem Wakaba na porta da Guilda, com um sobretudo negro, e seu cachimbo na boca. - Vim lhes propor um acordo.

—Não queremos saber… - Makarov interrompeu Mavis. Ele olhou para Wakaba desconfiado.

—Diga. - Wakaba sorriu de lado.

—Nos entregue Wendy Marvell, e o Mestre vai poupar a Guilda ridícula de vocês. - Disse ele maldosamente. - Mas vocês podem tentar bater de frente, nós já sabemos o resultado.

—Com certeza nós sabemos, Wakaba. - A voz de Natsu assustou a todos ali. Quando todos veem, toda a Guilda estava atrás do homem. Natsu, Wendy, Gajeel e Laxus se adiantaram. Wakaba se pôs em posição de combate, fazendo Natsu, Gajeel e Laxus rirem. Wendy apenas observava. - Eu só quero saber uma coisa. Onde fica a Guilda nojenta de vocês?

Wakaba engoliu em seco. De repente de seu cachimbo, uma mão gigante feita de fumaça, saiu vindo na direção dos Dragon Slayer. Wendy se adiantou.

TENRYU NO HOUKO! - O rugido de vento da garota destruiu o golpe do homem, que deu dois passos para trás...

—Só vamos perguntar mais uma vez. - Gajeel começou a andar na direção dele, com seu braço já em forma de um bastão de ferro. - Onde fica a Guilda de vocês?

—Descubram sozinhos. (N/A: péssima escolha de palavras, não acham?) Wakaba foi atingido pelo bastão de Gajeel, que voou na outra parede da Guilda. Ele se levantou, porém tinha um braço e várias costelas quebradas. O homem cuspiu bastante sangue no chão. Natsu começou a andar na direção dele. Ele estava abaixado, e Natsu segurou ele pelo cabelo, e levantou a cabeça dele com força.

—Só mais uma vez, onde fica a Guilda? - Perguntou pausadamente. Wakaba sorriu.

—Fica na cidade de Cherrygrove. Bem no limite dela, no meio da floresta - Murmurou Wakaba - Pode ir lá. Romeu está esperando Wendy de braços abertos. E ele mandou avisar que espera que ela seja virgem.

Natsu perdeu a cabeça. Ele soltou Wakaba se afastou um pouco, e depois uma grande quantidade de fogo dourado saiu de suas mãos, e seus olhos ao invés de ônix, estavam na cor dourada também. Ele pulou alto, e gritou:

ENSHYOU YOUSEI NO KOBUSHI! (炎症妖精の拳 Punho da Fada Flamejante) - Natsu desceu velozmente na direção de Wakaba, com o punho direito rodeado das chamas douradas. Ele atingiu Wakaba nas costas, o que logo causou uma explosão, e poeira foi levantada do chão. Quando a poeira baixou, todos viram Wakaba semi morto no chão, e Natsu de costas. O brasão da Fairy Tail no braço de Natsu estava brilhando na cor dourada - Tem dia da caça e dia do caçador. E hoje é da caça.

Todos na Fairy Tail gritaram. Makarov foi até Mavis.

—O que foi isso? - Perguntou ele para a loira. - E por que eu acho que tem dedo seu nisso?

(N/A: Ele sabia que ela tinha treinado eles. Mas não o que ela treinou com eles. Makarov: Me conta! -Autor: No!)

A garota riu, deixando ele confuso.

—Digamos que eu finalmente realizei meu sonho de encontrar as fadas. - Disse ela indo falar com Wendy, deixando o velho confuso.

—Wendy! - A azulada olhou para a garota- Está pronta?

Wendy deu um sorriso mostrando as presas, fazendo Mavis sorrir.

—Nunca estive mais pronta do que hoje. - Disse ela.

Na floresta da cidade Cherrygrove, dentro de um castelo, alguém andava apressado por um corredor com várias portas. Ele entra na última porta de fronte a ele, onde tem uma grande sala, com um trono, e grandes janelas. Ele logo vê um garoto sentado no trono, beijando uma loira.

Ao perceber a presença do homem ali, o garoto separa seus lábios dos da loira, que passa a observar o homem.

—Romeu - Disse ele sério. O garoto olhou para ele sem muito interesse - Wakaba foi derrotado! A Fairy Tail vai chegar aqui em poucas horas.

Romeu faz Lucy se levantar de seu colo, e fica de pé. Ele anda até seu pai, com um sorriso no rosto. Ele vai até a janela, onde fica admirando a floresta.

—E eles vão trazer a Sky Sorcerer? - Macao assentiu, fazendo Romeu sorrir mais uma vez. - Então que eles venham. Agora se me dão licença, eu preciso ver nossa “convidada”.

—Quer que eu vá junto, mestre? - Perguntou Lucy, olhando para ele. O garoto olhou para a loira de olhos vermelhos.

—Não, Lucy - Disse ele saindo daquela sala. - Não será necessário. Pode me esperar no meu quarto.

A loira assente, e ele sai da sala. Ele anda por vários corredores, e desce uma escada, que ia pro subsolo do castelo, chegando num local com uma cela. Ele pegou a chave, e abriu a cela, que ao fundo tinha uma garota de cabelo rosas, mais escuros que os de Natsu, na parede. Ela estava presa na mesma por correntes, e tinha a cabeça baixa. Suas roupas rasgadas, e várias feridas abertas, algumas sangrando. Ela levantou a cabeça, o encarando com seus olhos azulados.

—O que você quer comigo agora, Romeu? - Perguntou ela, arisca.

Ele sorriu de lado, fazendo Cherria tremer.

—Você continua intocada pelo simples fato que pra eu poder ter os poderes do céu eu preciso da Marvell - Disse ele. - Você não tinha me dito que queria ver sua amiguinha de novo? Sua chance chegou. Ela está vindo.

—Ela não viria até você por pura vontade! - Exclamou a garota tentando se soltar.

—Ela vem achando que pode me deter - Disse ele. - Se meu plano deu certo, a Lucy contou pro idiota do Natsu sobre eu ter pego você, e eles devem vir tentar te ajudar, mas mal sabem que isso é uma armadilha. - Cherria arregalou os olhos, horrorizada. - E pensar que vou comer duas numa cajadada só!

Ela começa a dar uma gargalhada maldosa, amedrontando Cherria totalmente. Está que sentia seu corpo todo doer.

Esse vai ser o meu fim? Quem eu considerava amigo me abandonou…” Pensou ela olhando para onde deveria ter a marca da Lamia Scale. Onde a famosa sereia, símbolo da Guilda, estava ausente.

Romeu voltou a sair do lugar, o trancando novamente, e voltou a subir as escadas. Ele foi direto para seu quarto, onde encontrou a loira apenas de lingerie e salto alto.

—Vejo que voltou, mestre - Disse ela numa voz provocante. Romeu entrou no quarto e trancou a porta.

—Menos conversa e mais ação. - Disse ele indo até a loira.

Todos estavam reunidos na frente do palco da Fairy Tail, que tinha Makarov, Mavis, Erza, Mira, Gildartz e Laxus em cima do mesmo. O velho olhou para todos ali.

—Certo, pro Wakaba - Makarov indicou o homem amarrado a um canto - Dizer onde fica exatamente a base deles, com certeza é uma armadilha.

—Portanto temos que ter uma estratégia para atacar - Disse Mavis confiante. - E isso eu já planejei tudo certinho.

—Como esperado da minha imouto - Disse Natsu que estava abraçado com Wendy, que sorriu. Todos o olharam confusos, mas não disseram nada. A loira sorriu para ele. - Qual é a estratégia? - Mavis sorriu ao ouvir isso.

Todos estavam no trem. Os integrantes da Guilda que iam eram: Makarov, Mavis, Mira, Laxus, Gildartz, Natsu, Wendy, Erza, Gray, Gajeel e Juvia. Wendy tinha feito o troia nela, Natsu, Gajeel, Mavis e Laxus. O resto da Guilda ia ficar para apoio caso precisa porem. Eles já estavam no trem. Natsu, Wendy, Mavis e Gajeel iam juntos.

(N/A: Eu não me lembro em qual, mas tem um episódio que o Natsu fala que o Laxus tem enjoo de meio de transporte também.)

—Foi uma estratégia muito boa, Mavis. - Disse Gajeel comendo um parafuso. - Mas nós podemos nos dar o luxo de subestima-los. - A loira concordou.

—Se tudo sai conforme eu previ, Vamos destruir os Hunter, e ainda por cima saber da tal menina que eles sequestraram - Disse a loira. Todos assentiram. Wendy olhou para a janela pensativa.

—Algum problema, Wendy-chan? - Perguntou Natsu ao ver sua companheira tão distraída. A azulada olha para ele.

—Tenho uma sensação não muito boa. - Disse ela. - É como se uma amiga minha corresse perigo…

Natsu abraçou a azulada, que ficou encostada no rosado, logo adormecendo. Passou-se algum tempo, e ficaram apenas Natsu e Gajeel acordados.

—Hey Salamander - Natsu olhou para o dragão de ferro. - O que houve entre você e ela naquele hotel, na última vez que fizemos uma missão nessa cidade?

—Como assim? - Disfarçou Natsu. Não queria contar sobre a sua noite mais “caliente” com Wendy.

—Eu senti um cheiro… - Disse ele - Um tanto adocicado, e parecia ser da Onee-chan.

—Bom, digamos que algo que eu não sei o que possuiu a Wendy naquela noite. - Explicou Natsu evitando olhar para o irmão.

—Entendi. - Disse ele - Eu vi a Erza dando uma pílula pra Wendy naquele trem. - Disse ele. Gajeel não estava totalmente apagado aquele dia. - Veja com a titânia depois, pode ter algo a haver com isso.

—Quando tudo isso acabar, eu vou bater um papinho com a Erza. - O rosado olhou para a amiga, que dormia tranquilamente. “É raro ver ela de guarda baixa…

Wendy se remexeu um pouquinho ao lado de Natsu, chamando a atenção do jovem de cabelos cor de salmão. Ela abriu os olhos, e olhou para Natsu, que a olhava pensativo. Gajeel apenas observava os dois.

—Natsu-kun? - Natsu saiu de seus devaneios quando ouviu a doce voz da azulada - Aconteceu algo?

—Ainda não - Respondeu o rosado dando um sorriso para acalmar a azulada. Ela sorriu de volta para ele, e olhou para Gajeel.

—Imouto, deixa eu perguntar uma coisa. - Disse o moreno. Natsu olhou para ele como se dissesse: Por tudo que é mais sagrado… Não fala… - O que era a aquela pílula que a Erza te deu?

Wendy parou e raciocinou por alguns minutos. De repente o rosto foi ficando mais vermelho a cada segundo que se passava.

—A-a pílula? - Perguntou Wendy vendo o moreno assentir, com certa diversão nos olhos. - E-era uma pílula pro enjoo…

—Ah certo… - Gajeel fingiu acreditar, mas piscando para Natsu. O rosado bufou. Eles achavam que a azulada não sabia de nada. Mal sabiam eles, que ela sabia muito bem a real intenção do remédio.

Logo estavam todos os magos na estação de Cherrygrove. Gajeel estava distante deles, enquanto Mavis revisava o plano.

—Certo. Devemos começar o mais rápido o possível. - Disse a garota decidida - Não sabemos nada sobre o real estado da garota….

Toda vez que era mencionada essa garota, Wendy sentia um calafrio cortar seu corpo, que ela preferia guardar para si própria. Mas não mudava o fato, dela ter a sensação de conhecer essa jovem.

Logo Gajeel apareceu perto dele com uma expressão satisfeita no rosto. Todos olharam para com curiosidade.

—Onde você tinha ido, Gajeel? - Perguntou Erza curiosa.

—Fui fazer um lanchinho - Disse ele - Vamos, temos que andar muito ainda para chegar lá.

Sem entender bem, eles começaram a andar na direção em que Gajeel ia. De repente, um grito, espantado, foi ouvido pelo grupo ao longe:

—ROUBARAM AS RODAS DO TREM!

Gajeel ainda segurava o riso, que lhe era causado pelas expressões de seus nakamas quando perceberam que a rodas roubadas tinha virado almoço dele. Eles tinham avistado o mausoléu, como Wendy tinha batizado a construção.

—Lembra um pouco prédio da Guilda - Comentou Gray observando a construção atentamente. - Quantos será que tem dentro?

—Muitos. - Chutou Laxus. - Eu duvido que tenha somente os traidores ai dentro. - Disse o loiro com certo desgosto na voz. Ele ainda não podia acreditar que eles tinham traído sua própria família.

—Bom, nós danos um jeito neles - Comentou Makarov. Eles sentem um poderoso poder mágico vindo do castelo.

—O que é isso? - Perguntou Juvia olhando com atenção para o prédio.

—Não sei, mas não parece coisa boa. - Mira se levantou. - Eu vou usar a Satan Soul, e voar a área, conforme o plano. Quando eu der o sinal vocês avançam.

Todos assentiram. Um brilho envolveu a albina, e logo sua forma demoníaca apareceu. Ela voou para o céu, para ficar de guarda. De repente eles puderam ver o sinal que Mira deu lá do céu, e sorrateiramente, começaram a andar na direção do prédio. Eles chegaram na porta, e dividiram o grupo, ficando cada um de um lado da mesma. Gajeel olhou para Laxus, que assentiu com a cabeça, e com um raio, destruiu a porta, assustando vários integrantes da Guilda das trevas lá dentro.

—O que foi isso?! - Perguntou um desses integrantes olhando para a porta destruída. De repente um vulto entra voando, e libera alguns raios negros sobre eles. Era Mira. Logo todos os outros entraram logo em seguida.

Erza corria, até que foi parada por um grupo de magos de baixo nível, fazendo ela rir. Logo duas espadas apareceram em suas mãos, e começou atacar os magos, que caiam muito fácil. Erza logo se abaixa, quando vê um mago em chamas passar por cima dela, e colidir com a parede. Ela olha para onde este tinha vindo, e vê Mavis com os punhos cercados de fogo.

—Por que eu não to surpresa? - Perguntou-se voltando a atacar os magos.

Com Mavis, está usava um vestido amarelo e azul de Wendy, que como a azulada era bem menor quando usava ele, ficou meio curto na loira. Ela também tinha sapatilhas brancas, também de Wendy nos pés.

KARYU NO HOUKO! - Exclamou ela, e logo o som de um rugido foi ouvido, e chamas dispararam da boca da loira, nocauteando vários magos. Ela olha em volta, e vê Makarov em sua forma titã destruindo desde os magos ao prédio, Gray e Juvia lutando juntos, Gildartz desmontando vários magos, deixando eles pedaços. Percebeu também a falta de Natsu e os outros Dragon Slayer. “Eles já devem ter colocado o plano em prática!”

Enquanto isso, com Natsu, Wendy, Gajeel e Laxus, eles corriam pelos corredores do grande castelo atrás de um cheiro diferente dos que eles já conheciam.

—Acharam alguma coisa? - Perguntou o loiro olhando para eles. Apesar de ser um Dragon Slayer, Laxus não era um comum, portanto, mesmo que seu olfato fosse muito apurado, os dos três eram melhores que os dele.

—Ainda não Laxus-san - Respondeu Wendy farejando o ar. De repente ela sente um cheiro conhecido. - E-espera… Esse cheiro…

—Eu já senti em algum lugar… - Disse Natsu. De repente Wendy correu na direção de uma porta, na qual usando sua magia ela destruiu. - Vem daí né?

Wendy olha para o companheiro assentindo. Ele fica na frente de Wendy, enquanto Gajeel e Laxus ficam atrás dela, formando uma escolta para a garota. Natsu cria a chama na ponta do dedo, e eles começa a descer uma escadaria, que no fim tinha uma sala, com uma porta ao fundo.

—Vem de trás dessa porta. - Wendy parecia alvoroçado com o cheiro. Natsu deu um sorriso maligno ao olhar para a porta.

Cherria nesse momento que estava divagando em seus pensamentos, olhando para o chão. Sentia-se fraca, apesar de comer seu elemento sempre que podia. De repente a porta da cela fica vermelha, e explode, levantando uma grande coluna de poeira. A garota olha para a porta com certo receio. De repente sua visão é coberta por uma camada de cabelos azuis escuros. Quando ela se dá por si, Wendy tinha quebrado as correntes que anulavam sua magia, e ela estava ajoelhada no chão.

—C-Cherria… - Murmurou a azulada abraçando a amiga. - Como eles te pegaram…?

Natsu farejou o ar, sentindo um cheiro conhecido por todos ali. Ele olhou para Gajeel e Laxus que fizeram uma expressão maldosa. De repente, surge Romeu, com expressão de fúria encarando os caçadores de Dragão.

—Devo lhes parabenizar… - Disse ele sorrindo macabramente. - Trouxeram a Wendyzinha pro meu covil. Já podem...

Ele é interrompido por um soco de Natsu que o jogou no chão, com sangue escorrendo da boca dele. Logo em seguida, levou um chute no peito de Gajeel, e por último, Laxus pisou no tórax do garoto, que cuspiu sangue.

O loiro ergueu a mão, e várias faíscas dispararam da mão dele, criando um clarão que ofuscou a visão de Romeu, obrigando ele a fechar os olhos. Quando conseguiu abri-los novamente, todos tinham sumido.

Mavis e os outros que tinham destruído o resto dos magos. Esperavam o sinal do grupo de Dragões. De repente uma chama sobe ao céu, explodindo em seguida.

—Sabia que eles conseguiriam! - Exclamou a loira com felicidade.

—Porém temos que acabar com pai e filho para colocarmos um ponto final nisso - Disse Erza se preparando. De repente eles ouvem palmas, e ao olharem veem Romeu, Macao e Lucy olhando para eles com um sorriso maldoso no rosto.

—Podem vir tentar então. - Disse o mais novo.

Natsu, Wendy, Cherria, Gajeel e Laxus estavam na floresta. Wendy curava as várias feridas da rosada, que estava desacordada. O rosado olhava para o castelo querendo ir logo ajudar seus Nakamas.

—Ela vai ficar bem? - Perguntou Laxus olhando para Wendy.

—Vai sim, mas pode demorar um pouco… - Respondeu a azulada. Cherria nesse momento começa a querer acordar. A rosada abre os olhos, e olha para os seus salvadores.

—W-Wendy, não volta lá… - Disse a rosada segurando a mão da azulada. - Ele ia usar nos duas para roubar nossas magias, ele estava atrás de uma tal de Mavis Vermilion Dragneel…

Todos se olharam, e olharam para Natsu, que deu soco em uma árvore, incendiando a mesma.

—Ele queria a minha imouto? - Perguntou o rosado louco de raiva. - A minha rainha, e a amiga dela?

—Natsu cal… - Laxus olhou para Gajeel que olhou para ele como se dissesse: Ele não vai te ouvir.

De repente várias chamas douradas começaram a saltitar do corpo do garoto. Wendy e Cherria, que estavam abraçadas, apenas observavam a cena.

—Bom, como já salvamos as duas - Disse Gajeel com os olhos brilhando na cor dourada. - Não precisamos mais nos segurar para acabar com os malditos, não é?

—Com certeza. - O corpo de Laxus começou a cuspir faíscas elétricas azuis - Agora vamos tocar o foda-se.

Wendy se soltou de Cherria, e ficou de pé. Ela começou a soltar rajadas de ar pela mão, essas rajadas estavam na cor dourada. Uma áurea começou a sair do corpo da azulada. Os brasões da Fairy Tail que os magos tinham estavam brilhando na cor dourada também. De repente um forte brilho surgiu onde os magos estavam, e quando cessou, as áureas em torno do corpo deles estavam no formato de Fadas com cauda. Cherria assistiu a tudo isso de boca aberta.

Natsu, Gajeel e Laxus voaram na direção da Guilda, e quando Wendy ia atrás deles, Cherria segura a azulada.

—Cherria, o que foi? - Perguntou a garota.

—Por favor… Não quero ficar sozinha… - A rosada chorava - Não de novo…

Onde a Fairy Tail lutava, todas as fadas estavam no chão. Makarov estava desmaiado, Erza com sua armadura completamente destruída. A única acordada era Mavis, que se levantava cuspindo sangue. De repente alguém a pegou pelo pescoço, e a levantou. Era Romeu, que tinha um sorriso macabro no rosto. Mavis olhou com certo medo. Seu vestido estava completamente sujo, e rasgado em alguns pontos, mas nada que deixasse Romeu ver as intimidades da loira.

—Sabe… Vocês fizeram tudo que a gente queria… - Disse ele com um tom de voz macabro. - E trazer você de volta a vida no seu corpo, foi a principal. Agora você é minha Mavis Vermilion Dragneel.

—C-como você sabe…? - Perguntou a loira. Romeu sorriu maldosamente.

—Foi fácil até, apenas espionei. - Disse ele - E agora vou te…

Uma forte chama dourada atingiu Romeu, o jogando contra uma parede, destruindo a mesma. Macao olhou para o filho.

—ROMEU!

Gajeel foi na direção dele, e o atingiu com seu braço transformado em um bastão de ferro. Lucy correu para se esconder.

(N/A: Mesmo como uma vilã, ela é inútil.)

Romeu se levantou, cuspindo sangue, e olhou para Natsu, que segurava Mavis como uma noiva. Esta estava desmaiada.

—O que você fez com minha imouto? - Perguntou ele sombriamente. Wendy pousou ao lado de Natsu. -Você encostou nela…

—Amor - Natsu olhou para Wendy, que abraçava ele. - Põe a Mavis aqui no chão. Eu vou curar ela.

O rosado obedeceu. Logo a azulada curou a loira, e depois puxou Natsu para um beijo, invadindo a boca dele com sua língua. Ela levou sua boca até o ouvido de Natsu.

—Pega ele, meu dragão - Natsu sorriu maldosamente.

Laxus estava tirando os membros da Guilda desfalecidos dali. Ele carregava seu avô pendurado no ombro, quando ele Disse:

—Laxus… O plano da…

—Deu certo Vovô - Disse ele. Logo ele viu Cherria escondida ali num canto, assistindo a batalha. O Loiro ainda estava na com a Fairy Force ativada. Ele andou até a rosada. - Cherria, certo?

—S-sim, Laxus-sama - Ela parecia assustada. O loiro colocou a mão no ombro dela, que tremeu um pouco com o toque dele.

—Pode curar meus amigos?

Romeu e Natsu se encaravam mortalmente. Mavis estava acordada, e estava atrás de Wendy, está em posição de batalha. Romeu liberou chamas negras na direção de Natsu, que com o movimento da mão, fez elas sumirem completamente. O rosado sorriu, mostrando as presas.

—Só isso? - Perguntou ele irritando o garoto. 
Logo o mais novo olha para seu pai, em tempo de ver a seguinte cena:

Ele estava correndo na direção de Gajeel, com chama negras, iguais às de Romeu. Ele tentou acertar os punhos, cercados com essa magia, no Dragon Slayer do ferro, que desviou de todos os golpes.

—Cansei - Gajeel tomou um distante do homem. - KUROGANE YOUSEI NO KOBUSHI (鉄妖精の拳- Punho da fada de ferro) - O punho de Gajeel, que virou ferro, ficou encoberto por uma energia amarelada, e logo, o moreno atingiu Macao com esse punho, fazendo o homem gritar, e ser jogado contra uma parede, com grande parte do castelo sendo destruído com aquilo. Várias pedras começaram a cair, porém Wendy balançou a mão, e uma forte rajada de vento jogou-a longe.

—É melhor você desistir, Romeu - Rosnou Natsu. Romeu riu, irritando o rosado. - Gajeel, tire a Wendy e a Mavis daqui.

—Certo. - O Dragon Slayer de ferro foi até elas, e as colocou cada uma por cima de um ombro, depois voando com elas dali.

—Onii-Chan! - Exclamaram Mavis e Wendy juntas.

—Ordens do responsável por vocês duas. - Respondeu Gajeel divertido. Ele achou os membros da Guilda, todos de pé, e ao lado de Laxus estava Cherria. Gajeel tocou o chão, e logo sua áurea e a de Wendy desapareceram.

—A Fairy Force desapareceu. - Comentou a azulada olhando para suas mãos. Laxus também tinha voltado ao normal. - Quer dizer que o Natsu-kun…

—Não precisa se preocupar, cunhada. - Wendy olhou para Mavis, está estava sentada no chão. - A de vocês acabou por que aqui não temos inimigos. Já onde o Natsu-nii está… Ele está cercado deles.

Natsu encarava Romeu, que parecia furioso. O pequeno correu na direção do rosado, que desviou de um ataque de Romeu. Ele acertou Romeu com um soco na boca do estômago, seguido de um chute, que derrubou o moreno.

—Você mexeu com meus amigos… - Rosnou Natsu andando até ele - Minha família… - A temperatura no local começou a subir - Você merece morrer.

Dito isso, a áurea da Fairy Force de Natsu sumiu, mas logo o rosado voltou a brilhar. Seu rosto tinha escamas de dragão, seus dedos, garras afiadas. Em suas costas, asas de uma Fada. Porém as asas eram uma mistura de Fada com Dragão. Uma cauda também apareceu, essa cauda era de Fada.

(N/A: Assumindo que as fadas têm cauda)

—O que caralhos é você?! - Perguntou/Exclamou Romeu tentando andar para longe de Natsu. O rosado sorriu maldosamente.

—Sou seu fim. - Disse Natsu. Seu punho brilhou na cor dourada, e chamas saíram do mesmo. - ENSHYOU YOUSEI NO KOBUSHI! - Ele correu na direção de Romeu, e o atingiu com um forte soco no estômago, o jogando contra uma das colinas de sustentação do castelo. Natsu, vendo que ia tudo desabar, usando as asas, voou dali. Assistindo do céu, o castelo ceder, e desmoronar.

O rosado sentiu cheiro da Guilda, e foi até lá. Ao chegar lá ele encontra Wendy abraçada com uma mulher de cabelos brancos, e olhos azuis. Ao lado dela, tinha um homem ruivo. Ao tocar o chão, a transformação de Natsu some, deixando o rosado normal. O ruivo, que conversava com Mavis, se vira, e olha para Natsu, que reconhece seu cheiro.

—Pai… - O rosado não consegue dizer mais nada. Apenas vai no chão, desmaiado. Mal sabiam eles, que Natsu só voltaria a acordar uma semana depois.

FIM DO ARCO FAIRY HUNTER



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...