História Amor de Infância - Capítulo 37


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Aquarius, Aries, Bickslow, Cana Alberona, Câncer, Capricórnio, Chelia Blendy, Elfman Strauss, Erza Scarlet, Evergreen, Freed Justine, Gajeel Redfox, Gildartz, Grandine, Gray Fullbuster, Happy, Igneel, Jellal Fernandes, Jude Heartfilia, Jura Neekis, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Layla Heartfilia, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Lucy Heartfilia, Macao Conbolt, Makarov Dreyar, Mavis Vermilion, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel, Rogue Cheney, Romeo Conbolt, Sting Eucliffe, Virgo, Wendy Marvell, Yukino Aguria
Tags Fairy Tail Nalu Amor Infância
Exibições 354
Palavras 1.643
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Estou de volta! Sentiram minha falta? Espero que gostem dos capítulos de hoje, então vamos ao primeiro do dia. Boa Leitura 😘

Capítulo 37 - Capítulo 37


Os garotos estavam no estacionamento do Resort, já de frente para a minivan esperando as garotas chegarem, até que elas finalmente apareceram.
-Finalmente.-O Sting falou.-Agora podemos ir?
-Ainda não.-A Levy falou.
-E por que não? -O Gajeel perguntou.
-Eu convidei duas pessoas, pra virem junto.
-E por que você convidou mais gente, baixinha?
-A Cana não falou, quanto mais gente melhor? Então.
-Desculpa a demora!-A Asuna gritou se aproximando do pessoal.
-E quem são esses?-O Jelall perguntou.
-Esses daqui são a Asuna e o namorado dela o Kazuto.
-Podem me chamar de Kirito. Então pra que boate a gente vai?
-Ela não é muito longe do Resort.-A Cana falou.-Então quem vai dirigir?
-Eu dirijo.-O Natsu falou.-Da a chave.
-Toma aí.
A Cana jogou a chave pro Natsu, que pegou. A galera entrou toda na minivan e o Natsu ligou a mesma e começou a dirigir.
-Coloca uma música aí. - A Juvia falou.
-Pode deixar.-A Lucy falou sorrindo.
A loira ligou o rádio e tocava uma música muito animada e que todos conheciam, a turma toda começou a cantar e como sempre eles são barulhentos e animados.
Depois de vinte minutos o Natsu estacionou a minivan, de frente para uma boate toda com uma fila enorme e o som alto dava pra ouvir do lado de fora. Todo mundo saiu da minivan e olharam surpresos para o tamanho da fila.
-Então como vamos entrar? -A Asuna perguntou.-Porque essa fila está enorme.
-Não se preocupem com isso.-A Cana falou.-Eu já tenho uma idéia. Garotas venham comigo.
A Cana levou as garotas, até a entrada onde haviam alguns guardas, que olharam seriamente para elas.
-Senhor, você poderia deixar eu, minhas amigas e aqueles belos rapazes entrarmos na boate?-A Cana perguntou.
-Claro. Mas terá que entrar na fila e esperar.
-Mas Moço.-A Lucy falou sorrindo.-Você poderia deixar a gente entrar, estamos com o dinheiro e se quiser pagamos até mais.
-Está nos subornando, é loirinha?-O outro segurança perguntou.
-Eu não diria suborno, e sim de uma recompensa extra.
-Isso não irá funcionar. Então tratem de entrar na fila.
-Tudo bem, então você não me dá outras alternativa.-A Cana falou.-Quero que chame o Dono da boate.
-E por que faríamos isso?
-Por que ela está mandando.-A Juvia falou.
-Olha como fala conosco, mocinha.
-Mocinha o escambau.-A Juvia falou se irritando.-Pro seu governo eu já tenho idade suficiente, pra ser considerada madura.
A Juvia cruzou os braços e olhou completamente irritada para os seguranças,  a Lucy se aproximou da azulada e segurou seu braço e falou no seu ouvido.
-Juvia, não provoca o segurança.
-Quem está me provocando é ele.
-Então dá pra chamar o Dono logo?-A Cana falou.-Ou a gente vai ter que fazer um escândalo. E acredite isso é nossa experientes nisso.
-Tudo bem. Vamos chamar o Dono.
Um dos seguranças saíram e não demorou muito para ele chegar acompanhado de um moço que aparenta ter seus 40 anos, baixinho gordinho, cabelos laranjas e olhos pretos. Assim que ele viu a morena um sorriso brotou em seus lábios.
-Cana-chan. É tão bom ver, que aceitou meu convite. E trouxe belas amigas.
-Também trouxe belos rapazes.-A Cana falou.- Podemos entrar?
-Claro que podem. Estão convidados a vir na área VIP.
-Vou chamar os garotos.
A Cana foi até os garotos e e avisou eles, a Juvia se aproximou do segurança e deu um sorriso vitorioso.
-Toma essa.
A Juvia entrou na boate e logo as garotas e os garotos entraram atrás dela, assim que entraram o moço os levou até a área VIP, assim que chegaram viram as pessoas bebendo e conversando havia três garotos sentados e em volta deles haviam diversas garotas rindo para eles.
-Espero que se divirtam, senhoritas e senhores.-O moço falou sorrindo.-Que falta de educação a minha, eu sou o Ichiya Dono da boate Blue Pegasus.
-Muito prazer, Ichiya-san.-A Levy falou.-A sua boate é muito linda.
-Obrigada. Aproveitem.
O Ichya saiu andando, a Cana foi logo se aproximando do bar, a Lucy ficou perto do Natsu, os dois estavam sentados em uma mesa.
-Vamos dançar, garotas!-A Cana falou se aproximando.
-Claro.-A Levy falou.
As garotas se levantaram e foram andando até a pista de dança, as garotas dançavam sensualmente ao ritmo da música que tocavam.
-Ei, Lucy!-A Asuna gritou para que a loira escutasse.
-Oi!
-Você e o Natsu, estão juntos?!
-Estamos sim!
-Finalmente! Eu achei que nunca iriam adimitir!
-Até você, Asuna!
A Asuna deu risada, as garotas continuaram dançando animadamente. Os garotos que estavam em uma mesa observavam as garotas, o Natsu e o Kirito não estavam gostando nada daquilo, não pelo fato delas estarem dançando e sim porque os homens ali presente estavam olhando maliciosamente para elas.
-Não estou gostando nada disso.-O Natsu falou sério.
-Então somos dois.-O Kirito disse.
-Olha o ciúmes no ar, agora em dobro. -O Gageel zombou.
-Não enche!-Os dois disseram juntos.
-Não provoca, Gageel.-O Rogue falou.
-Me adimira você estar tão calmo, Rogue.
-Por quê?
-A Juvia está dançando tão sensualmente na pista de dança,  e tem vários homens a olhando com desejo. Me adimira você não ter ido puxar ela da pista de dança.
-Eu e a Juvia não temos nada, apenas amigos.
-Você pensa assim.-O Sting se pronunciou. -Ela eu já não tenho certeza.
-Por que diz isso?
-Rogue, você sabe muito bem que a Juvia gosta de você. -O Jelall falou.- Mas não faz nada sobre isso.
-E vocês querem que eu faça o que?
-Conversa com ela. A Juvia precisa saber o que você sente por ela.
-Achei que não precisava mais.
-Mas precisa.-Os três falaram juntos.
-Quem ele pensa que é?!-O Natsu rosnou.
O Natsu estava observando a Lucy, quando viu um garoto de cabelos castanhos claros e olhos castanhos mel, flertando com a loira. O rosado foi em direção da loira e se pois no meio do dois e olhou sério para o garoto, que estava sorrindo.
-Oi.-O garoto falou.-Quem seria o cavalheiro?
-Sou o Natsu. E você?
-Hibiki. Vejo que conhece a Bela Senhorita.
-Eu conheço sim, ela é minha namorada.
-Entendo. Não quero atrapalhar o casal.
O Hibiki saiu andando e a Lucy começou a rir da ação do rosado, que olhou pra loira.
-Qual é a graça?-O Natsu perguntou.
-Você estava com ciúmes.-A Lucy falou apertando as bochechas do Natsu.
-Para, Luce!
-Mas eu ainda não sou sua namorada.
-Mas para os engraçadinhos que ficam flertando com você, eu sou seu namorado.
-Calma, Natsu. Não se preocupa, mesmo que você não ainda não tenha pedido, eu sou sua namorada.
O Natsu sorriu e deu um beijo na Lucy, que envolveu o pescoço do Natsu e começou a passar as mãos no cabelo dele, o Natsu colocou as mãos na cintura da Lucy.
-Eles são tão fofos.-A Asuna falou sorrindo.
-São muito melosos.-O Kirito disse.
-E qual o problema nisso?-A Asuna falou séria.
-Problema nenhum, mas você podia parar de prestar atenção nos casais alheios e prestar atenção em mim.
A Asuna olhou pro Kirito e deu um sorriso,  ela colocou as mãos na nuca do mesmo e se aproximou dele e o beijou, o Kirito colocou as mãos no rosto da Asuna e aprofundou o beijo.
Em um canto a Juvia estava já um pouco alterada por causa da bebida, olhava a Asuna e o Kirito se beijando e também a Lucy e o Natsu. O Rogue se aproximou da azulada e tirou o copo que estava na sua mão e a Juvia olhou emburrada pra ele.
-Rogue! Me devolve!-A Juvia reclamou.
-Nada disso. Você está bêbada, então é melhor parar.
-Não quero! Você não manda em mim!
-Você parece uma criança, quando fica bêbada.
-Uma criança não faria isso, Rogue.
A Juvia se aproximou do moreno e o beijou, o Rogue ficou surpreso com o ato da azulada, ele se separou da Juvia que o olhou sorrindo.
-Rogue, você tinha que corresponder.
-Juvia, somos apenas amigos. Não confunda as coisas.
-Não estou confundido nada. Você não acha que eu tenho capacidade de entender os meus sentimentos?!-A Juvia falou se irritando.
-Você sabe muito bem que eu gosto de outra pessoa. E eu não posso te beijar, ou ficar com você.
-E essa garota que você gosta, por algum motivo está gostando do Sting e não de você!
-Eu sei disso. Mas não é fácil esquecer.
-Eu que o diga. Quer saber que se dane você.
A Juvia pegou o copo da mão do Rogue e saiu andando, o moreno soltou um suspiro preocupado com a amiga.
As horas foram se passando e todos eles dançavam e até mesmo ficavam com algumas pessoas, como a Cana que pegou o tal de Hibiki, a Juvia que pegou um garoto de cabelos loiros e olhos castanhos. Já era quase três da madrugada quando eles resolveram ir embora, melhor dizendo o Natsu, Gray, Gageel, Lucy e Rogue não aguentavam mais aturar a Erza, Cana, Sting e Juvia, que já estavam completamente bêbados.
O Natsu deu partida na minivan e dirigiu em direção do hotel, a Asuna já estava dormindo apoiada no ombro do Kirito, a Lucy estava com a cabeça encostada no vidro morrendo de sono.
-Me adimira você não estar bêbada. -O Natsu falou.
-Eu estava muito ocupada, para ficar bebendo.-A Lucy respondeu com a voz cansada.
-Pode dormir, quando chegarmos eu te aviso.
-Não quero, vou te fazer compainha.
-Tá bom.
Não demorou muito e o Natsu estacionou a minivan no estacionamento do hotel, o pessoal que estava sóbrio levou os bêbados para os seus quartos, o Natsu tinha levado a Cana pro quarto e assim que voltou pra minivan viu a Lucy dormindo, ele deu um pequeno sorriso e abriu a porta do passageiro e tirou o cinto da mesma e a pegou no colo e a levou até o seu quarto e a pois na cama.
-Boa noite, Natsu.-A Lucy falou sonolenta.
-Boa noite, Luce.


Notas Finais


Até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...