História Amor de infância - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 5
Palavras 848
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Hentai, Josei, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Visual Novel
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oie pessoal

Tô lutando com muita falsiane na escola e a vida tá dura
Mas não vou deixar de postar por causa dessas vaca que só fode com nossa vida

Espero que gostem desse cap meio estranho e legal, n sei, vocês que vão dizer se tá bom

Capítulo 3 - Hot dos melhores amigos???


Fanfic / Fanfiction Amor de infância - Capítulo 3 - Hot dos melhores amigos???

Alexy: Você vai ser só minha hoje

Eu: Então me faça sua apenas por essa noite

Ele me dá aquele sorriso fofo/malicioso que eu mais amo nessa life, logo me subindo e colocando na bancada da pia, arrancando um beijo quente e intenso ao longo da batalha por espaço de nossas línguas, Ele vai descendo com seus beijos e chupoes por todo meu corpo, até chegar em minha intimidade que logo começa a estimular meu clitores arrancando gemidos de mim, mesmo eu  tentando fazer o mínimo barulho possível, mas esse cara me tira do sério, continuava me fazendo querê-lo logo dentro de mim, enquanto estimulava-o, apalpava um de meus seios e chupava o outro com vontade

Eu: Alexxyy

Gemo ao sentir seus dedos me penetrarem com movimentos extremamente gostosos, aquilo estava me fazendo delirar e gemer seu nome com uma voz manhosa, Alexy suspira, com aquela cara de safado que só ele tem, abocanha minha intimidade rapidamente, esse cara quer mesmo que algum segurança venha ver por que tantos gemidos num banheiro de deficientes.

Alexy: Quero ouvir você gemer meu nome até não conseguir mais, delicia

ele volta a fazer o que estava fazendo, agora com mais brutalidade, tirando altos gemidos mwus

Eu: Ah, A-alexy, hmmm

Ate que chego ao meu limite, ele tira sua boca de lá, lambendo seus dedos, me encarando com um olhar que Jesus amado

Eu já estava toda despida, agora bora tirar bem gostoso a roupa do Alexy

Eu o puxo pela camisa dando-lhe um selinho seguido por um pequeno sorriso, vou tirando sua blusa devagar, beijando todo seu peitoral, vou para parte da calça, a tiro cuidadosamente, junto com a sua Boxe, revelando seu membro rígido, abocanho-o, arrancando um suspiro gostoso do Alexy, lambo toda a parte da glande devagar, e logo vou fazendo movimentos de vai e vem com a boca, eu gemia, mas meus gemidos se transformavam em vibração pelo fato de eu estar chupando seu membro, isso o deixava muito excitado, logo chega no ápice e eu engolindo todo o liguido com prazer

Eu o faço deitar no chão do banheiro, eu por cima dele não tirando o olhar macilioso dos dele

Eu: deixa eu cavalgar em você seu gostoso do caramba!

Alexy: Meu pau é todo seu

Ele diz dando uma pequena risada

Eu coloco devagar seu membro dentro de mim, rebolando em cima do mesmo, quando está completamente dentro de mim, eu começo a quicar, preenchendo o lugar com suspiros e gemidos de nós dois

Eu: A-Alexy, hmmm

Alexy: Cavalga aí pro seu amigo gostoso

Eu começo com movimentos que passam a ficar totalmente frenéticos

Alexy: A-ahley

eu não costumo usar muito camisinha, acho mais gostoso sem, eu saio de cima dele, começo a chupar seu membro segundos antes dele chegar no ápice, seu líquido quente e doce se espalhou por todo meu corpo, engoli a maior parte, eu chego no ápice tmb, eu não costumo olhar meu celular em horas legais mas eu saio do chão e vou ver meu celular, puta merda, tenho que arrumar umas coisas lá em casa.

Olho triste para Alexy

Alexy: Que foi? Deixei você ficar com meu pau e tu vem com cara de cu aí, o que foi?

Eu: tenho que me despedir de você 

Alexy: já? 

Eu: tenho que arrumar umas coisas lá em casa

digo lavando as partes que foi derramado gozo em mim, ele logo se levanta e veste suas roupas tmb, eu me viro para ele e choro com um sorriso bobo no rosto 

Eu: Venha me visitar seu Muleque do pau gostoso

Alexy: Não chora poh, eu vou ficar aqui, esperando a amiga retardada que nem eu voltar, agora talvez eu vá não sei 

Eu: Então me prometa uma coisa

Alexy: tô ouvindo!

Eu: Não é um adeus!

Alexy: Não é um adeus!

Juramos de dedo mindinho e nos abraçamos 

Eu: eu ainda não acredito que eu transei com vc no banheiro de cadeirantes

Alexy: Isso vai ficar marcado na história 

Rimos loucamente enquanto dou o talvez último beijo na sua testa

Eu: Eu vou socar vc

Alexy: o que eu fiz agora?

Eu: pra ver se você para de me seduzir com esse seu corpo

Alexy: Vou sentir sua falta tmb 

A coisa mais legal de ter um amigo que pode ser várias coisas é que esse entende o que eu falo , e eu falo umas coisas sem noção que só ele decifra

Eu: tchau Alexy

Alexy: Tchau Ashley

Dizemos saindo do banheiro, muita gente olha pra nós com duvida

Eu: bora fingir que nada aconteceu sei lá, tô achando que eles ouviram algo sei la

Alexy: Eu vou por essa porta, tchauzinho, e se tiver alguém que quer te tirar da minha life, me liga que eu vou correndo dar uma voadora nesse FDP.

Eu: Okokok Alexy-lindo 

 

Saímos por portas diferentes, e voltando a um assunto, meu amigo é meio amante/professor/orientador/ator/só meu e muito bagulho a mais.

Eu acho isso um pouco errado mais não somos perfeitos né:)

Bora lá pra casa pra arrumar as malas e os outros negócios...

 

continua...Depois...


Notas Finais


Até o próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...