História Amor de Longa Data - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Hizashi Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Izumi Uchiha, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Naruhina
Exibições 159
Palavras 3.596
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Mais um cap ^^
°desculpe a demora de postar

Capítulo 13 - Meu BAKA


*HINATA POV*

Acordei, Naruto-kun não estava mais na cama, olhei para o guarda-roupa e vi que tinha um post-it com um recado.

"Oi amor, hoje tenho uma reunião com os conselheiros e com os antigos Hokages, não pude ficar mais, mas quem sabe hoje não saímos para jantar? Bjs"

Depois que li o cartão, deixei colado no guarda-roupa mesmo e fui me arrumar para trabalhar pois não tinha aula, e por isso iria trabalhar mais.

******

Chegando na clínica, o SR. Kiba me chamou em sua sala.

-Olá SR. Kiba - Disse entrando - No que posso ajudar?

-Bom... Sabe aquela cachorra que a senhorita ajudou no parto?! Então ontem a dona trouxe os filhote para a doação, acho que são 9 se eu não me engano, mais antes temos que deixar a vacinação em dia, e eu queria sua ajuda porque são 9 CACHORRINHOS - Falou rindo. - A moça disse que ficou com um filhote e outro é da senhorita.

-Sim sim a dona me disse que iria me dar um filhote.

-Então vamos começar? - Disse se levantando e sorrindo. Assenti.

Uma assistente trouxe os 9 cachorrinhos que brincavam entre sí, eu e o SR. Kiba ficamos rindo da cena de ver tanto cachorrinhos em nossa frente.

-Você vai ser o primeiro grandão - Disse se agachando para pegar um filhote que estava brincando com o seu tênis - Hinata por favor prepare a vacina do primeiro mês (Vacina que todo o cachorro toma no seu primeiro mês de vida). - Ele pediu e coloquei as luvas e preparei a vacina enquanto SR. Kiba bricava com o cachorrinho em cima da mesa. Ele Injetou a vacina no cachorrinho e depois deu um petisco para ele e o colocou em uma espécie de berço para separar os que já tomaram e os que não tomaram a vacina. Comecei a prepara outra dose enquanto pegava outro filhote do chão

-Vamos lá princesinha - Falou colocando ela na mesa. Depois que ele injetou a vacina nela, a me deu para colocar no berço enquanto pegava outro, já que já deixei todas as doses prontas.

E assim foi até o último, ele me disse enquanto trabalhava que só vieram 3 fêmeas dos 9 filhotes, e uma a dona ia ficar então só focou duas. E por fim o último filhote que ele me entregou, esse era bem sapeca e não parava de morder meu cabelo comecei a brincar com ele na mesa em vez de colocá-lo no berço com os outros.

-Parece que já encontrou o seu? - Falou o SR. Kiba tirando a luvas e rindo de nós.

-Ele foi o que mais me chamou atenção - disse ainda brincando com o filhote .

-Então ele é a sua escolha - disse vindo em nossa direção e pegando o filhote - Bela escolha! O grandão aqui é bonitão! - Disse levantando o cachorrinho como se fosse um bebê.

O cachorrinho era muito lindo mesmo! Bem gordinho, cinza com manchas pretas. Peguei ele no colo novamente e fiquei fazendo carinho em sua barriga enquanto o SR. Kiba nos olhava sorridente.

-Hinata... -Me chamou, fazendo eu tirar a atenção do cachorrinho mais ainda o fazendo carinho.

-Sim?

-Bom... Já que terminamos aqui, eu estava pensando se você quer almoçar comigo, sei que já são umas três horas mais se quiser...

-Sim sim - Respondi sorrindo - Cuidar de filhotes da fome!

-Então vamos? - Disse rindo, assenti e coloquei o filhote com os outros.

******

-Já sabe o nome do cachorro? - Perguntou enquanto esperávamos o nosso pedido.

-Não sei... - disse olhando para a rua para ter inspiração - estou pensando ainda...

-Eu tenho um cachorro também.

-E qual é o nome dele?

-Akamaru.

-Gostei do nome - Falei ainda olhando a janela, foi quando ví uma garotinha com um pacote de bolacha nas mãos.

-Sim! O nome dele será Bolacha. - Ele riu.

-Ótimo nome.

*NARUTO POV*

Depois da reunião, fui andar com Sakura, ela disse que faz tempo que não conversava comigo.

-Como está indo a vida? - Perguntou andando do meu lado.

-Muito corrida! Meu pai quer que eu vire Hokage já no final do ano que vem.

-Nossa! E até la você já deve está casado. Certo?

-Sim mais acho que a Hinata... - Parei a minha fala quando ví a cena que mecheu comigo. Hinata estava acabando de sair com um cara - que não consegui ver o rosto - de um restaurante. E ela parecia muito alegre pois os dois riam muito.

-A Hinata... - Disse Sakura esperando a continuação da frase.

-A Hinata me traiu - disse ainda os olhando fixamente, sem nenhuma reação.

-Que? Ficou maluco Narut... - Corri para minha casa antes da Sakura acabar de falar - EI NARUTOO!! - Gritava para eu voltar.

*HINATA POV*

Depois do almoço, fui a clínica para pegar minhas coisas e o Bolacha também, depois fui para casa, carregando ele que brincava com os brilhinhos da minha blusa. Chegando em casa o coloquei no chão.

-Sua nova casa Bolacha. Fique a vontade. - Disse indo para a cozinha e ele me seguia - Mas lembre-se: Moramos em apartamento, então nada de barulho OK?! - Falei e depois peguei um copo de água e bebi. - Agora vamos tirar uma sonequinha porque a mamãe aqui ta morta de cansaço! - Falei pegando ele e o levando ate o meu quarto. Chegando, o coloquei na cama e deitei em seu lado. Não sei porque mais ele começou a latir e foi quando Naruto-kun entrou no quarto com uma cara de nervoso.

-Oii Naruto-kun

-Quem é aquele? Vamos me diga para eu matar àquele desgraçado!!

-Do que você ta falando Naruto-Kun? - Falei sentando na cama.

-NÃO SE FAÇA DE BURRA HINATA!! - Gritou - QUEM É ÀQUELE DESGRAÇADO QUE SAIU COM VOCÊ DO RESTAURANTE? - Gritava impaciente.

-Calma Naruto-kun não é o que....

-NÃO É O QUE?? VAMOS HINATA ME DIZ - Gritava alto e socava a parede de raiva.

-Por favor não grite... Aquí é um prédio... - Falei já chorando

-NÃO GRITAR O QUE HINATA! VOCÊ ME TRAÍ E COMEÇA A CHORAR?!...

-ELE É MEU CHEFE SEU BAKA!! - Gritei também - DEPOIS QUE TERMINARMOS O TRABALHO FOMOS ALMOÇAR... - chorava muito - POR QUE EU TO AINDA FALANDO COM VOCÊ? - Falei o expulsando do meu quarto.

-Você me deve explicações!

-EU NÃO TE DEVO PORRA NENHUMA! - gritei chorando - FORA DO MEU APARTAMENTO AGORA NÃO QUERO MAIS TE VER! - Gritei expulsando ele.

-Espera... Hinata, temos que conver..
.

-NÃO QUERO MAIS CONVERSAR COM VOCÊ! FORA DA MINHA CASA, VOCÊ JÁ ME MAGOOU MUITO HOJE!! - Falei fechando a porta em sua cara.

As lagrimas desciam em meu rosto,depois que Fechei a porta, me sentei encostada nela, deixei toda minha raiva sair, toda minha dor, enquanto ele batia na porta gritando para abrir.

*SAKURA POV*

Estava chegando do supermercado, subindo as escadas com as sacolas - Elevador tava quebrado - e ouvia alguém gritar de cima, era normal, moro no prédio faz três anos e já perdi as contas de quantas brigas já escutei.

-ABRA A PORTA HINATA!! - Quando chegueino corredor reconheci a voz e fui correndo largando as compras no corredor mesmo, ele estava batendo e chutando a porta - HINATAA!! ABRA A PORTAA.

-Ei ei ei - Falei se aproximando e parando ele - Calma o que aconteceu? - Ele não me respondeu e voltou-se a bater na porta de Hinata. - Ei Naruto calma! O que aconteceu? - Ele parou e me olhou.

- Aconteceu... - Falou com uma cara de bravo - Que ela ne traiu - Depois que falou me empurrou para sair de sua frente e depois correu descendo as escadas.

Quando tudo estava silêncio, deu para ouvir o choro de Hinata. Como assim " Ela me traiu " . Hinata não é disso.

-Hinata? - Perguntei batendo na porta devagar - É a Sakura... Podemos conversar?

Ela abriu a porta e estava vermelha, provavelmente por conta do choro, a abracei bem forte deixando ela chorar.

-Eu não o trai - Falou entre o choro ainda nos meus braços - Eu juro que eu não trai ele...

-Eu acredito! Mais me conta, o que aconteceu? - falei pedindo para ela sentar no sofá, sentei em seu lado.

-Hoje depois do trabalho, fui almoçar com o SR. Kiba, acho que ele viu nós dois e ficou com raiva, depois que cheguei em casa, ele chegou logo, começou a gritar e falar que matar ele... - Ela começou a chorar novamente

-Calma calma, sei que o Naruto é assim... Ele dá esses "ataques de ciúmes sempre" mais estou com medo do que ele possa fazer dessa vez - falei baixinho abraçando novamente.

*NARUTO POV*

  sai do prédio correndo, quero descobrir quem é o desgraçado, vou matá-lo! Ela me disse que era seu chefe, ela trabalha com o Kiba!
Fui na clínica, chegando falei com a atendente.

-Posso ajudar o senhor.

-Kiba, cade ele? - Falei olhando para os lados impaciente, precisava dá um soco nele.

-Senhor, o SR. Kiba saiu mais vai voltar... O senhor pode esperar sentado alí...

-NÃO! Cadê o Kiba...

-Esta procurando por mim, Naruto - Ouvi sua voz e virei de imediato

-Seu desgraçado... - Falei dando um soco nele que caiu na hora - O que você tem com a Hinata? Seu vagabundo, vou te mostrar a não mexer com a mulher dos outros - Gritava e balançava ele.

Sasuke apareceu na hora e me tirou de perto dele, ele começou a rir.

-Ela não me falou que estava namorando... - Falou sorrindo limpando o sangue em sua boca e se levantando - Pra falar a verdade, ela estava muito feliz com a minha companhia...

-Seu desgraçado...- Falei me soltando  de Sasuke e lhe dando mais um soco.

-Não não,  para Naruto-Kun
- Gritou Hinata chegando e correndo para ajudá-lo, enquanto Sakura e Sasuke me segurava. Ela colocou a cabeça dele em seu colo cuidando do seus ferimentos.

-Eu sabia! EU SABIA!! VOCÊ NÃO GOSTA MAIS DE MIM HNATA!! - Gritava tentando me solta para tirá-l de perto dele mais Sasuke e Sakura Me segurava.

-Não Naruto-Kun - Falou colocando sua bolsa no chão e tirando a cabeça dele de seu colo e colocando em cima da bolsa, depois se levantou vindo até mim chorando - É você quem eu amo! Só você - disse chorando e me abraçando bem forte.

Pelo incrível que pareça, sua fala me faz voltar a realidade, me fez ver tudo o que fiz até agora, foi como a voz que acalmou a fera. A abracei bem forte também, quando Sasuke e Sakura me soltaram. Ela chorava e repetia bem baixinho "Só você".

-Agora que o show acabou, me deem licença mais tenho o que fazer... - Disse Kiba se levantando e andando em direção a sua sala.

-Me desculpe Kiba... Eu só - Tentei me explicar.

-Sei sei - Falou limpando sua roupa - Fica tranquilo, com a Hinata não tenho nada, só para almoçamos juntos... Mas presta atenção BAKA... - Falou sorrindo e entrando em sua sala.

******

Estava andando de volta para casa com Hinata, que no percurso todo ficou calada.

-Hinata eu...

-Eu sei Naruto-kun "Me desculpe" - Falou como se tivesse cansada - Você já disse isso umas dez vezes.

-É que...

-Tambom, eu já disse que desculpo. Mais eu to magoada! Você falou comigo de uma forta tão cruel, gritava comigo e socava a parece... - Falava de uma forma que fazia parecer uma fera.

-Me desculpe...

-Você já disse isso -_-

-E você quer que eu diga o que? - Ela parou na minha frente

-Quero que confie em mim!

Depois permanecemos calados até chegar no prédio, chegando na frente do seu apartamento ela falou.

-Bom já ta ficando tarde... É melhor eu entrar...

-Eu posso...

-Não. Não pode. Vá para casa, amanhã conversamos! - Falou entrando e fechando a porta na minha cara. Sem ao menos me dar um beijo ou um abraço.

*HINATA POV*

Fui curta e grossa com Naruto, ele queria dormir comigo - o que virou rotina - Mas não deixei, não queria falar mais com ele hoje. Quando entrei não vi o Bolacha, estava preocupada com ele, ele ficou assustado por conta da briga. Então fui ate a cozinha e ele estava debaixo da mesa.

-Oh meu bebê - falei me agachando para pegá-lo no colo - Você ficou assustado? Seu papai é um BAKA mesmo... - Falei fazendo carinho na barriga dele - Mas é o BAKA que eu amo, o BAKA da minha vida.

*NARUTO POV*

Estava nervoso, deixei Hinata magoada! Deixei a mulher da minha vida magoada por conta de um ciúmes bobo. Não gostava de ver ela assim, além de está triste, está me rejeitando, me dói muito não poder abraçá-la, beijá-la, tocá-la, dormir do seu lado, sentir seu cheiro, olhar feito bobo quando ela esta sorrindo, ouvir sua risadinha tímida e linda ao mesmo tempo...

-Oii filho - falou meu pai com seu avental rosa - Pensei que iria ficar na casa da Hinata - Nao respondi e me deitei no sofá. Acho que ele percebeu o que tinha acontecido por conta da sua cara. - O que aconteceu hum? Me conta.

-Pai você é ciumento? - Depois que eu perguntei ele olhou para mim como se já soubesse de tudo.

-Não - sorriu - Mais sua mãe... Vish... Teve um dia que eu sai com a Kazekage para tratar negócios por causa que o nossos países são parceiros e sua mãe apareceu no restaurante e fez maior barraco! " Você é uma piranha! Ele tem esposa! Não se aproxime dele novamente! " - Imitou a mamãe falar.

-Eu ouvir isso! - gritou a mamãe da cozinha. Rimos.

-Quando chegamos em casa brigamos feio. Bom acho que você deve saber o principal em a Primeira Dama certo?

-Ser fiel ao seu marido, o Hokage.

-Exatamente! - sorriu - então temos que ser fiel a nossa parceira, porque é com ela que passaremos o resto de nossas vidas, temos que amá-la, respeitá-la, protegê-la, e a palavra mais importante: confiança! Temos que confiar nelas. Certo? - Assenti e sorri

-Obrigado pai. - Sorri.

******

*HINATA POV*

Não fui nem para a faculdade e nem muito menos trabalhar, iria passar o dia todo em casa. Quando acordei fui para o sofá assistir algum filme, ainda estava de camisola - minha preferida, ela é a minha primeira por isso amo ela, minha mãe brigava comigo porque ela está muito curta mais eu não vou sair mesmo então fiquei com ela mesmo - então me deitei e Bolacha em cima de mim

-Meu Bebezinho - Falei fazendo carinho nele.

-Oi - Falou Naruto entrando sem permissão me assustando, fique com vergonha pois minha camisola é extremamente curta.

- Na-Naruto-Kun - Corei.

-Eu sei que eu só falo "Me desculpe" e sei que magoei você com as minha palavras, mais por favor não me deixe... Eu estou desejando você... Te abraçar, beijar...

-Tudo bem Naruto-Kun... Já passou - Não estava mais ligando para aquilo, só queria tirar aquela camisola, mais fui salva pois trouxe quando acordei o meu cobertor.

-E quem é esse pequeno no seu colo? - falou se referindo ao Bolacha, sentou no tapete na frente do sofá.

-Esse é o Bolacha - Falei sentando e entrengando o Bolacha para ele pegar - Diga " Oi " ao seu pai Bolacha - Falei vendo Naruto brincar com ele no tapete parecendo uma criança.

-Pai?

-Sim ^^ Bolacha é meu filho - Falei sorrindo olhando para eles.

Ele parou de brincar com ele pois Bolacha foi correndo para a cozinha, Naruto olhou para mim e subiu em cima de mim me beijando, puxei a coberta mais para cima para me cobrir.

- Fiquei com tanta saudades do seu beijo - Falou sorrindo de olhos fechados entre o beijo.

O beijo foi interrompido porque ouvir um latido do Bolacha que veio da cozinha e sai correndo, quando cheguei ele estava em cima da mesa.

- O que você está fazendo ai Bolacha?! - Falei pegando ele e colocando no chão.

Naruto apareceu na cozinha e ficou me olhando de cima a baixo com um sorriso malicioso no rosto, de primeira não entendi por que ele estava me olhando assim mais lembrei que eu estava usando a camisola - que tem o tamanho de uma blusa, então eu estava praticamente de blusa e calcinha na sua frente - corei.

-De todas as suas Camisolas tenho certeza que essa é a minha preferida... - Falou sorrindo maliciosamente se aproximando de mim. - pegou da Hanabe? - Riu me beijando e colocando a mão na minha bunda, mordi sua língua na mesma hora.

-Eu não deveria estar usando isso! - Falei corada indo em direção a pia pegar um copo de água

-Eu aprovei! Não está nada curto muito menos vulgar - Falou rindo na ironia. - Onde você vai?

-Tirar ué...

-Eu te ajudo! - Disse ne agarrando e tirando a camisola bem rápido, depois me pegou no colo indo até o meu quarto. Me colocou na cama que estava só de calcinha e extremamente corada. Cobria meus peitos com as mãos.

-Fica tão fofa corada... - Falou tirando a camisa e os sapatos e deitando do meu lado. Não me mexia pois estava com muita vergonha.

-Está tudo bem? - Perguntou sentando e olhando para mim. Fiz que não com a cabeça - O que foi?

-Não estou me sentindo bem assim...

-Tenho certeza que irei te ver assim varias vezes - corei mais ainda.

-Eu acho que está cedo... - Ele me olhava como se pensasse no caso.

-Me desculpe... Eu não deveria ter feito isso...

-Tudo bem Naruto-Kun... Cada coisa tem o seu tempo... Certo? - ele sorriu - Agora vira pra lá para eu me trocar... - ficou emburrado mais virou.

Me levantei e peguei uma Camisola de verdade, depois me deitei do seu lado

-Que dia é hoje? - perguntei

- 05 de outubro... Porque?

-Hoje faz um mes que namoramos... E dois que nos conhecermos.

-Nossa... Vamos comemorar!

-Não...

-E por que não?

-Porque é melhor comemoramos de 6 mêses...
-Dois meses que nos conhecemos né... Parece que foi ontem que ví você sentanda no sofa do seu primo toda corada quando me viu...

-Você também estava corado!.

-Mais você estava da cor de um pimentão! Parecia que viu o homem mais lindo do mundo...

-Não parece, eu vi! O meu homem mais lindo do mundo - falei beijando - O meu BAKA!.

*NARUTO PFalei
Acordei com Hinata no meu colo dormindo como uma bebezinha, fiquei mexendo no seu cabelo... Me lembrando de quando tirei sua camisola... Não pude conter o sorriso malicioso, ela me deixou muito excitado, mais respeito que ela não queira agora, confesso que é cedo demais... Mais não pude evitar o desejo. Sai dos meus pensamentos quando ela acordou e olhou para mim com uma cara de perdida

-Acordou princesa - Corou ao perceber que estava em cima de mim, ela se virou ficando de bunda pra cima para me beijar. Não conseguei segurar o desejo de apertar a sua bunda novamente. Ela olhou para mim como se me dissesse para não fazer aquilo - Não consigo evitar... - Falei sorrindo maliciosamente.

-Que horas são... - Falou ainda sonolenta.

-Acho que umas 17:30...

-Cadê o Bolacha? - ela perguntou e eu chamei ele que veio correndo. - Oh meu Amorzinho... - disse pegando ele no colo e colocando na cama. Ela se deitou por cima de mim como antes e começou a falar com o Bolacha.

-Quem é o Bebezinho da mamãe? - perguntou com uma voz fofa

-Eu!

-Não! O Bolacha! - Falou rindo e fazendo carinho nele.
Me levantei e peguei Bolacha e o coloquei no sofá que se deitou e começou a dormir.

-Olha aqui... Sei que ela é sua mãe... Mais ela é minha primeiro OK?! - falei rindo e cobrindo ele com o lençol.

Voltando ao quarto Hinata estava sentada na cama emburrada.

-Sabia que a pior coisa é tirar um filho da mãe?!

-Eu também quero atenção... - Falei com voz de carente.

-Não!

-Nossa... Por que?

-Porque não! - cruzou os braços e se virou.

Abracei ela por trás e beijando atrás da sua orelha.

-Aaah.. Nem começe! Não sou comprada com carícias... - falou quase se entregando

-Será mesmo? - falei abaixando a gola de sua camisola e descendo os beijo para o ombro e depois para as costas, fazendo arrepiar.

Estava louco de desejo... Eu queria muito que ela se entregasse para mim... Sei que Hinata é insegura mais eu estou louco de desejo. Vou seguir o que o Sasuke falou " O negócio é o seguinte, você tem que despertar desejo nela ".

-Ah sim... - Falei parando os beijos - Você não quer me dá atenção... - Olhou emburrada e como se entendesse meu plano. - Tudo bem... - Falei me levantando - Acho que vou embora...

-Também não é pra tanto... - Falou me segurando pelo braço
-Parece que o jogo virou não é mesmo... - Falei me referindo ao seu braço - quem te segurava assim era eu... Eu fico com uma condição...

-Qual?

-Você se entregar para mim - Vi que corou com a ideia

- Naruto-kun eu... - tampei sua boca com o dedo

-Shiiihh... Só me diga... Sim ou Não... - Estava tremendo e muito nervoso... Será que...


Notas Finais


Etaa Deus... Próximo cap será pegando fogo... Será que nossa Hin vai aceitar??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...