História Amor de Outra Dimensão Parte 2 - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto, Yu-Gi-Oh!
Exibições 44
Palavras 1.103
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Luta, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 19 - Uma decisão dolorosa


De volta a Aldeia da Folha, todos foram encaminhados por Tsunade para o hospital, foi uma noite longa para a equipe médica da Folha, especialmente para Sakura, Tsunade, Shizune e Ino.

Mesmo afastada das obrigações de Hokage, Tsunade as vezes dava uma mão para Kakashi em momentos de extrema necessidade.

Todas as pessoas que foram escravizadas pelos poderes do Anel do Milênio foram examinadas e encaminhadas para repouso, segundo Yami Bakura eles não se lembrariam do ocorrido porque não tinham poderes mágicos e a saúde mental fora preservada. Os demais ninjas que participaram da missão não sofreram ferimentos graves, apenas pequenos cortes e hematomas e naruto como de costume já dispunha de toda a sua energia por conta da vitalidade herdada do Clã Uzumaki.

O único que realmente necessitava de atendimento era Ryo Bakura, seu corpo estava muito debilitado devido às mutilações que Yami Bakura o submeteu. Sakura estudava o corpo de Ryo Bakura com desconfiança enquanto realizava seu jutso médico.

Téa, Tristan, Joey, Kaiba, Pegasus e Yugi chegaram ao quarto de Bakura quando Sakura estava terminando de tratar os ferimentos, eles nada disseram apenas observaram enquanto Sakura ministrava seu jutso e as feridas de Bakura desapareciam.

- Legal! – Joey murmurou.

- Como ele esta? – indagou Pegasus.

- Bem. – disse Sakura. – Tem certeza que é prudente deixá-lo a solta com essa coisa? – indagou Sakura lançando um olhar para a relíquia do milênio em torno do pescoço do rapaz.

- Não se preocupe. – Yugi a tranqüilizou. – Esta tudo...

Antes que Yugi pudesse terminar sua frase a porta se abriu atrás dele com estrondo, era Elieser, ele se arrastou para dentro do quarto, sentindo as dores do ferido causado por Pegasus, ironicamente ele empunhava o revolver que causara seu ferimento.

- Mas, como ele conseguiu encontrar o meu revolver! – Pegasus exclamou.

Joey e Tristan trocaram olhares aflitos, Joey havia pegado a arma de Pegasus emprestado para levar na batalha, mas Joey havia se esquecido de por no lugar e deixou o revolver dando sopa em cima da mesa.

Yami Bakura recobrou a consciência, ele se deparou com uma bela jovem de cabelos cor-de-rosa e olhos verdes esmeralda, ela tinha as mãos estendidas sobre seu corpo, das mãos da moça emanava uma espécie de energia, como se ela estivesse fazendo algum tipo de magia, Yami Bakura sentia que as suas forças estava, voltando. Ele olhou ao redor e se deparou com Yugi e seus amigos encurralados por Elieser com uma revolver na mão.

Sakura cessou deixando seus braços cariem em torno de seu corpo, ela deu um sorriso torto que fez Yami Bakura corar, ele piscou e ela havia desaparecido, no segundo seguinte ela reapareceu ao lado de Elieser.

- Mas, o quê?! – Elieser exclamou.

Sakura não disse nada ela segurou o braço que Elieser empunhava a arma com sua força monstruosa, Elieser soltou um guincho de dor e largou a arma, Sakura soltou o braço de Elieser e apanhou a arma no ar.

- Maldição! – murmurou Elieser massageando seu braço.

Sakura avaliou a arma por alguns instantes era um metal fraco, nada comparado a Areia de Ferro do Terceiro Kazegake, Sakura sorriu gentilmente para Elieser fechando os dedos em torno do revolver transformando em uma bola metal de torta, deixando a todos boquiabertos.

- Kakashi não esta aqui. – Sakura murmurou cerrando seu punho acertando um golpe certeiro em Elieser, fazendo-o colidir contra a parede.

- Você o matou? – perguntou Téa com a voz esganiçada.

- Não, eu nem usei um terço da minha força. – Sakura deu os ombros. – Seu amigo esta bem, Yugi. – Sakura informou dando as costas para Yugi e seus amigos. – Preciso descansar usei muito chacra. – disse a rosada se espreguiçando. – Eu vou chamar a Eduarda, acho que ela esta com o Sasuke.

Sakura deixou o quarto fechando a porta atrás de si.

- Depois eu falo com você. – disse Yugi a Yami Bakura.

Yugi saiu do quarto às pressas, ele precisa falar com Sakura urgentemente, mas ela parecia estar o evitando, apesar de estar exausta por ter usado seu chakra  Sakura caminhava rapidamente, Yugi apertou o passo e agarrou o braço da rosada antes que ela virasse a esquerda num corredor.

- O que foi? – indagou Sakura com a voz cansada sem olhar para Yugi.

- Qual é o seu problema? – Yugi perguntou desesperado.

- Nenhum. – disse Sakura se desvencilhando dele.

- NENHUM!  - repetiu Yugi alterando o seu tom de voz. – Você me abraça e depois me evita?!

- Yugi antes de te conhecer eu era apaixonada por outra pessoa. – disse ela o encarando.

- O que? – Yugi estava confuso.

- Eu era apaixonada por Sasuke Uchiha, bem eu não era a única. – disse ela esboçando um sorriso. – Quando nos formamos na academia ninja, eu e o Sasuke ficamos na mesma equipe, mas, aconteceram coisas que o levaram a deixar a aldeia e se envolver em uma guerra.

- Por que você esta me dizendo isso? Você voltou a gostar dele? – Yugi interrompeu.

- Não. - Sakura sacudiu a cabeça. – Sabe, Yugi eu fui atrás dele, eu me humilhei, eu lutei em uma guerra vi muita gente morrer e no fim disso tudo eu descobri que não gostava mais dele. E por fim eu me dei conta que eu não posso viver a minha vida em função de um cara.

Sakura levantou a mão quando Yugi fez a menção de interrompê-la.

- Yugi, você é um cara muito legal. – disse ela sorrindo. – Mas, eu não posso abandonar a minha vida por você. Obrigada por me ensinar a amar. Sabia, que quando eu te conheci eu não fui com a sua cara?

- Mas, Sakura... – Yugi estava prestes a chorar, mas agüentou firme ao ver que Sakura não havia derramado nenhuma lágrima.

- Sabe, o que eu fiz nesse ultimo ano, eu só trabalhei dia e noite. – disse Sakura. – O Kakashi me disse que eu poderia escolher ir para o seu mundo, mas é uma ida sem volta. E se as cosas não derem certo entre nós...

- Você acha que não daria?! – Yugi balançou a cabeça. – Sakura você poderia ficar comigo...

- É você? Ficaria aqui? – ela perguntou.

- Mas, a minha vida é lá. – disse Yugi.

- E a minha vida é aqui.

Sakura beijou Yugi inesperadamente, um beijo que durou alguns segundos, mas durante estes segundos foi como se o tempo tivesse parado, não existia o antes e nem o depois, só o agora. Quando eles se separaram Sakura olhou dentro dos olhos de Yugi e disse:

- Seja feliz!           

Ao dizer isso ela o deixou, Yugi ficou sem reação, ele ficou parado olhando enquanto Sakura de distanciava dele.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...