História Amor de Primavera (Taegi) - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys, Bts, Jikook, Jimin, Jungkook, Mikiuu, Suga, Taegi, Taehyung, Yoongi
Visualizações 265
Palavras 1.656
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Festa, Ficção, Fluffy, Lemon, Poesias, Romance e Novela, Saga, Slash, Suspense, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 26 - Capítulo 26


Fanfic / Fanfiction Amor de Primavera (Taegi) - Capítulo 26 - Capítulo 26

~ Este capítulo é a continuação do capítulo passado, porém será narrado pelo Yoongi ~

  ➷ ➸ ➹

Cory voltou em mais tempo do que achávamos que demoraria.

Sentou na mesa em silêncio, causando suspense, Lalisa lhe deu um peteleco fraco na orelha, em sinal para ele contar logo.

— Aigoo! Não me bate. Bom, não consegui ouvir quase merda nenhuma, mas eles pareciam estar conversando sobre os problemas da vida coisa e tal... — Apoiou o cotovelo na mesa e fez a mão de suporte para seu rosto.

— Hmm... muito suspeito, não acham? — Namjoon olhou para cada um de nós — Isso não vai prestar.

— Temos mesmo que ir falar com ele? — Jimin resmungou.

— É só por precaução, Jiminie — Jihyo se levantou, puxando Cory pela mão. — E temos que ir embora de qualquer forma, já está tarde.

Assentimos e nos levantamos, indo pagar a conta. Dividimos a conta e fomos embora no carro de Rosé.

— Okay, mas quem vai falar com ele? — Taehyung perguntou e automaticamente me olharam.

Detesto quando eles fazem isso.

— Ah não, por que sempre sou eu que faço isso?

— Porque você é o único que ainda fala com o 'Seok mesmo depois do que aconteceu. E seria bem mais lógico mandar você falar com ele do que o Jungkook, por exemplo. — Minhyuk disse.

— Por mim... eu posso ir de boa lá. Tanto faz que ele seja o ex do Jimin. — Jungkook deu de ombros.

— Não, é melhor o Yoongi falar, ele parece ser mais sensato nessas coisas. — Jin-hyung falou. — Eu iria, mas não estudo com vocês.

— Sem problema, cara. Então é isso... Yoongi, você vai falar com o Hoseok e tirar da cabeça dele o que quer que seja que ele está planejando com aquele doente. — Jooheon falou e Rosé estacionou em minha casa.

— Você vem comigo? — Olhei para Taehyung e ele fez que sim. — Tchau gente!

— Tenham uma boa foda! — Lalisa finalmente se pronunciou, depois de dormir feito uma pedra. Senti meu rosto esquentar e lhe apontei o dedo médio.

  ➷ ➸ ➹

Outro dia.

Para a sua informação, não, eu e Taehyung não tivemos uma "foda". Apenas dormimos juntos por estarmos bem cansados.

Eu acordei querendo ficar na cama o resto do dia, mas as obrigações da universidade e a triste ressaca que me apossava não me permitiu.

— B-Bom dia... — Eu falei, grogue e enjoado. Me sentei na cama com dificuldade. — Estou passando mal.

— Bom dia, amor. — Taehyung murmurou, me dando um selar na testa e se levantando. — Vou pegar um remédio para você.

Lembro que quando eu tive minha primeira ressaca, Jimin me deu um remédio e me fazia tentar lembrar quem era o garoto que eu tomei meu porre. Hoje, esse mesmo garoto está me ajudando e curar a ressaca depois de um porre.

Plot Twist!

Ele me deu um remédio e tomou outro, se alongando no meio do carpete. Fizemos nossas necessidades e nos vestimos, indo correndo para a universidade.

  ➷ ➸ ➹

— Vai mesmo falar com o Hoseok? — Taehyung me perguntou enquanto entrávamos no campus. 

— Preciso ter certeza que o Kihyun não vai fazer a cabeça de ninguém, principalmente a do Hoseok. — Falei e forcei a vista ao ver um garoto de cabelos laranjas passando por nós — É ele.

— Vai lá. Nos vemos depois. — Me deu um beijo rápido — Boa sorte...

E saiu andando pelo campus. Suspirei e fui atrás de Hoseok, colocando minha mão em seu ombro e virando-o para mim.

— Podemos conversar?

...

Fomos para um lugar mais calmo, longe de toda a movimentação do campus. Sentamos nas arquibancadas da quadra de basquete, que quase ninguém usava, e Hoseok murmurou.

— O que... você quer conversar? — Perguntou.

— Vi você com conversando com o Kihyun ontem... não quero parecer intrometido, mas você sabe como ele é, então...

— É, eu sei. — Hoseok suspirou audível olhando o céu parcialmente nublado — Mas não se preocupe, ele não está botando coisas na minha cabeça e muito menos me influenciando para fazer algo.

— Então... o que estavam conversando? — Perguntei.

— Eu meio que virei um... diário humano para o Kihyun. Depois de todos esses problemas aí com a namorada dele, e com o pai, e de tudo que ele te fez e faz com os outros, ele passou a querer desabafar com alguém. Mas todo mundo tem o mesmo pensamento sobre ele... então não ajudam-o. — Hoseok falava isso calmamente enquanto bebericava seu chá gelado, me ofereceu e eu neguei. — Não que eu ache as atitudes dele corretas, e tenho até um pequeno rancor dele depois do que ele de fez, hyung. Mas é apenas um desabafo. Ele fala, eu ouço e dou minha opinião.

Fiquei em silêncio encarando a cesta de basquete levemente enferrujada, estava um clima agradável, temperatura equilibrada com um vento frio bagunçando meu cabelo. As nuvens acizentadas preenchiam o céu e pequenas gotas já caíam.

— Entendo... desculpe ser intrometido assim.

— Ah, não tem problema. Você só estava preocupado, eu entendo. Não é o único a me perguntar isso quando me veem com ele. — 'Seok sorriu de ladinho. — Eu tenho aula agora...

— Antes de ir... — Segurei em sua mão. — Tem gente com saudades de você... Namjoon e Jin hyung voltaram para cá, eles querem te ver.

— C-Claro. Eu vou ir vê-los hoje... — Hoseok tinha uma expressão triste, como se quisesse ver mais do que apenas Namjoon e Jin.

— Sabe que pode voltar a falar com a gente a hora que quiser, não é? Sentimos sua falta lá. — Eu disse e ele parou no caminho, de costas para mim.

— Não sei se eu posso, tem o Jimin... ele deve sentir ódio de mim. — Falou e eu o olhei nos olhos.

— Jimin não sente ódio de ninguém, você sabe. E Jungkook já disse que não liga para isso. Seria legal ver todo mundo junto de novo... — Hoseok passou a mão no cabelo, os puxando de leve.

— Eu... vou pensar. Agora eu tenho realmente que ir, pode... soltar a minha mão? — Ele disse dando uma risadinha e eu larguei sua mão imediatamente.

— Desculpa. — Falei e ele deu de ombros, dizendo que estava tudo bem. Correu pelo campus até seu bloco, me deixando sozinho na arquibancada.

Peguei meu material e desci as escadas, dando de cara com um Taehyung rabugento.

— O que aconteceu? — Eu perguntei rindo de seu bico.

— Nada. — Disse rápido, virando o rosto. — Vai atrás do seu amiguinho?

— Está com ciúmes do Hoseok? — Perguntei e ele nada disse, me fazendo rir alto. — Taehyung-ah, ele é só um amigo.

— Amigos não te comem com os olhos! — Ele falou, completamente enciumado.

— Mas você fazia exatamente isso comigo. — Continuei rindo enquanto ele formava mais ainda o bico. Cruzou os braços e eu o abracei de lado. — Taehyungie... — Ele ficou em silêncio, com aquela cara de bebê birrento. Revirei os olhos.

— Aish... você é chato. Não consigo ficar com raiva de você nem que eu tente. — Falou, descruzando os braços e passando-os envolta da minha cintura, colando seu corpo ao meu.

  ➷ ➸ ➹

— Fala sério! Você nunca foi em um? Que tipo de adolescente é você? — Jimin disse, abismado enquanto me olhava.

Meu papo com o Jimin foi de sabor de sorvete à sexshop em um piscar de olhos.

Sim, pois é. Eu estava falando com ele sobre sorvete e no decorrer do papo, ele comentou sobre um sexshop.

Eu nunca fui em um. E quando ele soube, me puxou até o primeiro que encontramos.

— J-Jimin... ah céus que vergonha. — Engoli seco olhando aquela loja vulgar.

— Vergonha o cacete, eu também senti da primeira vez, mas tive que comprar a fantasia para o Jeon. Enfim, não estamos aqui para falar da minha vida sexual com o Jungkook, estamos aqui para você comprar algo para usar com o Taehyung. — Ele sorriu e entrou na loja, eu entrei em seguida, com as bochechas cada vez mais vermelhas.

Tinha todo o tipo de artigo erótico ali. Alguns eu nem sabia para o que sabia, e muito menos que existiam.

— Vamos ver aqui... — Ele foi até uma pratileira com mordaças, algemas, cordas, chicotes, etc. Pegou uma algema cor-de-rosa e um chicote da mesma cor. Foi até o caixa e pegou uma caixa de camisinhas e um pote azul (que reconheci ser um lubrificante) — Vou pagar no dinheiro.

Jimin pagou as coisas enquanto eu olhava para tudo aquilo. Principalmente para as fantasias, me deu uma sensação diferente ao pensar em Taehyung me fodendo enquanto eu usava uma daquelas.

— Tive uma ideia... — Sorri presunçoso e Jimin seguiu meu olhar. Ele riu, me ajudando a escolher. Coloquei a fantasia a mais no carrinho e paguei com o meu dinheiro, a moça do caixa nos entregou tudo e disse para voltarmos mais vezes.

— Aqui, fica com isso. — Ele me entregou uma sacola que possuia o pacote de camisinhas e o lubrificante.

— Camisinhas?

— Nunca usou com o Taehyung? — Neguei e arregalou os olhos. — Pelo amor de Deus! Sabe que pode pegar doenças?

— Sei... mas nós fazemos exames todo mês... e eu já usei com ele algumas vezes, mas no calor do momento a gente esquece. — Dei de ombros — E você é safado que eu sei, duvido muito que sempre use camisinhas com o Jeon. — Jimin riu me dando uma cotovelada.

— Nós até usamos, mas... é melhor sentir. — Sorriu malicioso e eu revirei os olhos, o acompanhando na risada. — Vai usar a sua "surpresa" hoje?

— Vou.

  ➷ ➸ ➹

As chaves de Taehyung ficam por baixo do tapete, e aproveitando os minutos que eu tinha antes de ele sair do banho, decidi colocar o meu plano em pratica.

Eu estava ansioso.

Ajeitei as orelhas de gato em meu cabelo e o plug em minha entrada, gemendo baixo com o incômodo. Coloquei uma blusa de Taehyung e deitei na cama de bruços, esperando meu namorado chegar.

A porta se abriu. Taehyung secava o cabelo e estava sem camisa, com pequenas gotas de água escorrendo por seu abdômen e pescoço. Quando me viu, largou a toalha no chão com a boca entreaberta.

— O gatinho pode brincar com você, daddy?


Notas Finais


(Pra quem broxa com daddy como eu, sinto muito, mas era a única coisa que me veio na cabeça rararisos)

EAE GENTE VOCÊS VIRAM O DEBUT DO WANNA ONE? GENTE DO CÉU QUE HINO DE GRUPO JSJSJSAJSJN


eu disse que ia atualizar na quarta só né, pse, pse. Mas eu não aguentei e estou entediada, e ansiosa para acabar a fic logo, então tá aí

3 capítulos p acabar aaaaa :(

Hoje eu não tenho fanfics pra indicar, mas tenho música e mv HEHE

"I Am You, You Are Me" do Zico é, atualmente, o meu MV favorito.
—> https://www.youtube.com/watch?v=ewjucLierFc

E as musiquinhas lindjas que eu sei que vocês adoram:
—> Forever (EXO)
—> Love Me Love Me (WINNER)
—> Dream (Suzy feat. Baekhyun)
—> Sometimes (Crush)

mamãe ama vcs
tiau.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...