História Amor desde da infância - Imagine BTS (EM EDIÇÃO) - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin
Tags Imagine Bts, Imagine Jin
Visualizações 80
Palavras 1.181
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


GENTE PELO AMOR DE DEUS ME PERDOEM PELA DEMORA!!! Eu acabei me focando demais em uma fanfic e esqueci dessa... mas agora as coisas vão ficar ruins...
VAI DAR MERDA... VAI DAR MERDA... VAI... VAI DA MERDA... VAAAAAAAI

Capítulo 19 - Incêndio


Fanfic / Fanfiction Amor desde da infância - Imagine BTS (EM EDIÇÃO) - Capítulo 19 - Incêndio

<Quebra de tempo: 4 meses depois> 

(7 de junho, 12:00)

Eu estava trabalhando normalmente, após um paciente sair de minha sala, fui para o refeitório, era horário de almoço, então eu poderia descansar um pouco. No caminho para o refeitório, senti um cheiro estranho de algo queimando... era estranho... vi fumaça saindo da cozinha, então corri para ver se as cozinheiras estavam feridas. Abri a porta e quase queimei o nariz, fogo surgiu em minha frente, felizmente não tinha ninguém mais na cozinha. 

- MAMÃE??? MAMÃE??? CADÊ VOCÊ??? - uma voz familiar, era de criança... parecia Chung-Hee... eu tinha atendido ele agora pouco... vejo ele surgir em meio a fumaça presente no corredor - S/N!!! - o pequeno correu até mim e peguei ele no colo.

- Chung-Hee!! Onde está sua mãe?? - perguntei desesperada.

- Ela disse que ia no banheiro e me deixou na secretaria... depois não achei ela... - ele respondeu e começou a tocir devido a fumaça.

- Meu Deus... - comecei a tocir também, minha barriga doía, eu estava grávida, e minha barriga já estava crescendo... - Irei te deixar com Jin, ele te levará pra sua casa, e eu procurarei sua mãe ok?

- Mas não é perigoso demais pra você Nuna? - ele olhou preocupado pra mim, enquanto isso comecei a correr para a sala onde Jin trabalhava, era em outra área do hospital, o fogo não tinha chegado lá ainda, mas a fumaça sim. Várias pessoas passavam correndo pelos corredores em direção as saídas de emergência, carregando macas com pacientes acidentados e doentes, era uma cena de filme de terror. As paredes próximas a cozinha estavam pretas, o refeitório queimou por inteiro, nada mais importava pra mim, apenas salvar minha família, minha sogra e meu sobrinho.

- Chung-Hee, mais nada importa agora, apenas salvar as vidas presentes neste hospital, então precisa aceitar, sua mãe deve estar em perigo agora, e eu vou salva-la. - respondi séria,  enquanto corria ofegante.

Finalmente achei a sala de Jin, entrei sem nem mesmo bater, ele estava com uma paciente, apenas gritei:

- JIN!!! O HOSPITAL ESTÁ EM CHAMAS!! PRECISAMOS SAIR UNGENTEMENTE DAQUI!! - ele e a paciente me olharam assustados e já se levantaram - LEVE CHUNG-HEE PRA NOSSA CASA, IREI PROCURAR A MÃE DELE!! 

- MINHA MÃE ESTÁ AQUI?! S/N VOCÊ LEVA ELE PRA CASA! EU PROCURO MINHA MÃE, VOCÊ ESTÁ GRAVIDA DE GÊMEOS!! NÃO PODE FICAR AQUI, É MUITO PERIGOSO!! - Ele veio até mim e beijou minha testa, rezamos uma pequena oração por proteção de ambos e nos despedimos, talvez seria a última vez que o veria... mas não vai acontecer, não pode agora.

Segui para o estacionamento do hospital e coloquei Chung-Hee na cadeirinha de Eunha, por segurança, depois segui até a casa de Yoona, talvez Minhyuk estivesse em casa. 

Quando cheguei lá, encontrei a babá de Chung-Hee,  que estava fazendo o almoço, contei tudo a ela, choramos juntas, depois disso Chung-Hee ficou lá com ela e eu voltei para o hospital. 

Usei meu celular para localizar o do Jin, que provavelmente estava com ele, porque no mapinha do hospital que eu tinha no celular, o ponto vermelho que representa o celular dele, estava em movimente pelos corredores. 

Segui rapidamente para o corredor onde Jin estava, quando cheguei lá fiquei chocada com a cena que vi, Jin no corredor com a mãe nos braços, a mesma estava com as roupas pretas, queimadas pelo calor da fumaça, desacordada, e Jin chorando como louco. Gritei seu nome, o mesmo me enxergou e correu até mim.

- Jin!! O que aconteceu?? Vamos sair logo daqui, me conta no caminho pro hospital central, vamos levar ela pra lá. - tentei acorda-la, mas a mesma não reagia, parecia nem mesmo respirar.

- Depois que eu sai de minha sala, corri até o refeitório, estava totalmente destruído pelo fogo, a cozinha nem mesmo se enxergava. Então segui para o banheiro, não estava queimado, mas a fumaça o tomava, olhei nos dois, não tinha ninguém. Então fui para a secretaria, foi onde encontrei minha mãe, ela estava tossindo muito, e desmaiou na minha frente, então peguei ela no colo e segui correndo pelos corredores, só agora te achei. - ele me contou tudo que aconteceu, quando terminou de contar já estávamos no estacionamento. Colocamos Yoona no banco de trás e eu dirigi até o hospital central na cidade. Chegando lá, os médicos examinaram ela, fizeram de tudo para acorda-la, mas... infelizmente... ela já chegou lá sem vida...

Não sei quantas vezes eu e Jin choramos naquele dia... ela perdeu a chance de ser avó... dois meninos perderam a mãe que todos amavam... o mais difícil seria contar isso a Chung-Hee e Eunha...eles nunca iriam superar... meus filhos não teriam avó... nunca mais eu veria aquele rosto lindo sorrindo pra mim... era realmente muito triste... mas eu teria de superar.

<Quebra de tempo: 17:20 do mesmo dia>

É agora, irei contar da morte de Yoona para Chung-Hee... eu estava no portão da casa dele, esperando abrirem o portão pra mim.

- S/N! O que te traz aqui? - Minhyuk apareceu na porta sorrindo, um sorriso que seria desfeito daqui alguns minutos. Ele não sabia da morte de Yoona ainda...

- Eu preciso dar uma triste notícia... vai ser difícil de superar... - entrei na casa e encontrei Chung-Hee sentado na frente da lareira, que estava ligada. O mesmo se virou pra mim, ele estava chorando.

- Nuna... o-onde está minha o-omma??? - Chung-Hee perguntou entre soluços.

- Saran'ah... ela... se.. - quando percebi lágrimas já deciam por meu rosto - ela se foi... foi pro céu...

- Como assim Nuna?! Ela.. mo-morreu? - ele veio até mim, me abaixei a sua frente e abracei o pequeno.

- S-sim Chung-Hee... ela morreu... devido ao fogo que consumiu seu corpo... - chorei desesperada junto a Minhyuk e Chung-Hee.

- Já estão preparando o corpo dela para o velório? - Minhyuk perguntou.

- Sim... Será amanhã às  07:30... - respondi - eu e Jin iremos ser transferidos para o Hospital Central de Seul, mais perto de casa...

- Certo.. onde está Jin? - Minhyuk perguntou.

- No hospital central, resolvendo as coisas do velório... - respondi.

- Ok... iremos avisar o resto da nossa família... amanhã vamos ao velório e ao enterro, agora vá para sua casa, você está grávida de gêmeos,  não pode se estressar... volte e descanse. - Minhyuk disse e pegou minha bolça e me entregando, já era hora de buscar Eunha na escola. - Tchau.. - me levantei e nos abraçamos. 

- Tchau Chung-Hee - o pequeno veio até mim e me abraçou com força, enquanto ainda chorava.

- Tchau Nuna... cuida dos meus priminhos... - ele beijou minha barriga já crescida, se referindo a Kim Ji-Seok e Kim Ji-Yeon, eram os nomes dos bebês, Ji-Yeon era menina e Ji-Seok era menino.

Me despedi da babá e fui buscar Eunha, a mesma já sabia da notícia, eu apenas iria ficar junto a ela por um tempo, pelo menos até semana que vem, quando iria começar a trabalhar no Hospital Central.


Notas Finais


Gente... me dói muito ter de fazer isso, mas essa fanfic tava meio ruim, as coisas acontecendo muito rápido e tals, então precisei jogar pimenta nisso...
Obrigado por terem lido.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...