História Amor Doce: Será Você? - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Iris, Jade, Kentin, Leigh, Lysandre, Melody, Nathaniel, Personagens Originais, Violette
Exibições 19
Palavras 1.476
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu sei que demorei, estava sem ideias....ai elas voltaram e eu escrevi um ÓTIMO cap, espero que gostem. Poderiam me ajudar, como fazer o Nathaniel pedir a Liv em Namoro??? Hahahahah

Capítulo 33 - Estranho


Fanfic / Fanfiction Amor Doce: Será Você? - Capítulo 33 - Estranho

Nathaniel*

Levantei devagarzinho da cama da Liv, porque ela sinceramente me obrigou a dormir com ela, fui até a cozinha e quando vi a luz acesa pensei "Puta,o pai dela ta acordado"
Dei passos silenciosos. Eu ia só pegar água quando ele me repara. Estava fazendo um chá, essa hora da noite?

-Eu vi você dormindo com a Olivia- fala sério colocando o sache de chá na caneca

-É-É não aconteceu nada senhr...- ele me interrompe

-Você me promete que vai cuidar dela quando eu não estiver aqui?- de novo esse papo? Fiquei e silêncio- me promete?- fala firme

-Prometo.- respondo

-Ótimo, mesmo vocês não estarem namorando,ainda, é bom adiantarem o ritmo. Pede ela em namoro logo!- ele começa a rir colocando a água quente na caneca

-Só estou esperando o momento certo...- falo sem graça e passo a mão pelos cabelos

-Eu sei que errei em aceitar esse emprego novamente...mas eu tinha que fazer isso. Não a deixe sozinha, sempre fique com ela ok? Ela é uma garota fantástica, não deixe ninguém tocá-la!!- ele volta a falar sério

-Pode deixar senhor. Olivia sempre esteve comigo, e por isso não vou deixá-la por ai!!- falo firme, mesmo achando isso estranho

-Não deixe ela ficar triste, faça de tudo para deixá-la feliz.- ele chega perto de mim e sussurra- ela adora que faça cosquinha nela quando está doente ou tristinha- ele ri

-Muito fofinha- falo sem pensar. Ele me olha espantado e começa a rir da minha cara ficando vermelha

-Não sei o que esta esperando, o senhorio ja dorme com ela, e ta ai enrolando!- ele fala rindo- sem gracinhas einh- ele me olha sério tomando um gole de chá. Dou risada meio sem graça - ao menos que ela queria ter essa noite especial com voc....- interrompi ele dessa vez

-Haha pode deixar- falo meio nervoso

-Tranquilo Nathaniel. Tento ser o mais presente na sua vida também, pra mim, você é um filho- fala ele com os olhos brilhando- e por isso confio em você a cuidar da Olivia- ele sorri. Ele pega sua caneca e vai saindo. Ele usava um moletom cor marrom e uma blusa cavada verde desbotada - só pra lembrar, quero acordar amanhã e ver você no sofá! Entendido?- fala sério. Eu não respondo. Minha voz indaga - Brincadeira- ele ri- to falando sério, pelo menos dorme no colchão! E...fala pra Olivia que eu amo muito ela- fala sério e sai

"Você é como um filho" as palavras do pai dela me fizeram bem por algum motivo. Acho que fazia um tempo que não me sentia "gostado" pela minha família. Namoro, namoro,namoro. Tem que esperar! Quando tiver a chance eu pergunto!.
Estranha essa conversa dele? Sim, claro. Pedir pra mim tomar conta,cuidar e falar que ele a ama...tem coisa ai.

Voltei pro quarto num maior silencio para ela não acordar. Coloquei o copo com água na mesinha perto da cama e quando eu ia me deitar no colchão,ela segura minha mão.

-Não....- fala sonolenta- fica aqui- ela me puxa. Tento sair dela mas falho- dorme, meu pai nem vai saber- fala devagar. Comecei a rir e lembrar da conversa de agora de pouco- que foi?- pergunta de olhos fechados

-Nada Liv- ela da espaço e eu deito novamente. Dessa vez, ela pede pra mim abraçar ela ficando ela de costas pra mim. Ela tira o ursinho de baixo de mim e coloca do outro lado. - Olivia- sussurro perto do ouvido dela

-hmmm- fala sonolenta

-Seu pai vai achar estranho. Não somos casados- falo brincando

-Nem somos namorados e você ta aqui- fala ela sussurrando com uma voz fofa me puxando pra ela.

-Bobinha- falo. Ela puxa a coberta e nos cobre. Fecha os olhos e segura minha mão. Sinto o coração dela bater no ritmo que ela respira, calmamente. Vou  fechando meus olhos quando percebo o som da porta se abrindo. Deixo um pouco aberto e vejo que o pai da Liv estava na porta, nos olhando com um sorriso de orelha a orelha. Seus olhos enchem de lágrimas mas ele logo as manda embora e da um ultimo sorriso e sai.
O cabelo dela tem cheiro de morango...sua pele macia...seu pijama de calça  azul e blusinha de alça realçando seus seios..Nathaniel! Não vai ficar excitado agora. Vamos dormir que é melhor.

-Dorme bem- sussurro

-Você também,amor- fala lentamente. Amor? Deve estar sonhando comigo. Brincadeira. No outro dia, ela acorda primeiro que eu e vai me chamar

-Vamos dorminhoco, meu pai ja foi trabalhar, temos school hoje!- fala ela puxando meu pé

-Da pra esperar um pouco - falo sonolento

-Vaiii seu chato, tenho aula de química e não posso chegar atrasada- fala rindo me puxando pela mão agr

-Não...Vem você aqui- puxo ela, fazendo cair em cima de mim

-Você não pensa não é mesmo?- fala ela rindo balançando seu nariz junto com o meu

-Pensar em que?- falo de olhos fechados

-Namoro, gatinho- fala com um sorriso malicioso

-Tipo isso?- dou um selinho rápido nela, que fica surpresa e corada

-Eu j-jurava que você nem tava prestando atenção- fala rindo se levantando

-Sou esperto-falo levantando e colocando a calça. Nos trocamos e saímos pra escola. Chegamos juntos e logo Íris e Armin nos lotaram de perguntas do tipo "fizeram?" "Estão namorando?" CALMA GENTE! Namoro espera! Vou pedir hoje mesmo, só preciso do momento....
Ela vai pra aula de química e eu de história. Chego e me sento do lado de Castiel que estava morrendo de sono

-Parece que não dormiu bem- brinco

-Cala boca cachinhos- revira os olhos

-iiiiiiii- provoco

-Briguei com a Íris- fala direto

-Por?

-Ela acha que eu fiquei com a Debrah ontem. Não só fiquei como bla bla bla- fala irritado

-Você não ficou né? Porque eu conheço a Debrah e lembro muito bem daquela nossa briga por isso e negócios da infância!- respondo irritado também

-Tranquilo. Óbvio que não fiquei né, não sou otário. A gente só conversou e ela...ela tentou me beijar. Eu recuei e sai da lanchonete só que ai ela me seguiu e Violette viu e contou pra ela. Agora ela ta bem puta comigo- suspira

-Também quem não estaria? Até eu- brinco. Ele ri e me da um soquinho no braço

-E você e a Olivia?- faz cara maliciosa

-Ah...-começo a mexer no cabelo- todo mundo ta falando de namoro, credo gente espera- falo rindo

-Acorda Nathaniel-ele me da um tapa na cabeça- pede ela logo! Panaca.

-Ei ei ei, espera. Até você?- falo

-Até eu? Acho que até ela ta esperando né,idiota.- eu fico quieto rindo- ja sei, você não sabe como pedi-la?- ele começa a rir da minha cara, que aparentemente deve estar vermelha

-Calado. Eu sei pedir, só não sei fazer algo que ela goste- falo meio sem graça- você como MELHOR AMIGO dela poderia me ajuda né?- jogo uma borracha nele

-O loirinho pedindo ajuda? Vai chover!!- ele ri e eu reviro os olhos - claro que ajudo,só falar o dia.

-Hoje mesmo- falo confiante

-Hoje? Ok, eu penso em algo até na hora do almoço- fala. O tempo passou rápido e eu estava um pouco nervoso e ansioso. Fiquei procurando ela pela escola toda.

Olivia on*

A aula passou bem rápido, estava um dia meio estranho...eu ia ligar a noite pra minha mãe, pra saber como esta as coisas por la. Querendo ou não eu estava com saudades dela. Saio da sala com a Íris

-Nossa eu vou dar na cara do Castiel. E ainda mais que ele ficou com a Debrahcobravacadokrl, nossa....quero que ele exploda idiota, e depois teve a cara de pau de chegar e me ligar perguntando "e ai amor?" Ah mano.....VOCÊ ta me escutando OLIVIA?- ela se vira pra mim

-E-Eu? Eu to eu to...- falo distraída

-Você ta meio estranha...que foi?- pergunta

-N-Não sei...- vejo uma moça da secretaria vindo até mim. Ela me chama pra ir com ela até a diretoria. Dou minha bolsa pra Íris e vou com ela. A mocinha do meu lado estava tensa. Não falava nada. Comecei a ficar nervosa. Cheguei na salinha e tinha um telefone

-O telefonema é pra Senhorita- ela diz e sai. Como era secretaria, dava pra ver todo mundo que passava.

-Alo?- falo meio desconfiada

-Oi, você deve ser a Olivia Spriten, certo?- fala sério

-Sim...

-Somos do Hospital....- comecei a escutar cada palavra com atenção. Fui ficando pálida e meus olhos ficaram cheios de lágrimas

-O-Oque?- falo com a voz embarga. Meu coração acelera e minha respiração dobra

-Liv!- escuto Nath gritar por mim mas não viro de costas. Seguro bem firme o telefone- estava te procurando, tenho que te falar uma coisa...- ele parecia nervoso. Ainda continuo de costas pra ele- Liv??

Me viro pra ele, que se assusta com minha aparência pálida e olhos vermelhos,  retiro forças não sei da onde para falar a ele que....


Notas Finais


Que oq???? SUSPENSEEEE HAHAHAH desculpem a demora novamente💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...