História Amor Dominante (abo) - Capítulo 5


Escrita por: ~ e ~DebIO

Postado
Categorias Naruto
Personagens Fugaku Uchiha, Itachi Uchiha, Kushina Uzumaki, Menma Uzumaki, Naruto Uzumaki, Orochimaru, Sasuke Uchiha, Shion
Tags Abo, Alfa, Beta, Incesto, Mensasu, Mpreg, Narumen, Narusasu, Ômega, Possessão, Tragedia, Trio, Yaoi
Visualizações 1.384
Palavras 1.948
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, Luta, Romance e Novela, Shonen-Ai, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


EU DEMOREI EU SEI

Mas estou focada d+ em "escolhido" que esqueci as outras fics

Mas aqui estou eu 💙

CAP BETADO PELA NOSSA QUERIDA DEBIO 💙

Capítulo 5 - Nosso omega


POV'S Menma ON

 

Naruto ficou inconsciente o dia todo e no sábado de manhã acordou meio grogue. Eu fiquei ao seu lado o tempo todo e Sasori ficou toda a sexta, depois do horário escolar, comigo no hospital. Eu estava uma pilha de nervos e preocupação, Naruto já desperto dizia que era exagero, mas eu realmente estava preocupado com meu irmão.

Me senti mal por não ter cuidado muito bem dele, mas prometi a mim mesmo que cuidaria dele a parti de agora e sempre. 

O sábado passou lentamente e eu continue no hospital, Sasori tentou me mandar ir pra casa e tomar um banho, porém eu me recusei. De jeito nenhum sairia de perto do meu irmão. Naruto que já estava melhor, brincou dizendo que eu estava começando a feder, porém não me importei e continuei ao seu lado.

- Menma? Pode vim aqui um minuto? - Ouço a voz de Shion e a sigo para fora do quarto, deixando Naruto e Sasori no cômodo.

- Está tudo bem, doutora? - Pergunto começando a me preocupar. Ela sorri fraternamente pra mim.

- Sim, eu vou dar alta para ele no final do dia, porém ele ficará a semana toda em casa de atestado. - Ela fala sorrindo e eu fico feliz ao saber que iria sair daquele lugar horrível e levar meu irmão comigo.

Após a conversa, liguei para meu diretor e expliquei a situação, pedi a semana em casa e ele liberou sem problemas, só pedindo para que apresentássemos o atestado do meu irmão, e ele mesmo justificaria minha ausência. Suspirei aliviado e voltei para o quarto vendo os dois presentes me encararem ansiosos mas com sorrisos. Naruto estava abatido, mas a cor já havia voltado à seu rosto.

- Shion vai te dar alta hoje. – Solto sem fazer suspense. – E já pedi para o diretor uma semana em casa pra cuidar de você. - Anunciei e ele me encarou.

- Vou ficar uma semana em casa? – Me questiona desgostoso da ideia e eu concordo com a cabeça.

- Peguei o atestado para a semana que vem. Sasori você pode entregar o papel por nós, por favor? - Peço me sentando ao seu lado e ele sorri em concordância.

- Claro, vou tentar visitar vocês no próximo fim de semana, minhas aulas vão ser mais puxadas, então não poderei ir tão cedo. - Ele fala suspirando, eu beijo o topo de sua cabeça e o vejo sorri largo.

A noite chegou rapidamente e nesse momento eu me encontrava no carro indo para casa. Havíamos deixado Sasori em sua casa e agora rumávamos o caminho do nosso lar.

- Está com frio? - Pergunto solicito e Naruto me encara debochado.

- Estou ótimo Menma, pare de se preocupar. Estou novinho em folha já. – Faz pouco caso e eu crispo os lábios. Não foi ele que viu o irmão desfalecido e quase morrendo. Penso o recriminando mentalmente.

O resto do caminho foi em total silêncio. Assim que pisei em casa, corri para o banho e Naruto foi fazer o jantar. Já limpo caminhei para a cozinha vestindo apenas uma bermuda preta, chegando lá vejo Naruto com o celular na mão.

- Várias chamadas perdidas da Anko. - Ele comenta e eu rosno irritado.

- Eu não gosto dessa ômega. - Falo revoltado e ele me olha sorrindo.

- Pare de ser ciumento. - Simplesmente fala e eu caminho em sua direção, abraço sua cintura e o trago em direção ao meu corpo.

- Ela é possessiva, mal consegue nos diferenciar e mesmo assim te quer só pra ela. - Eu falo e Naruto coloca suas mãos em meus quadris me puxando de encontro ao seu corpo.

- Eu estou com ela apenas por esta. – Diz roçando nossos lábios.

- Tenho medo, Naruto. - Sussurro melancólico e ele me olha com dúvida.

- Do que, Menma? – Pergunta meio desacreditado e acaricia meu rosto.

- De te perde, além de sermos irmãos, somos dois alfas, nossa relação não é normal. - Eu lamento abaixando a cabeça e ele coloca seus dedos em meu queixo, levantando meu rosto delicadamente.

- Você não vai me perde. – Naruto fala convicto disso e eu apenas suspiro triste.

- Você vai encontrar um ômega, e eu irei te perde. – Volto a lamentar baixinho, com um aperto no peito. Ele ri e me abraça, enfiando o rosto em meu pescoço e abraçando minhas costas, de maneira firme e possessiva.

- Vamos achar nosso ômega, Menma, ele irá aceitar nós dois ou vai cair fora. Não tem a mínima possibilidade deu abrir mão de você por ninguém. - Ele fala e eu me separo minimamente dele para o encarar.

Seus olhos azuis e chamativos, exatamente como os meus, continham um brilho de felicidade e eu pude detectar o amor emanando do seu corpo.

- Eu te amo. - Sussurro baixinho e ele sorri.

- Eu também te amo. – Me responde e agarra minha cintura e logo toma meus lábios para si.

Abri minha boca recebendo sua língua quente e logo seu gosto explodiu em meu paladar me fazendo agarrar sua nuca e puxa-lo pela cintura para mais perto. Puxei seus cabelos e senti ele estremecer, um gemido escapou de seus lábios em meio ao beijo. Ele mordeu meu lábio inferior e o chupou em seguida me fazendo ofegar.

Nos separamos devagar e nos encaramos novamente. Era incrível amar alguém dessa maneira que eu o amo. É incrível e chega a ser convencido da minha parte acha-lo extremamente bonito já que ele é minha cópia fiel.

Mas eu o achava lindo.

E eu o amava mais que tudo na vida.

 

POV'S Menma OFF

 

 

POV'S Naruto ON

 

 

Hoje já era quarta e os dias passaram a ser tediosos em casa, Menma vivia em cima de mim preocupado com minha alimentação e disposição.  Era bonito vê-lo preocupado e eu o provocava várias vezes com isso. Nesse momento estamos deitados na cama debaixo de edredons assistindo algumas séries. Minha cabeça se encontra pousada em seu peito e um de seus braços me abraça de forma possessiva. Ele acaricia meu cabelo lentamente e eu posso sentir o sono chegar rapidamente.

Um barulho alto e irritante se fez presente no cômodo e eu me levantei sabendo que era meu celular. Menma apenas me seguia com o olhar e eu logo atendi a chamada.

- Alô? - Falei baixinho.

- Naruto? - Ouço a voz fina do outro lado da linha e encaro Menma que tinha uma carranca na face.

- Olá Anko. – Cumprimento a mulher e continuo com os olhos vidrados em Menma.

- Meu cio chega amanhã, preciso de você. - Ela fala e Menma rosna irritado. Sabia que ele ouvia tudo perfeitamente por causa da sua audição avançada.

- Te ligo amanhã. – Encerro a ligação preparado para a irritação de Menma que me olhava muito irritado.

- Você não vai. - Seu tom era autoritário, o que acabou me incomodando e eu levantei uma sobrancelha.

- Desde quando você decide o que faço ou não? – Questiono ferozmente e ele se enfurece ainda mais, se levanta e caminha em minha direção.

- Você ainda está se recuperando Naruto. - Tenta argumentar e falha miseravelmente, eu o encaro debochado.

- Você não pensou nisso enquanto cavalgava em cima de mim ontem à noite. – Não contenho meu sarcasmo, ele bufa irritado e o vejo corar minimamente.

- Eu não quero que você vá. - Ele fala e cruza os braços, mas fiquei irritado com o seu tom de ordem.

- Estou pouco me fudendo para o que você quer. - Rosnei perdendo a cabeça, me arrependendo amargamente ao ver o olhar magoado que meu gêmeo lança em minha direção. Ele suspira derrotado e sai do quarto cabisbaixo. Soltei grunhidos irritados, irritado comigo mesmo, me sentei na cama levando as mãos aos cabelos.

Merda.

Menma tem sido tão atencioso e preocupado comigo, não merecia um tratamento tão frio.

Suspirei e me levantei, caminhei pelo apartamento e o vi na sacada olhando para a lua que brilhava no céu. Me aproximei e vi seu corpo ficar um pouco tenso.

- Me perdoe. – Murmuro baixinho arrependido e o abraço por trás vendo ele suspira tristemente.

- Você está certo, não precisa pedir perdão. - Fala e escuto sua voz baixa, rouca e repleta de rancor.

- Não, você tem razão. Ficarei com você. – Digo simplista e ele suspira se virando pra mim.

- Você é um filho da puta. – Diz e sinto sua irritação diminuir, mas ainda assim ganho um cascudo forte na cabeça.

- Aii!! Eu ainda estou de recuperação. – Choramingo com manha fazendo bico e ele me sorri malicioso.

- Foda-se sua recuperação. Vamos ao nosso quarto, hoje é você quem vai cavalgar. - Ele sussurra em minha orelha e os pelos do meu corpo se arrepiaram.

Estou literalmente e deliciosamente fudido.

 

POV'S Naruto OFF

 

POV'S Menma ON

 

 

Hoje já era sexta e agora tínhamos apenas três dias em casa, tive a brilhante ideia de darmos um passeio no parque e Naruto logo se animou. A ômega imunda ainda ligou para o meu loiro, mas ele não atendeu e eu achei muito bom. Se não eu ia fazer um barraco. Chegamos ao parque e Naruto me deu um soco no braço de repente, olhei irritado em sua direção e o vi sorrindo sapeca, logo começou a correr e gargalha. Sorri e comecei a correr atrás do meu gêmeo idiota, o que ele não percebeu é uma figura baixinha em sua frente e logo ele se trombou com ela, indo ao chão em seguida.

Corri preocupado e me espantei com o que vi. Um arrepio subiu pela minha espinha ao ver Naruto por cima do nosso aluno novo e o ômega tinha as bochechas extremamente rosadas. Naruto tinha os olhos arregalados e logo um sorriso malicioso surgiu em seus lábios, o ômega ficou ainda mais vermelho.

- Sasuke. - Ouço uma voz rouca e grossa e logo um moreno parecido com o pequeno ômega apareceu.

Naruto levantou meio a contragosto de cima do corpo do ômega e eu encarei o baixinho que parecia um tomate.

- Desculpe. - Naruto fala solene mas sorri maldosamente.

- Preste atenção seu estúpido. - O alfa moreno rosna e eu o encaro irritado.

- Ele pediu desculpas, não foi algo proposital. - Cuspo as palavras e o alfa moreno me encara.

- Eu vou soca-lo se ele ficar em cima do meu irmão de novo. - O alfa ameaça e eu rosno em sua direção.

- Pois ouse toca-lo. - Eu desafio e o alfa rosna para mim.

- I-itachi, para com isso. E-eles são meus professores. - O baixinho fala e eu desfio o olhar para ele, já com um sorriso.

- É um prazer vê-lo, Sasuke. – O saúdo e vejo Naruto sorri largamente se pondo ao meu lado.

- D-digo o mesmo professor. V-vocês sumiram... - Solta a última parte sem perceber e ao notar parece receoso, sorrio carinhosamente pra ele.

- Naruto passou mal, era por isso que estava no hospital aquele dia. – Eu explico a situação e ele olha para meu irmão corado.

- Vamos, Sasuke. - O tal Itachi fala e o puxa pra longe da gente sem se dar o trabalho de responder.

Seguimos os dois fixamente com os olhos mas logo desvio minha atenção para Naruto, que me devolveu o olhar de forma intensa e desejosa.

- Eu quero ele, Menma. Eu quero aquele ômega. - Naruto fala num rompante desejoso e eu sorri maliciosamente.

- Eu também, Naru. – Meu tom é malicioso e sorri ainda mais indecente que antes e o outro loiro retribuiu da mesma forma.

Parece que encontramos nosso ômega.

 

 


Notas Finais


E ENTÃO?

Perguntinha rápida, vcs vão querer algum lemon do gêmeos antes da relação com o Sasuke?

Se quiserem, vcs vão querer quem como uke? Naruto ou Menma?

BOM É ISSO AI 💙

vou att as demais fics e logo volto novamente pra essa

Comentem que eu att mais rapido 💙 bora bater nossa meta 😍

Beijosssss e obg por ler


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...