História Amor e Dor - Capítulo 42


Escrita por: ~ e ~Aninhamores

Postado
Categorias Saga Crepúsculo
Personagens Alice Cullen, Bella Swan, Billy Black, Carlisle Cullen, Charlie Swan, Edward Cullen, Emmett Cullen, Esme Cullen, Jacob Black, Jasper Hale, Liam Payne, Personagens Originais, Quil Ateara, Renée Dwyer, Renesmee Cullen, Rosalie Hale, Sarah Black, Seth Clearwater
Tags Fantasia, Novela, Romance
Visualizações 30
Palavras 2.447
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Saga, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiiie meus amores, mais uma vez aqui estou eu para pedir mil perdões pela demora quase sem fim...😢😢😢
Eu sinto muito de verdade!
Não mim matem pleas🙏🙏

Mais antes quero agradecer a ~Raissakarolline por sempre ter paciência de espera as minhas atualização e por sempre comentar...
Beijokas minha flor 🌹❤🌹❤🌹❤🌹❤🌹❤🌹❤🌹

Boa
Leitura

Capítulo 42 - Segunda Temporada Cap: 9 Então Volta Pra Mim!


Fanfic / Fanfiction Amor e Dor - Capítulo 42 - Segunda Temporada Cap: 9 Então Volta Pra Mim!

P.O.V. Sofia

Duas Semanas

Pois é minha gente duas longas e tortuosas semanas se passaram, aonde eu tentei ao máximo evitar o Jack, onde ouve é claro, muitos êxitos e fracassos. Mas enfim já passou, e hoje é finalmente o dia que vou me encontrar com o Seth, não só com ele, mais com a Katy também. Combinamos de nós encontrar num restaurante as 20:00h e vejam só, faltam apenas vinte minutos. Me olho no espelho mim agradando do resultado final, estou usando um tubinho preto simples apenas com um leve decote nas costas, um lauboutin, uma pequena bolsa lateral nude para quebrar o básico e alguns acessórios. Saiu do quarto depois de passar uma boa quantidade de perfume, e desço as escadas encontrando todos reunidos na sala...

Anny: Uau, que chique!

Sofia: Só que não! - Sorrir...

Rosa: Tá linda! - Sorrir...

Sofia: Obrigada Rô! - Sorrir - Estou nervosa!

Anna: Tem certeza que não quer que eu vá com você?

Sofia: Tenho, eu quero fazer isso sozinha! Mais obrigada mesmo assim. - Sorrir - Meus amores se comportem o.k., mamãe ama vocês!

Emma & Ethan: Mois também mamãe! - Sorrimos...

Me despeço de todos e vou para a garagem, entrando na minha Ferrari e indo até o endereço do restaurante que o Seth me mandou por SMS. Chego, estaciono e entro procurando os dois pelo local, e vejo a Katy acenando para mim feito uma louca, mim fazendo ri. Caminho até eles os abraçando...

Sofia: Meu Deus, quanto tempo vadia! Você continua ainda mais linda do que mim lembrava! - Sorrir...

Katy: Eu que o diga, você está maravilhosa, e que saudades dos seus xigamentos, como estão os meus sobrinhos? - Pergunta mim enchendo de abraços e beijos...

Sofia: Obrigada, você continua um amor como sempre! - Sorrir ironizando e ela mim mostra a língua - Os meus bebês tiveram que ficar em casa. Quando vocês vão nós visitar?

O Seth e o Quill já sabem dos meus filhos com o Jack a mais ou menos uns dois anos, quando eles foram ao Brasil pedir as mãos das meninas em casamento. Eles me viram com as crianças e foi impossível negar, e eles seriam parte da família então contei tudo a eles, mais eu os fiz jurarem segredo...

Katy: O mais rápido possível, queria ter ido os ver hoje, mais chegamos de madrugada e tivemos que descansar...

Seth: Isso mesmo, devem estar enormes! - Sorriu

Sofia: Sim e muito levados! - Falo e nós rimos, e o garçom chega e anota os nossos pedidos. Eu peço um vinagrete de frutos do mar, e uma taça de chardonnay e a Katy pede o mesmo, já o Seth pede um salmão com legumes salteados, e uma taça de chardonnay também. E o mesmo sai e ficamos conversando amenidades, o jantar é servido e comemos entre risadas, o que foi ótimo e me relaxou bastante. Terminado o jantar o Seth mim olha sério...

Seth: Então, você está pronta para ouvir o meu lado dessa história toda?

Sofia: Acho que sim! - Suspiro...

Katy: Ei você consegue! - Sorriu - Eu estou aqui!

Sofia: Obrigada! - Sorrir - Estou pronta Seth...

Seth: Tudo bem, tudo começou cinco anos atrás, quando o Jack me mandou um SMS me convidando para conversar, não só a mim mais o Quill também. Chegamos e ele foi logo contando que a Nessei tinha voltado e que o estava perseguido, tanto na empresa como no Ap, ele já tinha dado o fora nela várias e várias vezes e ela não se tocava. Até que ela pediu para eles se encontrassem para uma última conversa, que em troca ela o deixaria em paz então ele acabou cedendo. Ele marcou com ela num barzinho perto do Ap até, para não correr o risco de ser algum tipo de armação. Ele chegou, a Nessei agradeceu por ele ter ido e ofereceu um drink como oferta de paz, o garçom o serviu e ele o bebeu em um só gole. Daí a última coisa que ele lembrava era do sorriso dela. - Faz uma pausa e suspira - Daí quando ele acordou e se deparou com Nessei dormindo nua ao seu lado ele se desesperou. Eles discutiram e ele a expulsou, e logo em seguida nos chamou. Quando ele nos contou ficamos perdidos assim como ele estava não entendíamos como ele poderia ter esquecido algo tão... Você sabe. - Concordei e a Katy aperta minha mão - Daí o Quill teve a ideia a explicação na verdade, os sintomas eram parecidos e agente chegou a conclusão que ele tinha sido DROGADO! - Fala e eu sinto meus olhos se arregalarem, e um soluço involuntário sair por relembrar aquela cena ainda bem vivida em minha mente. - Mais não sabíamos o porque a Nessei o tinha drogado, até dois meses depois da sua partida, quando a Nessei apareceu com um exame dizendo está grávida do Jack. No começo não acreditamos, ainda tínhamos esperança que tudo fosse mentira, então o Jack pediu o DNA, a Jess nasceu e com uma semana o Jack fez o DNA, e alguns dias depois o resultado saiu, e era Positivo! Então as nossas esperanças foram para o ralo, e o Jack desistiu de vez de você. Ele sabia que você nunca ia o perdoar então desistiu, e colocou a Nessei dentro de casa e alguns meses depois ela o convenceu a casarem. Todos, absolutamente todos nós fomos contra, mais ele já não ouvia mais ninguém, somente ela. - Suspira frustrado - Então a única coisa que nos restou foi tolera-la, infelizmente. Anos se passaram e eu pensei que ela tinha mudado mais não, "Pau que nasce torto nunca se endireita" não é assim que se diz no Brasil? - Assinto - Alguns meses atrás estava num jantar de negócios com alguns possíveis clientes da empresa, quando vi a Nessei chegar acompanhada de um homem desconhecido por mim. Ela não mim notou lá, então passaram o jantar inteiro trocando sorrisos e carícias, e aquilo era muito estranho, decidi não contar nada ao Jack podia ser apenas um amigo - Da de ombros - Algumas semanas depois, eu e a Katy a vimos no shopping mais precisamente na entrada do cinema, aos beijos com o mesmo cara, ficamos incrédulos e depois daquilo eu resolvi contar ao Jack. No outro dia tentei falar com ele mais durante a manhã não consegui, ele estava bastante ocupado então eu fui almoçar com a Katy, e os vimos de novo os beijos no estacionamento do restaurante, então não aguentei e fui tirar satisfações. - Respira fundo - Porra ele era o meu melhor amigo!

Katy: Eu mim lembro, ela ainda teve a coragem de negar na nossa cara!

Seth: Eu fiquei possesso e voltei para a empresa, procurei o Jack e comecei a contar tudo, a Nessei chegou com todo o seu fingimento dizendo que eu estava inventando tudo, que ela o amava e a prova disso era que eles tinham uma filha juntos. Então eu não aguentei pedi para ele deixar de ser idiota e cego, mas quando dei por mim ele estava em cima de mim me batendo. Não deu em outra, brigamos, brigamos feio naquele dia. Quando conseguiram nos separar, e eu o vi abraçar a Nessei enquanto a mesma ostentava um sorriso vitorioso, eu só conseguia sentir pena, tristeza e desapontamento, por ele preferir acreditar nela do que em mim, então fui embora. Pedi demissão, cortei relações, literalmente desaparece da vida dele. Você pode não acreditar em mim Sofi, mais tudo que acabei de te falar e a mais pura verdade... - Fala e eu Respiro fundo, enquanto enxugo as pequenas lágrimas...

Sofia: Eu acredito Seth, você não teria motivos para mentir! - Dou um meio sorriso - Eu só não entendo como ele não se lembra da noite deles junto, eu os vi, como ele pode não se lembrar!

Seth: Não sei, mais você nunca nos contou como e porque você foi até lá naquele dia. Vocês tinham combinado de se encontrar?

Sofia: Não! Na verdade eu iria fazer uma surpresa para ele quando recebe uma mensagem dele mim avisando que iria jantar com clientes então desiste. Horas mais tarde recebe algumas mensagens de um número desconhecido me mandando ir até o Ap dele. E como sou impulsiva fui. - Fungo baixinho...

Katy: Mais é claro! - Fala pensativa..

Seth: O que é claro meu amor?

Katy: Amor, só pode ter sido a vagabunda de Renesmee que mandou as mensagens! Quem mais sabia que o Jack iria se encontra com uma mulher aquele dia?

Seth: Você pode ter razão, e isso pode explicar a droga na bebida! - Fala pensativo

Sofia: Mais não explica a filha! - Falo e os dois me olham com pena, odeio isso... - Mais isso não importa para mim, não mais. Enfim, eu conversei com o Jack e ao que tudo indica ele vai investigar a esposinha, então tomará que ele consiga descobrir a verdade!

Katy: Tomará o Jack merece a verdade!

Sofia: Isso foi exatamente o que eu disse para ele! - Sorrir - Enfim, eu pedi esse jantar com vocês por três motivos. O primeiro era para rever vocês e matar um pouco de saudade! - Sorrimos - O segundo era para saber o seu lado dessa história toda. E o terceiro - Respiro - Eu quero que você volte para a empresa! - Falo e a Katy sorriu...

Seth: Uau, sério? - Assinto - Eu nem sei o que dizer!

Sofia: Diz que aceita, volta para a empresa você vai trabalhar diretamente comigo. - Imploro - Por favor Seth, você é um dos melhores advogados criminalistas que eu conheço, eu literalmente preciso de você! Por favor volta!

Seth: Tudo bem, se é para o bem da nação eu volto! - Fala e sorrimos - Mais e o Jack, será que ele vai concordar com a minha volta?

Sofia: Como eu te disse, nós conversarmos um pouco e ele deixou a entender que sim. Eu tenho absoluta certeza que ele se arrepende de ter brigado com você, e irá se arrepender muito mais quando descobrir toda a verdade!

Katy: E o que eu falo para ele todo Santo dia...

Seth: Eu estaria mentindo se disse que não quero que ele se arrependa. - Suspira - Mais também não quero que ele... Ele já passou por muita barra pesada na vida, e eu sei o quanto ele sofreu, e só não quero que ele volte a ser aquele cara que ele era entes de você aparecer na vida dele..

Sofia: E ele não vai, nós não iremos deixar, nós vamos ajudá-lo! - Sorrir - Mais e vocês dois como estão? - Mudo de assunto para quebrar um pouco o clima tenso.

Ficamos conversando por mais algumas horas, até nos darmos conta de hora 23:00h, olhamos em volta e haviam poucas pessoas a ocuparem as mesas do grande restaurante, pedimos a conta e quando peguei na minha carteira para pagar, o Seth se negou terminantemente. Saímos do restaurante, e nós despedimos com a promessa de nós vermos em breve. Entro no meu carro, o ligo e começo a dirigir de volta para casa, mas no meio do caminho meus pensamentos e pés, guiam o carro para outro lugar. Há anos não faço esse caminho, mais é como se me chamasse, me sinto tensa, confusa e ao mesmo tempo aliviada.

Estaciono o carro e respiro fundo retirando meus lauboutin, desço do mesmo o travando e caminho até a praia, o céu não está iluminado de estrelas como me lembrava, ao contrário está fechado e escuro como o meu coração. Mas o som das ondas arrebentando nas pedras me trás uma sensação de paz, enquanto a maresia me refresca. Caminho até aquela velha e conhecida pedra e subindo, podendo ter uma bela visão da praia e do horizonte. Fico ali perdida naquela beleza de lugar e em pensamentos, até que escuto uma voz rouca muito conhecida chegar aos meus ouvidos me causando arrepios...

Jack: Não pensei que ainda se lembra-se desse lugar! - Fala e eu viro o meu rosto o encontrando com uma bermuda jeans preta, blusa branca e vans pretos. A me olhar surpreso, mais com um belo sorriso no rosto...

Sofia: É meio impossível esquece-lo! - Falo e sinto meu coração acelerar....

Jack: Realmente, esse lugar é inesquecível! - Fala e nós olhamos por alguns instantes em silêncio...

Sofia: O que traz você por aqui uma hora dessas? - Pergunto e ele da um sorriso de lado, e caminha o pequeno espaço que tinha entre nós e se sente ao meu lado...

Jack: Gosto de vim aqui para relaxar, pensar, relembrar! - Fala e eu sinto um calafrio passar por minha espinha me fazendo estremecer. - E você, o que faz por aqui há essa hora de noite sozinha?

Sofia: Pensando! - Falo e dou um sorriso o olhando...

Jack: Presente ou Passado?

Sofia: Um pouco dos dois! - Confesso...

Jack: Entendo! - Suspira olhando para o mar, morde os lábios e volta a me olhar. - Agente nunca conversou sobre... Tudo o que aconteceu...

Sofia: Acho que não precisamos... - Me interrompe...

Jack: Claro que precisamos! Você foi embora!

Sofia: E VOCÊ MIM TRAIU! - Praticamente grito, me levanto e respiro fundo, e ele faz o mesmo...

Jack: EU NÃO TRAI VOCÊ! - Exclama e eu seguro o choro...

Sofia: Não foi o que eu vi naquele maldita noite Jack! - Falo baixinho...

Jack: Eu juro que eu não sei como tudo aquilo aconteceu! - Fala e eu me viro pronta para questiona-lo para travo, quando o vejo com lágrimas nos olhos. - Eu não tinha nada com ela eu juro! A primeira vez que a vi foi um mês depois que nois voltamos, lembra o dia em que você e os meninas tiveram a noite das garotas? - Assinto, como esquecer aquele dia. - Eu e os meninos fomos a uma boate, e quando eu estava voltando da pista de dança acabei esbarrando numa menina a derrubando mais a segurei, mais quando a reconhece a soltei e sai correndo, literalmente falando. - Faz uma pausa e suspira. - Ela mim reconheceu e veio conversar comigo, nois trocamos algumas palavras e ela descobriu de você, eu a mandei me deixar em paz juro, mais ele não mim deu atenção, ela falou umas coisas sem sentido e foi embora. Duas semanas depois ela voltou a mim procurar... Agora é a minha vez de interromper...

Sofia: Não precisa continuar eu já sei essa parte! - Falo e ele me olha confuso - O Seth ele me contou, mais não importa, nada disso importa agora, é tarde... É tarde de mais! - Suspiro...

Jack: Não, não é, eu... Eu ainda amo você! - Fala e meu coração bobo da um salto - Na verdade eu nunca deixei de amar você! E eu sei que você também mim ama! - SIM, SIM, EU AMO! Queria gritar - Então volta pra mim!...



Continua....


Notas Finais


Espero que tenham gostado...

Beijokas e até o próximo
Sem promessas dessa vez...
❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...