História Amor e ódio - Jikook - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jeon Jungkook, Jikook, Jimin, Jungkook, Lemon, Park Jimin, Yaoi
Exibições 242
Palavras 823
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Meu santo GD, eu comecei a fic a uns três minutos e 4 favoritos e 2 comentários? Já? Amoo meus unicórnios! *3*
~Bjos no brioco, Harumi

Capítulo 2 - Ajoelhe-se


Mas isso era apenas algo óbvio e monótomo. Eu sei que sou fraco. Massageio uma última vez o meu pé, o qual eu machucara a alguns segundos, e cuido das minhas higienes.

Visto-me com uma roupa qualquer, já que, apesar da escola ser particular, o uniforme não é uma regra. Limpo meu óculos redondo que também era motivo para apelidos bobos direcionados a mim (N/A: na minha fic o Jimin usa o óculos da capa) na manga do moletom e saio com a mochila para o ponto de ônibus, levando comigo apenas uma maçã que seria o meu café da manhã.

Não demora muito e logo o ônibus estava diante de mim. Eu entro no mesmo e sigo pra escola, que é consideravelmente distante do condomínio onde eu moro. Fico alguns minutos mechendo no celular, até chegar no ponto de ônibus defronte a escola.

Atravesso os portões metálicos do colégio e sinto olhares decaírem sobre mim. Os ignoro e sigo pras escadas, ainda teria que subir dois andares até a minha sala.

_Olha o que temos aqui, o cara mais nerd da escola. - escuto uma voz conhecida atrás de mim e viro para encarar o alfa mais novo, porém mais alto, que eu.

_O que quer, Jeon? - falo num tom baixo, mas perfeitamente escutável e observo o mais novo rir da minha cara.

_Eu não quero nada de alguém como você. - ele diz e seu grupo de amigos ri.

_Olha, Jeon, estou atrasado para a aula, então, se me der licença...- tento passar, mas sou impedido por um dos amigos de Jungkook.

_Ah, que pena, nem deu tempo de te mostrar o que eu consegui lá na sala da diretora. - ele tira do bolso do casaco duas folhas de papel grampeadas e bem dizer esfrega no meu rosto - "Park Jimin, sexo masculino..Sem classe definida." - ele diz e eu engulo seco.

Jungkook com certeza me entregaria a todos da escola e aí eu podia definitivamente dizer adeus à minha vida social, que já era mínima. Pior do que ser um beta é não saber o que é, ser um verdadeiro nada. Volto a encarar o mais novo, dessa vez paralisado, apenas o observando balançar as folhas para frente e para trás com um sorriso no rosto.

_Jeon...você não pode...- digo, lutando contra o nó que se formava em minha garganta.

_Ah, eu posso sim. Posso e vou dizer pra todo mundo que você não passa de um zé ninguém, Park Jimin.

_N-Não!..por favor, Jungkook!

_Hum. Implora.

_..o quê?...

_Implora de joelhos ou eu "acidentalmente" posto uma foto dessa belezinha em todas as redes sociais possíveis. - ele balança a folha novamente.

_Não. - eu digo mesmo ciente do que me aconteceria - Eu posso perder qualquer coisa, menos a minha honra! Eu nunca me ajoelharia diante de você, seu idiota! - finalizo e Jungkook me empurra com força no chão.

_Quem você pensa que é pra falar com um alfa dessa maneira, nerd? Você vai aprender a ser mais sensato da próxima vez, inútil. - ele tira o celular do bolso e digita alguma coisa. Me mostra a tela logo depois com um sorriso sádico de orelha a orelha e eu vejo que ele realmente tinha postado uma foto dos meus documentos e...já tinha mais de cem curtidas.

_Não!..- falo um pouco exaltado segurando as lágrimas que insistiram em sair.

_Own, vai chorar, agora? - ele ri e chuta minha perna, me fazendo grunhir de dor - Chora, vai. - ele dá sua última risada antes de ir com seu grupinho pra sala de aula.

[...]

Escuto o toque para o intervalo e saio da sala indo em direção da cantina, me permitindo comer e tentar esquecer o que acontecera mais cedo.

Olhares decaíram novamente sobre mim, dessa vez, acompanhados de risadas e xingamentos.

Tudo só me fazia sentir-me ainda mais pra baixo. E com uma imensa vontade de matar Jeon. Jogo minha comida fora, da qual eu comera uma ou duas colheres, e vou pro banheiro. Me tranco num box qualquer e sentando no chão, choro. Tudo o que eu queria era morrer.

_EU TE ODEIO, JEON JUNGKOOK! - grito, levantando de onde estava e chutando a porta da cabine - ...te odeio por me fazer odiar tanto a mim mesmo.

[...] Duas semanas depois

Já haviam se passado vários dias desde serem postadas as fotos de meus documentos. Vários dias nos quais eu me senti um completo lixo.

Mas nada que influísse no meu desenvolvimento escolar. Apesar de até os professores possuírem agora um certo "nojo" de mim, eu assisto as aulas normalmente.

Foi numa aula mais do que normal de Matemática que um homem de terno entrou na nossa sala de aula.

_Park Jimin é dessa sala? - o homem diz e olhares decaem sobre mim.

Levanto a mão timidamente.

_S-Sou eu.

_Seu pai quer conversar com você, Sr. Park.

Meu queixo caiu.

_M-Meu...pai ?!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...