História Amor e ódio - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias The 100
Personagens Anya, Bellamy Blake, Clarke Griffin, Costia, Dra. Abigail "Abby" Griffin, Echo, Emori, Indra, Jasper Jordan, John Murphy, Lexa, Lincoln, Marcus Kane, Maya Vie, Octavia Blake, Personagens Originais, Raven Reyes, Roan
Tags Clexa, Elycia, Elycia Octaven, Octaven
Exibições 120
Palavras 1.774
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Ficção, Hentai, Orange, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oiiee, bom gente, eu realmente não tive tempo de postar mais cedo, mas eu estou aqui agora ushuahsu

Boa leitura <3

Capítulo 27 - Hora da verdade


POV Clarke Griffin

_Mãe eu..... - Suspirei pesado e continuei:

_Mãe, eu posso tomar um banho antes?? estou fedendo a hospital. - digo e ela apenas assentiu.

Subi para meu quarto, peguei uma roupa leve e logo depois me direcionei ao chuveiro. 

Fiquei no chuveiro divagando por elo menos meia hora. Eu estava tentando adiar tudo isso, mas não tem mais volta.

Saí do banho, coloquei minha roupa e me direcionei ao quarto da Vitória, que se encontrava deitada ouvindo música em seu celular.

_Eii ! - a chamei mas ela não ouviu. A cutuquei de leve e ela me olhou assustada. 

_Poxa Clarke, quer me matar do coração ?? - pôs a mão no peito pelo susto.

_Desculpa, mas eu te chamei e você não me ouviu, não foi culpa minha - digo tentando me defender.

_Tudo bem, o que você deseja ?? - perguntou sorrindo.

_Uma passagem só de ida pra Califórnia, já que minha mãe com certeza vai me expulsar de casa. - seu sorriso se desmanchou e ela me encarou séria.

_Como assim Clarke, qual é o tamanho da merda que você aprontou ?? - perguntou preocupada.

_Bom, eu não fiz nada grave, mas eu acho que está na hora de minha mãe saber sobre Lexa né ?? 

_Tem certeza disso Clarke?? não sabemos qual será a reação ela. 

_Eu não tenho certeza de nada Viih, e eu estou com medo, muito medo, mas eu preciso fazer isso, eu não aguento mais essa pressão, e depois de hoje, eu não posso mais me esconder. - suspirei pesado.

_Espera, o que aconteceu hoje ?? 

_Eu te conto isso com mais calma depois, acho que eu já enrolei demais a minha mãe, ela deve estar completamente impaciente lá em baixo.

_Que barra, prima, mas de qualquer forma, seja o que acontecer, eu estarei aqui pra te apoiar, boa sorte.

_Vou precisar - lhe abracei apertado e me retirei do quarto.

Desci e encontrei minha mãe na sala bebendo algo. Ela me olhou e eu sustentei seu olhar.

_Então Clarke, será que agora você pode me contar ou você prefere me enrolar mais um pouco.

_Pensando bem, eu prefiro enrolar mais um pouco. - digo e vejo sua expressão mudar para raiva.

_Clarke Griffin, eu não vou esperar mais, ou você me conta agora, ou eu.. - a cortei antes de terminar.

_Tá bom, eu conto. - suspirei e a encarei.

_Estou esperando.

_Essa sua cara não está me ajudando muito digo e ela suspirou.

_Conta de uma vez Clarke.

_Tudo bem mãe, bom, como eu disse, Lexa não é uma amiga, ela é ... - Pausei e ela me encarou bravamente.

_Ela é a minha namorada. - Minha mãe me olhou pesadamente, mas algo me dizia que ela já esperava isso.

_Por que isso Clarke?? como ela conseguiu fazer isso com você ?? - perguntou calma, mas quem olhava via a fúria em seus olhos.

_Ela não fez isso comigo mãe, eu fiz isso comigo, e não é de agora, eu sempre gostei de meninas. 

_Isso não pode estar acontecendo, aonde foi que eu errei ?? - perguntou olhando para cima.

_Que clássico, mãe, entenda de uma vez por todas, isso não tem nada a ver com você, isso é sobre mim, é sobre a minha vida, minhas decisões irão afetar a minha vida, e não a sua, então não me venha com essa, e só pra você saber, eu não te contaria se não fosse por Lexa.

_Eu sabia que tinha dedo dessa garota, Carke, eu não quero, em hipótese alguma, você perto dessa garota.

_Você não pode me proibir de vê-la mãe.

_Sim, eu posso, e vou, eu não quero uma filha mal falado porque é uma... coisa - a olhei incrédula.

_Coisa?? você só pode estar brincando comigo né?? a unica "coisa" aqui é você, mãe eu tenho nojo desse seu preconceito.

_E eu tenho nojo do que você se tornou, seu pai estaria decepcionado com você.

_NÃO FALA DO MEU PAI, VOCÊ SABE MUITO BEM QUE ELE SEMPRE ME APOIOU, E EU TENHO CERTEZA QUE ELE ME ACEITARIA DO JEITO QUE EU SOU - Gritei e ela me olhou raivosa.

_Não importa, você vai se afastar dessa garota, e caso você me desobedeça, eu irei te internar.

_Você não pode fazer isso comigo !!

_Sim, eu posso, eu só não te expulso da minha casa, porque eu sei que você irá pra casa daquela coisa.

_Eu te odeio mãe, e eu nunca vou te perdoar por estar fazendo isso comigo !! 

Saí em disparada para meu quarto. Me deitei em minha cama e desabei.  O que eu iria fazer agora?? como é que eu vou suportar ver Lexa todo dia sem poder abraçá-la, tocá-la. Eu não vou conseguir.

Ouço minha porta sendo aberta e logo dois longos braços me rodearem. Me levantei e abracei Vitória com toda força que me restava.

_Vai ficar tudo bem Clarke, eu juro que vai - disse tentando soar confiante.

_Ela vai estragar a minha vida Vitória !! 

_Olha pra mim Clarke. - a olhei e ela depositou um beijo em minha testa.

_Nós vamos dar um jeito nisso, nem que demore, mas nós vamos arrumar toda essa merda.

_Obrigado prima, é muito importante pra mim saber que você está ao meu lado.

_Sempre que precisar.

Me permiti chorar um pouco mais, molhando a camisa de Vitória, mas ela não se importou, apenas me abraçou mais forte.

 

POV Vitória

 

 

Assim que Clarke adormeceu, eu a deitei na cama corretamente e vasculhei seu quarto em busca de seu celular. Eu não sei como ela consegue perder essa coisa enorme que ela chama de celular, mas ela consegue. 

Eu o achei embaixo de uma pilha de roupa no banheiro do quarto, é claro que ela nunca iria achar. PREGUIÇOSA.

Peguei o telefone e procurei o número de Raven, que foi a que eu mais falei.

Assim que achei, saí do quarto de Clarke, e disquei seu número.

 

(LIGAÇÃO ON)

 

_Clarke?? - pergunta assim que atende.

_Éee, aqui é a Vitória.

_Aaah, aconteceu alguma coisa? porque está com o celular da Clarke?? 

_Raven, eu quero pedir a sua ajuda, bom, aconteceu algumas coisas com Clarke, ela está bem desanimada, será que você poderia vir aqui mais tarde?? acho que ela precisa de uma das amigas dela nesse momento.

_Ai meu Jesus, é algo grave?? não minta pra mim!!

_Aaah, eu não sei explicar, mas é ruim, tipo muito, se puder vir aqui mais tarde pra dar uma força, seria ótimo.

_Eu to indo aí agora, aguarda alguns minutos.

_Mas... - ela nem me deixou terminar e desligou na minha cara. Mal educada.

 

LIGAÇÃO OFF

 

 

POV Raven

 

Assim que eu desliguei o celular, eu peguei minha bolsa e minha chave do corro e fui em direção a casa da Clarke.

Espero que não seja nada grave, não tenho estrutura pra ver Clarke sofrendo.

Assim que cheguei, apertei a campainha e logo Vitória apareceu na porta.

_Nossa, você é rápida em. - disse assim que me viu.

_Lógico, ela é minha amiga, agora, onde é que ela tá?? está no quarto?? - pergunto já subindo as escadas, mas sou impedida por Vitória.

_Ei, calma, ela está dormindo.

_Droga, o que aconteceu com ela, Vitória?

_Bom, isso quem deve te contar é ela, vamos esperar ela acordar, aí ela te conta okay??

_Tudo bem, mas será que ela vai acordar muito tarde?? 

_Eu não sei, ela dormiu a pouco tempo, eu ia te avisar, mas sabe, você desligou na minha cara.

_Aah, me desculpe por isso, é que eu fiquei muito preocupada. 

_Não tem problema, é bom saber que Clarke conquistou verdadeiros amigos.

_Bom, ela tem em mim o que eu encontrei nela, Clarke sempre foi uma boa pessoa.

_É, imagino, e isso é ótimo.

_Sim, mas então, parece que o passeio de amanhã babou né??

_Parece que sim, mas nós podemos marcar pra outro dia.

_Ou nós podemos trazer todo mundo aqui amanhã, o que acha?? 

_Bom, acho que será uma boa ideia, tia Abby estará de plantão, e Clarke precisa se distrair.

_Vou pedir ajuda da O, ela que tem jeito de falar com as pessoas.

_Nossa, tem ela também, eu meio que esqueci de ligar pra ela.

_Não se preocupe, quando Clarke acordar eu ligo pra ela.

_Tudo bem, então, a que horas mais ou menos a gente marca com o povo ?? 

_Que tal duas horas? assim dá tempo de arrumar tudo.

_É, pode ser.

Ficamos conversando por um bom tempo sobre isso e logo depois mudamos de assunto.

Vitória é uma ótima pessoa, ela é super legal, todos vão adorar ela.

Estávamos aqui conversando quando ouço meu celular tocando.

_Com licença - digo e Vitória assente. Me distanciei um pouco e atendi sem ver quem era

 

LIGAÇÃO ON

 

_Rae? aonde você está?? - reconheço a voz de Octavia.

_Oi, O, eu estou na casa de Clarke.

_Aaah, eu estou aqui na porta da sua casa, mas não tem ninguém, esqueceu que marcamos de ficar juntas??

_Me desculpa por isso, mas a Vitória ...

_Aaah Claro, a Vitória - disse debochada. Mas é ciumenta mesmo.

_Sim, ela mesma, me ligou e disse que Clarke precisava de ajuda, e eu vim.

_O que houve com ela?? ela tá bem né??

_Eu ainda não sei o que houve, ela está dormindo, por que não vem pra cá e ela conta pra nós duas o que está acontecendo? 

_Tudo bem, eu já estou indo, não demoro, tchau.

Nem esperou minha resposta e desligou. 

 

LIGAÇÃO OFF

 

_Aconteceu alguma coisa Raven?? - perguntou Vitória assim que me sentei novamente.

_Não, é que eu meio que esqueci que ia ficar com O agora, mas ela está vindo pra cá.

_Aah, entendo. 

_Raven?? o que faz aqui ?? - pergunta Clarke assim que chega á sala.

_Clarke do céu, eu vim te ver, e você está com uma cara péssima.

_Não brinca - sorriu sarcástica.

_Bom, de qualquer forma a Octavia está vindo aqui, e você vai nos contar o que está havendo.

_Não conto a ela ?? - pergunta a Vitória.

_Não, achei melhor você contar, afinal, é sobre você.

_Tudo bem. - Clarke suspirou pesado.

_Bom, vamos esperar O, e você nos conta o que aconteceu, agora voltando aqui, sua prima e eu vamos convidar uns amigos pra virem aqui amanhã pra te animas, o que acha??

_Acho uma ótima ideia, eu vou tomar um banho e depois eu volto meninas. - disse abraçou Vitória e logo depois me abraçou.

Ficamos aqui esperando Clarke e Octavia, espero que elas não demorem.

E também espero que não seja nada muito grave.

 


Notas Finais


OOEOEOE gente, quero agradecer os 100 favoritos, sério, isso é mt legal, amu ocês <3

E sobre o capítulo, bom, sabe aquele clássico "aonde foi que eu errei" ?? então, resolvi usá-lo pq aconteceu isso com uma amiga minha e taus, e eu sempre achei engraçado quando as mães falam isso, sério msm, é cômico.

E bom, se vocês acham que o capítulo está reduzindo o tamanho, me desculpem, é que pelo PC não dá pra ter uma noção do tamanho.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...