História Amor e Rivalidade- Felipe Neto - Capítulo 19


Escrita por: ~

Visualizações 72
Palavras 1.331
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi! Eu sei que desapareci mas finalmente voltei com outro capitulo. Espero que gostem e VEJAM AS NOTAS FINAIS!

Capítulo 19 - Mensagem


Fanfic / Fanfiction Amor e Rivalidade- Felipe Neto - Capítulo 19 - Mensagem

3 meses depois…

POV Felipe

São oito horas da noite e neste momento estou numa festa com uma data de gente que não conheço, mas isso também era de esperar já que nem sou daqui. Estou em Santa Catarina e hoje já tive peça. Foi cansativo, mas conheci um cara muito legal chamado Bruno e ele convidou-me para esta festa. Como dizer que não ne? A festa só tem amigos dele então como só cheguei agora ainda estou a me apresentar para muita gente.

Bruno- Felipe, quero que conheças a Manuela Duarte, uma grande amiga minha.

Vi á minha frente uma loira baixinha com um piercing no nariz e um grande sorriso no rosto.

Manuela- Oi, sou a Manuela. Podes tratar-me por Manu. És o Felipe Neto ne? O youtuber?

Eu ri fraco.

Felipe- Sim, sou eu. Prazer Manu.

De seguida ela foi buscar algo para beber e o Bruno e eu fomos ao encontro de um cara com os cabelos pretos a fazerem cachinhos em cima. Ele nos olhou sorridente.

Bruno- Este é o Otavio.

Otavio- Oi. Felipe certo?

Felipe- Sim. Prazer Otavio.

Otavio- Igualmente.

Depois de darmos um aperto de mão vieram ao nosso encontro duas garotas. Uma era baixinha e um pouco gordinha, com os cabelos lisos e compridos pretos e tinha umas covinhas encantadoras. Quano olhei para a outra um pouco mais alta paralisei. Ela era muito linda. Os cabelos castanhos claros lisos, o sorriso e o olhar em mim faziam tudo estremecer.

Xxx- Oi, sou a Thayane, essa é a Bruna.

A baixinha disse enquanto eu olhava para Bruna ainda paralisado. Ela também me olhava mas um pouco assustada comigo.

Felipe- Oi, sou o Felipe, prazer.

Bruna- O prazer é nosso Felipe, somos grandes fans. Amo os seus vídeos.

Ela falou com uma voz angelical e de criança o que me pareceu um pouco estranho devido a sua beleza de mulher total.

Felipe- Ainda bem que gostam.

Passado umas horas estávamos todos a dançar e a beber bastante. Todos estavam a dançar menos eu e Bruna que ficamos conversando. Ela é muito fofa e acabei por perceber que a voz dela é mesmo assim.

Felipe- Tu e Thayane são amigas á muito tempo?

Eu perguntei para fazer conversa e ela respondeu a olhar a amiga dançar louca.

Bruna- Conheço-a desde infância e desde aí somos melhores amigas. Inseparáveis. As duas solteironas! Já fizemos um pacto se não arranjarmos namorados nos próximos anos vamos morar juntas.

Ambos rimos com aquilo.

Felipe- Ambas solteiras? Não tens namorado? Apenas pergunto porque és muito bonita e divertida e acho estranho…

Ok, isto foi estranho… Espero que ela não leve a mal a pergunta.

Bruna- Não tem mal… eu já tive namorados mas ainda não encontrei o cara ideal. O mesmo com a Thayane.

Ela voltou a olhar para a amiga sorridente.

Bruna- Para o mês vamos as duas para a universidade no Rio de Janeiro e talvez as coisas melhorem para ambas.

Ela levou o copo com uma bebida qualquer a boca e deu um gole.

Felipe- No Rio? Eu moro lá. Talvez nos vejamos.

Bruna- Talvez…

Ficamos conversando por varias horas. Bruna realmente era bastante engraçada e conhecer aquela gente toda fez-me bem. Cheguei ao quarto do hotel onde estava hospedado completamente bêbado e já só faltava por volta de uma hora para amanhecer.

Felipe- Estou morto!

Deitei-me na cama e adormeci na hora.

Fim POV Felipe

Já no Rio, tudo estava igual. Na Casa Rebelde todos sentiam falta do Felipe, mas continuavam a crescer os canais e as visualizações. Ligavam pelo Skype ao Felipe sempre que podiam e nunca perdiam o contacto.

Já na Casa Louca as coisas estavam diferentes. Os inscritos aumentavam e agora que o Felipe não estava andava tudo mais pacifico, mas claro que Alissa estava mal. Continuava a pensar no Felipe todos os dias e mesmo dizendo para ela mesma que ele seguiu em frente e que já não pensava nela continuava com uma dor no coraçao sempre que se lembrava dele. Era como se nunca o fosse esquecer. Continuava com o Biel mas já nem lhe ligava muito, ao contrario do Gabriel que agora não parava de pensar em Alissa. Neste momento Alissa e Biel estavam no quarto de Alissa e ambos estavam deitados na cama a mexer no celular concentrados.

Biel- Mor?

Alissa- Sim.

Biel- Queres fazer alguma coisa?

Alissa- O que?

Ela continuava fixada no celular sem dar atençao a Biel. Este levantou-se da cama e a olhou animado.

Biel- Não sei… talvez ir comer algo, ou ver um filme.

Alissa- Pode ser. Vais buscar as pipocas? Deve haver num armário na cozinha. Eu vou escolhendo o filme. Tenho vários aqui.

Ela apontou para a sua secretaria que tinha uma pilha de dvd´s em cima.

Biel- Claro, vou buscar.

Ele saiu do quarto calmamente e ela foi ate aos filmes e começou a olhar um de comedia. De repente o seu celular vibrou e quando olhou para a tela bloqueada congelou ao ver uma mensagem do Felipe ali. Ao desbloquear o telemóvel sentou-se em cima da cama e antes de abrir a mensagem respirou fundo.

Mens. Felipe- “Eu te amo”

Era isso. Era tudo o que tinha na mensagem. O coraçao de Alissa palpitou de alegria ao ler aquilo, mas ao mesmo tempo achou estranho aquilo vir assim sem razão e tao repentino. Decidiu “ignorar” aquela mensagem e voltou a escolher o filme.

POV Felipe

Acordei e estou com uma puta dor de cabeça. Ontem realmente bebi demais, mas não me arrependo de nada. Conhecer Bruno e todos os seus amigos foi ótimo! Eu realmente gostei muito deles principalmente de Bruna… Ok, não significa que goste dela, para alem de que eu amo a Alissa mas ela foi especialmente legal. Tento não pensar na Alissa mas é completamente impossível. Acho que ontem apenas gostei da Bruna porque vi um pouco da Alissa nela. Divertida, inteligente, bonita, engraçada… Acho que foi isso. Levantei-me da cama e fui tomar um banho. Depois do banho vesti uma roupa confortável já que não tinha nada que fazer hoje e mandei uma mensagem a Bruna. Porque não ne?!

Mens. Felipe- “Oi”

Mens. Bruna- “Oi. Tudo bom?”

Mens. Felipe- “Dor de cabeça, mas passa com uns comprimidos. E com você?”

Mens. Bruna- “Ahah, tudo bom comigo. Amei a noite de ontem. Devíamos sair mais vezes.”

Mens. Felipe- “Também gostei muito. Sim, devíamos repetir. Não te queres encontrar comigo hoje?”

Mens. Bruna- “Diz o sitio e a hora.”

Mens. Felipe- “No hotel onde estou, quarto 113, por volta das seis da tarde ok?”

Mens. Bruna- “Claro, então ate logo xx”

Mens. Felipe- “Xau xx”

Depois disso ri e sai da conversa da Bruna, indo para os meus chats mais recentes, e me surpreendi ao ver Alissa ali. Eu não falei com ela. Ao abrir o chat, fiquei em choque ao ver o que estava lá escrito. Era uma mensagem minha para ela a dizer “Eu te amo”. Foi enviada ontem por volta da uma da manha, mas eu não me lembro de a enviar. Nessa altura já estava muito bêbado o que pode explicar a situação, mas mesmo assim estou fudido. Ela já deu vista, mas não respondeu nada. Deve estar completamente perdida com o que eu disse. Não é que seja um segredo que eu a amo, mas dizer aquilo ali, depois de tantos meses afastados é bastante embaraçoso. Ok, é embaraçoso para caralho! Acho que nunca senti tanta vergonha alheia de mim mesmo! Mas vou tentar manter a calma para não fazer pior. Decidi mandar outra mensagem para explicar a anterior.

Mens. Felipe- “Desculpa a mensagem anterior, é que foi ontem a noite e eu estava muito bêbado e eu só digo besteira quando estou bêbado. Desculpa mesmo. Prometo nunca mais te incomodar. Adeus e desculpa mais uma vez.”

Mandei. Ela ainda não visualizou. Vou agora comer alguma coisa antes que morra de fome e mais tarde volto para ver se ela responde. Merda mensagem idiota!


Notas Finais


ATENÇAO! Queria pedir desculpa pelo sumiço mas é que ando bastante ocupada ultimamente pois a minha avo faleceu nestes dias e eu moro em Portugal que enquanto no Brasil o capitulo sai as 10 horas da noite aqui eu posto as 2 da manha por isso é para perceberem o esforço e o sacrificio que estou fazendo. Claro que eu amo escrever capitulos mas tambem é desgastante e as vezes uma pessoa precisa de descansar. Mas bem o que acharam? Eu decidi por a Bruna e mais todos os amigos do Felipe na fic para meter mais graça. Bye e ate ao proximo capitulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...