História Amor em alto mar - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kuroko no Basuke
Personagens Aomine Daiki, Kagami Taiga, Kise Ryouta, Kuroko Tetsuya
Tags Aokise, Kagakuro
Exibições 55
Palavras 1.538
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Lemon, Shonen-Ai, Shounen, Universo Alternativo, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


O Real valor do bom Marinheiro... de boa reputação...
É visto na condução de sua embarcação
Na tenebrosa tormenta do mar!
Pois, na bonança; qualquer marujo meia-tigela consegue tocar!

Capítulo 3 - Atração Magnética


Fanfic / Fanfiction Amor em alto mar - Capítulo 3 - Atração Magnética

De todos os lugares perigosos que já estive, definitivamente o Triângulo das Bermudas não estava em minha lista.
              Ouvirá diversos relatos de embarcações e aviões que desapareceram misteriosamente quando cruzavam aquele trecho longínquo, entre o Atlântico, Flórida, Porto Rico e claro a amaldiçoada Ilha das Bermudas.  Dentre todos os relatos, um particularmente me chamou atenção.
            
CYCLOPS - Desaparecido em 4 de março de 1918. Carregava 19.000 toneladas de provisionamentos para a marinha americana. Tinha 309 pessoas a bordo e desapareceu sem nem mesmo enviar uma mensagem de socorro.
              Como poderia um navio de peso extremo e monstruosos em relação à altura, sumir sem deixar um rastro se quer ?
Fui retirado dos meus devaneios por um grito desesperado de Taiga.

                 - Entramos em uma tempestade eletromagnética.... Desliguem os sonares e as caldeiras!!!

Corriamos apreçados pelo convés, uma tempestade com tal magnitude destruiria os sonares a ponto de pifa-los, pararia nossas bússolas e forçaria muito as caldeiras.
                      " Por mil raios "
Pensei comigo. Como iríamos fazer agora, no meio do Atlântico sem bússolas? Depemderiamos de Taiga, só ele saberia se virar muito bem com apenas alguns mapas.
          Já havíamos concertado a quilha, e um braço que mantinha as velas a favor do vento. Talvez... Só talvez, a sorte estivesse conosco.
O mar estava revolto, mas o dia estava ensolarado fazendo com que o vento soprasse levemente.
          Hoje eu bancária o Kamikaze na missão TaiKuro como eu e o Loiro gostávamos de chamar.
          Kise deixou o azulado no salão lendo um livro qual quer, em quanto eu inventava uma desclupa plausível para que Taiga fosse até o salão, para tentar mante-los juntos mais tempo.
         Após Taiga entrar no salão e ver Kuroko sentado lendo fofamente, dirigio-se ao mesmo e sentou-se ao seu lado.

                   - O que você está lendo pequeno?

                   - Vinte mil léguas submarinas.

                  - É um livro magnífico!

                  - É sim .

Kuroko sorria meigamente para Taiga que devolvia o sorriso.
              Eu observava tudo, escondido entre o batente da porta. Vi os dois se aproximarem é quase se beijarem até ..... Taiga sentir meu cheiro. Maldito seja os feromonios!
Taiga rosnava de raiva para mim, enquanto Kuroko ficará vermelho como um tomate.

                - RAIOS!

Sai correndo em quanto Taiga me perceguia, no caminho encontrei Kise então o puxei e comecei a correr com ele.

               - D-Daiki o que esta havendo?

               - Abortar missão loirinho! Repito: ABORTAR MISSÃO.

Saimos em disparada em direção a cabine de comando. Ao chegar lá tranquei a porta para que o ruivo amoplata do grupo não nos pegasse.
               Ficamos umas duas horas na cabine, até o tigre raivoso desistir e dar trégua na ideia de nos matar. Eu e o loiro ficamos tramando outro plano infalível ou falível durante horas, até ele se aproximar de mim e me abraçar.

            - Aomine-Chii

Ele disse de forma manhosa e aquilo com certeza me excitou bastante. Não resisti, coloquei-o sentado em meu colo e tomei seus labios róseos. O gosto doce de sua boca fez-me aprofundar o beijo, nossas linguas travavam um guerra em busca de espaço. Terminamos o beijo por falta de ar mas um fio fino de saliva ainda nos ligava. Iamos prosseguir com nossas carícias, mas fomos interrompidos por leves batidas na porta.

                   - K-kise-kun...... Onegai.

Era a voz de Kuroko, parecia ferido ou morrendo de dor pela forma como gemia do outro lado da porta. Kise dessesperou-se, levantou-se de meu colo em um pulo e imediatamente abriu a porta. Quando a porta foi aberta senti o cheiro meloso de cil invadir minhas narinas, não me excitou nem um pouco a final eu já era marcado e a quele cheiro não era nada comparado ao doce aroma que meu loiro exalava quando estava fértil.

                   - Kuroko !!! Ai não ... DROGA !

Kise abraçou o azulado com força e me olhou com um pedido de socorro nos olhos. Era o momento perfeito para colocarmos o plano "B" em ação.
               Kise pegou Kuroko no colo e o levou para o quarto em quanto eu corria de um lado para o outro a procura de Taiga. Após alguns segundos eu achei o moreno proximo ao castelo de proa.

                   - Oe Taiga.

                   - Sim ?

                   - O kuroko está no cil e precisa de sua ajuda. Por favor, ele esta com fortes dores por conta disso e você é o único alfa a bordo que pode ajudá-lo sem machuca-lo.

                  - A-Aomine ....Bom eu....Tem certeza disso? E se eu perder o controle e machucar ele? Eu não quero magua-lo.

                  - Eu sei que você vai conseguir !

Taiga assentiu com a cabeça e seguio-me até o quarto. Ao sentir o cheiro do omega o alfa ficou vermelho como se estivesse embreagado.

                 - Kuro-kun..... Você confia em mim a ponto de deixar-me ajuda-lo ?

O pequeno êxitou por um momento mas depois assentiu com a cabeça e abraçou Taiga.
Eu e Kise saimos do quarto ambos com sorrisos que iam de uma orelha a outra, estavamos muito contentes pelo plano ter dado certo.
             Ao chegar no corredor agarrei Kise por traz e lambi sua nuca.

                 - Nee Ki-Chan ... Onde mesmo foi que paramos ?

Kise corou absurdamente pela simples fato de tê-lo chamado por apelido. Peguei-o no colo e o levei para meu quarto para terminarmos o que começamos . 
        No quarto Taiga relutava contra a própria vontade, o desejo de tomar Kuroko para si era enorme, no entando o medo de machucar o mesmo era maior.
        Sentou-se na cama ao lado do menor e pois-se a afagar os cabelos azuis.

                 - Não se preocupe meu anjo... Não farei nada á você. Apenas ficarei aqui para ter certeza de que você ira ficar bem. Mas se quiser que eu saia é só pedir.

                 - Taiga-kun .... Hmm.

                 - Shhhhh. Não precisa dizer nada ok. Apenas tente descançar.

Kuroko apertou o abraço e puxou o ruivo colando seus corpos e tomando seus lábios.

                - Taika-kun .... Faça-me seu.  Por favor !

Sem ao menos ter tempo para pensar, Taiga beijou o menor com voracidade em quanto passava as mãos pelo abdômen não tão definido do azulado. A box que Kuroko usava já estava completamente molhada pelo seu pré-gozo e seu lubrificante. Taiga percebendo que o menor não precisaria nem ao menos ser preparado, se posicionou em sua entrada e o penetrou com cuidado vendo um pequeno e fino filete de sangue descer por seu membro e escorrer por sua perna indo de encontro aos lençois.
                Taiga se sentia um completo idiota por não perceber que o outro era virgem, bem que Aomine avisará.
Mesmo não tendo machucado o menor Taiga se sentia culpado, sentimento que não passou despercebido por Kuroko.

                      - T-Taiga-kun não me olhe desa forma...

Disse o menor com um leve rubor nas bochechas.

                     - Não esta me machucando, se é  sobre isso que esta pensando. Pode continuar.

Taiga ficou fitando o menor que olhava para os lado constrangido.

                     - Eu gosto de você Taiga-kun, é o primeiro Alfa do qual eu não sinto medo. Perto de você eu me sinto bem, quero ficar com você. Por favor me aceite.

                     - Eu gosto muito de você também, e o aceito. Mas não quero que pense que estou te aceitando por te ver apenas como um objeto de satisfação. Eu realmente gosto de você Kuroko. 

Taiga deu um beijo no menor em quanto o penetrava mais fundo. Tudo ocorreu em ritmos lentos para não machucar o azulado, segundos antes de chegar ao ápice, o ruivo o marcou. A mordida fora depositada la lateral do pescoço de tonalidade clara como a neve, após o prazer o menor sorrio e apagou.
              Um sono profundo e tranquilo, era a primeira vez na vida que Kuroko conseguirá dormir daquela forma.
               Depois de uma tarde um tanto quanto "agitada", jantamos e fomos todos observar as estrelas no convés. A noite estava linda, as constelações se encontravam nítidas no céu de um tom negro exuberante.
               A contelação favorita de kise também estava lá, brilhante e chamativa como sempre: O Canis Minor ( Cão menor ).
Particularmente para mim era só  uma pequena constelação do hemisfério celestial norte, "espremida" entre o equador celeste e a eclíptica, mas para ele a singela constelação era um colírio para os olhos.
              Ficamos ali durante um bom tempo até Kuroko bosejar. Sim o bosejo do menor foi o estopim para todos irem dormir.
Kise tomou um banho gelado já que a noite estava um verdadeiro forno, quando deito-se ao meu lado pude sentir seu tipico aroma de Ômega , aquela fragrância doce de baunilha e amoras do campo. Abracei seu corpo e senti minhas pálpebras pesarem, começou-se assim um sono deliciosamente tranquilo.


        


Notas Finais


Obrigado a todos ♡ Dicas para a proxima aventura marítima? Deixa ai nos comentarios que eu atenderei com muito prazer! Casal SHIPPAVÉL que queira ver AQUI? Comentarios também! Atenderei todos os pedidos ♡ Juro de mindinho. Bjos biscoitinhos até o próximo Cap.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...