História Amor em Konoha - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Chouchou Akimichi, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Iruka Umino, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shion, Temari, TenTen Mitsashi, Toneri Otsutsuki
Tags Naruhina, Sasusaku
Exibições 121
Palavras 1.481
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Famí­lia, Festa, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá seus lindo, venho aqui agradecer a todos pelo carinho, os comentários, os favoritos vocês são demais a cada da que passa me da mais gosto em escrever para vocês, cada um de vocês já tem um lugar reservado no meu coração os adoro.

Capítulo 28 - A escolha


Após descobrir sobre o passado e os problemas de Gaara, Sakura resolveu ir atrás dôo garoto por toda a cidade, ela percorria todos os caminhos e lugares que o ruivo gostava de freqüentar, ate que a mesma lembrou se de um local onde ele sempre estava ao chegar próximo a uma praça que havia algumas cerejeiras a mesma avistou o namorado sentado em um banco observando o grande lago que havia no local, então Haruno se aproximou do mesmo e sentou ao seu lado chamando atenção do jovem que a olhou e logo desviou sua atenção para o lago novamente. A rosada respirou fundo e fintou as águas também e logo tratou de puxar assunto com o namorado.

— Agora descobri porque aqui é seu lugar favorito, realmente é lindo — Disse que foi ignorada pelo ruivo.

 

Sakura pegou na mão se Gaara a mesma estava fechada e formava um punho que ele apertava compulsivamente e isso chamou a atenção da menina que lançou um olhar terno para o namorado já sabendo o que havia ali.

— Você não precisa disso, você tem a mim, a sua família, tem amigos e isso não vai te levar a lugar algum meu amor. Eu to aqui e não vou te deixar, pode ter certeza disso e vem comigo, larga isso porque você é maior que qualquer magoa ou franqueza do passado, você é meu Gaara, meu porto seguro e não um fraco. — Disse ela segurando a mão do ruivo.

 

Gaara estava apertando cada vez mais seu punho e tremia em um momento o mesmo ao ouvir as palavras da amada foi tomado por um sentimento de conforto e permitiu se a chorar, as lagrimas corriam pelo rosto do ruivo deixando Sakura com os olhos cheios de lagrimas, ele virou para a mesma e abraçou com força, um abraço de refugio e amor, ali estava o porto seguro do garoto é na rosada ode esta depositada toda a força do irmão de Temari.

 

— Me desculpa meu amor, eu não deveria ter agido daquela forma na sua frente, eu errei demais com você, me perdoa não quero te perder é com você que quero ficar. — Falava à rosada que não segurou as lagrimas e chorou ali com o namorado.

 

O casal permaneceu abraçado por um bom tempo ate que desfizeram o abraço e Sakura olhou nos olhos do ruivo que estavam um pouco vermelhos em relação ao choro, ainda restou uma lagrima descer do rosto do mesmo que ela resolveu limpar deixando o mesmo corado, ao terminar ela selou os lábios do mesmo que correspondo ao selinho da amada, ele sorriu ao afastar o rosto da mesma, nesse momento ele percebeu que ali estava o Gaara se sempre não aquele garoto frágil que ela havia encontrado ali.

— Obrigado meu amor, eu fui um burro de ter saído de lá daquela forma e te deixado sozinha, mesmo que você e o Sasuke tivessem que resolver a historia de vocês. Eu quero te dizer uma coisa, de coração mesmo, se você quiser voltar com ele eu vou te entender, mesmo que doa em mim, sua felicidade é o mais importante...

 

Antes que Gaara terminasse de falar Sakura o beijou e ali depositou todo seu sentimento pelo ruivo, foi um beijo demorado e bastante intenso que os deixou ser ar fazendo assim o beijo terminar, ela sorriu o olhando nos olhos e disse o que foi musica no ouvido do garoto.

— Eu te adoro meu guitarrista emburrado, eu sou sua e nada vai mudar isso entenda. — Falou a rosada selando os lábios do ruivo.

 

Gaara não escondia sua felicidade então puxou Sakura para mais um beijo caloroso e demorado, ao fim do beijo ele sorriu para a mesma que corou com os olhares do ruivo.

— Eu já volto, vou jogar isso fora e fazer algo que deveria, mas a gente meio que pulou essa parte — Disse ele se levantando indo ate o lixo e jogando o que tinha na mão.

 

O ruivo voltou com um sorriso bobo estampado no rosto e se ajoelhou sobre a grama do parque e pegou a mão de Sakura que estava sentada, depositou um beijo na mesma e a olhou profundamente nos olhos, fazendo a mesma se hipnotizar pela intensidade do olhar do garoto.

 

— Bem... Sakura Haruno sei que estou meio atrasado em relação a isso, corremos ate demais e esquecemos-nos de fazer isso, eu no caso e ate de peço desculpas por isso, mas vamos logo ao assunto. Desde que conheci você, minha vida melhorou demais eu deixei de ser tão sozinho e fui completado de uma forma que nunca fui, com você eu descobri o sentido da palavra amar e hoje eu me sinto o homem mais feliz por ter você para mim, mas me sentirei mais feliz ainda se você aceitar ser a minha namorada. Então minha flor de cerejeira quer namorar comigo? — Perguntou ele segurando a mão da menina.

 

Sakura observava o menino se ajoelhar próximo a ela e quando o mesmo começou a falar segurando sua mão a mesma corou totalmente e sorriu ao ouvir cada palavra de Gaara nesse momento os olhos da mesma estavam preenchidos pro lagrimas, e quando ele fez a pergunta seu coração acelerou de uma forma que nunca aconteceu, ela permaneceu em silencio olhando o jovem sem acreditar no que ele havia lhe perguntado.

— Então amor? — Perguntou ele nervoso.

 

A rosada abriu um leve sorriso para o ruivo e quando menos ele esperava a mesma pulou em seu colo o abraçando e caindo no chão com o mesmo.

 

— Sim, sim, sim pra sempre sim meu lindo — Respondeu ela eufórica enchendo Gaara de beijos que corou e logo abraçou a namorada.

 

O ruivo aproximou seus lábios do de Sakura e sem delongas a beijo com delicadeza e lentidão a mesma correspondia o beijo apaixonado do garoto que acariciava o rosto da amada enquanto ela alisava os cabelos vermelhos de seu namorado, passaram a tarde ali namorando e esquecendo-se do mundo, o jovem contou toda sua historia com drogas para a Sakura explicando que por conta de uma briga de família ele saiu de casa sem rumo, por todos o culparem pela morte.

 

— Quando eu nasci minha mãe faleceu no parto e fui criado por meu tio junto de meus irmãos, quando ele recebeu uma proposta para trabalhar nos estados unidos teve que nos deixar e um outro tio se tornou nosso responsável, sendo que ele não gostava de mim. Meu tio Yashamaru era o mais próximo a minha mãe eles eram muito apegados e desde que minha mãe morreu em meu parto ele me culpa pelo acontecido, Temari e Kankuro sempre foram bem tratados por ele já eu não. Quando ele veio morar conosco minha vida se tornou um inferno, sempre me batia me colocava de castigo por coisas fúteis eu perdi todo prazer de estar em casa com ele lá e uma vez ele me surrou que desmaiei e quando acordei estava em uma rua cheia de menors moradores de rua que me bateram mais ainda. Eu prometi pra mim que daquele dia em diante não voltaria para casa e morei nas ruas por um ano, me envolvi com as drogas ali foi meu primeiro contato desde ali eu me tornei dependente a esse vicio.

 

Sakura ouvia tudo de seu amado com expressão de surpresa e a mesmo tempo de tristeza por tudo que ele passou em sua vida.

 

— Por uma grande ironia do destino eu estava pedindo dinheiro próximo ao aeroporto e sem reconhecer pedi dinheiro ao meu tio que voltava dos estados unidos, graças aquele encontro eu mudei e meu tio cuidou de mim, me levou para casa, expulsou Yashamaru e revelou aos meus irmãos tudo que aconteceu, mas como eu estava viciado, negava me ficar em casa se usar nada, foi então que meu tio resolveu me internar em uma clinica de reabilitação em Suna. Permaneci lá por dois anos, eu voltei a estudar e me curei e com o fim do tratamento voltei para Konoha e agora posso dizer que realmente estou feliz, tenho você, meus irmãos e nossos amigos e te prometo minha princesa que não vou deixar esse fantasma do passado voltar, mesmo que você me largue o algo de ruim aconteça para esse fundo do poço eu não volto — Falava ele enquanto segurava a mão da rosada que o olhava com lagrimas nos olhos.

—Você é realmente incrível meu amor, e saiba que estou aqui para tudo, você é um grande home e te admiro por isso, meu Gaara — Disse ela abrindo um grande sorriso olhando o ruivo que logo a beijou e os mesmo permaneceram ali ate a noite cair.

 

Naquela tarde Sakura conheceu de verdade quem era Sabaku no Gaara e descobriu que estava mais do que nunca a fim de permanecer com o ruivo fazendo assim sua escolha, mesmo que ainda sentisse algo por Sasuke.

 

 

 

CONTINUA...

 

 

 

 

 


Notas Finais


Será que foi uma boa escolha da Sakura? Gaara passou por maus bocados em seu passado tadinho.
Próximo capitulo teremos Naruhina e algumas novidades.
Vejo vocês na próxima, boa semana a todos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...