História Amor em tempos de dor. - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Drama, Naruto, Revelaçoes, Romance, Sasunaru
Exibições 595
Palavras 3.060
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura.

Capítulo 9 - O dançarino.


Fanfic / Fanfiction Amor em tempos de dor. - Capítulo 9 - O dançarino.

Naruto...Dois anos antes...

    O aeroporto estava repleto de gente naquela hora da tarde, mas ninguém reparava no loiro pequeno que tentava em vão limpar as lágrimas que teimavam em cair a todo instante, manchando seu rosto, ele estava sentado numa das desconfortáveis poltronas de embarque, aguardando seu destino, um voo para a China, estava assustado porque era a primeira vez que ia aquele país sozinho, mas já conhecia um pouco dele, esteve lá duas vezes com os pais antes de perde-los.

Uma vez em Hong Kong pretendia arrumar um emprego e viver por lá, seu sonho de fazer faculdade seria deixado de lado, seu sonho de ser amado também, na verdade seu coração estava quebrado em tantos pedacinhos que o mero fato de estar respirando era uma milagre, ver aquele vídeo vergonhoso e saber que todos que conheceu naquela universidade também viram era demais para ele que sempre foi tímido ao extremo, ter se entregado nas mãos de Sasuke e saber que tudo foi uma brincadeira era pior ainda, aquele ser era um destruidor de corações...Pior ainda, Sasuke não tinha coração, no lugar certamente tinha uma pedra de gelo. Naruto respirou fundo mais duas vezes, tinha que se controlar, estava perdendo o foco ali, precisava parar de chorar ou logo alguém viria perguntar o que ouve e isto seria bem pior, porque daí sim ele iria começar a chorar de verdade, ainda soluçando baixinho pegou sua mochila e uma pequena mala de rodinhas que teve o bom senso de preparar apesar do desespero e assim que ouviu a chamada do voo se dirigiu a ele, sem olhar para traz uma única vez.

Seu pensamento ainda focava nas palavras duras de Sasuke Uchiha...

"O amor não existe..."

…........................................................................................................................................................

Itachi estava animado para viajar com o irmão caçula, nestas viagens o menor apesar de tudo se divertia, voltava a ser seu irmãozinho de sempre, mesmo que seu coração machucado pela perda de Naruto ainda o lembrasse a todo instante da injustiça que acabou cometendo contra o loirinho, ele ainda não se conformava que depois de dois longos anos nunca mais ouviu falar de Naruto, na verdade até mesmo Itachi ficava impressionado, no começo achou que o loiro devia ter ido para algum lugar perto, a casa de amigos ou parentes, mas nem mesmo a família que o acolheu sabia nada do paredeiro dele, na verdade a última mensagem do loiro foi justamente para o amigo, filho deste casal que o acolheu, uma mensagem de despedida. Com o tempo Itachi contratou detetives para buscar o paradeiro do jovem, mas foi tudo em vão, era como se um buraco tivesse se aberto e ele tivesse sido engolido.

O senhor Fugaku se sentiu muito mal com tudo isso, providenciou que a vaga de Naruto na faculdade não fosse perdida, fez uma busca pelo país nas universidades em busca de algum aluno novo no mesmo curso que Naruto cursava com eles, mas nada, como talvez uma forma de tentar amenizar fez de tudo para que Shikamaru fosse preso e condenado, por estupro é claro, mas também por falsa identidade, já que ele usou o nome de Naruto para roubar ou tentar roubar dinheiro, e também por chantagem, agressão, a lista era grande, o que resultou em alguns anos de prisão.

Sasuke estava melhor, mas levou muitos meses para se recuperar, ele sempre sofria por Naruto, acabou virando amigo de Neji, por incrível que pareça, já que tinham o mesmo objetivo, que era encontrar o loiro, objetivo esse que não parecia estar sendo concluído.

….............................................................................................................................................................................................................................................

-Ita...Já preparei tudo, vamos?

Itachi sorriu, adorava quando o menor o chamava assim, ainda estavam no Japão, na verdade no apartamento que os dois agora dividiam, já que o maior decidiu cuidar do caçula por uns tempos, na empresa era sempre senhor Itachi, por conta de seu cargo de chefe, mas ali, em casa, eram irmãos.

-Claro que sim, eu já chamei o táxi, o pobre homem deve estar ficando velho enquanto nos espera lá embaixo...Falou brincando o moreno, indo ate´o irmão e bagunçando seus cabelos já bem revoltos por sinal.

-Ah...Para com isso, não somos mais criança...Reclamou Sasuke fazendo um bico infantil, somente com Itachi ele era assim.

-Então pare de enrolar...Senão eu não pago mais seu sorvete de casquinha! Sentenciou Itachi.

-Isso é chantagem Ita! Não vale! Resmungou Sasuke, e Itachi riu, pegando a mala e levando para a entrada, sendo seguido do irmão caçula.

-Ita, nenhuma novidade não é mesmo?

Itachi sabia do que ele falava, era sempre assim, nenhuma novidade dos detetives.

-Acho que precisamos parar de procurar, quem sabe o destino coloque ele na sua frente de novo um dia e você possa esclarecer tudo para ele?

-Certo, não faz sentido gastar dinheiro com esses detetives mesmo...Mas já perdi as esperanças, Naruto fugiu por minha culpa, abandonou a faculdade e sua vida aqui, e eu sei que sou culpado.

-Na verdade o culpado foi aquele maldito do Shikamaru, nunca vou perdoa-lo por ter abusado de você maninho, e ninguém me deixou soca-lo como eu deveria...Lembre-se que ele te drogou, quando viu Naruto você não estava em seu juízo perfeito, o que disse e fez nesse dia não foi culpa sua.

-Ele não sabe disso...Lee me contou que eu fui um idiota, eu o abandonei quando ele mais precisava de mim, e foi minha culpa aquele maldito vídeo ter sido gravado, eu fui um inconsequente ao ter feito o que fiz naquele vestiário, eu não pensei que seria filmado, nem imaginei sermos descobertos...Mas ele sendo tímido como é...Imagina como foi difícil e constrangedor?

Eles pararam lá embaixo, saíram do elevador e se dirigiam ao táxi estacionado lá fora, ainda conversando um com o outro.

-Sim, eu posso imaginar...Pode não parecer mas eu sou tímido, sabia? Falou Itachi.

-Sei...Respondeu Sasuke rindo.

-É verdade! Juro, mas deve ser pior para o Naruto mesmo...No entanto vamos manter a fé, um dia tenho certeza você vai poder se explicar, até lá quero te ver sorrindo.

Sasuke deu um mínimo sorriso, ele amava o irmão do fundo do coração, mas a mancha que ele carregava na alma, seu desconforto, sua dor era impossível sanar assim, quanto a esperança? Ele já não tinha mais...

Algumas horas depois eles estavam em Hong Kong num táxi indo até o apartamento que tinha sido reservado aos dois por um dos acionistas da filial no país, quando chegaram foram direto até a cobertura, era um belo apartamento, mobiliado e confortável.

-Ita, vou tomar banho.

-Hum, vou descansar um pouco no sofá, depois faço isso...Respondeu Sasuke sonolento, ele sempre tinha sono durante o dia, isso porque tinha insônia desde de o ocorrido.

Sasuke dormiu e ouviu uma música dançante, um ambiente enevoado e caótico, bebidas, risadas, rostos belos e sorridentes...Uma boate?

“Estou sonhando...Mas porque estou sonhando com uma boate? Nunca fui a uma na vida, que merda! Acorde Sasuke! Vamos, acorde!” Pensava o jovem Sasuke, falando consigo mesmo em pensamento.

No sonho o ambiente era agradável apesar de meio cheio, um palco surgiu a sua frente e um dançarino apareceu, era um rapaz lindo! Totalmente lindo, usando uma máscara colada a face, a máscara parecia de renda negra e se moldava a sua pele de marfim, cabelos nos ombros loiros como os raios de sol na primavera recebiam os raios das luzes coloridas e ficavam faiscantes, seu corpo era esguio e solto, e ele rebolava no palco levando todos a loucura...Homens e mulheres o olhavam dançar de forma sensual e provocante, Sasuke se via como um expectador e logo percebeu que estava sentado perto do palco, perto o suficiente para ver o corpo atlético e leve rodar na barra e escorregar por ela ao som da música, mas o que ele mais notou foram os olhos de um azul muito claro...Naruto!

-Ei, Sasu, acorda, vai tomar um banho, hoje vamos sair com um dos nossos clientes e acredite ou não ele quer ir a uma boate de Strip

-Oi?? Porque ele quer ir num lugar desses?

-Não sei, mas gostei da ideia...Falou Itachi sorrindo.

-Não to a fim de ver mulheres quase nuas dançando, sabe que eu não me interesso por isso, e para falar a verdade nem você...Ou mudou de gosto?

Itachi riu divertido.

-Ainda gosto de mulheres, são minhas melhores amigas, eu as adoro, mas prefiro um belo corpo masculino se é o que quer saber, mas meu caro irmãozinho é uma boate gay, bom na verdade eu posso dizer que é uma boate livre, tem para todos os gostos, é  para onde vamos.

-O que? Perguntou Sasuke ainda mais assustado agora, por dois motivos na verdade, primeiro pelo estranho sonho e depois porque ele nunca na vida foi num lugar desses, como é que se trata de negócios num ambiente desses? Pelo amor dos deuses né!

-M-mas, mas...Tentou reclamar, mas Itachi o puxou do sofá e o guiou para o banheiro, o empurrando lá para dentro.

-Banho! Já! Uma roupa bonita e despojada, use um perfume, aquele que eu te dei por exemplo, e vamos sair, quero ver gente bonita, quem sabe encontro alguém interessante, estou na seca a tanto tempo que nem sei mais namorar, credo!

Sasuke acabou cedendo, tomou um banho longo e relaxante, escovou os dentes, tentou arrumar o cabelo e passou perfume, vestiu uma calça preta justa, uma camisa vinho com as mangas dobradas, sapatos pretos e colocou um relógio de pulso para completar seu visual, deu uma olhadinha no espelho, ele estava bem.

Itchi entrou, usava uma calça jeans clara e uma camisa branca, aberta no peito em três botões, e seu charme era inegável, na verdade o danado estava a tentação em pessoa, não que ele precisasse fazer algo para ser irresistível, ele era Itachi Uchiha, um moreno alto, de cabelos negros compridos que vinham na altura da cintura, e no momento estavam presos de um jeito displicente, olhos negros e cintilantes, boca fascinante, em suma...Pecado ambulante.

-Droga Itachi, tá mais bonito que eu...Nem sei porque tento...Reclamou Sasuke com um bico enorme.

-Posso dizer sem medo de errar, você tá super comível...Brincou Itachi e recebeu uma almofada na cara, antes de sair do quarto morrendo de rir.

-Vamos! Gritou lá do corredor, e Sasuke bufou e saiu.

O carro que tinham alugado já estava na garagem, era um modelo confortável e chique de Sedan preto, limpo e com cheiro de novo, eles se acomodaram e rumaram para a boate, cujo endereço estava no celular do mais velho, ao contrário de que Sasuke pensou, o ambiente era luxuoso, pelo menos por fora, parecia um hotel caro.

-Itachi, tem certeza que é aqui? Parece um local para convenções...Não parece uma boate...

-É uma boate vip, só a elite vem aqui...Imagina como deve ser lá dentro?

-Tá, to impressionado, vamos entrar logo...

Foram recebidos por um grandalhão intimidador com cara de mal na entrada, que os revistou, verificou uma lista de convidados e depois os deixou entrar.

-Nossa! Falou Sasuke ao olhar o interior.

Era um grande salão com uma iluminação fraca, um bar enorme e maravilhoso ostentava bebidas para todos os gostos, os meninos que serviam os drinks eram lindos, haviam garotas também, todas pareciam modelos, mesinhas estavam espalhadas em todos os cantos, fracamente iluminadas, e havia um palco no centro, luminoso, com uma barra de Poli Dance no final.

-É cedo ainda, o show começa mais tarde...Não vejo a hora...Falou Itachi e logo avistou o investidor numa mesa, acenando para eles, que se dirigiam até lá.

-Boa noite, e nossa, tudo que me falaram dos Uchihas era verdade, para ser sincero acho que nem fez jus a realidade, vocês são absolutamente lindos, também sendo filhos de Fugaku...

-Conhece nosso pai? Perguntou Itachi.

-Claro, sempre fizemos negócios juntos, pena ele ser tão hetero não é? Mas enfim, não posso dizer isso, ele ter tido dois filhos assim é uma dádiva...Falou o senhor sorrindo, ele era na verdade muito bonito, tinha cabelos vermelhos e um olhar penetrante.

-Muito prazer eu sou Rasa.

-O prazer é nosso senhor Rasa, eu sou Itachi e este é meu irmão Sasuke, posso perguntar porque a escolha desse local para tratar de negócios?

-Simples...Aqui é o melhor lugar, e eu quero ver um dançarino...Bom, olhem vocês mesmo, ele já vai se apresentar.

Os Uchihas se sentaram e foram servidos com bebidas, sendo que Sasuke recusou, pedindo um suco de frutas, logo sua atenção se voltou ao palco, todas as luzes se apagaram e uma música começou, sua batida eletrônica era viciante, e então no meio da fumaça colorida do palco surgiu um garoto esguio, de pernas longas e torneadas muito provavelmente pela dança, corpo escultural, usava um short curto de algum material que se assemelhava ao couro, mas era claramente mais maleável, botas curtas e pretas, uma camisa colada no estilo segunda pele de tecido quase transparente, também preto, cabelos pelos ombros muito loiros, tinha pulseiras nos pulsos que imitavam correntes, uma coleira no pescoço com uma fina e cintilante corrente prata que descia até seu umbigo, solta sob a roupa, o quadro era definitivamente sexy, e ele usava uma máscara negra de renda sob o olhos, intensamente azuis.

Sasuke respirou com dificuldades, lembrando do sonho, mas aquela realidade era muito melhorada, aquela imagem era perturbadoramente mais sexy, mais sedutora, será que era mesmo...Não! Não podia ser Naruto...

O loiro começou a dançar e todos pararam de conversar, ele conseguiu cada olhar sobre si, era hipnótico, incrivelmente sedutor, e cada rebolada sua deixava mais clientes a beira de um ataque.

-Itachi! Gritou Sasuke para o irmão, parado olhando a apresentação de boca aberta, que Sasuke é claro fechou.

-Acho que é o Naruto!

-Oi? Aquele loiro lindo dançando ali? Sem chance alguma, olha a desenvoltura dele, porra! Nunca na vida, aquele loiro é um profissional, sem falar que deve ser um garoto de programa super caro.

Sasuke ficou chocado, será que era mesmo Naruto? E por sua causa ele virou garoto de programa?

A dança acabou e o loiro se retirou, sob uma chuva de aplausos e assovios e pedidos de mais, um ruivo lindo vestindo um quimono vermelho sangue que se abria a cada passo dado, mostrando pernas longas e aparentemente muito macias veio ao palco.

-Senhoras e senhores, esse foi Namikaze nosso dançarino, quem quiser uma dança particular com ele fale com meu marido no escritório dele, lembrem-se, são somente três danças por noite, corram!

-Quem é esse? Perguntou Itachi ao anfitrião.

-Um dos donos desse lugar, o nome dele é Gaara, é casado com Madara, mas por favor não tente dar em cima do ruivinho lindo ali, ou perderá sua cabeça...A de cima e a de baixo, é claro. E deu uma risada gostosa.

-É uma pena que esse loiro não aceite programas, eu pagaria uma fortuna para sair com ele, infelizmente ele só dança mesmo...É uma pena...

-Consiga uma dança dele pra mim, por favor! Pediu Sasuke se inclinando para o homem a sua frente com um pedido suplicante nos olhos, o que fez o ruivo rir alto dele.

-Estou vendo que seus gostos são diferentes dos de seu pai...Se me der um beijo eu consigo, mas já vou avisando, ele dança dentro de uma redoma de vidro, não vai poder toca-lo...Mesmo assim a experiencia é fantástica.

Sasuke ficou envergonhado e sem saber o que fazer, por fim se inclinou e selou seus lábios no de Rasa, e depois se sentou de cabeça baixa, se sentindo mal com isso, afinal deviam estar tratando de negócios, mas ele estava desesperado para saber se era mesmo Naruto.

-Rasa, se fizer isso de novo com meu irmão eu arranco sua cabeça, a de cima e a de baixo, entendeu bem?

-Calma Itachi...Eu só estava brincando, mas percebo que seu irmão tem coragem e determinação, admiro isso, nosso acordo de negócios está fechado, e ele conseguiu a dança. Com um sinal mandou um dos seus empregados sair dali, e logo voltar com Gaara.

-Boa noite Rasa, deixe-me adivinhar, uma dança com Namikaze não é? Falou Gaara, e logo em seguida fez uma reverencia linda a todos na mesa, que engoliram em seco tamanha a beleza desse ruivo de quimono vermelho.

-Sim, mas leve em meu lugar esse jovenzinho aqui, e lhe ofereça todas as regalias, mas ele não bebe, então que sejam sucos refrescantes e petiscos diversos, está bem? Por minha conta, é claro!

Gaara sorriu e conduziu Sasuke por um corredor comprido repleto de portas fechadas.

-Gaara, seu dançarino não faz programas? É verdade?

-Ele realmente não faz...aqui respeitamos nossos funcionários, se quiser posso arranjar alguém que lhe agrade, um dos nossos garotos ou garotas, são todos maiores de idade, saudáveis e super limpinhos, terá total privacidade, mas nosso dançarino não faz isso, ele apenas dança, e não é por falta de convite, acredite.

-Entre nessa sala, tem um sofá confortável, mandarei trazerem sucos e frutas, algum pedido especial é só pedir pelo interfone, a sua frente tem um vidro, um painel ao lado está vendo? Namikaze não pode ver você, é um vidro especial, por tanto fique a vontade caso queira...Ah, fazer algo enquanto ele dança para você, use sua imaginação...Tem lenços de papel, mas se preferir tem um banheiro e uma banheira ali, está vendo a porta?

Sasuke afirmou, constrangido ao notar que o ruivo sugeriu que ele podia se masturbar enquanto assistia ao loiro dançar.

-Escolha a música de sua preferencia, toque no botão vermelho e ele entenderá que deve dançar para você, terá total privacidade assim que a garçonete sair.

-O-obrigado...

Gaara sorriu e saiu da sala, apagando a luz, deixando apenas o vidro a sua frente iluminado, e lá dentro, em pé com um olhar tranquilo estava Naruto, trajando suas roupas provocativas e sexy.

A porta se abriu novamente e uma moça bonita entrou trazendo sucos e frutas picadas fresquinhas que colocou numa mesinha, saiu sem olhar para ele e fechou a porta ao passar por ela.

Sasuke se sentou e ficou um instante analisando o loiro, apesar da máscara era inegável, aquele loiro era Naruto, um pouco mais magro, corpo mais esbelto e bem torneado, mas era ele com certeza. Tocou o botão vermelho e escolheu a música, e logo o loiro começou a dançar sensualmente, era lindo.

Sasuke deixou uma lágrima escorrer de seus olhos antes de sussurrar para si mesmo...

“ O que eu fiz para você meu loiro lindo? Eu destruí seus sonhos e olha onde você está...”


Notas Finais


E então estão gostando? Desde de já agradeço os comentários e claro que tem mais...Beijos de Akira.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...