História Amor entre a vida e a morte - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Tags Amor Doce, Castiel, Comedia, Hentai
Visualizações 42
Palavras 448
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Ficção, Hentai, Luta, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Terror e Horror
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiee, aqui esta um dos últimos cap. Espero que gostem, boa leitura

Capítulo 21 - Transformação Sangrenta


Fanfic / Fanfiction Amor entre a vida e a morte - Capítulo 21 - Transformação Sangrenta

Enquanto Debrah tirava várias fotos minhas, ouço alguém gritar o nome da mesma, foi quando vejo ele entrar, o meu cabeça de tomate, foi quando ele me viu, mas já era tarde demais, eu já estava sem forças,  estava perdendo a vida, foi quando ele notou o que estava acontecendo comigo, percebi seu olhar de preocupação lançado a mim, e o seu olhar mortal para Debrah, eu sabia que no fundo ele ainda se preocupava comigo, que ainda me amava, que ainda me restava esperanças, ele saiu do seu transe e veio até a mim, percebo sua ação estranha, pois ele pegou a lâmina em que eu havia me cortado e cortou sua mão,e me fazendo beber seu sangue, arregalo os olhos quando percebo o que estava fazendo, mas deixei ele fazer aquilo, foi quando passou alguns segundos e eu já estava me sentindo renovada, mas Debrah com seu olhar de fúria vem até a mim e quebra meu pescoço, acordo em uma cadeira, estava toda amarrada, com muita fome, vejo Castiel amarrado em uma cadeira, ele estava todo ensanguentado, vi Debrah entrando com minha tia, Debrah puxava minha tia pelo cabelo, olhei para ela com muita raiva, mas não era uma raiva normal, era além do normal,nunca havera de sentir isso antes, Debrah direcionou seu olhar a mim, a mesma fala:

D=Ora só quem acordou

V=Como consegui sobreviver?

D=HAHAHAHA, ta ai queridinha, você não conseguiu

V=Mas como?

D=Ah claro, já estava me esquecendo

Quando a mesma falou isso, pegou o braço da minha tia e fez um corte pequeno, ela direcionou o braço da minha tia de frente ao meu rosto, por algum motivo, sentia como se aquilo fosse uma tortura, e só queria experimentar aquilo, foi quando a vontade me possuiu e bebi o sangue da minha tia  que estava a escorrer, na mesma hora Debrah pegou um espelho e mostrou meu rosto, levei um susto, eu estava horrível, nunca me vi assim antes, meus olhos estavam completamente pretos, meus dentes, eu não os reconhecia, na verdade eu não estava nem própria me reconhecendo, em seguida começo a chorar, Debrah fala:

D=Eu sei como é que é, não precisa  chorar, porque você é uma vampira, e vampiros não choram

Assustei-me com o que a mesma falou, nunca me passou pela cabeça que havia me tornado algo sobrenatural, algo que para os humanos é impossível, mas Debrah tinha razão, não queria chorar, então perguntei:

V=Como é possível parar essa dor?

Ouço Castiel gritar:

C=Anjo! Não faça isso, Debrah!Não ouse fazer isso

D=Claro querida, só basta você desligar o pouco de humanidade que resta em você, para se tornar vampira de verdade

C=NÃOOOO

Ouço o que Debrah fala e estou disposta a fazer, ouço gritos de Castiel tentando me impedir, foi quando....


Notas Finais


Espero q tenham gostado, nos vemos no próximo cap.Bjus💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...