História Amor entre opostos - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Drama, Máfia, Morte, Naruto, Policial, Sasusaku
Exibições 23
Palavras 915
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


beijos <3

Capítulo 1 - Introdução


Fanfic / Fanfiction Amor entre opostos - Capítulo 1 - Introdução

POV – Sasuke

Olá, permitem que eu me apresente me chamo Sasuke Uchiha e tenho 20 anos, bom o nome da minha família sempre foi muito conhecida no mundo da máfia, meu avô Madara Uchiha criou aos 20 anos a máfia que até hoje existe em nossa família, chamada Akatsuki, e depois que minha família foi brutalmente assassinada por uma máfia rival que hoje já esta presa eu assumi todos os assuntos da família, da minha família somente sobrou eu e meu primo Obito Uchiha, porem o líder da mesma sou eu, mais ninguem me conhece nem mesmo nossos sócios, fui retirado da escola no final do ensino médio e atualmente descobri que um antigo amigo agora policial esta atrás de mim, Naruto... ele era meu melhor amigo, mais perdemos contato desde que eu sai do ensino médio, estava na minha sala, quando um dos meus homens bateu na porta

- senhor? – Pain entrou na sala e eu o olhei

- o que é?- perguntei e ele me olhou

- a uma divida da máfia sosu... o que fazemos? – ele perguntou e eu tamborilei a caneta na mesa

- o que sempre fazemos... ou o dinheiro ou a morte... não quero piedade de nada nem de ninguem... – disse e ele apenas assentiu – saia... – disse e ele se retirou no mesmo instante que eu, observei uma foto da minha família, todos vestidos de preto, eu estava no colo da minha mãe, como o meu pai sempre disse para mim

“ sua vida já esta traçada e nada mudará isso...”

Suspirei ao lembrar da frase que o meu pai sempre disse para mim e para o meu irmão e parece que ele estava certo, me levantei e fui até a janela o único ponto de claridade da minha sala, ninguem sabia como eu sou e ninguem nunca saberá

POV – Sakura

- bom dia, Sakura... – Hinata perguntou enquanto víamos alguns relatórios sobre a famosa máfia Akatsuki.

Me chamo Sakura e tenho 18 anos, comecei cedo na carreira de policia, eu e Naruto resolvemos abrir nossa delegacia e agora temos um dos maiores casos de máfias do mundo a Akatsuki, ninguem sabe quem é o líder, como ele era...

- Bom dia, Sakura... – Naruto disse sorridente e eu sorri

- bom dia, Naruto... – disse e me levantei e andamos a sala do mesmo –descobri informações sobre nossos participantes da Akatsuki... estamos perto Naruto... – disse e ele assentiu olhando os papeis

-  eles estão no interior do japão... – disse e eu assenti de braços cruzados e sorridentes

POV – Sasuke

Eu não saída da minha casa para nada eu simplesmente não podia, estava malhando quando Sasori apareceu na porta

- Sasuke, o caminhão de drogas chegou... – Sasori disse na porta e eu o olhei

- matem todos os dois... – disse ainda batendo no saco de areia

- ok... – ele disse saindo, minutos depois apenas ouvi estampidos, olhei pela janela e vi três corpos sendo carregados e sorri debochadamente, sai da academia e desci as escadas e fui até o jardim, vi grandes caixas, abri uma delas e olhei todo aquele pó que estava no meu jardim

- tudo esta aqui? – perguntei e Sasori assentiu

- tudo... vamos direcionar para Orochimaru... – o ruivo disse e eu assenti, me virei e voltei para dentro de casa, tomei banho e botei um terno limpo, e sai

- Sasuke... – Karin disse e eu a olhei

- o que você quer ? – perguntei e ela me olhou

- o senhor Danzou, quer lhe ver... – Ela disse e eu bufei

- maldito velho... – disse indo para a minha sala, havia um homem de mais ou menos 70 anos –espero que tenha trago o dinheiro... se não será morto agora mesmo... – disse me sentando e ele apenas ergueu uma mala

- seu avô, era um grande amigo meu... estou pagando minha divida, para podermos continuar a nossa sociedade... – ele disse e eu peguei a mala, a abri e vi todo o dinheiro

- 2 milhoes de dólares, Danzou? – perguntei e ele assentiu, estendeu a mão e eu a apertei

- nossa sociedade esta reestabelecida... – disse e sorri levemente de lado e ele concordou com a cabeça – agora saia – disse, Pain e Konan entraram, o pegaram pelos braços e os levaram embora e me recostei na cadeira

POV – Sakura

Nossa investigação estava agiu, e tudo me intrigava

- como será que esta o sasuke? – Naruto me perguntou e eu o olhei

- ele era o seu melhor amigo né?  - perguntei e ele assentiu

- ele foi embora tão derrepente... – Naruto olhou e sorriu de forma triste  para uma foto em que ambos estavam juntos, ele era bem bonito – se um dia eu o reencontra – lo farei questão de te apresentar a ele, ele gostaria de te conhecer – ele disse e eu sorri

- pelo o que você fala dele, ele é bem talentoso... – disse e ele riu

- O sasuke tinha uma visão estrategista de dar inveja a qualquer um – Naruto disse e eu olhei novamente para foto, ele parecia ser realmente um homem intenso e difícil de lidar, mais tinha um olhar doce

POV – Sasuke

Passei os dedos pelo cabelo

- a paz se vem atraves do poder... – disse e o homem tremeu – ajoelhe – se – disse e o homem se ajoelhou, levantei a espada, Obito me olhou e sorriu e assentiu em seguida, descia espada e o homem caiu

- você, esta de parabéns... em breve seremos os únicos no negocio de drogas... – Obito disse e eu sai


Notas Finais


BEIJOS <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...